Browsing Tag

tecnologia

2 em Comportamento/ Variadas (f)utilidades no dia 09.11.2015

(f)uti indica: Tsu, um possível tsunami nas redes sociais

Hoje vou falar de uma rede social que me deixou muito curiosa, com um conceito tão interessante quanto o do Periscope. Desde abril nada desviou tanto meu olhar quanto o Tsu que, como o nome já diz, tem tudo para ser um grande tsunami na internet. E vocês aí preocupadas comigo durante o furacão do México, hein? rs #piadainfame

Por que eu acho isso? Simples. Ele é a primeira rede que eu vejo que está disposta a gerar receita para todos os usuários. Dividir os lucros com todo mundo, pagando pelo conteúdo gerado por você, por mim ou quem mais estiver disposto a compartilhar algo 100% autoral.

Pagina-de-viagem

Outra coisa que chamou minha atenção foi o fato de o facebook está bloqueando qualquer link do TSU. Sério isso, Mark? Tá com tanto medo da rede a ponto de não deixar que a gente fale dela no Facebook? Eu chamo isso de tiro no pé, afina,l agora a gente ganha mais motivo para falar do assunto.

Imagem-post-Facebook

Todo mundo sabe que não podemos dar importância demais para a concorrência, pelo menos não publicamente!

Deixemos o despeito de Mark Zuckerberg de lado e vamos falar sobre essa coisa de monetizar o usuário pelo conteúdo gerado. Em 2015 isso ainda pode soar muito absurdo, mas no futuro eu acredito que isso será padrão, acho que só precisa afinar um modelo de negócio correto para que isso funcione.

Como as coisas acontecem hoje? Os gênios da web criam um aplicativo ou rede social que a gente ama, nos viciam nisso, vendem para o Mark e ele ferra tudo. rs Mentira, piadas à parte… Depois que a rede tem uma boa base de usuários gerando conteúdo, a mesma começa a usar as informações que disponibilizamos organicamente para vender e direcionar inserções de publicidade, e essa forma, monetizam o negócio. Normalmente isso é feito de forma lenta, com cuidado, tentando não estragar tudo. Se virar só propaganda o usuário vai embora e não volta nunca mais. Nesse formato a rede começa a ganhar dinheiro, enquanto a gente alimenta com conteúdo e mais informações sobre nós, é claro.

Olhando desse jeito vejo um super sentido em dividir os ganhos com o usuário, incentivando que o mesmo gere mais e mais conteúdo pertinente naquele site. Ok, aqui entra o maior risco que vejo nessa ideia, já que o conteúdo que hoje é orgânico pode ficar meio forçado.

Vocês já pararam para pensar sobre isso? No Facebook nós (e diversas outras empresas que possuem fanpages), damos uma grana para o Mark para conseguirmos alcançar vocês, nossas leitoras. Mas só fazemos isso porque vocês usam muito essa rede social, geram muito conteúdo e dão aquela “interessância” que faz com que o Facebook ainda valha a pena. O conteúdo é gerado por todo mundo, mas a receita fica só com ele.

O Tsu pode estar chegando para revolucionar toda essa forma de pensar o negócio na internet. Não sei se esse Tsunami vai ficar na previsão do tempo ou vai mesmo acontecer de fato, mas com certeza já deve ter muita gente hoje conversando sobre como viabilizar esse modelo de negócio, que a meu ver tem tudo para dar certo.

Se você ficou curiosa ou curioso, pode ler mais sobre o Tsu nessa matéria do Meio Bit.

Como a gente trabalha com internet, já fomos lá e salvamos o nome do futilidades. Agora é dar uma estudada na coisa e começar a gerar conteúdo. Vai que dá certo! :) Em tempos de crise, ninguém está podendo abrir mão de ganhar uns dólares, né?

Já encontramos alguns usuários bem legais para seguirmos, agora só precisamos começar a fazer amigos na rede.

pagina-de-moda

Quer entrar e tentar ganhar uns dólares também? É preciso de convite (sds Orkut), mas se vocês entrarem no link do futi já podem clicar em “join” e se inscrever. Depois é só mandar seu link para seus amigos e os mesmos poderão entrar e assim sucessivamente.

