2 em Comportamento no dia 20.08.2019

Por que ter a Casa do papo?

Em janeiro nós faremos 10 anos de blog. No primeiro dia de 2020 vamos celebrar uma década de conteúdo na internet. Algumas pessoas nos acompanham desde então, sabem das nossas histórias, acompanham nossas fotos nas redes sociais ou nossas dicas nos stories. Muitas de vocês viram a gente realizar muitos feitos e até mesmo transformar sonhos em realidade.

Um desses sonhos é o tema desse post: o nosso escritório, mais conhecido como CASA DO PAPO.

Sempre falamos de ter um lugar, um espaço para podermos nos organizar visando crescer de forma mais funcional e próspera. A verdade é que o Brasil enfrenta momentos muito delicados e desde 2015 não encaramos o cenário do país ou do mercado como apto a muita ousadia. Sobrevivemos a crise vivendo do blog como nosso trabalho, vimos muita gente parar ou mesmo mudar a forma de monetizar seu trabalho. Vimos gente tentar e desistir, consciente de todos os nossos privilégios seguimos mais um pouco.

Muitos produtores de conteúdo viraram fornecedores de serviços, passaram a vender infoproduto ou mudaram de ramo.  Batemos na trave da desistência, mas resistimos.

O tempo passou. Novamente oportunidade nos mostraram de uma vez por todas que: grandes sonhos muitas vezes se beneficiam de grandes apostas, feitas com um pouco de fé, muita coragem, uma dose de ousadia e muito trabalho. Seguimos com tudo em ordem na empresa, mas ainda pensávamos pequeno. Notamos novamente que precisávamos parar de pensar pequeno, o que pra nós foi muito desafiador.

Aprendemos um pouco mais sobre o valor do nosso trabalho, sobre o quanto ele é único e repleto de significado. Descobrimos que queríamos oferecer mais do que conteúdos, experiências. E pra isso, vimos que precisávamos pensar maior. Era profissionalizar mais, ou desistir de vez. Tivemos a oportunidade de escolher a primeira opção.

Precisávamos de um lugar concreto para mudar nossa maneira de nos comportar, criar e trabalhar.

Foi assim que deixamos de ser uma empresa feita no fundo do nosso quintal e nos organizamos para crescer. Para ter equipe em algum momento e para não ficarmos mais com a vida pessoal tão misturada com a profissional. Queríamos organizar a agenda e o conteúdo. As jornadas precisavam ficar claras. As reuniões precisavam de um lugar. Os conteúdos demandavam identidade visual e um espaço criativo. A gente precisava criar espaço pra no futuro poder contratar alguém para ousar nessa empreitada conosco. Afinal sabemos que sozinhas não vamos mais muito longe, precisamos de gente pra somar, pensar e realizar.

TUDO isso foi a força motriz para esse projeto que a gente apresentará esses dias aqui no blog pra você. Nós duas contamos para Ana Neri, nossa arquiteta, quais eram as nossas expectativas e pronto. Ela superou tudo na realidade, como num livro em que você imagina tudo de maneira incrível e a realidade consegue ser melhor. Deixamos claro que queríamos um espaço para semear ideias, plantar sonhos, colher resultados de projetos e reunir mulheres para aprender. Reunir no conceito mais crú que esse verbo pode ter.

Tá, mas o que é REUNIR pra vocês?

Queríamos unir novamente MULHERES que admiramos. Unir bem, de vez, causando uma aproximação do que estava separado. Fazer comunicar. Juntar uma pessoa com outra. Aproximar aquilo que disperso estava. Agrupar ideias. Aliar lutas. Convocar pessoas para colocar sonhos em prática, fazer funcionar. Um lugar para agrupar iniciativas. Uma maneira de juntar projetos em um mesmo lugar.

Algumas das mulheres muito legais que já estiveram por aqui:
Maraisa Fidelis | Cinderela de Mentira | Luciellen Assis | Soutipo4
Ana Neri nossa arquiteta | Mandy Blog Starving entre outras visitas

Para ir além, dando espaço concreto para a nossa criatividade. O investimento foi alto, mas nunca vimos ninguém realizar crescer sem investir tempo e dinheiro em seus objetivos em algum momento do processo. Nos programamos pra isso, nos organizamos financeiramente e cuidamos das possibilidades de investimentos da empresa.

Financeiramente essa conta não se pagou ainda, mas energéticamente já valeu cada noite mal dormida preocupada com os custos, com a planilha, com as datas da obra, com a mudança de elétrica, sinteco, móveis e todo detalhe que envolve criar um espaço pautado na nossa verdade. Foram alguns meses DESAFIADORES, mas agora é quase que mágico.

MUITAS VONTADES NOVAS JÁ NASCERAM AQUI. Muitos projetos já são embriões em gestação e sonhos ganharão formas. Nossos encontros e desencontros no eixo Rio-Nova Iorque ganharam um novo jeito com nosso escritório funcionando, juntas e separadas.

O futuro a gente entrega ao que há de mais divino na existência. Hoje a gente escolhe vibrar na energia da abundância e pede a Deus uma chuva de bençãos para nosso caminhar.

Juntas a gente espera mudar muita coisa, levar ideias, propor trocas, enaltecer o senso crítico e ter um espaço físico fez toda a diferença para isso. Essa mudança concreta impacta na nossa maneira de se comportar, de sonhar e de se planejar.

É isso, sejam bem vindas a era da casa do papo.

No post sobre o projeto falaremos mais deles, mas fica aqui o agradecimento a todos os envolvidos:

Arquiteta e idealizadora de todo projeto: Ana Neri
Marcenaria: Paulo (o mais rápido possível) Mobile Art
Ajustes de civil e Elétrica: Daniel (o melhor faz tudo, o mais sincerão)
Móveis prontos: Abra Casa* 
Itens de Decoração: Casa que tem * & outros


Muita gratidão a todos que de alguma forma foram parceiros* desse projeto.

Gostou? Você pode gostar também desses!

2 Comentários

  • RESPONDER
    Renata Castro
    21.08.2019 às 17:11

    Todo o projeto ficou muito legal!! Que essa nova era traga ainda mais prosperidade pra vocês e para o Papo.

  • RESPONDER
    Fany Lajter
    21.08.2019 às 21:53

    A Casa do Papo está divina. Parabéns meninas por mais essa realização. Sucesso hoje e sempre. Fany

  • Deixe uma resposta