Browsing Tag

autoestima

1 em Autoestima/ Patrocinador no dia 06.08.2019

Fim de semana do papo 2019!

Essa semana vai ser um pouco diferente aqui no blog. Esse fim de semana aconteceu o segundo Fim de Semana do Papo, e caso você tenha ouvido falar sobre ele agora, a gente precisa contar uma coisa antes. Um evento desse porte não acontece sozinho. Ele é uma junção de esforços múltiplos e de muitas pessoas (e marcas) que acreditam de verdade nesse evento.

Sendo muito honestas com vocês, a gente achou que tinha atualizado todos os níveis de eventos do Papo criando o FIM DE SEMANA DO PAPO em 2018. Mas não.  Ano passado foram dois dias de atividades. Teve festa, aula de dança, piscina, bate papos. Não pensávamos que esse projeto poderia crescer mais, nos enganamos.

Em 2019, nossa primeira reunião com o Grand Hyatt Rio foi em janeiro. Desde lá organizamos os mínimos detalhes que fizeram desse fim de semana o mais importante da nossa carreira. Foram 120 leitoras convidadas, 85 hospedadas conosco e amigas influenciadoras. Foram voos de todas as regiões, encontros de todos os tipos e muita empatia e troca entre nós.

Muita gente nos pergunta como funciona o #fimdesemanadopapo. Por isso, esse post vai contar pra você aí, do outro lado da tela, o que a gente aprontou para começar agosto com o pé direito. O que rolou? Quais foram os patrocinadores? Quem nos ajudou a organizar isso tudo? Quais eram os lançamentos envolvidos? Isso a gente conta agora pra vocês!

Sexta-feira 02/08

O check-in no GRAND HYATT começou às 14:00. As meninas foram chegando de todo o canto e às 16:00 nosso primeiro encontro aconteceu.

16:00 – GORDOFOBIA, PRESSÃO ESTÉTICA E O IMPACTO NA SAÚDE FÍSICA E MENTAL DAS MULHERES – um oferecimento de bonprix!

Ju Romano e Ana Luiza Palhares comandaram esse bate papo que contou com a especialista Vanessa Tomasini, psicóloga incrível de São Paulo que fala sobre isso nas redes sociais. A Nutricionista Camilla Estima convidou a nutricionista Isabela Cunha para falar da nutrição comportamental nesse processo.

Ana Luiza Palhares e Ju Romano
Ju, Vanessa Tomasini e Isabela Cunha
Isabela Cunha e Mariana Xavier, que foi nossa presença especial nessa conversa! <3

Entender que a relação com nosso corpo precisa ser mais leve para que nós possamos ter uma relação mais transparente com nossa saúde é muito importante. Vivemos numa sociedade tão gordofóbica que muitos negligenciam a saúde mental e emocional no processo de buscar uma magreza tão desejada e romantizada. Ser saudável tem a ver autocuidado e equilíbrio. Quebrar os preconceitos e estigmas tem a ver com combater a ignorância. E foi assim que nasceu essa experiência tão especial.

A Bonprix, que tem a grade do 36 ao 54, foi a escolha de look das blogueiras neste bate papo! Foi muito maravilhoso vestir uma marca que tem tantas opções para tantos tamanhos e apostou nessa empreitada conosco. Para ler mais sobre essa parceria leia o post completo de ontem.

18:00 – A AUTOESTIMA E A SAÚDE MENTAL DA MULHER NEGRA, E A IMPORTÂNCIA DESSA DISCUSSÃO NA LUTA ANTIRRACISTA

O debate sobre a beleza e a saúde mental e emocional da mulher negra é bem específico. E por isso mesmo é preciso que interesse a todas. É necessário ouvir e aprender para, aos poucos, termos a real dimensão do julgamento, do isolamento e da falta de oportunidade que o racismo traz. As mulheres negras precisam falar e as mulheres brancas precisam escutar. Só assim aprendemos a sermos aliadas nessa luta tão importante.

Dra. Katleen Conceição, Lu Barreto e Maraisa Fidelis
Dra. Katleen Conceição
Maraisa Fidelis
Luciana Barreto

Maraísa Fidelis comandou essa roda junto com duas mulheres que admiramos muito: a jornalista Luciana Barreto e a dermatologista Dra. Katleen Conceição. Mulheres negras que ocupam espaços de poder de forma pioneira e usam sua credibilidade para jogar luz nesse tema tão importante quanto o assunto é a autoestima da mulher brasileira.

