Browsing Category

Beleza

0 em Beleza/ Destaque/ Make-up/ Patrocinador no dia 28.02.2020

Make cheia de brilho mesmo no pós Carnaval? Sim!

Eu sei que Jô já falou dos produtos aqui. Também sei que a Renata gostou tanto das dicas que ela recebeu na aula de automaquiagem que fizemos no início do mês que ela quis falar sobre tudo. Mas eu senti que eu também precisava dar meus dois centavos, então é por isso que estou aqui hoje.

Como você sabem, eu não moro no Brasil. Ao invés de pular Carnaval, eu estava no frio, sem feriado, sem calor, sem festas. Aliás, o sem festas foi mais por impossibilidade do que oportunidade. Festa de Carnaval até tem, mas domingo à noite fica difícil, ainda mais para quem não tem feriado na segunda de manhã. Enfim, voltando ao assunto, aproveitei a data para experimentar as novidades de Vult que falamos aqui ao longo desse mês. E fiz duas makes carnavalescas, que vou dividir com vocês aqui!

A primeira foi toda usando as cores do Eco Brilho, o pigmento brilhante sem plásticos ou parabenos na fórmula. Ele é um lançamento e foi uma grande aposta para esse Carnaval, mas eu ouso dizer que ele é perfeito para qualquer data onde brilhar seja o objetivo.

Usei as cores P103 e P104, as duas são holográficas, super pigmentadas e mudam de cor de acordo com a luz. A P103 é um rosa que fica meio roxo e eu resolvi usar na boca. Botei o Lip Oil como base e apliquei o eco brilho por cima, criando esse efeito bem legal de batom metalizado. Aliás, esse efeito é tão legal que eu estou doida para testar um batom vermelho com o eco brilho P102, que também é vermelho.

Já a P104 é minha favorita da vida e já usei de diversas formas. Esse ecobrilho tem um tom grafite que, dependendo da sombra usada como base (ou sem sombra nenhuma), pode ter subtons avermelhados ou até mesmo esverdeados. É a cor mais discreta para quem está afim de brilhar muito, mas é super elegante.

A segunda maquiagem eu resolvi explorar um outro lançamento de Vult que eu achei incrível: o batom Surprise!

O nome dele não é à toa. À primeira vista ele parece um batom líquido normal. Super pigmentado, fácil de passar, não mancha. Tem todas as boas características de um batom líquido. A surpresa no nome vem ao pressionar os lábios. Na fricção, o batom libera partículas de brilho, deixando o batom com um acabamento lindo.

Ele vem em 4 cores: Surprise Nude, Fantastic Pink, Illusion Red e Magic Wine. Infelizmente a foto não faz costuma fazer jus às partículas de brilho, mas o efeito é super interessante e diferente!

Esses produtos foram lançamentos de Carnaval mas eu vejo muitas possibilidades para eles longe da folia também. Por isso, eu quis fazer uma maquiagem justamente com essa proposta, usando os dois produtos!

No olho eu usei o Eco Brilho cor P101.
Na boca foi o Batom Surprise na cor Illusion Red

E aí? Você já experimentou algum desses produtos? O que achou deles?

0 em Autoestima/ Beleza/ Cabelo/ Destaque/ Parceria no dia 21.02.2020

Transição para os cabelos brancos!

Hoje posso dizer com certeza que das coisas mais importantes que aprendi na vida foi como lidar com as mudanças na minha vida. Nós vivemos mudanças desde que nascemos e ao longo da nossa jornada, elas ajudam a definir quem somos. Mudamos ao crescer, ao aprender a andar, ler, falar e quanto mais o tempo passa, mais as mudanças se tornam significativas e saber lidar com elas faz diferença.

O tempo passa e nosso corpo e nossa imagem mudam. Enquanto mulheres inseridas nessa sociedade, isso acaba tendo um peso maior. Nossa aparência é algo que acaba nos afetando e afligindo facilmente. Apesar das mudanças constantes serem absolutamente naturais, nosso corpo é vivo e nem todo mundo lida bem com isso.

