Browsing Tag

inspired

1 em Acessórios/ Sapatos/ Tem Online no dia 11.06.2013

Um inspired que eu curto

Antes de eu entrar de cabeça nesse mundo de blogs, quando eu era apenas leitora, eu tinha uma visão muito mais radical em relação à inspirações descaradas. Dá pra entender, eu estava cursando design e, bem ou mal, essa faculdade preza pela originalidade e defende o preço diferenciado por causa do processo criativo.

Continuo concordando com tudo que eu aprendi, mas minha visão foi ficando cada vez mais light à medida que eu ia entrando mais e mais no mundo da moda. Claro que eu ainda tenho um pouco da veia designer e prefiro milhões de vezes ter o original e, caso eu não puder, que pelo menos seja uma inspiração – no sentido mais leve da palavra –  e não uma cópia pura e simples.

Hoje eu vejo o inspired como uma oportunidade acessível para quem não tem como comprar o original, ou simplesmente não quer desembolsar uma pequena fortuna por medo de ser tendência passageira (o que tem acontecido muito ultimamente, vamos combinar). E tem ainda uma terceira opção, de quem quer fazer um test drive para ver se gosta antes de comprar o original.

Esse é o meu caso com esse sapato da Valentino, que tenho certeza que todo mundo já conhece!

valentino-sapatoDesde que vi Costanza Pascolato com eles eu fiquei encantada! Além de ter achado o modelo elegante, que deixa o pé com cara de rico (sorry, não soube explicar de outra forma! hahaha), considerei mais um ponto positivo o fato de ser adequado para praticamente todas as faixas etárias (provavelmente não com esse salto, e sim na versão kitten heels). Pois é, quando eu penso em comprar um sapato mais caro, já vou na intenção de fazer com que ele dure muito, não só no quesito qualidade mas também no estilo, ou seja, acho mais seguro ir sempre nos clássicos!

Depois de um tempo dei uma murchada, fiquei na dúvida se os spikes seriam motivo de arrependimento futuro, fiquei com medo de cansar por ver todo mundo usando e permaneci nessa indecisão até ganhar um modelo parecido da Santa Lolla. Aí todo o amor platônico e todas as ideias que eu tinha dele se tornaram realidade e o inspired me fez ter vontade de comprar o original. Quem sabe um dia? :)

Para quem acha besteira gastar tanto dinheiro em um original, a boa notícia é que não faltam modelos inspirados tão lindos quanto!

sapato-valentino-inspiredSanta Lolla | 1. Schutz |  2. Gino Ventori | 3. Market 33 | 4. Schutz | 5. Margot

Beijos!

Carla

Update (porque o post já estava pronto desde semana passada!): Quarta feira fui no brunch promovido pela Santa Lolla para apresentar a coleção de verão 2014 e recebi todas as fotos dos produtos. Olhem só o que tá vindo para mais uma estação…

valentino-inspired-santa-lolla

13 em Fique de olho! no dia 27.09.2010

Fique de olho! Nada de Chanel inspired

Pelo jeito, o pessoal da Chanel não está gostando nada, nada dessa onda de inspired, releituras e “homenagens” que pipocaram (e continuam pipocando) por aí de uns tempos pra cá.

Semana passada, eles resolveram botar um comunicado no site WWD dizendo o seguinte:

“A note of information and entreaty to fashion editors, advertisers, copywriters and other well-intentioned mis-users of our Chanel name:
Chanel was a designer, an extraordinary woman who made a timeless contribution to fashion. Chanel is a perfume. Chanel is modern elegance in couture, ready-to-wear, accessories, watches and fine jewelry. Chanel is our registered trademark for fragrance, cosmetics, clothing, accessories and other lovely things. Although our style is justly famous, a jacket is not ‘a Chanel jacket’ unless it is ours, and somebody else’s cardigans are not ‘Chanel for now.’ And even if we are flattered by such tributes to our fame as ‘Chanel-issime,  Chanel-ed, Chanels, and Chanel-ized’, PLEASE DON’T. Our lawyers positively detest them. We take our trademark seriously.
Merci,
Chanel, Inc.”

Não reparem na livre tradução, mas a idéia geral é essa (e quem achar que pode melhorar, avisa, por favor!):

“Uma nota de informação e súplica para editores de moda, publicitários, copywriters e outros usuários que usam o nome Chanel com boas intenções:

Chanel foi uma designer, uma mulher extraordinária que fez uma contribuição atemporal para o mundo da moda. Chanel é um perfume. Chanel é a elegância moderna na alta costura, no ready-to-wear, acessórios, relógios e jóias. Chanel é nossa marca registrada para fragrâncias, cosméticos, roupas, acessórios e outras coisas adoráveis.

Apesar de nosso estilo ser famoso, uma jaqueta não é uma “jaqueta Chanel” a não ser que seja nossa, e os cardigãs de outra pessoa (no caso, marca) não são “Chanel por enquanto”.

E mesmo que fiquemos lisonjeados com tantas homenagens à nossa fama como “Chanel-issime, Chanel-ed, Chanels e Chanel-ized”, POR FAVOR, NÃO. Nossos advogados odeiam. Nós levamos nossa marca à sério.

Merci, Chanel Inc.”

Adoramos esse “chega pra lá” lotado de sarcasmo e indiretas diretíssimas.

Mas a pergunta que ficou foi: é impressão nossa ou algumas lojas brasileiras terão que começar a se preocupar com isso?