Browsing Tag

kiehl’s

0 em afiliado/ Beleza/ corpo no dia 16.02.2018

Ajudando a pele no frio

Eu já falei muitas vezes que eu não sou das maiores fãs de hidratante, principalmente o corporal. A sensação de ficar melada com a roupa grudando (porque eu não tenho paciência de esperar secar) nunca foram as minhas preferidas, até eu encarar meu primeiro inverno no ano passado.

Mais ou menos 3 meses de frio + calefação foi destruidora para a minha pele (aliás, acho que para todas as peles). Corpo, rosto e mãos sofreram e eu passei a usar hidratantes somente para o rosto e para as mãos, o corpo eu continuei dando uma negligenciada por causa da minha aversão à tal da sensação.

Até que esse ano eu não aguentei. A pele estava pedindo arrego de tal forma que eu resolvi passar por cima e usar um creme que eu ganhei da La Roche Posay e trouxe na mala em Outubro. Também adicionei nessa lista um creme para pés, porque a rotina de andar muito e de fazer o pé apenas de 15 em 15 dias deixa minha sola bem destruída. Quem diria, né.

Resolvi pegar esse assunto para contar do que eu venho usando e gostando aqui. Mas já adianto que to aberta a novidades:

hidratantes-frio

Lipikar Loção para pele seca – Esse foi o hidratante que eu trouxe na mala e que ganhei das meninas de L’Oreal. Segundo elas, essa loção era perfeita para o inverno, e depois de 1 mês e meio de uso, estou concordando. Sua textura mais leve e aquosa garante uma absorção mais rápida, mas a hidratação continua duradoura (até o dia seguinte pelo menos). Não tem fragrância e, apesar de eu sempre ter preferido cheirinhos gostosos, estou até preferindo.

Manteiga Hidratante de Lavanda, da Bio Extratus – Esqueci a minha no Brasil e só fui lembrar disso quando vi a Joana usando a dela na Noruega, só que ela basicamente foi a minha maior salvadora do ano passado, quando eu não sabia direito o que fazer com a minha pele no inverno e ainda evitada hidratante. Usava principalmente nas áreas mais críticas e desidratadas que não costumo dar atenção: cotovelos e joelhos. E também é ótimo para usar antes de dormir, já que o cheiro da lavanda fica pairando no ar e ajuda a dar uma relaxada.

Hydro Plumping Re-Texturizing Serum Concentrate, da Kiehl’s – Gosto de usar à noite. Ele foi criado para suavizar linhas de expressão causadas pela desidratação causada pela idade, que acaba dando aquela impressão de pele cansada. Até acho que ele suaviza, sim, mas gosto dele porque oferece uma hidratação super eficiente e resiste até mesmo uma noite inteira na calefação, coisa que não senti com o Mineral 89, produto que vou falar abaixo.

Ultimate Strenght Hand Salve, da Kiehls – Ele também não está na foto porque eu acabei substituindo pelo da Caudalie no meu dia a dia, mas enquanto fazia o post, lembrei como ele é bom. Ele é um hidratante feito para “mãos ativas”, e apesar de dar exemplos de trabalhos manuais e industriais pesados, eu digo que ele é perfeito para usar no dia a dia. Ele forma uma película protetora que resiste inclusive à água (eu lembro que alguém me falou que dava para lavar as mãos umas 5 vezes antes do hidratante sair de vez, mas não tenho certeza se essa informação está correta). Agora pensando bem e na minha realidade de dona de casa, to achando que vou substituir o da Caudalie por esse. rs

Creme Gourmande Mains et Ongles, da Caudalie – Ele não aparece na foto porque minha mãe roubou quando esteve aqui em Dezembro e eu ainda não comprei outro. Eu amo a hidratação, amo o cheiro, amo a textura.

Mineral 89, da Vichy – Conheci esse produto na casa da Joana no ano passado, quando Maraisa resolveu me maquiar e passou esse booster na minha pele antes da base. Foi um presente da marca que ambas ganharam, mas ela me vendeu tão bem e eu gostei tanto dele no meu rosto que no dia seguinte eu estava na farmácia comprando. Ele é um gel hidratante e fortificante que deixa a pele com um viço bem maravilhoso e eu gosto de usá-lo antes da maquiagem.

E vocês? O que usam para ajudar na hidratação do inverno?

1 em Beleza/ corpo/ pele no dia 03.03.2015

Beleza: Sun Free Self Tanning Formula, da Kiehl’s

Não sou a pessoa que mais usa auto bronzeador nesse mundo, mas quando eu cismo que to com cor de múmia, eu me jogo mesmo. Já usei alguns, mas até o momento, o que mais me chamou a atenção foi o que a Jô me deu em 2013, um da St. Tropez. O único problema é que o ritual de esfoliar, passar o produto com a luvinha e afins me deixava um pouco com preguiça de usá-lo mais vezes. Como já falei aqui, gosto de praticidade, apesar de gostar muito do resultado que o St. Tropez dá.

Como eu sabia que não conseguiria pegar muito sol durante o Carnaval – e eu acho um pecado você ir para o Rio nesse feriado e sair de lá ainda com cor de lagartixa de apartamento – levei um auto bronzeador que eu ganhei da Kiehl’s há algum tempo, mas estava só esperando a hora certa para experimentar. Como senti que ela tinha chegado, nem pensei duas vezes em botar na mala.

sun-free-self-tanning-kiehls

O Sun Free Self Tanning é um creme auto bronzeador que pode ser usado tanto no corpo quanto no rosto e as duas únicas instruções que ele te dá é 1) Passar uniformemente 2) Lavar as mãos logo após a aplicação. Acho que eu não poderia querer mais simples do que isso, né? Além disso, ele não é oleoso e de fato, não senti nenhuma alteração na pele, principalmente na do rosto.

