Browsing Tag

Lipoaspiração

62 em Beleza/ corpo/ Reflexões no dia 21.07.2010

Beleza: Depoimentos sobre plástica (5 e último!)

Então, chegamos ao último depô e, prometemos que será o último e o único que não vai ser anônimo. Também porque não faz sentido eu, Carla, uma das donas desse humilde blog, falar anonimamente sobre a minha experiência.

Eu sempre tive pavor de cirurgias. Na verdade não é bem dela, é mais da dor que eu provavelmente possa sentir depois. Só pra vocês terem uma idéia, eu to há anos lutando com a possibilidade de ter que tirar meus cisos e torcendo pra que eles nunca me incomodem pra que eu não precise fazer nada com eles.

Indo pro que interessa, desde a adolescência eu tinha 2 problemas que sempre me incomodaram e, mesmo tendo um pai cirurgião plástico, resolvia fingir que eles não eram nada demais. O primeiro eram seios enormes, que não me deixavam comprar qualquer biquíni (né, Blue Man?) e muito menos pensar na possibilidade de sair sem sutiã. E comprar roupas, então? Depressão profunda, mesmo eu estando relativamente magra. O segundo problema eram duas gordurinhas especialmente localizadas embaixo da cintura, estrategicamente posicionadas para pular fora de qualquer calça/saia/short/biquini que eu estivesse usando.

Até que chegou o 3o. ano, véspera de provas da faculdade, e… eu engordei. 10 kgs. E obviamente tive que tomar providências. Nutricionista, dieta (que não me privou de nada, por incrível que pareça) e academia. 6 meses depois já tinha perdido tudo e mais um pouquinho. Porém, se os seios já eram grandes, ficaram maiores e mais feios. Pulei pro sutiã 48/50 e não aguentei. Depois que já tinha emagrecido tudo que eu queria e vi que meus “problemas” não queriam sair de mim de jeito nenhum, resolvi apelar pro pai, que já tentava me convencer a fazer as cirurgias há muito tempo.

Saí de férias na faculdade dia 02 e dia 08 de dezembro de 2007 já entrava na mesa de cirurgia para redução de seios + implante mínimo de silicone (155ml apenas, pra deixar o resultado firme por muito mais tempo) e lipo nas gordurinhas teimosas:

Vou falar que a experiência foi muito mais tranquila do que eu imaginava. Passei a noite no hospital e tomei banho de manhã pra voltar pra casa. Tudo bem que a sensação é de ser atropelada por um caminhão 3 vezes, mas é uma dor altamente suportável MESMO e, no meu caso, não fiquei com nenhum roxo. Segundo meu pai, eles passaram um produto (vou procurar saber o nome) antes da cirurgia que diminui a roxidão. Além disso, no dia seguinte já estava fazendo a primeira drenagem linfática. Pelo jeito, funcionou.

24 horas depois, voltei pra casa e, como todas relataram, o que mais incomoda realmente é o tédio e a dependência. Precisei da minha mãe pra lavar meus cabelos porque não podia levantar os braços, pra enxugá-los e penteá-los. Pra botar a cinta também era outra briga, mas nada do outro mundo. Sem contar o fato de eu ficar o dia inteiro no quarto, encostada nos travesseiros, vendo TV. Por mais incrível que pareça, depois de um tempo fica incrivelmente entediante.

Por isso que no 6o. dia, eu já estava louca pra sair e pedi pra minha mãe pra gente ir no shopping (ar condicionado e sem sol. Ambiente propício para uma pessoa recém operada e com uma cinta no meio do verão). Só consegui ficar 1 hora e meia. Depois comecei a ficar cansada e enjoada. Voltei pra casa mega frustrada. Falei com o meu pai e ele disse: “Amanhã é sábado, né? Vai fazer exatamente 1 semana. Você vai ver como amanhã você vai estar bem melhor.”

Fiquei meio cética, né…Como assim tanta coisa vai mudar de um dia pro outro? Mas acordei no sábado outra pessoa, por incrível que pareça. Saí, fui no shopping, cinema, restaurante e terminei o dia mais satisfeita do que nunca!

Depois de 1 mês de cinta e pontos retirados, fui liberada pra ir pra praia e as únicas indicações eram: filtro solar 90 nas cicatrizes dos seios (fui botando toda hora, só pra ter certeza) e esparadrapo (tem um cor da pele que é ótimo pra esse caso). E a lipo? O biquini esconde, são apenas 2 marquinhas (uma na frente e outra em cima do cofrinho) que já desapareceram, não tenho nem idéia da onde foram! Academia, só tomar cuidado com os movimentos de braço.

Agora, quase 3 anos depois, sutiã 42  e sem nenhuma sobrinha pra fora da calça pra contar história, minha auto estima aumentou, eu aparento o peso que eu tenho, as procuras pelas roupas específicas acabaram e eu realmente fiquei muito mais feliz, faria tudo de novo e indico pra quem quiser!

