Browsing Category

corpo

0 em Convidadas/ corpo/ crônicas no dia 25.01.2019

A gordofobia nada invisível na minha família

Pertenço a uma família que as curvas predominam. Sorrisos e quadris largos. Gargalhadas altas, muita força e garra para lutar e chegar aonde quer. Paralelo a isso, um desejo absurdo de não ser o que realmente é. São anos tentando se encaixar em padrões injustos e cruéis de magreza.

E cada passo revela a gordofobia presente ali.

O bonito está no outro, provavelmente naquela moça alta e magra ali, não em mim. Dia desses ouvi alguém falando para minha filha:

– Come tudo para ficar alta e esbelta como a Crecilda! – Nome fictício para a única prima magra da família, que naturalmente deve ter puxado o biotipo da família do pai.

Bateu uma revolta! Medo de que ela acredite que ser bonita é estar dentro de um padrão X ou Y. Porque ela não pode ser bonita como a mãe? Só porque a mãe é gorda e bem resolvida com isso?

Gorda também é feliz, tem vida sexual, sucesso profissional, namora, casa, tem parto normal, amamenta, dança, usa biquíni no verão, se diverte, é bonita.

Dá para ser tudo que quiser na vida, sem arredar um passo de ser quem você realmente é. Ou sem diminuir um manequim.

ilustra: uma brocolis

E é exatamente assim que me sinto. Às vezes me incomodo e logo percebo que meu incômodo vem dos outros. Vem dos olhares maldosos. Vem do julgamento de “fulana está linda, emagreceu que é uma beleza”, sem se importarem com o motivo real do emagrecimento.

Será que não cogitam perguntar para uma pessoa se ela está realmente bem diante de um emagrecimento repentino? Pode estar triste, pode estar doente, passado por um trauma. Nem todo emagrecimento é proveniente de uma conquista feliz ou saudável. Isso só estigmatiza. Por que gorda é que está sempre com a saúde em risco?

Preocupação seletiva nada mais é que disfarce para preconceito.

Na família, a contagem é aproximadamente a seguinte: duas bariátricas, depressão e alguns transtornos alimentares. O resultado dessa soma? Uma tristeza profunda de poucos enxergarem a sua verdadeira beleza. Aquela que ilumina todo e qualquer ambiente, beleza que sobra e transborda por aqui. A que vem de dentro.

Estive hospitalizada logo depois do parto do meu quarto filho. Uma bactéria forte contraída no bloco cirúrgico quase me levou à morte. Foi mais de um mês entre idas e vindas ao hospital, outras três cirurgias. Emagreci muito e o curioso foi o efeito que isso causou nas pessoas. Até familiares acharam bom o fato de eu ter emagrecido, mesmo nesse contexto. Mesmo sendo resultado de um grave problema de saúde. O emagrecer a todo custo vale até neste quesito.

Sabe o que dói? Por mim mesma, me sinto ótima, me acho linda e sexy. Só que os dedos continuam apontados, percebo o olhar atravessado, a alfinetada nos almoços de domingo. Fico me perguntando quando as mulheres irão perceber o quanto são realmente lindas? Quantas meninas da família ainda ouvirão que precisam emagrecer para agradar alguém? Que a beleza dos quadris e sorrisos largos não é o suficiente, que é preciso emagrecer mais pra ser feliz?

Hoje me preocupo com elas, com as outras mulheres da minha e de tantas outras famílias. Porque quanto a mim, diante de um espelho, visto meu vestido retrô que amo, calço uma sapatilha para correr atrás da cria, capricho no delineador, passo batom vermelho e sinto-me linda. Exatamente como toda mulher deveria se sentir. Exatamente como desejo que elas se sintam.

Você pode ler outros textos do blog também:

Você se submeteria a qualquer coisa pra emagrecer?

A gordofobia da sua mãe é sobre ela, não sobre você!

Preocupação com a saúde vs. Gordofobia

2 em Autoestima/ Beleza/ corpo no dia 15.01.2019

Seu verão ainda não está tão libertador? Está tudo bem!

O verão chegou de vez! E se você está lendo este blog, certamente já sabe que esse é um dos assuntos que mais abordamos quando chega essa época do ano. Sempre repetimos que autoestima transcende a autoimagem, mas precisamos admitir que o corpo é uma tremenda porta de entrada para aprendermos sobre o assunto. Então, nada mais natural do que a reincidência dos temas de encanações com o corpo durante esse período.