Se quiser seguir a gente pode vir que vamos curtir. Já estamos de olho numas páginas gringas que parecem ser interessantes e os números já se mostram grandes nas publicações em inglês.

Agora é ver se a coisa pega por aqui, Brasileiro é tão bom nisso de rede social que eu não duvido de nada. A gente espera que essa ideia ande pra frente, afinal, ninguém aguenta mais a diminuição de alcance recorrente do Facebook só para poder tirar uns dólares do nosso bolso!

Beijos

15 em Book do dia/ Comportamento/ Variadas (f)utilidades no dia 17.08.2015

Dilemas tecnológicos: Kindle, Ibooks ou Saraiva Reader?

Comecei a comprar meus livros em formato e-book no dia que eu descobri o aplicativo Iba, da Abril. Eu adorava – tanto que ele foi assunto de post – e já estava acostumada com a interface, achava super fácil de comprar no site, conseguia achar todos os títulos que eu queria e toda vez que eu comparava o preço no Ibooks, o Iba saía muito mais em conta.

Então, quando fiquei sabendo que ele pararia de vender livros e focaria apenas nas revistas e nos livros, eu fiquei sem chão por um momento e me vi tendo que usar o Ibooks porque me faltavam opções.

Até que uma amiga me apresentou o Saraiva Reader, e eu quase tive um colapso quando baixei e vi que todos os livros que eu comprei no Iba estavam ali. Me senti acolhida, escolhi ele como meu novo app do amor, até que toda vez que eu falava dele, várias pessoas me falavam para instalar o app do Kindle. Baixei e fiquei confusa! Não sou libriana mas não me dá muitas opções para escolher que eu fico completamente perdida! rs

Bem, vou contar um pouco sobre cada um e depois explico minha decisão, tá?

ibooks1

É o aplicativo da Apple e você compra pelo Itunes. Como tudo da marca (ou melhor, quase tudo, porque ainda to achando o Apple Music uma droga), é fácil e rápido de comprar e transferir o e-book para sua biblioteca. A compra pode ser feita diretamente do aplicativo e, como seu cartão já está vinculado à conta no Itunes, esse processo se dá em poucos cliques.

ibooksEm relação à leitura, a interface é bem fácil de mexer e super minimalista. Na biblioteca, os títulos estão disponíveis um abaixo do outro e você consegue ver o thumbnail da capa, o nome do livro, do autor e também fica sabendo em qual categoria cada livro se encaixa. Parece bobo, mas para mim, esse último detalhe faz toda a diferença.

Também dá para mudar a fonte (apesar de eu não entender por que tem várias opções serifadas para apenas uma sem serifa, mas isso é chatice de designer), escolher se quer fundo branco, sépia ou preto, aumentar ou diminuir o tamanho da letra, procurar por palavra chave, marcar as páginas que você parou e também selecionar o capítulo pelo índice.

O ponto negativo é que só dá para comprar em dólar, ou seja, com o câmbio do jeito que está, pouquíssimos livros – eu arriscaria dizer nenhum, mas é muito abrangente, né rs – estão valendo a pena.

saraiva1Como eu disse, esse app ganhou todos os pontos comigo quando vi que tinha guardado todos os títulos que eu havia comprado no Iba (quase uns 30).

A interface é moderninha e fácil de mexer, mas diferente do Ibooks, você só consegue ver a capa do livro e quantos % você já leu de cada livro. E ele oferece amostras de alguns títulos, também, para você comprar caso interesse.

