1 em Autoconhecimento/ Destaque no dia 07.07.2020

Não sejamos papagaios e vamos construir a nossa verdade

Construir sua própria verdade dá trabalho. Por isso, precisamos nos manter críticas. Leva tempo repensar, desconstruir e reconstruir nossas verdades. É preciso investir nossa moeda de tempo em trocas, conversas, aulas, vídeos e estudos. Construir verdades passa por questionar as que nos foram ensinadas ou as que nos são ditas hoje. Demanda ter pensamento crítico e a forma de chegar a isso varia.

E por que isso importa? Desde que o mundo é mundo, a arte e a informação têm a intenção de nos fazer pensar de forma crítica. Filmes leves, seriados e comédias também nos ajudam a elaborar crenças coletivas, inclusive. Conteúdo na internet não deveria ser diferente. Por mais que haja conteúdo para distrair, é bem importante que a gente acompanhe também pra pensar, pra gente não se alienar.

Foto: Jason Leung

Quando a gente opta por repetir sem pensar, passamos a correr o risco de absorver a verdade do outro.

Talvez em busca de pertencermos, as vezes, é mais fácil reproduzir as ideias que irão gerar aceitação. Em nome de sermos acolhidas, temos a sensação de que haverá validação se fizermos parte de algum grupo. Nosso ego busca aprovação e tudo isso é natural. Tá tudo bem, mas não devemos cair em uma ilusão.

Militância vazia. Ideologias pra ganhar aceitação ou dinheiro. Tudo isso pode nos levar a um esvaziamento de assuntos importantes. Assuntos que precisam da nossa luta diária por informação, da nossa escuta ativa e da nossa transformação. Por isso, não abra mão da sua própria reflexão. Tudo faz parte de um sistema e se entender dentro dele com as nossas verdades e nossa ética dá trabalho. Mas também nos dá argumentos e ferramentas pra mudar as coisas.

Aprender com o outro nos faz pensar e repensar as coisas que nos foram ensinadas como verdades prontas. Nos faz ir pro lugar de desconforto de desconstruir qualquer ideia de “fada sensata” pra pensarmos por nós mesma. Debatendo em ambientes de trocas, nos informando através de pontos de vista diferentes.

Aliás, não é porque alguém manda muito bem que devemos atribuir o selinho da “perfeita sem defeitos” de forma literal.

ilustra: @mari.ilustra

Endeusar alguém e idealizar seus argumentos é muitas vezes uma forma de terceirizar ao outro a reflexão. Uma certa preguiça de pensar. Sendo que nosso cérebro tem a brilhante capacidade de conectar ideias e juntar as informações. Nada do que vem sendo debatido é isolado, tudo está conectado, tem uma motivação pra ser.

Por isso é tão importante a gente somar as informações e nos conscientizar do sistema no qual estamos inseridas. Aos poucos, juntando as peças desse quebra cabeça interminável, enxergamos que muitas das opressões estão conectadas porque tem quem ganhe com isso. Muitas coisas não mudam porque são melhores pra alguns. Por isso, enxergar os problemas de forma sistêmica nos faz ir além. Nos ajuda a buscar nossa parte nisso tudo, porque com a consciência vem a responsabilidade!

É fundamental que a gente ALIMENTE NOSSO SENSO CRÍTICO.

Não devemos terceirizar nossas ideologias, devemos aprender sobre o que nos interessa. Quem sabe, entendendo as muitas camadas das questões, seja mais fácil criar ações para uma verdadeira transformação.

A meu ver, pra tudo isso acontecer bem, tempos que tirar um tempo para nos conhecer, estarmos seguras de quem somos e abrir a escuta. Parar de levar tudo pro pessoal e escutar o universo do outro. É um ato revolucionário questionar as verdades ensinadas e construir as suas…

Não devemos ficar em silêncio com as opressões desse sistema que cria tantas injustiças e preconceitos.

Mas quanto mais estudarmos sobre isso, mais faremos mudanças de verdade. Para além de frases de efeito e palmas pro ego. O autoconhecimento nos dá base pra autoestima, pra autoconfiança e pro pensamento crítico.

Ideologia sem senso crítico é fanatismo, uma vez me disse minha professora Claudia Quadros. E pra mim é por ai, e desde então vivo repetindo isso. Quero muito ouvir opiniões muito bem fundamentadas pra me fazer pensar, quero compartilhar pensamentos que me fazem provocar minhas verdades e quero estudar pra lutar pelo mudança de consciência na qual acredito. Mas pra fazer isso de forma menos rasa, não dá pra ter preguiça de se informar.

Gostou? Você pode gostar também desses!

1 Comentário

  • RESPONDER
    Andréia
    08.07.2020 às 15:02

    Muito bom texto. Ótima reflexão!

  • Deixe uma resposta