Browsing Tag

Ju Fernandes

4 em Beleza/ Cabelo no dia 29.09.2011

Espaço Beauté: Duas boas dicas práticas para quem usa Moroccanoil!

Há alguns dias eu – Jô – estava procurando boas dicas para usar meus produtos Moroccanoil (leave-in, óleo e máscara) e achei duas coisas muito boas! Primeiro li um post da Constanza do Futilish com várias dicas profissionais de vários produtos da linha, depois dei de cara com um site que dava outra dica sensacional para o óleo e aí então resolvi testar mesmo!

Vale lembrar que meu cabelo é tipo pontas complexas por causa do alisamento, vivo tratando e buscando bons produtos para obter melhor ponta possível! Os tratamentos de salão são os mais eficazes, mas o cuidado regular e o uso de produtos adequados também fazem toda a diferença! Eu já testei e hoje cuido muito em casa!

A 1ª boca Dica: Dobradinha boa no Leave-in!


O primeiro conselho que testei veio da “mandante”da química no meu cabelo, ela se chama Ju Fernandes, o conselho que ela me deu foi usar o leave-in no cabelo normalmente e aplicar o óleo nas pontas! Esse conselho bateu com a dica que li no blog da Constanza, na dica número 3! Misturar ao leave-in creme (que a gente sorteou aqui) uma quantidade referente a uma moeda do óleo! Eu confesso que não pensei na moeda e fiz no olho, mas deu certo também! Testei as misturas das duas formas e amei o resultado! Estou usando o cabelo livre, leve e solto direto com essa nova mistura!

A 2ª boa Dica: Tentativa Suspeita!


A outra boa dica li em um site/blog e perdi o link! Culpa minha total!!!!
Quando li a tal matéria não comprei a ideia de cara, depois eu resolvi testar e adorei também o resultado! Do que se trata? De passar “bastante” óleo do meio para as pontas do cabelo já seco (ao ar livre ou foi escovado) um pouco antes de dormir, deixar o cabelo brilhando e relaxar! Antes de deitar podemos ver que o cabelo absorveu boa parte do óleo e durante a noite ele absorve o resto! No site dizia que o cabelo dormia oleoso e acordava uma seda, cheio de brilho! Foi bem o que aconteceu comigo! Deu totalmente certo com minha juba, que tem pontas secas!

Dica para quem vai testar: Deixe o óleo LONGE da raiz viu?

Esses dois novos usos deram todo um novo sentido a linha Moroccanoil em minha vida! Quero fazer agora a dica nº 04 da Constanza, que se trata de misturar uma colher de café do óleo a máscara de tampa marrom, que é a que eu uso bem efalei aqui! Essa é A dica que me falta!

Beijos

PS da Carla: Só pra dizer que eu demorei muito pra comprar qualquer coisa da Moroccan Oil porque pra todo mundo que eu perguntava, as opiniões ficavam divididas. Enquanto muita gente disse que mudou a vida, ouvi algumas pessoas falando que era bom, mas não era o milagre que tava todo mundo comentando (sem contar que por aqui é caro, né?). Pois lá pro meio de agosto, antes de eu viajar, resolvi comprar o óleo para ter a minha opinião. Acabei entrando pro fã clube Moroccan Oil Brasil e hoje mesmo vou testar essa segunda dica da Jô!

25 em Beleza/ Cabelo/ Variadas (f)utilidades no dia 14.04.2011

Espaço Beauté: Os cuidados com os cabelos da Jô!

Quando usamos produtos em casa devemos seguir atentamente as instruções da embalagem, qualquer exagero pode fazer mal para a textura do cabelo, mesmo sendo um dano superficial!

Agora quando falamos de cuidados profissionais e tratamentos químicos temos que ter o dobro de cuidados! Sempre! Afinal os danos nesse caso podem ser mais profundos causando alterações que são definitivas (que no caso, quer dizer até cabelo novo crescer) Por isso temos que ter muito cuidado com qualquer escova que tentem nos vender e saber sim o que vem dentro do produto que vão passar na gente!

