Browsing Tag

saúde

0 em Convidadas/ corpo/ crônicas no dia 25.01.2019

A gordofobia nada invisível na minha família

Pertenço a uma família que as curvas predominam. Sorrisos e quadris largos. Gargalhadas altas, muita força e garra para lutar e chegar aonde quer. Paralelo a isso, um desejo absurdo de não ser o que realmente é. São anos tentando se encaixar em padrões injustos e cruéis de magreza.

E cada passo revela a gordofobia presente ali.

O bonito está no outro, provavelmente naquela moça alta e magra ali, não em mim. Dia desses ouvi alguém falando para minha filha:

– Come tudo para ficar alta e esbelta como a Crecilda! – Nome fictício para a única prima magra da família, que naturalmente deve ter puxado o biotipo da família do pai.

Bateu uma revolta! Medo de que ela acredite que ser bonita é estar dentro de um padrão X ou Y. Porque ela não pode ser bonita como a mãe? Só porque a mãe é gorda e bem resolvida com isso?

Gorda também é feliz, tem vida sexual, sucesso profissional, namora, casa, tem parto normal, amamenta, dança, usa biquíni no verão, se diverte, é bonita.

Dá para ser tudo que quiser na vida, sem arredar um passo de ser quem você realmente é. Ou sem diminuir um manequim.

ilustra: uma brocolis

E é exatamente assim que me sinto. Às vezes me incomodo e logo percebo que meu incômodo vem dos outros. Vem dos olhares maldosos. Vem do julgamento de “fulana está linda, emagreceu que é uma beleza”, sem se importarem com o motivo real do emagrecimento.

Será que não cogitam perguntar para uma pessoa se ela está realmente bem diante de um emagrecimento repentino? Pode estar triste, pode estar doente, passado por um trauma. Nem todo emagrecimento é proveniente de uma conquista feliz ou saudável. Isso só estigmatiza. Por que gorda é que está sempre com a saúde em risco?

Preocupação seletiva nada mais é que disfarce para preconceito.

Na família, a contagem é aproximadamente a seguinte: duas bariátricas, depressão e alguns transtornos alimentares. O resultado dessa soma? Uma tristeza profunda de poucos enxergarem a sua verdadeira beleza. Aquela que ilumina todo e qualquer ambiente, beleza que sobra e transborda por aqui. A que vem de dentro.

Estive hospitalizada logo depois do parto do meu quarto filho. Uma bactéria forte contraída no bloco cirúrgico quase me levou à morte. Foi mais de um mês entre idas e vindas ao hospital, outras três cirurgias. Emagreci muito e o curioso foi o efeito que isso causou nas pessoas. Até familiares acharam bom o fato de eu ter emagrecido, mesmo nesse contexto. Mesmo sendo resultado de um grave problema de saúde. O emagrecer a todo custo vale até neste quesito.

Sabe o que dói? Por mim mesma, me sinto ótima, me acho linda e sexy. Só que os dedos continuam apontados, percebo o olhar atravessado, a alfinetada nos almoços de domingo. Fico me perguntando quando as mulheres irão perceber o quanto são realmente lindas? Quantas meninas da família ainda ouvirão que precisam emagrecer para agradar alguém? Que a beleza dos quadris e sorrisos largos não é o suficiente, que é preciso emagrecer mais pra ser feliz?

Hoje me preocupo com elas, com as outras mulheres da minha e de tantas outras famílias. Porque quanto a mim, diante de um espelho, visto meu vestido retrô que amo, calço uma sapatilha para correr atrás da cria, capricho no delineador, passo batom vermelho e sinto-me linda. Exatamente como toda mulher deveria se sentir. Exatamente como desejo que elas se sintam.

Você pode ler outros textos do blog também:

Você se submeteria a qualquer coisa pra emagrecer?

A gordofobia da sua mãe é sobre ela, não sobre você!

Preocupação com a saúde vs. Gordofobia

3 em Beleza/ pele/ Publieditorial no dia 18.01.2019

Anthelios Airlicium FPS 70: o melhor para pele oleosa

O primeiro texto a respeito de pele oleosa de 2019 será sobre um produto que estou usando diariamente desde o início de dezembro, quando falei dele no Stories do @futilidades. Fiz um recebidos e apliquei o produto no rosto, vi de cara que iria gostar, mas confesso que fiquei impressionada com o resultado, por isso usei em 100% dos dias em que sai de casa durante o dia, inclusive reaplicando mais de uma vez nos dias de praia.

