Browsing Tag

bio extratus

0 em Beleza/ Cabelo/ Destaque/ Patrocinador no dia 05.07.2019

Óleos para tratar os cabelos? Sim, por favor!

Esse mês a Bio Extratus lançou 3 produtos bem interessantes para quem gosta de novidades na área de tratamentos de cabelos: óleos! A marca já contava com o Óleo Poderoso, da linha Cachos Perfeitos. Agora, também temos na família o Óleo Nutritivo, o Óleo Sillitan e o tão esperado Óleo de Coco. E hoje a gente vem aqui contar um pouco mais sobre eles!

Antes de tudo, vamos começar do começo: para quê servem os óleos?

Uma das formas mais comuns de usá-los é na técnica de umectação. Ela é bem conhecida na galera de cabelos cacheados e crespos. Mas ela pode ser útil para todos os tipos de cabelos ressecados e danificados.

A umectação consiste em aplicar óleo vegetal nos fios e deixar o cabelo absorvê-lo por mais tempo. A indicação de tempo de uso vai de 30 minutos até uma noite inteira (e no caso, você dorme de touca para não fazer uma sujeira no travesseiro). Depois é só lavar normalmente e pronto, o resultado esperado é um cabelo recuperado, fortalecido, macio e brilhante.

Além disso, os óleos também podem ser usados de outras formas. Como pingar algumas gotas na máscara de hidratação de sua preferência. Ou até mesmo no finalizador. As vezes eu gosto de usar ele sozinho, 5 gotinhas como leave-in, para deixar as pontas mais seladas e os fios mais brilhantes.

E quais são os efeitos de cada um dos óleos da Bio Extratus?

Óleo Poderoso

Quis começar por ele porque ele foi o primeiro da coleção. Da linha Cachos Perfeitos, ele é uma combinação de óleo de coco, baobá e ricino. É o mais indicado para a umectação de cabelos crespos e cacheados justamente por ser liberado para low poo e no poo.

Óleo de Coco

O mais famoso de todos, esse óleo tem alta emoliência e nutre profundamente os fios, trazendo brilho e saúde. Ele veio para aumentar a linha Umectante, e como é de se esperar pelo nome, ele funciona bem na umectação. Além disso é um ótimo potencializador de hidratação. Ideal para usar em máscaras. Liberado apenas para Low Poo.

Oléo Sillitan

É o único óleo da família que não é liberado para as técnicas de Low/No Poo, já que ele tem silicone solúvel na sua composição. Ele é da linha de Tutano e protege os fios, ativa os cachos, reduz o volume e hidrata, deixando os cabelos macios e brilhosos. Usá-lo com o finalizador confere um resultado bem bacana.

Óleo Nutritivo

Esse é o único que não faz parte de nenhuma outra linha já existente. Ele é um tratamento intensivo de hidratação, nutrição e reparação através da umectação. Com abacate, argan, macadâmia e jojoba, ele é altamente emoliente e hidratante. Sua promessa é garantir a saúde e vitalidade dos fios. De todos eles, esse é o que eu estou mais curiosa para testar!

E você? Como usa óleos para tratar seus cabelos?

0 em Beleza/ Cabelo/ Destaque/ Patrocinador no dia 18.06.2019

Testando a máscara colorante cobre da Bio Extratus em casa

Vou aproveitar e já admitir aqui no primeiro parágrafo: eu tenho duas mãos esquerdas. Principalmente quando o assunto é cabelo. Meu histórico não me deixa mentir. Toda vez que fui fazer algo mais ousado em casa, tipo cortar franja ou tingir o cabelo de papel crepom, algo deu muito errado. No caso da franja, eu exagerei no corte e ela ficou no meio da minha testa. No caso do papel crepom, o banheiro inteiro ficou vermelho e meu cabelo permaneceu castanho. Por isso, na época que surgiu a máscara colorante cobre, eu fiquei empolgada, mas morrendo de medo.

Como eu já disse no post onde eu apresentei ela para vocês, a máscara colorante da Bio Extratus foi feita para quem procura uma mudança de leve.

Isso é, reavivar o tom, mudar a cor de forma breve, até mesmo disfarçar os primeiros fios brancos para quem sentir essa necessidade. Lembrando que se você tiver uma mecha maior, muita concentração numa área só ou muito cabelo branco, o efeito não é tão legal, já que ela não cobre igual a uma tinta.

Não é à toa que ela vem em 5 tons interessantes: cobre, marsala, castanho, vermelho e preto. Mas ela não é tintura. Não é algo permanente. Tampouco precisa de outros produtos como descolorante ou água oxigenada. Ou seja, eu não deveria ter medo nenhum, porque teoricamente ela não complicada de se usar.

Mas vai falar isso para a Carla que tem como registro o tal banheiro todo vermelho de papel crepom….

Dito isso tudo, semana passada eu resolvi parar com esse medo e me equipei para não repetir o feito de um passado distante. Peguei uma camiseta velha, um pote e uma espátula, um pincel de tintura, PPT (o protetor de pele para tintura) e um par de luvas. E a máscara colorante cobre, claro.

Aproveitei o momento que meu cabelo estava mais loiro do que cobre para mandar bala.

Aliás, ele só estava assim porque eu estava planejando uma transição para sair do acobreado, mas acabei dando uma pausa para tentar a máscara colorante cobre em casa. O Rogério, que faz o meu cabelo aqui em NY e estava muito empolgado que finalmente eu estava voltando pro loiro, não ficou muito feliz com essa minha escolha. hahaha

Bem, mas vou aproveitar que estou aqui para contar o processo da máscara colorante cobre em apenas 5 passos:

1 – Antes de tudo, lavei o cabelo apenas com shampoo e dei uma leve secada com a toalha, para deixá-lo úmido.

