Browsing Tag

jogos vorazes

2 em Comportamento/ entretenimento no dia 20.11.2015

Filmes da Sil – Jogos Vorazes A ESPERANÇA: O FINAL

Alguns dias atrás, eu postei um trecho da música “Happy” do Pharrell na minha linha do tempo. Naquele exato momento eu tinha acabado de receber um dos convites que eu mais esperava esse ano para cabine e eu só posso agradecer a Jo e a Carla, além da querida Maria Fernanda da Paris Filmes, pois sem essas três mulheres eu não estaria aqui contando o fim de uma ERA: o último capítulo do filme de Jogos Vorazes, que estreou na última quarta, dia 18/11.

poster-de-jogos-vorazes-a-esperanca---o-final-1443626653082_675x1000

A cabine aconteceu na quinta passada e a ideia era chegar em casa e correr para escrever esse texto, mas devido a um transito inesperado em Sampa (sou carioca e chamo São Paulo de Sampa ;D) cheguei em casa muito tarde. Comecei a escrever o texto, mas embarcava sexta para o Rio. Bem, como a Carla já contou, eu sofri um acidente e quebrei meu computador com o texto pronto, que fiz enquanto estava no avião. Felizmente Erick conseguiu salvar meu laptop domingo à noite, mas o texto estava perdido… Peço desculpas se esse texto não sair tão bom quanto o da primeira vez, que eu tinha gostado muito…

Como fã da saga – sim, eu li TODOS os livros e chorei tanto nos livros quanto nos filmes – escrever um texto sobre “Jogos Vorazes: A Esperança O Final” na minha opinião exigia cuidado. Afinal, como todos sabem, sou uma enorme nerd ;D e obviamente os meus amigos me dizem “Ah, mas em Dezembro estréia o próximo filme de Star Wars” ou “Star Wars é o filme mais esperado do ano”.

É claro que eu AMO a Princesa Leia, Sabres de Luz e Jedis, mas eu não posso diminuir a importância desse último filme de “Jogos Vorazes”. Seria como eu dizer que Harry Potter não marcou uma geração. Alguns dos fãs de Jogos Vorazes foram apresentados pela primeira vez à distopia – meu estilo literário preferido, aliás – através do mundo de Katniss. E não podemos tirar a importância de que ela é uma das primeiras heroínas que são quase independentes.

jogos-vorazes2

Senhorita Everdeen caça para ajudar a alimentar sua família, se voluntaria para ir como Tributo no lugar da irmã e não preciso ficar aqui enumerando todos os seus outros grandes feitos. Katniss é uma personagem muito mais resolvida e auto suficiente – já peço desculpas aos fãs e aviso que adoro Divergente – do que a Bella de Crepúsculo ou que Trix de Divergente. Aliás poderia ficar discutindo aqui todas as questões feministas atuais – algumas que envolveram a atriz Jennifer Lawrence – versus a importância de Jogos Vorazes com figuras femininas fortes, mas acho que isso é assunto para outro texto. ;)

Quanto à rixa entre o novo filme da saga de Star Wars e o último filme de Jogos Vorazes, eu vou dar a minha opinião talvez controversa: diminuir a importância de um só porque os dois serão lançados esse ano é desnecessário. É possível gostar dos dois e de muitos outros mundos, existe espaço para fãs de todos os filmes! E vamos lembrar que muita gente que irá assistir Star Wars pela primeira vez no cinema já é fã de outras histórias. Então, que mal tem? Vamos aproveitar mais e brigar menos por bobeira, né? Isso eu que nasci em um mundo de Star Wars, já me fantasiei de Princesa Leia e fazia parte do Conselho Jedi do Rio de Janeiro! Acho uma bobagem não poder me emocionar ou não achar que é o fim de uma ERA só porque é Jogos Vorazes.

jogos-vorazes-5

Como contei acima, eu li os livros, então algumas das minhas visões dos filmes anteriores eram um pouco diferentes da maioria das pessoas, pelo menos é o que me parece. Eu senti muita falta das questões políticas que envolvem o Peeta no segundo filme, enquanto esse é o filme preferido da maioria das pessoas que não leram os livros. Além disso, uma grande mudança em A Esperança parte 1 me deixou um pouco incomodada, será que iriam mudar o que Susan Collins queria passar? Por favor, eu adorei todos os três filmes que vieram anteriores, mas as questões políticas, principalmente as que foram alteradas levemente, me deixaram um pouco insatisfeita, afinal essa era a minha parte preferida.

jogos-vorazes-4

Quando eu olho agora em retrospectiva e penso em tudo como uma história só, eu vejo que as mudanças se encaixaram e fizeram sentido. Personagens menos relevantes acabaram contando mais do que contaram no próprio livro. A idéia de mudar a voz e dividir a carga em várias pessoas, no fim, acaba tendo um impacto mais forte no cinema. Cressida, os irmãos Pollux e Castor, Haymitch, Boggs, Effie, Finn, Plutarch, Cinna, entre outros, acabaram com uma importância maior e dividindo o peso da narrativa. No fim, nós ganhamos com uma variedade de vozes e nuances muito mais reais do que ver uma história que se passa somente pelos olhos de uma pessoa que pouco conhece o mundo. Lógico que a escolha de atores de peso como Philip Seymour Hoffman e Woody Harrelson facilitam esse processo.

jogos-vorazes-3

Uma das maiores vantagens da segunda parte desse último capítulo é a solução que deram para a triste perda precoce do ator Hoffman. Na primeira parte usaram computação gráfica, cenas cortadas e em alguns momentos você percebia aquela “agressão”. Entretanto, mais uma vez optaram pelo recurso de narrativa em A Esperança O Final, e acredito que foi a melhor homenagem ao grande nome que perdemos.