Vamos falar da nova fórmula do Anthelios Airlicium fator de proteção solar 70? De cara eu achei ele uma excelente evolução. Como já contei aqui, eu gostei muito da versão com cor. Desde sempre usei a tradicional, mas assim como no caso do Minesol Oil Control da Roc, a versão 70 era um pouco mais pesadinha em relação ao fps 30 e fazia um pouco de filme branco ao espalhar, por isso a com cor me ganhava de cara. Eu adorei esse lançamento, porque eu achava que a tecnologia desse protetor precisava estar presente na versão universal e sem cor, inclusive que usei algumas vezes associada com o próprio color dose (das melhores coisas que podiam ser inventadas).

anthelios-airlicium-70-nova-formula- anthelios-airlicium-70-nova-formula-1

A meu ver as principais diferenças que pude notar na nova fórmula do produto foram: o toque ficou mais sequinho, mais leve, numa textura que espalha mais fácil. A maior diferença é que por ser mais leve, ele não faz aquele filme branco, o rosto absorve todo o filtro de proteção solar do nosso rosto. 

No rosto só apliquei o produto, que não fez filme branco e absorveu super rápido.

No rosto só apliquei o produto, que não fez filme branco e absorveu super rápido.

Quando mandei mensagem pra minha Dermatologista, Dra. Vanessa Metz, para falar que estava encantada com o tal do Color Dose, ela me lembrou desse lançamento e perguntou se eu já tinha testado, falei que estava curtindo e sentindo claramente essa diferença que eu pontuei pra vocês. Até por causa do melasma, que eu não quero que avance, ter um bom filtro 70 em mãos é fundamental pra mim durante o verão ou os dias de sol.

O produto da linha Anthelios Airlicium foi enviado pra mim pela Drogaria São Paulo, que tem um ecommerce bem bacana, cheio de produtos de marcas muito legais. Tudo que eu amo de da La Roche-Posay está disponível por lá. Se você tem a pele oleosa e briga com o brilho da testa, não deixe de experimentar os filtros solares de rosto com essa tecnologia, já contei aqui no blog, mas vou repetir:

A linha Anthelios Airlicium foi desenvolvida especialmente para o Brasil, especialmente feita para ajudar a gente a ter uma vida mais funcional e prática com a nossa pele oleosa, tão comum por aqui. Os produtos possuem uma tecnologia de controle inteligente de oleosidade, através de sua molécula Airlicium™, patenteada pela L’Oréal e composta por micropartículas matificantes encapsuladas em 99% de ar, que controla dinamicamente o brilho toda vez que a pele produz oleosidade ou umidade. O ativo foi desenvolvido inicialmente para capturar poeira interestelar em operações espaciais, mas acabou ajudando a cuidar da nossa pele por aqui.

Não é a toa que a marca é uma das mais importantes do mercado e super recomendada pelas dermatologistas. O produto é de qualidade, mas mais do que isso, noto uma preocupação super genuína em atualizá-lo sempre para atender todas as demandas da pele da mulher brasileira. Porque podemos economizar e até mesmo negligenciar muitas coisas, mas não com isso. A proteção solar para o rosto ou para toda pele que vai se expor ao sol é cada vez mais um cuidado fundamental para evitarmos câncer de pele, melasma e outras doenças desse órgão, que é o mais extenso do corpo humano. Durante o verão é ainda mais importante optar um fator de proteção alto no. Minha dermatologista Dra. Vanessa Metz, sempre conversa comigo sobre isso e eu levo muito a sério. O alto fator de proteção contra os raios UVA previne o fotoenvelhecimento, o surgimento de manchas solares e evita danos profundos à pele. 

anthelios-airlicium-70-nova-formula-4

Ou seja, posso até tentar viajar ou sair com menos coisas, mas sem protetor solar? Não dá! O cuidado vai bem além da estética, apesar de considerar o protetor quase um primer para dia de calor. ;)

Eu vim usando intensamente, como fui muito a praia acredito que essa embalagem pode acabar durando menos de dois meses, mas fora da alta estação creio que irá durar mais. A nova fórmula do protetor está com o preço sugerido de R$ 84,90 e aqui ele está disponível no link da Drogaria São Paulo.

anthelios-airlicium-70-nova-formula-6

Não deixe de procurar seu dermatologista, acho que só o profissional pode cuidar e combinar os produtos pra proteger a nossa pele, além de ver o que funciona para cada caso, para cada demanda. Estou na dermatologista desde os 17 anos e seguirei contando, porque esse é um cuidado que não vou parar de ter.

E você, já testou a nova fórmula? Devorou a embalagem como eu? Me conta?

