Browsing Tag

ipanema

4 em Comportamento/ Gastronomia/ Looks/ Moda no dia 06.09.2013

Look do dia da Jô + almoço no restaurante Bazzar em Ipanema!

Hoje o post é uma mistura de LOOK DO DIA com dica de GASTRONOMIA. Já que fotografei o look da saída e os pratos do almoço resolvi fazer uma combinação não muito habitual e postar em conjunto.

Como em diversos outros domingos, nós fomos almoçar no Bazzar. Aproveitei o dia bonito para me desafiar a montar uma produção para o dia com o short de paetês, aquele que apareceu aqui e que a Carla também quase levou igual, foi por um triz que não fizemos outro post de 2 looks, 2 pessoas e 1 peça.

Na verdade quis esse modelo pois amo os looks que a Ca faz com um dourado que ela tem. Ao ver os looks (o último aqui) que ela monta, eu percebi que a peça não poderia ser mais versátil.  Num sábado postei no instagram um look noite com ele. Sem salto, pois era uma programação bem informal, aí no domingo quis montar um look dia. Falta eu testar a opção look para a “night”/balada que eu já estou imaginando aqui como vai ficar.

LOOK-DO-DIA-JO-BAZZAR

 Regata maria bonita extra | Colete Topshop | Short de paetês Botswana
Bolsa Gucci (da minha mãe) | rasteira básica Schutz (de todos os looks)

Se você se perguntou se eu só tenho essa blusa, está no seu direito. É o terceiro look com ela em muito pouco tempo (primeiro aqui e segundo aqui). De tanto que eu uso já caíram 3 pedrinhas e quero arrumar logo porque estou amando. Aliás, ela me fez perceber que preciso de uma regata branca, lisa com um decote aberto em U ou em V para poder alternar com essa bordada. (aliás, esses decotes foram sugestão de uma leitora fofa, quero testar para ver se fica melhor do que a minha fechada da Zara) 

Ah! Quem está interessada em saber mais sobre a bolsa Soho Disco Bag pode ler o post super completo que fizemos sobre ela! Essa é da minha mãe, ela ganhou de aniversário e eu peguei emprestada para sair pra almoçar. Admito, já estou desejando o modelo novamente, é muito prático.

Agora vamos deixar a moda de lado e falar no Bazzar? Meus pais vão lá com alguma freqüência e neste domingo eu e o namorado fomos com a minha mãe.

bazzar

Todo mundo resolveu pedir salada de entrada. Ela não é muito leve, o queijo não é muito bom pra mim, mas honestamente? Eu tento não carregar no molho, mas não consigo não pedi-la! Como já é uma salada “grande” e cheia de coisas, eu sempre peço ou meio prato (eles oferecem alguns pratos com versão reduzida) ou um prato de criança.

Desta vez optei pelo menu infantil, escolhi um namorado grelhado com purê de banana. Eu dispenso o teriyaki nesse caso. O purê é uma tentação e muito bem servido, sempre tento me conter para não exagerar.

Quer ver o que minha mãe e o namorado pediram?

bazzar-2

Minha mãe sempre pede o filé com arroz de brie. Ele também vem com uma farofinha de foccacia, ela ama a mistura de sabores do prato. Esse da foto é a porção reduzida, pois ela já tinha comido a salada e como era um domingo normal, não queria exagerar na jaca (tal filha, tal mãe! rs)

O namorado pediu a coxa de pato. Ele gosta muito do prato, super recomenda, diz que o risoto vem na quantidade certa, pois como o queijo é muito forte, seria enjoativo se viesse mais um pouco. É o prato que ele mais gostou lá até hoje, mas ele também adora o Prime Rib com gratinado de palmito pupunha, alho negro e Grana Padano.

Quando quero sobremesa e estou controlando mais a alimentação, peço as frutas da estação com sorvete de iogurte. Quando a jaca é geral – não foi o caso nesse domingo – peço uma Tarte Tatin.

Lá tudo é bem gostosinho, o preço é honesto, e o couvert é uma delícia! Os pães são maravilhosos mas ando preferindo fugir deles senão não consigo saborear o resto da refeição como gostaria!

O restaurante Bazzar fica na Rua Barão da Torre 538, em Ipanema.