20:30 – FESTA DO PIJAMA COM VULT

Convidamos a Vult para receber nossas amigas blogueiras no nosso quarto para uma festa do pijama. Já que sabíamos que passaríamos o fim de semana dividindo nossa atenção com tantas pessoas queridas, convidamos as influenciadoras presentes para agradecer o carinho.

A Vult preparou um kit de lançamentos e contou sobre as tendências das quais já falamos aqui nesse link. Eu não deixaria de dar uma olhada se fosse você, tem muita coisa bacana para a gente testar.

Sábado 03/08

12:00 – AULA DE DANÇA É PARA TODAS!

O café da manhã foi livre, mas logo depois tivemos duas aulas de dança. A Vult fez as camisetas para falar do lançamento Glitter & Go. O glitter líquido em 4 cores tem fácil aplicação e pode ser usado de diversas formas. Nos olhos, na boca, no rosto e até no corpo! A ideia foi experimentar todo esse brilho na aula.

Para realçar o seu brilho trouxemos o nosso! É essa a proposta da campanha que nos estimula a usar glitter de uma maneira nova. A marca nos convidou a dar luz às nossas diferenças, evidenciando o que em teoria nos incomoda, mas tantas vezes é o que nos faz únicas. Foi ousado pensar em colocar brilho no que tecnicamente vemos como defeito, mas ao mesmo tempo é lúdico e libertador.

Abrir mão da necessidade de disfarçar o que interpretamos como negativo é criar espaço para deixarmos de nos esconder.
Somos o que somos e podemos brilhar assim.

17:00 – FESTA DESPERTE SUA BELEZA COM BIO EXTRATUS!

Em 2019 a campanha de BIO EXTRATUS fala em DESPERTAR SUA BELEZA. Por isso, esse foi o tema escolhido para a festa desse ano. A festa que celebrou com 120 convidadas mais um ano do PAPO SOBRE AUTOESTIMA. Comemoramos mais uma vez nossas conquistas.

O manifesto começa assim: “A beleza tem muitas formas e definições. Mas a beleza verdadeira, que se mantém, é aquela que vem do seu brilho. O que encanta mesmo é a luz própria. É ela que emana através de sua pele, seus olhos, seus cabelos. Esse brilho está dentro de cada um, pronto para despertar. Ele surge da construção diária da autoestima!”

Vamos falar só sobre isso aqui no blog, mas deu pra perceber que a marca fala de um encontro genuíno consigo mesma e da capacidade de validar a própria autoestima. Assim sendo, achamos tudo a ver que a festa do papo com a BIO EXTRATUS esse ano tivesse esse tema. Ele transcende a busca por uma beleza física e fala de autoconhecimento e da possibilidade de valorizarmos mais nossas conquistas.

Uma campanha linda, uma marca incrível e uma história de amor de longa data não poderiam dar em um resultado diferente. Foi mágica essa nossa maior festa, que marcou nossos quase 10 anos de carreira.

Nossos looks foram da Enjoy e nossa make um oferecimento da maravilhosa Nathalie Bilio usando Vult. Aguardem esse post que vai estar recheado de dicas!

Os looks que nós duas usamos na festa e nessas palestras de domingo foram da nova coleção da Enjoy. Ela se chama Refúgio e fala de autoconhecimento também. Todo mundo tem um lugar particular dentro de si, onde encontramos forças para seguir e transformamos a vida em coragem. Nesse lugar tem amor de sobra. Tem beleza, empatia, dança e alegria. Já deu pra ver que essa proposta de adentrar dentro de si mesma e encontrar seu próprio lar é mais do que uma nova coleção da Enjoy. É um elo entre essa marca e a gente no papo. Quem veste até 46 pode se aventurar nas lojas e no site, opções bacanas não faltam. Amanhã terá post sobre isso.