Beijos

 

1 em Camilla Estima/ Destaque/ Saúde no dia 14.01.2019

Você se submeteria a qualquer coisa pra emagrecer?

Eu queria estar escrevendo algo feliz, novo, empoderado e good vibes no meu primeiro texto do ano pro futi. A verdade é que eu não consigo. Sendo muito sincera, eu nem sei direito como escrever sobre isso, estou fisicamente enjoada e com vontade de chorar. Mas o que tem contado mesmo é a minha vontade de ajudar mais gente.

Eu já estou na nutrição há muito tempo – 19 anos agora em 2019. Já vi muita coisa triste nas diferentes áreas que trabalhei. Desde gente passando fome, em situações de vulnerabilidade social onde não tinha acesso a comida, até pessoas em sofrimento com câncer ou outros diagnóstico. Recentemente no meu trabalho, lido todo dia com mulheres que sofrem com seus corpos. 

No dia 31/12/2018 foi ao ar o texto do meu querido amigo Alvaro Leme para o portal da Forbes, onde ele trouxe dados de uma pesquisa de resoluções de ano novo.

Em primeiro lugar ficou emagrecer (111.833 buscas), seguido de viajar (36.183 buscas), ser feliz (22.675 buscas), parar de fumar (13.266 buscas), ganhar na mega sena (2.650 buscas), guardar dinheiro (2.411 buscas) e ficar rico (2.358 buscas). 

foto: Thong Vo

foto: Thong Vo

Como diz o título da matéria, é meio chocante saber que as pessoas procuram por magreza mais do que por felicidade. Mas o que me chamou atenção para esses dados foi o “parar de fumar” em 4º lugar, perdendo de longe para o emagrecer. Contei sobre isso no stories do meu instagram e veio uma enxurrada de mensagens. Pessoas dizendo que fumar tirava a fome, por isso fumavam para emagrecer. Isso se desdobrou em outros stories onde eu questionava a SAÚDE em si. 

Como que pode? É mais do que sabido que o cigarro causa diversas doenças no ser humano. Câncer de pulmão, boca, laringe. Doenças respiratórias. Doenças cardiovasculares. Não, o cigarro nunca e jamais será uma estratégia positiva para nada. Não é fácil largar o cigarro pois existem fatores químicos que influenciam no vício. Sei que não é apenas querer parar. Mas não querer parar pois tem medo de engordar?

Por favor, pare de fumar!!! E depois procure ajuda nutricional e psicológica para não haver o ganho de peso em enxurrada.

Eis que recebo uma outra enxurrada de mensagens. Se eu achava que já estava ruim, o que li foi pior. Relatos de mulheres que, pra emagrecer, desejaram iniciar consumo de drogas, serem sequestradas, voltarem a ter depressão e anorexia. Outras que parabenizaram pessoas com câncer pois “pelo menos emagreceram”. Que desejaram ter diarreia, comer comida podre, infecção, amigdalite e por aí vai. Essa busca insana por esse corpo idealizado faz com que mulheres morram. Lembram do episódio do Dr Bumbum?

Usar drogas? Voltar pra depressão? Voltar a ter anorexia nervosa? Comer algo estragado de propósito? Querer ter câncer? Eu juro que não sei nem por onde começar. Eu não soube direito responde-las. Só consegui perguntar se elas estão bem e desejando que elas tenham saído desses tipos de pensamento.

Quando dizemos que as pessoas não querem emagrecer por saúde, essa é a prova viva de que estávamos certas.

Foi enfiado na cabeça que estar fora desse padrão de beleza magro é errado, é feio. Foi ensinado que quando você é magra é mais bonita, atraente, interessante. Que se cuida, que tem força de vontade. Isso se chama gordofobia, e eu expliquei em outro texto o que faz as pessoas pensarem dessa forma. E aí, claro, pra não chegar nesse ponto, as pessoas pensam inclusive em ficar doentes ou entrar em estratégias de doença para não correr esse risco. É, meu texto sobre gordofobia ficou desatualizado……

>>>>>> Veja também: “Não posso correr o risco de ser gorda” <<<<<<

Sabe qual a minha vontade? É de abraçar cada uma delas. Dizer que não tem nada de errado em seus corpos. Que elas são incríveis como são. Lindas, cheia de valores e com conquistas que merecem ser celebradas.  Que são merecedoras de tudo que a vida possa dar de bom a elas. Eu desejo demais que elas possam sair disso. E que o mundo melhore com elas. Que o mundo seja menos cruel, julgador e doente com elas e com todas nós.

Beijo carinhoso.

Camilla