Hoje em dia as cicatrizes estão muito discretas, praticamente desapareceram e o resultado continua o mesmo de quando eu operei!

E vou retificar o que as outras meninas disseram: SEMPRE procurem um médico de confiança e depois continuem com a boa alimentação e exercícios físicos pra manterem o resultado por muito mais tempo.

Pra quem se interessou e quiser tirar dúvidas, o site do meu pai é: http://drluizharoldo.com/

Bjs

Carla

5 em Beleza/ corpo/ Reflexões no dia 20.07.2010

Beleza: Depoimento sobre plástica (4)

Esse é o quarto e último post da série “Beleza: Depoimento sobre Plástica”. Se você não acompanhou os primeiros podem conferir o da redução de seios + Lipo, o da Lipoaspiração por si só e o das meninas que colocaram silicone.

Correção da Orelha & Lipo+Silicone

A fofa A. tem 24 anos e contou que ja fez 2 cirurgias:

Correção da Orelha: aos 15 anos (há 9 anos atrás)

Lipoaspiração & Silicone: aos 24 anos (há 15 dias atrás)

Qual era o grau de insatisfação que você tinha com seu corpo? O que te incomodava e porque?

A orelha me incomodava demais. Não prendia o cabelo por vergonha, não gostava de ir a piscina porque o cabelo molhada e dava pra ver a orelha abanada. Não era nem tão abanada assim, mas realmente me incomodava demais. Quanto a ultima plastica, o que realmente me incomodava era ser magra e ter gorduras localizadas. Aquele tipo de gordura que não adianta quanto exercício você faça, ela não sai! Acabei me animando de fazer a lipo, e com isso o silicone entrou no meio. O peito pequeno nunca me incomodou muito, mas porque não melhorar, dado que você pode? Já que eu ia fazer uma cirurgia, aproveitei para fazer tudo que podia fazer de uma vez só.

O pós operatório foi mais simples ou mais complicado do que você esperada? Quanto tempo durou?

Muito mais simples. Imaginei que eu fosse ficar horrível, com muitas dores. Nada disso. Achei tudo muito tranquilo. É claro que você incha e fica dolorido, mas nada que seja realmente incômodo. Ainda estou me recuperando, mas já me sinto 100%. As drenagens também ajudam demais. A cada dia você melhora muito e consegue ver a diferença. Estou adorando o resultado.

Qual é o grau de satisfação que você tem hoje com seu corpo?

Por enquanto posso falar só das orelhas. Minha vida mudou depois disso. Acho que sou a pessoa que mais uso cabelo preso, porque agora não tenho mais o problema da orelha pra me incomodar. Também pude deixar o cabelo crescer, coisa que eu nunca tinha feito antes porque não podia prender o cabelo, e morria de calor no verão. Quanto ao peito e a lipo, ainda está muito recente, mas estou infinitamente satisfeita com o resultado que já posso ver. Vale cada centavo e cada dia de recuperação.

O que mudou na sua auto estima e na sua maneira de se ver? Sua confiança em você mesma mudou?

Com certeza mudou. Pode parecer bobeira ou futilidade, mas a sensação que dá é que você realmente mudou. E não mudou só em aparência, tudo muda. A auto confiançã é outra, parece que você pode fazer tudo que você quiser. Dá uma confiança que não tem preço.

Se você pudesse voltar no tempo você faria novamente todo o procedimento?
Sem a menor dúvida.

Se sua melhor amiga te pedisse um conselho de ouro proveniente da sua experiência o que você diria?

Se você está insatisfeita com alguma coisa em você, conserte! Lógico que eu estou falando de coisas que não dá para mudar com malhação, estou falando de coisas que só uma cirurgia mesmo pode consertar. Pode ter certeza que sua vida vai ser outra completamente diferente depois.

Observação que A. quis fazer para vocês:
Outra coisa que eu acho legal dizer é o fato de não fazer em qualquer açougueiro. O legal é você ir em médico por indicação. Às vezes o barato sai caro, muito caro. Então se a pessoa realmente quiser fazer, é legal ela se programar e programar o seu dinheiro e fazer a coisa do jeito certo, numa pessoa de confiança. Não vale a pena fazer em um cara que é barato e mto menos esses procedimentos em consultório que são super perigosos porque se você tem um piripaque, eles não tem os aparelhos necessários pra te assistir corretamente. Além disso, a plástica não é só o preço da cirurgia, ainda tem que comprar a cinta, fazer drenagens e essas coisas.. Que acabam custando caro.
Então se não dá pra pagar tudo, é melhor não fazer porque se não fica mal feito e a coisa pode ficar pior do que estava antes.