Se você tem seus cabelos quimicamente tratados o (f)utilidades adverte: Qualquer química de alisamento é um procedimento delicado para os seus fios de cabelo! Faça com profissionais resposávenveis e que saibam muito bem como se comportam as reações em fios de cabelos!

Depois de tanta advertência resolvemos que hoje eu Jô vou contar meus cuidados, meus tratamentos e minhas químicas para vocês!

Como já contei em um outro post, pedi o divórcio dos meus cachos em 2006 e para ter um cabelo natural e bonito tenho que investir muito tempo e algum dinheiro no tratamento dele! Em casa eu trato sempre, isso inclui até a escolha do shampoo e condicionador, mas no salão eu faço uma baterias de coisas de 3 em 3 meses!

Primeiramente vamos aos cuidados do dia-a-dia e que todo mundo que tem um cabelo mais difícil deve ter pelo menos as vezes!

Cuidados do dia-a-dia:

No dia-a-dia meus investimentos são normais (uso coisas mais ou menos caras, mas que duram muito)! Eu uso um bom shampoo + condicionador com direito a um bom leave-in, no caso to usando ou o óleo MoroccanOil ou o creme SH-RD! Todos esses produtos duram os mesmos 3 meses que eu demoro a refazer minha química!

E sempre que lembro, faço um tratamento que adoro da Kérastase (Que já falei aqui) ou o tratamento com a máscara do MoroccanOil que também já contei aqui e super amo! Ambos usados de 15 em 15 dias ajudam bastante a manter a boa aparência do cabelo. Falo em aparência por se tratarem de tratamentos que cuidam dos cabelos superficialmente, nas camadas mais superficiais do fio literalmente, mudando a estética, mas não a estrutura e a força do fio em si!

Cuidados preparatórios para química:

Quando eu vou retexturizar meus cabelos (é como chama minha química alisadora),  eu tenho que preparar todo o fio, para assim manter a TEXTURA (o toque macio), o brilho (cabelo fosco ninguém merece) e fortificar o fio!

No salão onde vou desde 2006, o tratamento que faço se chama recondiocionamento térmico! Faço esse tratamento para preparar de verdade o cabelo para a química! A responsável pela parte de tratamento do fio do meu cabelo se chama Cida, ela sempre muda os produtos e usa novas marcas! Lá eles vão a muitos congressos, fazem cursos e testam novos produtos e quando a Jussara (dona do salão) aprova uma novidade esse produto vêm para nossas cabeleiras! Todos os tratamentos de recondicionamento térmico que já fiz foram cruciais para manter o brilho do meu cabelo, vale lembrar que esse tipo de tratamento não alisa, apenas trata como uma queratinização. E todos deviam fazer de tempos em tempos!

De qualquer maneira muitos salões trabalham com cauterizações e tratamentos que cuidam do fio nas suas camadas mais profundas! Vocês que se interessarem têm que buscar esse tipo de tratamento que usa queratina nas camadas mais internas, mas nunca misturado com formol! Tomem apenas esse cuidado, esses tratamentos não são e nem devem ser alisamentos, e se forem?! Pulem fora! Podem dar certo uma, duas ou três vezes, mas a longo prazo é complicado de manter um bom cabelo!

Após fazer meu recondicionamento térmico: tratamento + escova eu fico dois dias sem lavar o cabelo e volto no salão para continuar a saga! Nessa hora ele está pronto para receber a química e eu mais tranquila de deixá-lo mais preparado!

Cuidados na hora escolher a química:

Eu antes de ir no meu atual salão fiz muitos relaxamentos com “guanidina” + escovas progressivas com formol, e ambos acabaram com meu cabelo! A Guanidina é uma química séria e faz bem a alguns tipos de cabelo, mas o profissional que usava em mim no outro salão não sabia ou não me contou que não era adequado pra mim! Resultado? Perdi uma camada do couro cabeludo em 2004!