Domingo 04/08

10:00 – MOMENTOS DE DESCANSO E AUTOCUIDADO COM CERAVE E BIO EXTRATUS

Pode ser que você não saiba, mas nosso primeiro grande evento foi o #paponapiscina, em fevereiro de 2017. Em setembro daquele ano fizemos uma segunda edição e foi assim que nasceu a ideia de um fim de semana inteiro. Por isso, não importa a época do ano, a gente nunca ignora um bom bate papo na beira da piscina.

Dessa vez, porém, nem o sol e nem o calor apareceram e a piscina não rolou de jeito nenhum. Mas isso não foi um problema. Não conseguimos ir para a piscina, mas pudemos aproveitar para dar uma descansada. E aproveitamos as marcas que estiveram com a gente nesse fim de semana.

Ca aproveitou para hidratar a pele com CeraVe e continuar o desafio que ela contou no post acima. Já eu quis fazer uma mudança de última hora no visual e usei a máscara colorante castanha da Bio Extratus para dar uma escurecida nos fios. Já, já vamos contar mais!

15:00 – É PRECISO UMA VILA: PAPO SOBRE A VISÃO DA MATERNIDADE NA SOCIEDADE!

Muita gente acha que falar sobre maternidade não é um assunto que interessa a todos. Porém falar sobre os desafios da parentalidade e da criação de seres humanos deveria ser um assunto de todos. Aquele ditado “é preciso uma vila para criar uma criança” não existe à toa.

A solidão materna, a divisão de tarefas, o mercado de trabalho, o não julgamento, as mãos oferecidas em momentos de sufoco, a empatia. Isso é uma pequena parte das inúmeras questões que permeiam o universo materno, e que poderiam deixar a jornada um pouco menos pesada se a gente criasse a consciência que a criação de indivíduos deveria de depender de toda a sociedade. Não é educar o filho dos outros, mas é ajudar a criar ambientes saudáveis e acolhedores para que as crianças aprendam com exemplos.

Para esse bate papo a Carla chamou duas pessoas bem especiais. Lua Barros, mãe de 4 e educadora parental especializada em parentalidade positiva. E Ju Ali, mãe de 2 (sendo que um dentro do espectro autista), colaboradora do Papo e feminista. As 3 discutiram e trouxeram várias ideias de como podemos ajudar a criar essa sociedade mais inclusive e benéfica para mulheres e crianças.

17:00 – O DESENVOLVIMENTO DA CONSCIÊNCIA E SEU IMPACTO NO CONSUMO DE MODA E BELEZA.

Quanto mais nós nos conhecemos, mais vamos abrindo mão de ser as expectativas do que esperam de nós e mais nos tornamos quem genuinamente somos. Aos poucos nos tornamos mais conscientes de nós mesmos, vamos abrindo mão do parecer e dando voz ao que queremos ser.

Nesse processo de autoconhecimento nasce a verdadeira autoestima e com ela vamos repensando nossas reais necessidades como mulheres, logo como consumidoras também. Ao darmos real sentido a quem somos de verdade, acabamos esvaziando a importância do que temos e do que parecemos ser, nesse momento começamos a olhar pra moda como um ato de expressão, o mesmo pode valer pra beleza.

Entendo consumir com propósito e consciência um desafio na vida moderna que nos ensina a estar inconsciente no sistema. Justamente por isso chamamos duas mulheres que usam a moda para se expressar cheias de consciência de quem são como indivíduos e como estão inseridas no coletivo pra conversar. Esse foi o meu bate papo com Carol Burgo estilista e dona da loja Prosa e Ana Soares do Moda Pé no chão.

Sim, claro que vamos transformar as trocas desses bate papos em posts, mas já adiantamos pois não poderíamos deixar vocês fora dessa.

É isso! A gente sabe que o post está gigantesco, mas não tinha como resumir. Esses foram alguns dos acontecimentos, produtos e patrocinadores que fizeram parte de todo esse nosso sonho realizado. Nós lutamos por um novo olhar para nós mesmas. Um com mais amorosidade, empatia e acolhimento. Poder trocar sobre tantos temas relacionados ao autoconhecimento e o despertar de consciência é um privilégio muito especial.

Se você quer saber mais detalhes sobre os acontecimentos, os looks, as makes, os produtos e patrocinadores, fica de olho aqui no blog essa semana porque vai ter chuva de post relacionado!