Observações do (f)utilidades:

Nós assinamos embaixo nessa observação da A.!
Meninas para fazer de qualquer maneira e correndo riscos é melhor não fazer!

Os posts anonimos respondendo a essas perguntas acabaram por aqui, mas ainda vamos falar nesse assunto, vamos falar do que pensamos, teremos também um questionário respondido por um cirurgião e uma experiência do (f)utilidades para o mundo!

Esperamos ter ajudado!

Alguém quer compartilhar algo?! Comente!
74 em Beleza/ Comportamento/ corpo/ Experiência no dia 19.07.2010

Beleza: Depoimentos sobre Plástica (2)

Esse post é mais um da série de depoimentos de algumas queridas que já fizeram plásticas e soltaram o verbo.
No caso esse é bem especial pois vai falar da única cirurgia que eu (Jô) tenho vontade de fazer um dia.

Lipoaspiração

A S. é uma fofa e contou por extenso um pouco de tudo que perguntamos!
” Tenho 23 anos e há exatos dois meses fiz uma Lipo. A princípio não tinha nenhuma grave insatisfação com o meu corpo, era muito magra, vestia 36, pernas finas e sem nenhuma bunda. Mas toda vez que via uma mulher “gostosona” pensava que queria ser assim.
Então, em agosto de 2008 eu decidi que precisava entrar na academia. Comecei a malhar com personal e a tomar Whey Protein, depois Muscle Milk.. Resultado.. ganhei 7 kilos em 1 mês. No começo fiquei muito satisfeita, ganhei perna e bunda, mas depois de um tempo veio a barriguinha. E eu sempre fui muito magra, então não me adaptei a essa história de ter barriga. Especialmente este ano comecei a me sentir mal com a barriga, queria usar roupinha colada, mas não me sentia bem, na praia então, nem se fala. Viajava com os amigos e não queria ficar de biquini na frente dos meninos, um problema que eu nunca tinha vivido.”

“Comecei então a ouvir várias pessoas me falando da tal da “hidrolipo“, eu na minha inocência pensava que era uma coisa mais tranquila, porque era feita em consultório e tal. Engano meu. É muito perigoso, porque muitos médicos que não são cirurgiões plásticos estão fazendo hidrolipo em seus consultórios, sem qualquer estrutura médica ou física. Eles mesmos aplicam a anestesia, com você ali acordada, vendo tudo. Quando a paciente reclama da dor eles anestesiam mais. Muitas pessoas optam pela hidrolipo por ser uma alternativa mais econômica.  Como os médicos realizam a cirurgia no próprio consultório são eliminada as despesas do hospital e do anestesista. Mas trata-se de uma cirurgia, não se pode deixar de lado os cuidados pré e pós operatórios. ( é bom alertar as pessoas sobre isso, pq esses casos que vemos dando complicações, em sua maioria, são por hidrolipo realizadas por médico que não é cirurgião). Bom, minha mãe tem vários amigos cirurgiões, conversou com eles e disse que hidrolipo eu não ia fazer de jeito nenhum tinha que ser lipo mesmo. Fiquei com medo e comecei a pesquisar mais sobre o assunto.

Eu descobri então que um outro atrativo da “hidrolipo” era uma técnica usada de injetar um liquido na paciente com o objetivo de encher de liquido o tecido adiposo, pois aumentando o volume das célular adiposas ajuda a ação das cânulas, não lembro a explicação direito pq não sou médica. De qualquer forma, muitos cirurgiões usam esse líquido na lipoaspiração, o meu usou. Na verdade lipo, mini-lipo, hidrolipo é tudo a mesma coisa.Esses nomes são usados como marketing na verdade, e também para burlar a legislação médica que diz que só cirurgião plástico está apto a fazer lipoaspiração.

Decidi ir ao médico me consultar, e sai de lá marcada… Fui pra fazer lipo na barriga e no flanco, mas cirurgião é muito perfeccionosta e, o meu, disse que eu tinha que fazer culote, parte interna, da coxa e joelho. Já que ia entrar na faca… era melhor fazer tudo de uma vez.

O pós operatório foi muito mais tranquilo do que o esperado. Isso não tem jeito, depende muito da pessoa. É incrivel como cada dia faz toda diferença. Cada dia você está muito melhor do que no dia anterior. Nos dois primeiros dias eu não conseguia ir no banheiro sozinha, mas depois ficou mais tranquilo. Também não tive coragem de tomar banho nos primeiros quatro dias, morria de medo de tirar a cinta, porque sem dúvida a pior coisa foi quando colocaram a cinta em mim pela primeira vez. Duas enfermeiras puxando aquela cinta em mim no hospital, lágrimas involuntarias escorreram do meu olho… Então fiquei com muito medo de sentir aquela dor de novo. Mas quatro dias depois começava a drenagem com a auxilidar do médico, e ela ia ter que tirar a cinta, e me fez tomar banho antes da drenagem.