Cheguei no Rio quinta feira e sábado foi o dia escolhido para tentar. Depois de tomar banho, me sequei toda e apliquei o produto. Diz na embalagem que depois de 1 hora, o bronze aparece, mas eu acabei emendando um programa no outro e quando eu vi, já era dia seguinte e eu nem tinha lembrado de checar se de fato o bronze surgiu depois de 60 minutos.

Só sei que acordei no dia seguinte e notei que a cor de lagartixa tinha saído, mas faltava uma comparação.

A minha sorte é que eu sabia que a probabilidade de falar sobre o Sun Free aqui no blog era grande #pautas, eu lembrei de fotografar a perna assim que eu passei o creme. No dia seguinte, fui fotografar a mesma perna para ver, e quando botei uma foto do lado da outra, eu não acreditei. Peraí que vou botar a imagem aqui para vocês terem uma ideia:

kiehls-self-tanning

Mesmo ambiente, mesma posição (tosca, mas tá valendo) e mesma luz, sem filtro, sem nenhum retoque. Fez diferença, né?? Isso porque foi em um dia de uso! Infelizmente, por causa do Carnaval e das mil e uma coisas que tem pra fazer quando se está no Rio, eu praticamente cheguei quase todos os dias em casa cansada, querendo um banho e cama. Como ele demora um pouquinho para secar, acabei não usando mais vezes para reforçar o bronze. Agora que voltei pra rotina, acho que vou tentar intensificar a cor usando mais dias seguidos e ver o que acontece.

Apesar de parecer, minha experiência não foi 100% certa. Eu achei que tinha passado uniformemente a cor, porém acabei acumulando produto nos pés e nas mãos e elas ficaram um pouco manchadas, mas na verdade só eu reparei, não foi nada de chamar muito a atenção. Bem, da próxima vez, eu já sei em que áreas eu vou ter que ficar de olho!

Outra coisa que acho que vale falar, mas sei que não é exclusividade do Sun Free, é o cheiro. Na verdade, todos os autobronzeadores que eu usei até hoje tinham essa mesma fragrância que eu não curto muito, mas tolero.

Tirando isso, eu realmente adorei o Sun Free, tanto que dificilmente eu falo de um produto que eu usei pouco por aqui, mas o resultado foi tão legal já na primeira aplicação que achei que valia a pena contar logo. Achei fácil, prático, deixa com um bronzeado bonito e iluminado (zero oompa loompa) e essa única aplicação durou em torno de 5 dias, com a cor saindo gradativamente, é claro. É o tipo de produto que eu acho ótimo ter para momentos que um bronze de leve é mais do que bem vindo. Ele está esgotado na loja virtual da Kiehl’s, mas acredito que custe em torno de R$100.

Alguém já usou? Tem alguma dica boa de autobronzeamento para compartilhar?

Beijos!

Carla

5 em Beleza/ Cabelo no dia 27.03.2014

Cabelos: Silk Groom Serum da Kiehl’s

Acabei lembrando que deveria de falar desse produto depois do post que fizemos com as dicas da atriz Agatha Moreira para cuidar da franja e dos cabelos. Ela citou dois produtos da Kiehl’s, sendo que um deles, o Magic Elixir, eu comprei há algumas semanas e estou usando regularmente.

Como o Magic Elixir ainda está em fase de testes (demora um tempo e exige uso contínuo para ver os resultados), resolvi falar do outro produto que eu comprei nesse mesmo dia: o Silk Groom Serum.

kiehls-silk-groom

Estive na Kiehl’s no mês passado, antes do Carnaval, para uma demonstração de alguns produtos e, no meio da conversa com as meninas da assessoria, uma delas contou que estava há alguns meses sem pintar ou secar o cabelo com chapinhas ou secadores. Na hora notei que os fios estavam com um brilho fora do comum e elogiei, algo no estilo “poxa, está dando super certo, seu cabelo está muito brilhante!”. Nisso ela virou pra mim e falou: “ahh, mas isso é responsabilidade do Silk Groom, só uso ele!“. E assim, em uma conversa menos formal que essa que eu tentei reproduzir, eu fui apresentada para esse óleozinho aparentemente milagroso e convencida que valia a pena levá-lo pra casa.

Comprei e desde então ele é um dos óleos finalizadores que eu mais to usando (logo atrás fica o Super Óleo da Garnier, que eu gosto de revezar). Nunca tentei usá-lo como uso o da Garnier, isso é, com o cabelo úmido antes de usar o secador, mas gosto demais do efeito que ele dá depois da secagem. O brilho é nítido e as pontas ficam bem ajeitadinhas (ainda mais depois que eu clareei mais os cabelos, estou tomando cuidado redobrado com as pontas para que elas não fiquem tão secas).

Além disso, a característica mais importante pra mim é que ele não deixa o cabelo com aspecto pesado. Volta e meia eu uso à noite e, pela manhã, boto mais um pouquinho só para dar uma reforçada! Uma apertada no pump e já sai quantidade suficiente para todas as pontas.

silk-groom-kiehls-2Nesse dia eu deixei o cabelo secar naturalmente e quando ele já estava completamente seco eu apliquei um pouco do Silk Groom!

Ele sai por R$90 e acabei de descobrir que a dá pra comprá-lo diretamente do site da Kiehl’s (apesar de eu indicar muito mais o atendimento nas lojas físicas, em todas que eu fui sempre fui muito bem atendida!). Ele não é dos mais baratos, mas é daquele tipo de produto que dura uma eternidade!

Alguém já usou?? O que acham?

Beijos!

Carla