Nos ensinaram a associar a aparência à realização. Passamos a acreditar que se formos magros, seremos felizes automaticamente. Se tivermos aquele cabelo de determinada cor nos validarão na hora. Essas associações automáticas não passam de crenças que criam expectativa e ilusões na nossa cabeça em busca de padrões cada vez mais inatingíveis.

E pra que isso? Podemos escolher outros caminhos!

Nos ensinaram a querer mudar tanta coisa em nossa aparência que propostas de transformação acabam sendo das mais atraentes. Além de serem as que mais nos expõem à julgamentos, abrindo uma porta para uma certa crueldade conosco. Precisamos parar pra pensar e ver conscientes de tantas pressões, o que cada uma de nós quer fazer.

Pronto, agora vou sair do coletivo e falar de mim. Como não é mais segredo para ninguém, abandonei as tinturas de cabelo e estou na transição para uma cabeleira completamente grisalha. E esta tem sido uma fase interessante de autoconhecimento. Já não me reconheço mais nas fotos antigas de cabelos pintados, mas ao mesmo tempo estava no meio da minha transição. Nesse processo tenho sido mais amorosa e compreensiva comigo mesma, tá sendo incrível viver isso.

Desde maio de 2019 não uso mais coloração nos cabelos. E em junho do ano passado descolori a parte que ainda estava bem escura na tentativa de aproximar os dois tons: raiz grisalha e comprimento com coloração. Minha ideia era assim amenizar o impacto da transição. Infelizmente há quem considere desleixo a raiz grisalha crescendo, dai quis organizar isso.

Nesse primeiro momento, ainda em 2019, fiquei loura. Senti o primeiro baque pois não fazia ideia de como cuidar de cabelo descolorido. Foram muitos produtos e conselhos de quem usa madeixas louras para aprender a lidar com esta nova  realidade. Junte à isto a textura completamente diferente e livre da parte grisalha dos cabelos e você terá um visual muito complexo. Impossível de definir em poucas palavras.

ANTES DE QUALQUER MUDANÇA

Mas eu estava determinada a abraçar esta minha nova fase. No entanto nem sempre era fácil, numa conversa (meio desabafo) com Joana, expus minhas considerações à respeito das diferentes texturas e cores de cabelo que eu tinha naquele momento e da minha ignorância sobre como lidar com isso. Nessa hora ela teve a ideia que nos trouxe pra esse post: procurar uma profissional especialista em químicas e coloração pra nos ajudar a fazer a transição para os cabelos brancos.

VAMOS COMIGO NO PROCESSO?

Ela me levou para a Jussara Fernandes, do salão Ju Fernandes em Ipanema aqui no Rio. Ela cuidados cabelos da Jô com muita propriedade e conhece cabelos como ninguém. E para melhorar, ela está fazendo a transição de dezenas de mulheres em busca da melhor versão possível para os cabelos grisalhos naturais.

Chegando lá a equipe da Ju fez uma análise criteriosa do meu cabelo e estabeleceu o que ela considerou a melhor estratégia para igualar ainda mais os fios e suas diferentes texturas e cores.

DEPOIS DA PRIMEIRA DAS DUAS IDAS AO SALAO DA JU

Jussara optou por uma química suave somente próximo das raízes, para igualar o cabelo que tinha uma textura ao redor da cabeça e outra completamente diferente no restante. Foi um tratamento bem rapidinho, sem formol nem nada destas substâncias agressivas, que deixou meu cabelo muito macio, brilhante e o principal – muito mais uniforme. Agora tenho o mesmo tipo de fios por toda a cabeça, e acreditem, isso é maravilhoso, um alívio na verdade!