Beijos

Ca e Jô

0 em Autoestima/ Destaque/ Moda/ Patrocinador no dia 05.08.2019

bonprix, uma marca com tamanhos e preço para todas!

Sexta feira, no primeiro dia de #fimdesemanadopapo, aconteceu o primeiro bate papo do nosso grande evento. Nós vestimos bonprix para esse primeiro encontro com todas as convidadas e, pra nós, isso foi muito especial. Ter a marca conosco no bate papo sobre as diferenças entre gordofobia x pressão estética e o impacto que tudo isso tem na saúde física e mental das mulheres foi mesmo muito importante para o papo sobre autoestima.

Não sei se vocês sabem, mas a bonprix é um e-commerce alemão que chegou no Brasil há 6 anos e está presente em mais de 20 países. Seu foco é trazer as tendências da moda europeia e adaptá-las para o corpo da mulher brasileira. Essa atenção com nossas características, que são tão diferentes da mulher europeia, faz toda a diferença na modelagem das peças e na forma que elas irão nos vestir. 

A participação da marca no fim de semana do papo foi além de nos vestir. A marca acreditou no nosso bate papo comandado pelas blogueiras Ju Romano e Ana Luiza Palhares. Com elas, tivemos também a psicóloga Vanessa Tomasini, que deixou muito claro o quanto o preconceito da sociedade pode prejudicar a saúde mental das mulheres. E a nutricionista comportamental Isabela Mota que falou da importância de se relacionar em paz com a comida, sem tanto medo ou culpa. Amamos ouvir profissionais da área e entender os impactos negativos que tanto preconceito tem na vida das mulheres.

Agora, por que a bonprix? Porque a grade de tamanhos é ótima!

Boa parte das peças do e-commerce está disponíveis em tamanhos que vão do 36 até o 54. A maioria vai do PP ao XXG. E com adaptações da modelagem para melhor vestir esses corpos. Para quem costuma reclamar que muitas peças plus size têm estampas desatualizadas e modelagens que não valorizam o corpo gordo, acho que vale dar uma chance para a marca! 

O fator preço também é bem interessante.

Se você está nesse time que diz como é difícil achar peças plus com preços de fast fashion, vem cá. Na bonprix dá para achar vestidos de festa por menos de R$300, blusas por menos de R$100, etc. Fizemos uma seleção de produtos para vocês darem uma olhada no site!

Se você já deu uma olhada e curtiu algumas coisas, calma que tem mais! A bonprix, para contemplar não só as mulheres que participaram do nosso fim de semana, quis dar um presente para as leitoras que acompanharam tudo à distância. Ou melhor, dois!

Se você acabou de conhecer a bonprix, você pode ter frete grátis nas compras acima de R$69 usando código PAPO. Ele funciona até dia 31/08! E depois nos contem o que acharam, tá?

Durante o bate papo da Ju e da Ana, a bonprix deixou uma arara com peças de diferentes números para que as participantes pudessem olhar de perto fatores como tecido, acabamento e tamanho. O feedback que recebemos foi super positivo. 

O que achamos das peças?

A nossa primeira experiência com a marca aconteceu duas semanas antes do fim de semana. Escolhemos 3 opções para os looks que usaríamos no bate papo e todas as peças vestiram MUITO BEM. A única dica que achamos interessante dar é que, caso você seja o tipo de pessoa que tem peças de duas numerações diferentes, escolha a maior primeiro ou de uma olhada nas medidas, o site é super certinho.

Nossos looks de vários tamanhos:

Nós 4 vestimos bonprix pra esse bate papo e não poderíamos deixar de dividir esses looks com vocês:



Desde que voltamos a falar mais sobre moda por aqui, esses foram dois fatores muito pedidos. Quando fomos apresentadas à bonprix, ficamos felizes de saber que conseguimos achar uma opção de marca que preenchesse os requisitos de uma parte das nossas leitoras e seguidoras que buscavam por esse nicho. Atendendo a uma demanda de grade e preço competitivo.

Quer saber mais sobre as diferenças de pressão estética e gordofobia? Leia esse post que indicamos ou conta pra gente o que podemos abordar mais sobre esse tema aqui no blog.

Beijos!