Imagino também que, a essa altura, você já possa ter feito progresso em relação à maneira como você se enxerga. E que esse verão esteja sendo um pouco melhor do que os anteriores. Mais livre e mais libertador.

Só que tá tudo bem se isso ainda não estiver acontecendo e seu verão ainda estiver cheio de inseguranças.

verao-libertador

Ficamos procurando atingir metas na vida. Se hoje estamos aprendendo que não precisamos mais viver em eterna paranóia para atingir uma certa meta de corpo, precisamos ter a clareza que não devemos transformar o objetivo de ter uma postura mais amorosa em relação a nós mesmas em uma nova meta, uma pressão. Com uma quantidade maior de mulheres se relacionando melhor com seus corpos, pode ser que bata uma preocupação honesta: Peraí, por que elas conseguiram viver felizes com seus corpos e eu ainda não consigo?

Tá tudo bem pensar isso, mas quero pedir que você tenha calma. A gente realmente deseja que você chegue no verão amando o seu corpo como ele está agora. Independente de como ele será amanhã. Mas não adianta esquecer que existe todo um processo pra esse dia chegar. Transformar isso numa nova meta pode gerar uma certa pressão. Na vida – e na era das redes sociais – precisamos lembrar que para chegar no destino precisamos viver a viagem, o processo para chegar nesse novo lugar. Normalmente ninguém passa a se amar do dia pra noite. Frases de autoajuda podem ajudar, representatividade também, mas para que esse processo seja verdadeiro é preciso de calma, paciência e acolhimento consigo.

Então, queremos que isso seja  feito no seu tempo, do seu jeito, de uma forma que funcione pra você, respeitando o seu processo. Sem transformar a foto de biquini no instagram em um recibo de amor próprio ou autoestima. Ela pode ser, sim, um movimento muito libertador, mas não é nota fiscal de amor ou respeito automático pelo corpo. Ninguém aqui está semeando a busca pelo lacre nas redes sociais, nossa ideia é propor um novo olhar pra nós mesmas como um todo. Sem pressão ou perfeição.

Não é a validação do outro que nós estamos procurando primeiro, é a nossa. No verão, no inverno ou em qualquer estação.

Mais importante do que mostrar que esse está sendo o verão dos verões, é preciso ser verdadeira. Isso não vem de frases feitas ou muitos likes. Eles podem ajudar sua liberdade, mas isoladamente eles não causam isso. Então, poste se quiser, aposte na liberdade se puder, mas se não conseguir tenha calma. O seu processo com a sua autoestima não precisa de comprovante de que você foi a praia amando seu corpo. Somos muito mais do que nossa aparência e autoestima é muito mais do que se sentir bonita.
verao

O importante é não desistir nem desanimar, caso esse verão tenha sido diferente do esperado.

As coisas na nossa cabeça levam tempo para se ajeitar, e seguem um ritmo próprio mesmo até a gente elaborar nossas questões. Não se cobre por uma época do ano, nem se decepcione caso você tenha achado que estava pronta para dar um passo e na verdade não estava. Isso não é fracasso, é só mais um passo que podemos acolher. Você está tentando e provavelmente uma hora vai conseguir.

Como nós e tantas outras pessoas, só não se esqueça que esse processo não tem fim nem diploma. Outras experiências virão que poderão mexer as estruturas. Nessa hora tá tudo bem cair do cavalo e subir novamente. Conquistar uma boa autoestima não é escrever uma faculdade no currículo, é viver um processo orgânico de transformação. Vai oscilar, mas vai continuar em crescente desenvolvimento, desde que a gente não pare de se olhar com amor e carinho.

São em pequenas vitórias que vão se somando que tudo vai entrando nos eixos, fazendo sentido e você vai se fortalecendo. Não pense que é algo que se esclarece magicamente, é um processo e demanda muito mais do que apenas vontade. Vá no seu ritmo e saiba que a vida é feita de pequenas conquistas. Quanto mais conscientes do todo nós estivermos, mais livres para viver todas as estações nós seremos. 

Que seus verões sejam cada vez mais lindos!

0 em Beleza/ corpo/ Destaque no dia 02.11.2018

Propomel para áreas ressecadas, espinhas, queimaduras, mordida de mosquito…sim, basicamente em tudo!