Durante a leitura você pode procurar palavras chave, mudar a cor do fundo (também para sépia, preto ou branco), diminuir ou aumentar o brilho na tela e escolher o tamanho da fonte, que é um pouquinho mais complexo do que no Ibooks porque não é apenas clicar, é uma barrinha que você desliza o dedo para mais ou para menos, mas nada que prejudique. Não dá para trocar a fonte, mas dá para para fazer anotações durante a leitura.

saraiva2Os dois pontos negativos que eu posso citar é que ele te dá o número da página que você está, mas não diz quantas páginas o livro tem. Eu, que gosto de me situar, não curto muito esse esquema rs O outro ponto é que você só pode comprar os títulos entrando no site da Saraiva, não chega a ser um problema, mas poderia ser mais prático.

Fora isso, os preços são ok, mas como eu costumo procurar apenas pelo título, acabo me deparando com a versão física e digital postas lado a lado e não consigo entender porque tem livros cuja diferença entre uma e outra é de quase 10 reais e outros que o preço muda R$1. Teoricamente, e-books deveriam de ser bem mais baratos sempre, né?

kindle1

Esse é o mais novo e ainda não tenho muita experiência nele, por isso, posso falar uma besteira. Acho que eu comecei com o pé esquerdo sendo iludida pela loja. Tem um link para o navegador Kindle e eu estava crente que seria fácil como o Ibooks para comprar, mas pelo jeito, esse espaço só permite que você baixe uma amostra do livro. Para comprar, tem que ser pelo site da Amazon mesmo ou então se eu assinar o Kindle Unlimited, que seria uma versão de Netflix para livros (se eu estiver falando uma besteira, alguém me corrige!).

Eu achei a ideia da amostra bem legal, mas senti falta de um link que levasse direto para a loja quando você terminasse de ler a parte grátis. Acho que é uma oportunidade perdida, sinceramente! rs

kindle2A interface de leitura é muito parecida com a do Ibooks mas tem umas coisinhas a mais. Além de tudo aquilo que eu disse que dá para fazer, ele também te deixa escolher o enquadramento do texto e o espaço entre linhas, o que é ótimo para ver quais das opções tornam a experiência mais confortável. Outra coisa bem legal e que não vi nos outros é que ao destacar um trecho ou uma palavra, ele te dá as opções de procurar no dicionário, na Wikipedia ou de traduzir o que está destacado. Achei prático!

Quanto ao preço, vários títulos – principalmente os novos – são praticamente iguais aos da Saraiva, mas acho que vale sempre dar uma pesquisada.

Concluindo a história, diria que o mais dispensável é o Ibooks, ainda mais agora com o preço do dolar nas alturas. O Kindle é bem completo, cheio de funções e seria um aplicativo nota 1000 se existisse a opção de comprar direto por lá (ainda estou na esperança que exista e eu que não consegui achar hahaha), o da Saraiva é aquele básico correto.

Para mim, está valendo muito a pena ter o combo Kindle + Saraiva Reader, principalmente na hora de pesquisar preços ou procurar livros mais difíceis. Já vi alguns que estavam bem mais baratos no Kindle (por exemplo, Pequeno Príncipe – US$1,99 no Ibooks, R$4,60 na Saraiva e R$1,99 na Amazon) e outros que valiam mais a pena ver na Saraiva.

Alguém usa esses? Prefere algum?

Beijos!

4 em Comportamento/ Variadas (f)utilidades no dia 18.04.2014

Uma surpresa e tanto: Nokia Lumia 1020

Quem conhece a Carol Heinrichs do blog mais incrível de Manaus, Toque de Neon, sabe que a menina é apaixonada por fotos, aplicativos e tudo que deixe seus cliques no instagram ainda melhores. As fotos delas são lindas e durante essa semana que ela ficou aqui em casa, eu descobri um dos elementos responsáveis: o celular! O modelo é o Nokia Lumia 1020.

A direção de arte da Carol é fora de série. Ela arrasa e deixa todas as amigas blogueiras com gostinho de “vou dar #regram”, mas ter o celular dela ao nosso lado durante os dias da Carol no Rio fez muita diferença. Principalmente nas fotos de passeios turísticos de sábado e domingo.

Foi assim que eu, assumidamente apaixonada pelo Iphone, pela primeira vez na vida, senti vontade de trair a marca da maçã e, pelo menos, carregar outro modelo de celular na bolsa.