Desde então meu sonho era o alisamento japonês, mas eu odiava as pontas, não poderia viver com aquilo, foi então que o golpe do destino (e o cabelo da Carol) me fizeram conhecer a Jussara e com toda sua experiência em química ela passou mais de um ano reconstruindo meu cabelo, que tinha tido a nuca e a costeleta cortados de tão complicado que ele era! Quem me conhece há alguns anos sabe do que eu estou falando…

Em 2006 a Jussara começou o tratamento do fio (recondicionamento térmico) + Retexturização (alisamento com etanolamina que ela faz no seu procedimento super demorado e cheio de etapas), mas na costeleta e na nuca ela fazia uma vez por mês um relaxamento que era compatível com a química do alisamento em si, que eu fazia de 3 em 3 meses! Fato é que mais de um ano depois eu tive meu cabelo todo renovado, todo do mesmo tamanho, com nuca e costeletas grandinhas e cortei meu cabelo curto! Isso foi em setembro de 2007, quando meu cabelo de fato trocou todo e eu deixei de ser escrava de secador e chapinha para modelar! Sou alforriada até hoje e #amo isso!

Vamos voltar aos meus cabelos nos dias de hoje? Depois do tratamento chega a hora da retexturização!

Quinta passada fiz meu recondicionamento e no sábado a minha retexturização, dai pedi para a Jussara para fotografar e poder mostrar um pouco do processo para vocês:

(minha raiz foi secada no dia que fiz recondicionamento, daí ela parecer quase lisa, mas não, ela não é)

Depois de usar a química, cuidar das emendas e verificar meus cabelos as meninas tiraram o produto, lavaram com shampoos e condicionadores especiais e deram continuidade ao processo! Ai elas secaram meu cabelo com mais um produto, secaram com a mão e depois começa a parte que minhas amigas mais odeiam: o puxa-puxa das chapinhas!


Eu sou uma louca e esqueci de tirar a foto do resultado final e com a Jussara, mas nos primeiros 3 dias de prisão domiciliar embaixo de um ar condicionado (sem lavar e 48h sem suar – no caso do meu cabelo que é muito crespo) o cabelo fica bonito, mas eu amo o resultado depois que eu lavo e deixo secar naturalmente! Vou tirar uma foto essa semana e posto para vocês verem…

Mas para mim depois de qualquer química tem que dar nem que seja uma aparadinha no cabelo! Para cortar as pontas de maneira que elas virem naturalmente! Pretendo ir lá essa semana que vem aí para fazer esse toque final com a senhora mais fofa que corta meu cabelo, a Victória!

Ainda não cortei, mas já lavei, sai de casa com ele molhado e eu adorei o resuldado! Agora só falta arrumar um tempinho para ir lá na Vitória cortar o cabelo!


Dica de ouro após a aplicação:

A melhor coisa a se fazer depois de tanta coisa (inclusive quem faz luzes, viu?) é cortar o cabelo, mesmo que pouco! Seja para colocar no corte mesmo ou para tirar as pontas, é sempre fundamental tirar as pontas velhas! No caso de alisamento, as pontas sempre recebem um resto de química que precisa sair dali!

Nem o mais natural dos alisamentos fica bom se não houver um corte nas pontinhas, mesmo que apenas um dedo para dar o brilho e o visual que seu cabelo merece!

Eu jamais, em tempo algum, alisaria ou faria luzes sem uma semana depois estar de volta ao salão para conferir o caimento do cabelo e cortar as pontas! Disso a Victoria, que corta meu cabelo sabe muito bem!

Cortar as pontinhas é FUNDAMENTAL, agora vamos e convenhamos, fazer um corte lindo com movimento único é O QUE FAZ A DIFERENÇA! Definitivamente cuidar dos cabelos pode mudar a auto-estima de uma mulher e eu sou prova disso!

