0 em Autoconhecimento/ Autoestima/ Destaque no dia 29.08.2019

A “melhor fase da vida”. Por quê precisa ser apenas uma fase?

A gente ouve com frequência a expressão “a melhor fase da vida”. É muito comum em depoimentos de viradas de décadas. Seja na passagem para os 20, 30, 40, 50, etc, anos. Mas também pode vir como conselho para determinar alguma experiência marcante: entrada na faculdade, casamento, anúncio de gravidez, etc. Ou então essa ideia pode vir de nós mesmas, numa fantasia de que se conquistarmos ou fizermos algo, viveremos a melhor fase das nossas vidas. E ainda tem quem lamenta por já ter vivido a melhor fase da vida, como se a oportunidade já tivesse passado.

Mas, me diga: o que seria essa tal “melhor fase da vida”?

Eu tenho certeza que cada pessoa vai responder de um jeito. Para uns é uma determinada faixa de idade. Para outros, esse conceito estará atrelado a conquistas. Para muitos, infelizmente, a uma forma física, peso ou alguma questão estética. 

Mas essa coisa de criar essa tal “melhor fase da vida” limita um bocado, não acha? Aliás, essa ideia de que apenas um período da nossa vida é o melhor me parece tão triste! E também me parece cruel criar uma condição para a felicidade, seja ela qual for. 

Ao longo da vida, mesmo no meio de fases muito felizes, podemos experimentar tristezas. As coisas até podem estar em perfeita harmonia em todos os aspectos, mas sempre vai ter algo que em algum momento vai desandar e isso é normal. Faz parte da vida e da nossa total falta de controle sobre ela. Então, por quê alimentar expectativas alheias sobre momentos específicos? Ou se prender à ideia de que a melhor fase da vida é algo tão definido e tão passageiro?

E se você limita essa tal fase a uma questão estética, é mais cruel ainda. Porque o nosso corpo vai mudar. Nossa aparência também. E associar a tal “melhor fase da vida” a apenas um corpo é algo muito efêmero, que nos prende em uma caixinha bem cruel. Onde olhamos para trás com saudosismo da aparência que não mais temos e não conseguimos enxergar tudo de bom que nos acontece agora.

Queria sugerir que você tirasse essa frase e esse conceito da sua vida.

Ter uma fase feliz ou até mesmo um bom dia depende apenas de nós e da forma como enxergamos as coisas. Não se prenda a ideias inatingíveis de felicidada. Ou a padrões. Você pode escolher ter momentos felizes todos os dias, não importa como você se pareça ou como tenha escolhido viver. Desde que você esteja em paz com as suas escolhas, é isso que eu chamo de “melhor fase da vida”.

Gostou? Você pode gostar também desses!

Sem Comentários

Deixe uma resposta