Segundo o que a Carol me contou, a primeira vez que ela ouviu falar sobre esse o Lumia 1020, foi quando ela leu sobre um casamento todo fotografado com o celular. O assunto a impressionou tanto que virou post no Toque De Neon.

Já que descobertas de câmeras e aplicativos volta e meia viram assunto por aqui, resolvi compartilhar com vocês algumas das fotos do fim de semana tiradas no celular da Carol!

NOKIA-LUMIA-1 NOKIA-LUMIA-2 nokia-lumia-3

Para mim, que ainda tenho o Iphone 4s, posso afirmar sem nem pensar duas vezes que é impossível comparar as câmeras. Com 41 megapixels, nem preciso dizer que A do Nokia 1020 é infinitamente melhor, né? Também é muito melhor que a do 5! Na verdade, a comparação só começa a ficar mais ou menos equivalente com a do Iphone 5S, mesmo assim, em termos de atributos, o modelo da Apple ainda é um pouco inferior a do Lumia.

Como tudo meu é da Apple isso é muito pouco provável, acho difícil que eu vá deixar o Iphone de lado ou até mesmo mudar de marca. Mas não posso negar que corre um altíssimo risco de eu acabar tendo dois celulares, deixando o meu eu mais artístico falar mais alto no modelo da Nokia e o meu lado mais organizado no celular que eu já estou acostumada.

Se você é um ser humano normal e não precisa de todos os seus gadgets sincronizados, eu olharia sem preconceito para esse aparelho, que além de lindo, vai surpreender!

Além das fotos sensacionais do meu fim de semana, não posso deixar de falar de um item que eu amei no aparelho, o FLASH. Sou super traumatizada com fotos de telefone tiradas à noite e, sem dúvida, esse foi o primeiro momento em que o Lumia fez pontos comigo.

NOKIA-LUMIA-NOTURNA-1 NOKIA-LUMIA-NOTURNA-2 NOKIA-LUMIA-NOTURNA-3NOKIA-LUMIA-NOTURNA-4

Durante o dia as câmeras dos dois aparelhos se assemelham mais, mas ainda assim, quando o zoom chega e os aplicativos entram no páreo, volto a achar que o Lumia fica na frente.

Focar e desfocar nunca foi tão fácil em um telefone, mesmo sem saber muito sobre velocidade de obturador e abertura de diafragma dá para brincar muito com o quesito foco. Dessa forma uma foto com cara de profissional pode ser tirada por um leigo, em qualquer lugar e a qualquer hora. Com esse celular, chego a achar que a foto de celular está a caminho de alcançar outro patamar.

Agora vamos deixar o papo de blogueira leiga de lado? Que tal uma comparação no youtube? Assisti vários vídeos, separei para botar aqui o que mais gostei. Ele comparou o vídeo do Iphone 5S e o Lumia 1020, os dois são impressionantes. Tem defeitos e qualidades de ambos, mesmo assim os dois me parecem super aparelhos para o quesito filme.

Eu achei o rapaz que faz o vídeo uma graça, mas juro que só postei porque gostei da comparação! #joengraçadinha 

Os mais apaixonados por câmeras de celular precisam ler sobre este Nokia, ele me surpreendeu muito. Achei que dá um resultado semelhante ao da câmera (saboneteira da Panasonic) que uso para clicar as coisas do blog, só que muito mais rápido, prático e multi-uso.

A verdade é que uma pessoa que não precisa de um Iphone e ama fotografia pode e deve considerar esse Nokia. Para quem está pensando em comprar o Iphone 5S por conta da super câmera, eu recomendo dar uma comparada nos dois aparelhos através de vídeos e posts na web. Acho que ambos aparelhos vão surpreender. Confesso que depois de tantos vídeos e experimentaçõea, a única coisa que eu tenho certeza no momento é que eu só quero trocar meu 4s logo! hahahah

E aí, gostaram dessa pauta? Valeu a pena escrever sobre essa descoberta de câmera embutida no telefone?

Beijos