0 em Autoconhecimento/ Autoestima/ Destaque/ Relacionamento no dia 12.08.2019

As dores do crescimento: aprendendo a lidar com a própria imaturidade

Sabe…várias fichas andaram caindo pra mim nos últimos meses. E se, assim como eu, você está numa jornada de autoconhecimento, de repente, ao compartilhar, te ajudo de alguma forma. O que todas elas têm em comum: amadurecimento.

A gente vai vivendo a vida com as ferramentas emocionais que temos até aquele momento. Vamos lidando mal com várias situações, pessoas e sentimentos. Mas nem sempre percebemos o quanto estamos, por exemplo, sendo muito imaturas – e machucando pessoas que amamos como consequência.

O que acaba acontecendo é que, quando essas mesmas pessoas perdem a paciência com a nossa imaturidade (e para o que isso causa a elas), elas se afastam de nós. Passam a ter um comportamento defensivo, não nos dão crédito. E a gente não entende o por quê delas agirem como agem. Criando feridas cada vez mais profundas e difíceis de serem cicatrizadas.

Só que a gente vai quebrando a cara e eventualmente a imaturidade deixa de existir. Com isso, enxergamos as coisas por novos ângulos.

ilustra: Claudia Chelo

Muitas vezes, é uma percepção tão nova, que mesmo sendo a mais desgastada das questões, o nó no estômago surge pela primeira vez. Ele vem junto com o reconhecimento do quanto estávamos repetidamente errando com pessoas tão importantes pra nós. E vem também com a dor pelo tempo perdido.

Reconstruir o que se quebrou requer muita humildade.

Exige que você se abra genuinamente para o outro. Que deixe a imaturidade de lado e passe a trabalhar sua paciência e empatia. Paciência pra saber que só o tempo vai mostrar pro outro que a sua mudança é real. E empatia pra lembrar que, no lugar dele, você também precisaria de um certo tempo pra enxergar o outro por uma nova lente.

Não deixe o seu ego falar mais alto. Se essas pessoas são importantes pra você, passar por esse processo será importante pra elas também. E a relação estará fundada em novas bases com muito mais confiança e amor. E você vai ser mais feliz.

Gostou? Você pode gostar também desses!

Sem Comentários

Deixe uma resposta