A gente já falou algumas vezes sobre o Propomel, um produto da Bio Extratus que é basicamente milagroso. Segundo o site da Bio Extratus, ela suaviza, protege e age para combater irritações da pele, principalmente pés e lábios. Eu acho que eles estão sendo muito modestos na explicação dessa pomada.

Só para vocês terem uma ideia, peguei o primeiro post que fizemos sobre ele, lá em 2015, e resolvi mostrar para vocês alguns dos comentários que fizeram. Só para vocês entenderem que ele serve para basicamente tudo!

comentarios-propomel

Sim, quando a gente fala que ele é 1001 utilidades, a gente não está brincando. Como o nome já diz, o Propomel é feito com apenas dois ingredientes.

O própolis, que é um ativo completo com efeito cicatrizante, antimicótico e anti-séptico.

E o mel silvestre, uma substância rica e nutritiva com função calmante.

Eu nunca usei para espinhas nem machucados, mas tenho usado bastante para áreas ressecadas e mordidas de mosquito, e funciona muito bem toda vez. Mas hoje, ao invés de ficar aqui, falando todas as maravilhas que ele é capaz, eu vim mostrar os resultados.

Passei uma semana usando em algumas áreas ressecadas do meu corpo, como calcanhares, boca e em uma queimadura. Essa última surgiu no meio do teste e resolvi registrar também. Várias pessoas relataram que funcionam para queimaduras, então pensei: “por que não?”.

foto tirada de um dia para o outro, depois de ter passado a noite com Propomel + meia

foto tirada de um dia para o outro, depois de ter passado a noite com Propomel + meia

Desde que mudei, tenho percebido que meus pés foram os que mais sofreram. O tempo as vezes não ajuda, eu ando à pé infinitamente mais do que eu andava quando morava no Brasil. Para fechar, se antes eu ia à pedicura de 15 em 15 dias, hoje eu faço uma vez por mês. O resultado disso são pés beeeem ressecados, principalmente na área do calcanhar.

Quando isso acontece, mais ou menos umas 3 vezes na semana eu passo Propomel quando vou me deitar e durmo de meia.

A diferença é gritante já a partir da primeira noite, como dá para ver pela foto!

A boca fica super hidratada e os cortes por ressecamento melhoram rapidinho. Mas o melhor é usar Propomel antes de dormir. Para usar durante o dia ele pode ficar um pouco melecado.

A boca fica super hidratada e os cortes por ressecamento melhoram rapidinho. Mas o melhor é usar Propomel antes de dormir. Para usar durante o dia ele pode ficar um pouco melecado.

Agora que o frio está chegando é a hora que minha boca mais sofre. A combinação tempo seco + calefação é destruidora e a única coisa que resolve é Propomel.  Volta e meia eu gosto de misturá-lo com açucar para fazer uma esfoliação hidratante, e super funciona! Esse antes e depois é imediato, é passar na boca e já sentir a hidratação. Mas eu ainda prefiro dormir com Propomel, porque para o dia ele não é o produto mais prático para a região da boca (sem contar que fica com gosto de mel e propólis em tudo, o que não é ruim hahaha)

a segunda foto foi tirada dois dias depois. No caso, eu passei Propomel várias vezes por dia e durante a noite.

a segunda foto foi tirada dois dias depois. No caso, eu passei Propomel várias vezes por dia e durante a noite.

Esse post atrasou porque no meio do caminho eu acabei queimando meu dedo e a área logo ficou vermelha e sensível. Tudo bem que queimar o dedo nunca vai ser bom, mas como queimadura era a única coisa que eu nunca tinha testado passar Propomel – e é uma das utilidades do produto que mais falavam – achei que pelo menos pra isso valeu a pena! Em 2 dias usando várias vezes por dia, a vermelhidão já tinha ido embora e a queimadura estava praticamente curada.

Lá no post de 2015 uma das maiores reclamações que recebemos era sobre a dificuldade de encontrar o Propomel. De fato, por mais maravilhoso que ele seja, muitos revendedores compram apenas produtos para cabelo, e por causa disso, fica realmente bem difícil de achar.

A boa notícia é que agora dá para encontrá-lo na loja online da Bio Extratus! A embalagem de 30g custa R$20,90 e justamente por ser um produto bem espesso – e por causa disso não precisa passar muito – a durabilidade dele é bem boa. Aproveitem!

E quem conhece a Propomel, usa de outras formas?