Textura resolvida, fizemos um corte curto desfiado, que já eliminou grande parte do cabelo descolorido, deixando meu cabelo elegante, muito mais grisalho e muito moderno, e me senti linda e muito feliz, sem qualquer vestígio do estigma da vovó. A Ju também cuidou de uniformizar um pouco a cor da parte onde ainda se vê o cabelo descolorido, deixando tudo mais harmônico e bonito. Sério, esta mulher é maravilhosa, e todo mundo deveria conhece-la!!! 

Vocês não tem ideia do quanto eu estou grata de ter encontrado uma profissional que entende mesmo de fios para me ajudar nesta minha transformação!

DEPOIS DA SEGUNDA VISITA AO SALAO

Cabelos grisalhos são parte de nossa história, são como um registro de que somos sobreviventes em nossos ecossistemas. Deveríamos ser elogiadas por eles, nunca julgadas ou rotuladas como “velhas”. Somos a prova de que guerreiras podem sim sobreviver às batalhas, e a gente deveria comemorar o surgimento deles, mas ao invés disso nos sentimos envergonhadas, diminuídas pela pseudo constatação do fato de que o tempo está passando para nós, e que estaríamos chegando ao final do caminho, quando não é nada disso!

Sou (muito) grisalha desde os 30 anos de idade. Na verdade meus primeiros fios brancos surgiram aos vinte e poucos anos. Hoje sabemos que o embranquecimento dos fios pode estar relacionado ao estresse a que somos expostos, e nossa, como me estressei nessa minha caminhada.

Hoje tenho uma belíssima juba prateada, que me deixa orgulhosa por ver nesta cabeleira as batalhas vencidas, todos os meus sucessos, todos os meus fracassos, que na verdade foram enormes  fontes de aprendizado. Nem sempre me senti assim, tanto é que foram quase 30 anos de tinturas semanais. Porém percebi que não via iguais por aí, e isto fez toda a diferença neste meu novo momento – ver que existem mulheres maravilhosas, no auge de suas capacidades produtivas, lindas, jovens de corpo e de alma e grisalhas!

Espero sinceramente que com este meu depoimento, possamos diminuir um pouco nosso preconceito em relação à mulheres grisalhas, e que passemos a enxergá-las como de fato elas são: mulheres lindas, sábias, guerreiras e sobreviventes, sem qualquer estigma de velhice ou de incapacidade.

Mulheres que resolveram abraçar mais esta transformação dos seus corpos com leveza, com benevolência e com auto amor. Porque é assim que me sinto neste momento: muito mais generosa e feliz comigo mesma!

O retorno da turma do insta do @paposobreautoestima

Espero que vocês tenham gostado!

Beijos

Rosana

[ contato do São Ju Fernandes – telefones: 2513-2708 / 2522-4446 | instagram @salaojufernandes ]

0 em Autoestima/ Beleza/ Convidadas/ Destaque/ Make-up no dia 13.02.2020

Impressões e dicas aprendidas na aula de automaquiagem de Carnaval!

Joana e Carla já falaram algumas vezes o quanto queriam modificar o formato dos eventos do blog esse ano. E elas não estavam brincando. Elas queriam fazer algo além do bate papo, mas que ainda assim integrasse as participantes e envolvesse tempo de qualidade juntas. Dessa vez o evento foi uma aula de automaquiagem com as profissionais do Studio Lu Rech só com produtos da Vult, inclusive lançamentos, para gente conhecer!

A Vult é patrocinadora do blog e é bem conhecida por aqui! Já o Studio Lu Rech oferece um serviço de fast beauty. Ele conta com make e penteados simples, mas profissionalmente executados, de forma rápida e a preços acessíveis.

Mas dessa vez a proposta do evento foi passar pra gente um pouquinho do que as maquiadoras do Studio sabem. Até mesmo pra nos garantir mais autonomia na produção. Até porque uma coisa não exclui a outra. Muitas de nós sabemos fazer o básico em casa, mas às vezes quer um serviço com aquela cara de salão, não é?

