Browsing Tag

livraria 24h do mt penumbra

11 em Book do dia/ Comportamento/ Cultura no dia 19.06.2013

Book do dia: A Livraria 24h do Mr. Penumbra

book do dia: Resenha: Livraria 24h do Mr. Penumbra

Enquanto estava esperando Inferno lançar, acabei descobrindo esse livro: “A Livraria 24h do Mr. Penumbra”, de Robin Sloan. A capa já me chamou a atenção, achei linda! Depois, a promessa de mistério, códigos secretos e conspirações envolvendo pessoas que realmente existiram. Ou seja, estava escrito, praticamente em letras garrafais “Carla, me leia!!!”

A sinopse é essa: A recessão econômica obriga Clay Jannon, um web-designer desempregado, a aceitar trabalho em uma livraria 24 horas. A livraria do Mr. Penumbra — um homenzinho estranho com cara de gnomo.
Tão singular quanto seu proprietário é a livraria onde só um pequeno grupo de clientes aparece. E sempre que aparece é para se enfurnar, junto do proprietário, nos cantos mais obscuros da loja, e apreciar um misterioso conjunto de livros a que Clay Jannon foi proibido de ler.
Mas Jannon é curioso…

Clay, o personagem principal, é muito carismático e muito real, do tipo que todo mundo conhece alguém parecido ou já se viu em situações parecidas. É esforçado, entra de cabeça em tudo que faz, é irônico e tem tiradas engraçadas. Como a história é contada por ele, a leitura é bem gostosa e bastante dinâmica. Em certos momentos, os detalhes são tão grandes que dá pra imaginar perfeitamente o local descrito. Adoro isso!

Mas o que mais me encantou (e desencantou também, depois explico), é que a história é toda baseada na história dos livros, passado, presente e futuro. Desde a primeira impressão de Gutenberg, passando por alguns personagens responsáveis pela evolução tipográfica, até chegarmos no Google e sua máquina de digitalizar livros. Inclua nisso uma sociedade secreta com códigos e mistérios e tudo indica que você terá algo no estilo Dan Brown.

E foi isso que me decepcionou um pouco. Quando você espera mergulhar de cabeça na parte histórica, o máximo que acontece é você entrar na piscina de escadinha. E ficar no raso. Outro ponto negativo, pra mim, é que a história é bem linear, não tem reviravoltas. Não é daquelas que faz você se convencer a ler “só mais um capítulo”. Já deu pra perceber que eu estava com esperanças de ser algo no estilo Dan Brown, né?

Se você já começar a ler sabendo que não é, tenho certeza que vai gostar da leitura. A história é boa, todos os personagens são cativantes e te deixam com vontade de saber mais sobre eles e o final é ok. Não é O livro, aquele que você vai sentir vontade de ler várias vezes, ou ficar triste porque acabou, mas vale a pena.

Alguém já leu?

Aliás, alguém me dá indicações de próximos livros? rs

Beijos!

Carla