Beijos

53 em Moda/ Visitinha no dia 21.09.2010

Visitinha de luxo: Louis Vuitton

A visitinha na Louis Vuitton foi totalmente ao acaso, portanto não ligamos para a assessoria de imprensa e não pudemos fotografar na loja. Na verdade fomos como consumidoras conhecer e esse post vai rolar um pouco no improviso!

Como entrar em uma loja de luxo se você não vai comprar nada?

Essa é uma das perguntas que nós duas mais escutamos quando fazemos posts de visitas a lojas como Louboutin, Chanel ou Dior.

Primeiramente, esqueça do detalhe que você está entrando para sair de mãos vazias, ninguém mais precisa saber disso! Esteja confiante do seu bom gosto e reúna sua simpatia, você não precisa parecer rica ou nada do tipo para conhecer e sonhar com coisas de marca.

Essa visita surgiu porque eu, Jô, fui ver de perto qual o tamanho da Speedy que eu pretendo comprar! E já que uma pessoa bem próxima vai viajar, estou sonhando alto e pensando em encomendar uma para chamar de minha!

Curiosidades Fantásticas

A bolsa Speedy, badalada nesse post aqui foi desenhada para a musa do cinema antigo Audrey Hepburn. O tamanho desenhado para ela foi o 25 e existem fotos da diva com sua Speedy pelas ruas de NYC.


Pior do que adorar a Speedy e descobrir que ela foi desenhada para uma diva é saber que o outro modelo mais “maduro” que você ama, na verdade, foi desenhado para Coco Chanel! A bolsa se chama Alma e sempre foi uma querida do meu coração. Imaginem se não morri quando fiquei sabendo disso?


A bolsa que tem um local no meu coração foi desenhada para a Chanel em pessoa!

Já que voltamos a falar nesse assunto, tem mais espaço para outras curiosidades, né?

A NeverFull tem uma versão personalizada que é feita sob encomenda em qualquer loja da marca. A bolsa vem com as suas iniciais, uma faixa de cor e o forro diferenciado. Para obte-la é “bem simples” (se não fosse caro né?) : Basta comprá-la e encomendá-la em uma loja oficial da marca e esperar a bolsa vir de Paris, onde ela é confeccionada.

A bolsa personalizada custa entre 2.500 a 2.700 reais, mil reais a mais do que a simples e comum ainda sim cara.. A que estava na loja de Ipanema tinha a listra branca e azul com direito a um forro super azulão lindo!

Sinceramente, esse é o típico item que não faz muito meu estilo, mas para quem curte nós recomendamos!

No fim das contas eu e minha querida mãe fomos paquerar as Speedys, tanto a clássica com as iniciais quanto a damier Ebene (a escura de quadradinhos). Amamos ambas… Mais uma vez ficamos cheias de dúvidas baseadas em argumentos distintos (tipo o dilema da bolsa Marc by Marc).

Maior dilema ainda não solucionado: Tamanho

Escolher o 30 ou o 35? Por um lado a 30 é mais delicada e para quem não tem nenhuma bolsa da marca (nem nada desse estilo no armário) talvez valesse apena ter algo menos esporte e mais elegante, delicado. Por outro lado, todas as pessoas da loja acharam que eu deveria levar a grande, inclusive minha dignissima mãe, que também não tem nenhuma bolsa de “luxo” e pretende tirar lascas da minha.

No fim das contas por mais linda e descolada que a grande seja penso que a menor pode ser mais delicada para mim…

Mais um momento hiper libriana em menos de um mês… Como pode?

No fim, meu coração se derreteu quando a fofa da Marina, vendedora da loja de Ipanema, nos mostrou como a Speedy fica sofisticada quando unida a acessórios como uma bolsa para a sua bolsa ou um chaveiro que funciona como pingente.

Apesar dos preços serem de fato altos, nós realmente achamos que o clima manjado sumiu em 20 segundos e tudo ficou diferente.

Como não foi possível fotografar na loja, montamos uma simulação para vocês imaginarem as bolsas, mas não ficou a altura da realidade!

Até achamos engraçadinhas as bolsas, mas os chaveiros dão toda uma bossa, né?

Sabe quando uma coisa que você já conhece te surpreende?! Então, foi o que aconteceu comigo ;)

Esse post esta meio doido & aleatório mas divide uma visitinha & um dilema.

Beijos