Eu sei que á manjado, mas tenho que dar os créditos e um beijo enorme nos meus anjos Cida, Jussara, Nélia e Victoria! Minhas fadas madrinhas em assuntos capilares!

Beijos

Obs: E como já perguntaram da outra vez e eu não respondi o meu salão de cabelos se chama:
Ju Fernandes Instituto de Beleza
Ele fica em Ipanema, aqui no Rio, na Rua Farme de Amoedo 207 Telefone (21) 25132708

2ª Obs: A análise do cabelo  na máquina é 0800, assim como o orçamento!
3ªa Obs: Lembrem-se Cada cabelo é um cabelo! Então o que é bom para mim pode não ser bom para você! O importante é compreender o que você faz nos seus cabelos e como cuida deles!

18 em Beleza/ Cabelo no dia 12.07.2010

Espaço Beauté: Você usa Leave-in?

Algumas pessoas estão se perguntando “O que é esse tal Leave-in?”

Quase toda linha de shampoo se não toda tem seu “Leave-in” que é aquele famoso creme para pentear, creme sem enxague ou mesmo finalizador.

Leave-in da Jô

Eu resolvi abrir para vocês meu histórico de Leave-ins dos últimos 2 anos!

Então esses são os últimos que eu adquiri e vou compartilhar com vocês tudo que penso deles.

Eu estou falando apenas no meu nome pois a Cah tem os cabelos naturais e totalmente diferente dos meus, portanto para quem não leu esse post aqui tenho que informar que meus cabelos ficaram lisos há pouco mais de 3 anos, mas desde sempre meu cabelo foi super seco e sempre tive de usar creme sem enxague.

Então vamos falar deles? Em ordem de preferência?

1. SH-RD (creme de proteínas) : Este creme é o meu queridinho, para mim ele é quase que só pontos positivos. Ele tem a função de hidratar e proteger os cabelos contra qualquer tipo de dano. No meu caso, ele é o que deixa o meu cabelo com a aparência mais natural e claramente mais saudável.

Vale comentar que esse creme funciona muito bem para proteger o cabelo do calor antes de usar o secador e para deixá-lo secar naturalmente (meu caso 95% das vezes)

Compraria novamente? Sim!

O que você não gosta nele? O PREÇO!  Esse de 80 ml custou R$65 e o de 180ml não sai por menos de R$100, mas vale lembrar que ele dura MUITO pois é para usar pouquinho.

2. Repair Rescue Fit Sealed Ends da Bonacure: Esse creme é o típico produto honesto que faz realmente o que diz: Repara as pontas. Para mim esse é o outro produto 100% querido que deixa meu cabelo com uma aparência totalmente natural e com as pontas cuidadas. Na verdad,e o meu acabou há alguns meses e estou vivendo uma mistura de economizando/procurando para ver se acho para comprar, então estou sem, mas logo, logo espero tê-lo em minha pia novamente!

No meu cabelo, preciso de um pouco mais de quantidade do que o RD. Mas pra compensar o fato de eu gastar um pouco mais, ele custa um pouco menos.

No país das maravilhas, o ideal para mim é alternar ele e o RD, acabar um usar o outro e assim por diante…

Compraria novamente? Sim, claro!

O que você não gosta nele? Ele é menos caro, mas não é barato. Se eu achar em alguma loja online eu linko aqui depois!

3.Leave-in da Grandha: Então esse produto é super querido entre MUITAS mulheres que alisam ou mesmo fazem progressiva. Ele é nacional e costuma esgotar MUITO rápido lá no salão que cuido dos cabelos! A mulherada curte mesmo! Eu não o achei ruim, mas para mim, a “cobertura dele é muito leve” sinto que preciso de um produto mais forte. Para quem não tem muitos problemas acredito que ele pode ser O produto.

A super vantagem dele é que ele me custou RS35 e isso para um produto mais profissional é um preço bem honesto.