2 em Autoconhecimento/ Autoestima/ Destaque/ Mayara Oksman no dia 11.07.2019

Sobre essa efedepê chamada ansiedade

Uma noite dessas não dormi. Deixei a ansiedade entrar escancarada pela porta da frente e de todas as formas possíveis. Me vi frágil, duvidando da minha capacidade, questionando decisões. Julgando o meu presente e preocupada com o meu futuro. Às cinco da manhã vi o sol nascer pela janela com a sensação de que a vida está passando e eu estou aqui sentada, imóvel. Racionalmente, lááá no fundo, eu sabia que estava errada.

Mas a ansiedade é um bichinho que mexe com emoção e não com a razão.

A ansiedade consegue cegar a gente completamente por alguns segundos, minutos e até dias, se deixarmos. E é por isso que estou desenvolvendo na terapia algumas formas para tentar driblar essa efedepê. Até agora, o mais eficaz para mim é verbalizar o que eu estou sentindo para alguma pessoa que confio. Minha sorte é que além do meu querido terapeuta, tenho amigas muito fodas.

Amigas daquelas que posso ligar a qualquer hora e falar: “mana, me ajuda aqui porque eu não to conseguindo sozinha”. Amigas que eu não tenho receio algum de expor meus medos, sejam eles pequenos ou grandes, e que eu sei que vão me dar bronca se precisarem. Amigas que vão argumentar com fatos concretos o que a mente ansiosa teima em fantasiar.

Nessa noite/madrugada/manhã específica, liguei para uma dessas amigas. E disse que eu não estava me sentindo um mulherão da porra.

Que eu estava insegura, me perguntando que diabos tinha de errado comigo. Recentemente fiz duas novas tatuagens que homenageiam a mulher que eu sou e o amor da Mayara pela Mayara, mas acabei desabando, sim. Porque nem todos os dias são flores, nem todos os dias a gente olha no espelho e enxerga o quão fodásticas somos por dentro e por fora. Enquanto chorava (minto, soluçava, aos prantos) no telefone, ela me acalmou, mandou eu respirar fundo. E perguntou exatamente o que eu estava achando de mim mesma naquele momento, qual era o problema exatamente.

Quando respondi, ela deu uma risada alta e brevemente me xingou. Depois de respirar fundo e mais calma diante das baboseiras ouvidas, disse: “você sabe que está falando merda, você sabe que isso não é verdade e eu não vou deixar você pensar assim nem por mais um minuto”.

E então a minha amiga rebateu cada um dos supostos problemas criados pela Mayara ansiosa com fatos concretos. Com piadas, com coisas que a própria Mayara (mais racional) já tinha dito no passado. Com mais broncas e mil palavras carinhosas. Todo esse conjunto de argumentos positivos e o cuidado vindo dela me fizeram respirar fundo.

Parei de chorar e entendi que eu precisava apenas fechar os olhos, dormir e repensar em tudo aquilo depois de algumas horas.

E foi isso que eu consegui fazer mais descansada: enxergar exatamente o que desencadeou essa crise de ansiedade. E apesar de ter me deixado levar, chorar, fazer drama e achar um monte de coisa ruim, vi um avanço em mim mesma.

Fico feliz e satisfeita porque hoje consigo:

1) entender que estou me deixando levar pela ansiedade, mesmo que demore algumas horas para tal;
2) tentar, de alguma forma, racionalizar o que está acontecendo, mesmo que eu precise da ajuda de alguém para isso;
3) enxergar o que desencadeou o problema e tentar evitar que isso ocorra novamente.

Pode ser que eu não durma essa noite e a ansiedade e os medos batam de novo na porta. Pode ser que eu ainda tenha que tratar desses assuntos por mais muitas sessões de terapia. Pode ser que eu ainda gaste milhares de minutos levando bronca das amigas.

Mas o importante mesmo é dar pequenos passos para não deixar as horas de crise se tornarem dias. Ou os pensamentos virarem problemas de verdade. Ou os medos me impedirem de tomar os próximos passos.

Um abraço carinhoso nas minhas terapeutas do passado. Um beijo de luz cósmica pro meu terapeuta do presente. E tudo isso em dobro pras minhas amigas do coração, que tá cheio de gratidão. É um privilégio dos grandes ter por perto gente que ajuda e nos acolhe em momentos de crise.