Nos tempos de hoje, onde vivemos em ameaçados por guerras, Susan Collins soube trazer em seus livros uma realidade, afinal, é disso que Jogos Vorazes trata: guerra e política. Em um mundo sem paz e sem escolhas, ninguém saí ileso, todos carregamos cicatrizes e perdas. É comum vermos soldados, ou pior, ex-combatentes sofrendo de Transtorno de Estresse Pós Traumático, onde para eles a batalha nunca termina.

Katniss, Finn, Peeta, Haymitch, Johanna, Beetee, Annie, todos eles sobreviveram aos Jogos e carregam as consequências disso. Enquanto Pollux, Cressida, Cinna, Plutarch, Gale, Boggs lutam e carregam outras cicatrizes, mesmo que algumas menos visíveis ou traumáticas que os Tributos. Mas é a batalha por uma Panem melhor que une todos e que no fim é a lição mais importante que podemos aprender com os filmes – e provavelmente as mudanças na história de Peeta. Mesmo lutando pelos motivos mais nobres, ninguém escapa incólume de uma batalha.

Beijos enormes,
Sil

Fotos: Divulgação
4 em Comportamento/ Deu o Que Falar no dia 11.03.2013

Deu o que falar…

1 – Aceita troco em balinha?

foto: la modella mafia,

Quem é blogueira (ou freela, também acontece muito), já conhece o esquema: muitos clientes chegam com uma proposta cujo pagamento é em permuta (ou em prestígio e reconhecimento, no caso dos clientes que procuram freelas de design, por exemplo). Mas ficamos chocadas quando lemos essa matéria e descobrimos que tem muita modelo que é paga com roupas.

Enquanto os freelas respondem (ou desejam responder) mais ou menos como o Di Vasca, a relação das blogueiras com permutas é um pouco mais complicada. Dependendo das variantes (vive do blog? é uma marca que a blogueira compra muito? por aí vai), pode valer a pena, sim.

Mas e em relação às modelos? Vamos levar em conta que muitas saem de cidades pequenas, sem dinheiro, sem família, para uma cidade desconhecida e ainda tendo que dar uma porcentagem de cada trabalho para a agência que a contratou. Não é justo, né?

Aliás, não é justo para ninguém. Em um mundo perfeito, pessoas que contratam esse tipo de trabalho deveriam ter vergonha de fazer uma proposta desse tipo. Pelo menos, no mundo das modelos, esse cenário vem mudando e várias marcas que antes pagavam com roupa, resolveram mudar a estratégia.

Será que no mundo das blogueiras essa prática também vai diminuir?

2 – Blog Hollywoodiano

Aliás, falando em blogs, vocês conhecem o Capitol Couture? Feito em janeiro de 2012, ele foi criado para deixar os fãs da trilogia Jogos Vorazes na expectativa para o primeiro filme. Depois de um tempo fora do ar, eis que ele voltou na semana passada, com uma pegada mais fashion do que nunca para fazer com que a nossa espera para “Em Chamas” seja menos sofrida.

Pra começar com tudo, já foi divulgada uma série de retratos dos personagens. Destaque para J.Law como Katniss em seu vestido de noiva que, tirando os exageros, é bem desejável! Tem também Peeta, vestido de Alexandre Pato noivo:

E o noivo da Miley Cyrus, que faz o Gale, só porque ele é lindo. :)

Apesar da boa ideia, ainda não nos entendemos com o blog e estamos preferindo acompanhar as novidades pelo Facebook!

3 – Onde estão os Wallys?



Pra começar a semana com chave de ouro, uma brincadeirinha que deu o que falar e a gente se segurou pra não postar antes! Nesse video tem 3 meninos que viraram celebridades. Vocês sabem quem são?

Dica 1: Dois deles se uniram em uma boy band que fez sucesso.
Dica 2: O terceiro poderia ter virado cantor de boy band, mas resolveu ser ator.

Descobriram?

Quem não tá com tempo de ver, a gente conta: Nesse video temos Justin Timberlake, JC Chasez (que foi do N’Sync junto com o Justin!) e Ryan Gosling. Aliás, graças ao E!, descobrimos que além de ter cantado com dois integrantes de uma futura boy band, ele foi convidado pelo AJ para fazer parte dos Backstreet Boys!

Levando em conta que das duas boy bands, só Justin vingou, Ryan fez certo em ter negado o convite, né?