Compraria novamente? Não sei. Talvez sim, no caso de não ter dinheiro para comprar os dois primeiros.

O que você não gosta nele? Acho que meu cabelo não fica tão “selado” (com cutículas fechadinhas) quanto com os dois primeiros.

4. Moisture Kick Condicionador da Schwarzkopf Bonacure: Sabe aquele produto que passam em você no salão e você sempre lembra que gostaria de ter? Então, comigo foi esse leave-in. Toda vez que as moças colocavam ele em mim eu lembrava o quanto o cheiro dele era bom e pensava que ainda tinha que comprar. Para mim, ele foi um doce engano cheiroso que não fez NENHUMA diferença no meu cabelo, de fato em outros ele deve fazer, mas como aqui estamos falando sobre as minhas madeixas eu preciso ser franca, não é mesmo?

Adoro a marca, acho eles muito competentes, mas esse produto foi o pior custo benefício capilar dos últimos anos.

Compraria novamente? Não.

O que você não gosta nele? O efeito. Mas por que não comentar o preço?! Ele custa em torno de RS90 a R$100.

Leave in da Cah

Apesar da Jo achar que eu não uso nada, eu sou um pouco consumista quando o assunto é cabelos. Acho que todo o cuidado que eu não tenho com a pele é compensado com o que eu gasto com minhas madeixas! rs

Vou contar alguns que eu passei e que estou lembrando agora:

1. Óleo Relax, da Kérastase: Esse foi um dos primeiros que eu experimentei na vida, quando eu “roubava” produtos do banheiro da minha mãe. Ele é da linha nutritive, para cabelos extremamente secos, o que é o caso das minhas pontas desgastadas depois de tanto sunkiss (não sei qual é mais brega, “beijo de sol” ou californianas!kkk). Esse fluido promete disciplinar cabelos finos, secos e rebeldes e a descrição dos meus fios se encaixa perfeitamente nesse quadro. Eu uso sempre depois do secador e ele realmente dá uma boa domada nos fios mal educados.

Compraria novamente? Até compraria, mas achei substitutos tão bons quanto.

O que você não gosta nele? Pelo menos nos meus cabelos, super finos, secos nas pontas e oleosos na raiz, se eu pesar a mão na quantidade, nem rabo de cavalo resolve o meu derramamento de óleo capilar. O preço também não é o melhor amigo, mas é Kérastase, né…não tem produto barato!

1. Serum Reparador de Pontas, Vizcaya:..Taí uma ótima surpresa. Comprei meio que no impulso, do tipo amiga-levando-um-e-só-tinha-mais-um-na-prateleira, e mesmo com uma experiência negativa com leave-ins da Vizcaya no meu histórico, resolvi levar. Ele é tipo um silicone pra botar nas pontas e, além de dar brilho, ele sela as pontas e define direitinho! Aprovadíssimo!

Compraria novamente? Lógico! Não é sempre que você acha um produto legal, por um preço justo (menos de R$20 reais, se não me engano!). E outra, ele não deixa meu cabelo oleoso.

O que você não gosta nele? Por enquanto gosto de tudo, estamos em lua de mel. heheh

3. Emulsão ultra hidratante da linha Hydra Care, Vizcaya : Lembram que eu falei que tinha tido uma experiência traumática com a Vizcaya? Então…foi por causa desse produtinho.

Compraria novamente? Não!

O que você não gosta nele? Tudo. Não gostei do cheiro, não gostei da textura e não gostei do que ele fez no meu cabelo, que ficou todo duro e melequento, mesmo tendo passado super pouco!

4. SH- RD : Assim como a Jo, compartilho da opinião que esse produtinho vale o investimento. É caro? É! Mas dura uma eternidade (eu comprei o meu há uns 5 meses e ainda tá cheio, mesmo eu usando dia sim, dia não!), ainda mais se você tiver cabelos finos, porque tem que passar muitooo pouquinho.