O banho era o evento do dia, tem que ter muito cuidado, porque a paciente que faz lipo perde muito sangue, fica muito fraca, quase desmaiei no primeiro banho, não pode mesmo fazer nenhum esforço físico.

Tiveram duas coisas no pós que foram ruins, a primeira foi uma dor de cabeça absurda que eu fiquei durrante 4 dias, não tinha remédio que curasse, mas isso é de cada um, é uma reação da anestesia, depende da pessoa. E  outra é o tédio. Fiquei 15 dias em casa, deitada, ou sentada recostada. Meu médico não deixava ficar sentada 90 graus pq, segundo ele, pode marcar a barriga. Mas depois de 15 dias você pode voltar a sua vida normal, na verdade, se você precisar, em uma semana já pode voltar pro trabalho, faculdade etc… Desde que com cautela, sem exageros. Com 15 dias já me sentia muito bem pra fazer tudo, até sai a noite sem beber.

O resultado final de uma lipo é de 6 meses, mas com 1 mês a pessoa já não está mais tão inchada. Estou me sentindo ótima, e ainda estou um pouco inchada, mas por mim se ficasse do jeito que está já ficaria muito feliz. Estou doida pra ir a praia, ainda não fui porque tem ficar 2 meses sem pegar sol. Não pode pegar sol com roxo de jeito nenhum, ou marca e não sai nunca mais. Não fiquei nem um pouco roxa na barriga,mas fiquei na perna.

Agora me sinto bem pra usar roupinhas coladas e não vejo a hora de colocar um biquini. Se eu pudesse voltar no tempo faria tudo de novo. Não é nem um bicho de sete cabeças, mas é uma cirurgia, então deve-se tomar todos os cuidado necessários e realizar o procedimento com um cirurgião competente.

o conselho de ouro é ficar bem quietinha na primeira semana, é muito importante na recuperação. E não deixar de fazer a drenagem no pós operátório é essencial para soltar as fibroses que se formam durante o processo de cicatrização interna e não deixar a barriga deformada.”

Amamos esse depoimento!

Observação (f)útil:

Então leitoras, nesse caso preciso falar em primeira pessoa, afinal essa é uma experiência que eu quero viver (sim parece doido, mas é verdade). Em 2008 eu comecei a pensar em Lipo, eu tinha 8 kg para perder e pensava que quando eu perdesse eu iria fazer uma lipo nas minhas costas, mas quando eu emagreci eu estava sem finanças e não tive coragem de investir uma grana nisso. Além disso minha mãe era contra (principal motivo de eu não ter procurado um médico fato!)
Pois bem… Com a gordura acumulada nas minhas costas eu sempre me desestimulava na dieta (também na malhação)e acabei largando a academia para poder me formar na faculdade. Depois eu voltei, mas nunca mais fui a mesma coisa!
Posteriormente eu engordei tudo novamente e eu e minha mãe concordamos que se eu tivesse tirado aquela gordura localizada das costas (e dos flancos) dificilmente eu teria desanimado, afinal eu estava ha meses malhando e nada daquilo sair.
Portanto agora estou lutando muito com a balança novamente e minha mãe ja esta de acordo com o fato que após eu perder 8 kg podemos pensar em procurar o médico para ver quanto teremos de juntar para pagarmos a minha cirurgia! Sim eu quero tirar as costas e ja que vou entrar na faca por isso (Assim espero) pretendo tirar os lados e a barriguinha!
Eu sou totalmente a favor de situações em que as pessoas vão melhorar de auto estima por meio de cirurgias corretivas (e estéticas). Acho que o importante é que a CIRURGIA NUNCA seja a primeira opção. Acredito que ela deve ser sempre a última!
Não existe receita de bolo para ser feliz com seu corpo, eu desejo sim fazer como a S. e resolver meu problema, mas independente de não estar bem satisfeita com meu corpo levo minha vida normalmente, curtindo sim o corpo com defeitos que eu tenho, afinal a juventude vai passar a cada ano mais rápida e não há nada que possamos fazer para evitar. Portanto eu não escondo meu corpo dos looks, do namorado e nem nada do tipo afinal meu corpo não é perfeito, mas é o meu corpo e eu gosto dele.
O mais importante é isso, as mulheres tem que gostar de si esteja como estiver, as mudanças vão sempre acontecer e tudo pode dar certo! Sempre temos que pensar positivo e reclamar o mínimo da vida! Agora.. Dieta e Academia para mim!

Obs: Toda e qualquer cirurgia deve incluir muitas coisas sérias e ainda falaremos com o pai da Cah para falarmos dos detalhes importantes que temos que prestar atenção na hora de escolher um médico.

Beijos