No evento, nos unimos em duplas pra dividir uma infinidade de opções de produtos. Logo em seguida fomos para o passo a passo, com instruções das profissionais: preparação de pele, olhos, cílios, blush e boca. A make que aprendemos era simples, mas com uns macetes bem legais. Até mesmo pra quem já se aventura mais no assunto, como eu.

A primeira dica que eu acho muito digna de compartilhar foi a de misturar um pouco do iluminador líquido com o primer, em vez de passar depois.

Dessa forma, dá para chegar naquele glow saudável sem ficar um risco de brilho muito marcado. Quando eu disse que gostava de iluminar em cima ou embaixo das sobrancelhas com lápis ou sombra, a Carol, profissional do Studio Lu Rech, também deu a dica de fazer isso antes da base. Anotadíssimo! 😉 

Usamos o iluminador líquido booster radiante e o BB primer efeito blur com FPS 15. Ambos têm a textura bem leve e secam rápido. O primer dá super certo pra dar aquela fechada nos poros antes de passar a base.

Na hora de fazer os olhos, pudemos escolher entre as cinco paletas lindas de sombra recém-lançadas: confiança, beleza, amor por mim, liberdade e poder. Fomos orientadas a esfumar um marrom opaco no côncavo do olho, pra dar mais profundidade. Eu já marcava o côncavo, mas nunca soube esfumar direito, aprendi que deve ser do canto de fora pra dentro em movimentos circulares. Também nunca tinha tentado com um pincel decente. Rs Usei o nº 15 da Vult e foi sucesso total!

Depois veio ele, o lançamento protagonista do evento: o pigmento ecobrilho. E bota brilho nisso! Além de ser um produto vegano, pessoalmente vi também outro diferencial. Eu tenho mil alergias e vários pigmentos de glitter me pinicam muito, até mesmo em sombras cintilantes. Pra vocês terem uma ideia, eu sou uma pessoa que ama brilho e não pode usar lurex. Ah, a frustração! 

Mas pra minha surpresa eu fiquei super confortável com essa make, e olha que passei sem dó. O ecobrilho vem em 4 cores: um tom de cobre, um de vermelho, um de lilás e um de grafite. Todos são maravilhosos e dá pra enxergar seu brilho do outro lado da rua. Quem não merece um bapho desses?

Pra aplicar o ecobrilho passamos o primer fix, que é basicamente uma cola. Quando começa a secar, você consegue sentir o dedo colando um pouco na pálpebra. Ou seja, passa o primer fix, aplica o ecobrilho e vá divar sem preocupação. Elas avisam que não é ideal pra passar sombras comuns porque pode craquelar.

Descobri também que o pincel em formato de leque fininho é perfeito pra limpar aquela sombra que cai nas maçãs do rosto, sabe? É o nº 18 da Vult. 

Para os lábios, pudemos escolher entre as cores do batom stick matte, em lápis. Ou então outro lançamento, o batom surprise. Ele é um líquido matte que, quando seca, é só pressionar os lábios e tchanãm, aparecem uns brilhinhos fofos e discretos.

Por fim, conhecemos o item que eu acho que foi meu favorito em termos de novidade e funcionalidade. Eu já estava com vontade de comprar um pó translúcido pra dar aquela finalizada na make, mas nunca tinha testado antes. Lá, acabei descobrindo que aqueles esbranquiçados – que são a maioria – “estouram” em peles morenas e negras. Nessas, o seria ideal usar um pó mais amarelado. Por isso tínhamos à disposição o pó translúcido baunilha e o banana. Ter conhecido essa última cor foi legal, certamente vou usar muito!

resumo dos produtos usados!

Também não posso deixar de contar que tudo saiu muito facilmente depois, o que é uma vantagem enorme quando se trata de make com brilho! Só lavei o rosto com sabonete demaquilante e pronto. Rosto limpinho.

Ao final do evento, o Lucas, fotógrafo que trabalha com o blog, ainda tirou fotos individuais de todas pra gente guardar com carinho o resultado das nossas makes divas e cheias de glitter.

Se eu amei? Muito!