2 – Antes de botar as luvas, coloquei o PPT nas áreas onde a tinta provavelmente encostaria na pele: testa, orelhas e nuca.

3 – Botei as luvas e comecei aplicando a máscara colorante cobre com o pincel. Não demorou muito para eu resolver fazer tudo com a mão. Mais simples, mais rápido.

4 – Esperei uns 12 minutos. O máximo permitido é de 20, além disso não há efeito algum.

5 – Lavei o cabelo. E preciso fazer um adendo: na hora de tirar a máscara colorante cobre (não sei as outras) sai MUITA tinta. Mas não manchou absolutamente nada do banheiro (ao contrário do papel crepom hahaha). Não sei se manchou a toalha depois do banho porque usei uma toalha escura, mas não tive roupa nem roupa de cama manchada.

Se você está sem paciência de ler e quer ver o passo a passo, fiz um videozinho pro insta:

Bem, como deu para ver, o cobre foi super intensificado. E isso que eu nem usei o tempo máximo permitido (20 minutos). Outra coisa bacana de se notar é que as luzes continuaram ali. Justamente por não ser uma tintura, a máscara colorante cobre (aliás, nenhuma delas, eu acho) não tem o poder de deixar a cor chapada.

E o que mais importa: foi muito fácil!

Sim, tem que ter o aparato. Luvas, camiseta velha e toalha escura, pelo menos. Mas é muito prático, rápido e tranquilo de fazer. O medo que eu tinha de deixar a cor meio manchada foi bem infundado. Foi só prestar atenção para deixar a máscara bem espalhada, e deu tudo certo.

Não tenho ideia quanto tempo essa cor vai durar até desbotar. Mas na descrição do produto, diz que é algo em torno de 10 a 12 lavagens. Vamos ver!

Alguém já experimentou as máscaras colorantes da Bio Extratus em casa? E aí? Como foi a experiência?

2 em Beleza/ Cabelo/ Destaque/ Patrocinador no dia 20.05.2019

Testando uma parte da linha Tutano – e já querendo o resto!

Maio chegou e, com ele, uma necessidade de testar uma linha que ainda não conhecia. Como os lançamentos todos já passaram pelas minhas mãos, resolvi voltar uns anos na história da marca. E acabei ficando com vontade de, finalmente, testar a linha Tutano. 

A linha Tutano é uma das mais antigas da Bio Extratus. E a marca foi a pioneira em usar esse ativo em cosméticos capilares.

Ela também uma das mais completas! São 13 produtos no total. E vão desde shampoo e condicionador, até reparador de pontas, ativador de cachos. Até mesmo gel fixador em duas intensidades!

Linha completa nesse post do Naturalmente Bonita, blog da Bio Extratus

O creme de silicone com tutanto dessa linha é um dos produtos preferidos da Jô para o verão. E vocês já viram ela falar dele aqui. Mais de uma vez, inclusive. E toda vez que ela fala sobre, vem muita gente se juntar ao coro. 

Já o meu primeiro contato com essa família foi com o creme de tratamento Tritano. Ele vem em sachê, mas ao contrário dos sachês de outras linhas da marca, esse não é para ser usado em 60 segundos. Em 10 minutos seu cabelo ganha um reforço em todas as dimensões do fio. Toda vez que preciso de um tratamento de choque, quase sempre corro para esse sachê.

Até que um dia em que estava usando o Tritano, acabei ficando curiosa com o resto da linha Tutano. Então, peguei o que eu tinha em casa, isso é, shampoo, condicionador e o banho de creme (além dos sachês, claro), e me joguei.

Feito para todos os cabelos que sofrem com ressecamento, o objetivo dessa linha é tornar os fios mais saudáveis, macios e brilhantes.

O cheiro não é dos meus favoritos, mas o resultado é. Ela conta com:

Karité, que previne o ressecamento dos fios e os protege até mesmo de raios ultravioleta;
Tutano, que nutre e fortalece por ser rico em proteínas;
Ceramidas, que aumenta o brilho, a elasticidade e a resistência dos fios;
Queratina vegetal catiônica, que tem intenso poder de restauração.
Silicone, que confere brilho, proteção e sedosidade, proporcionando aparência saudável e natural ao cabelo (e o que faz essa linha não ser a ideal para a galera do low poo/no poo).

Como minhas pontas são mais ressecadas, ainda mais depois das luzes em cima da tinta, essa linha é bem potente e eficiente. Diria, inclusive, que ela entrou no meu time de linhas que salvam cabelos, junto com a Spécialiste Resgate e a Pós Química.

Não acho que a linha Tutano é a ideal para uso diário. Mas ela é muito boa para momentos onde o cabelo precisa de nutrição urgente.

Cabelinho logo depois do combo shampoo + banho de creme da linha Tutano

E sabe o que aconteceu também? Agora eu quero conhecer o resto da família!

Por exemplo, existe um produto chamado Biottano, que muito me interessa. Ele é um ativador de cachos que os modela e confere maciez. Tem também o óleo de tutano, ideal para ser usado em um banho de óleo para combater o ressecamento dos fios. Outro que eu quero testar pra ontem é o Reparador de Pontas, que dá brilho e ajuda a eliminar pontas duplas. E por último, temos um lançamento! A manteiga de tutano é aquele complemento perfeito para dias que nos faltam tempo, mas não falta vontade de dar um trato nos fios. 60 segundos e pronto!

Vocês conhecem a linha Tutano? Quais são seus produtos preferidos?