1 em Autoconhecimento/ Autoestima/ Comportamento/ Destaque no dia 15.05.2019

A falta que a falta do filtro da Kylie Jenner faz

Essa semana, no grupo, começou uma discussão sobre o tal filtro da Kylie Jenner. O tal filtro – que era presença constante no Stories do Instagram e conferia imediatamente uma maquiagem completa – foi retirado do aplicativo. E uma enxurrada de mulheres foi para a rede social dizer que não sabia o que ia fazer sem ele.

Como a retirada de um simples “filtro da beleza” poderia gerar tanta comoção – e mostrar tamanha dependência?

Não duvido quem em breve o Instagram traga esse filtro da Kylie Jenner de volta. E ela provavelmente fique uns milhares de dólares mais rica. Mas to trazendo aqui esses questionamentos que fizemos no grupo. Sobre os motivos de querermos mostrar perfeição, até mesmo em uma função do aplicativo que visa trazer mais vida real para os seguidores.

No mesmo dia dessa discussão, entrei no stories de um casal que estava relatando uma experiência estranha na casa que eles tinham alugado. E fiquei meio chocada com a quantidade de vezes que a mulher justificava sem parar a sua cara de cansada. Sendo que a história quase de terror que o casal contou já era a justificativa. Mas sabem o que me deixou mais intrigada? Eu nem sei dizer para vocês se a cara dela estava tão ruim quanto ela teimava em dizer. Afinal, todos os stories foram feitos com um filtro de gatinho!

A verdade é que nós passamos a conviver com a nossa imagem por muito mais tempo. Antes a gente reservava o momento de auto análise para o espelho do banheiro. Agora é só rever qualquer stories ou selfie que fazemos para começar a chuva de auto críticas. Por isso, não é de se espantar que tanta gente fique dependente de filtros que deixem a pele mais lisa, nariz mais fino, maxilar mais definido. Ou que apenas botem uma maquiagem para mostrarmos nossos rostinhos na internet bem naturalmente (só que não).

Mas vamos aproveitar o chacoalhão que a falta do filtro da Kylie Jenner fez para acordar. Tudo isso é cilada, Bino!

Existem vários estudos comprovando como esses filtros estão prejudicando nossa auto imagem e nossa saúde mental. Pessoas que se sentem dependentes deles sofrem uma desconexão entre o que elas estão mostrando para o mundo e o que elas realmente são. E por causa disso, existe um link com o aumento de depressão, narcisismo e disformia. E apesar desse estudo ter sido baseado em adolescentes, e já ter lido matérias comentando como aumentou a procura de procedimentos estéticos depois dos filtros, me assustou ver quantas mulheres adultas – e totalmente dentro do padrão de beleza – estão presas nessa mesma armadilha.

Mas sabe qual é o problema? Essa armadilha é facinho de cair. Lembro do dia que problematizei um teste de Facebook que mostrava como seríamos se fossemos estrelas de cinema. Eram pequenas alterações aqui e ali apenas. Quando vi, já estava vendo problemas em lugares do meu rosto que eu nunca questionei.

Agora, imaginem vocês como não deve ser para quem vive de postar fotos impecáveis – e ganhar muitos likes por causa de toda essa perfeição? Como essas pessoas devem se sentir ao se olharem na tela do celular e perceberem todas as imperfeições naturais de qualquer ser humano sem maquiagem? Não é de se espantar que exista tanta dependência de um filtro embelezador. É uma cobrança sem fim para um padrão de beleza que vai ficando cada mais inalcançável.

Como eu disse, tenho certeza que o filtro da Kylie Jenner vai voltar. Ou se não voltar, não vai demorar muito para que outro filtro parecido apareça. Mas que tal usar esse momento para tentar se enxergar como você é de verdade?

Se você olha para a sua imagem no espelho e gosta do que vê (mesmo que existam ressalvas), por que essa necessidade de filtro ao pegar o celular? Por quê tanto medo de mostrar a sua imagem real? E trazendo a responsabilidade desse ciclo de perfeição, por quê a necessidade de apontar defeitos nas pessoas que se mostram como são? A internet tem nos mostrado padrões cada vez mais inatingíveis, mas cabe à nós mudar essa equação. E é preciso trabalhar muito a autoestima para realmente não sermos afetadas.



Gostou? Você pode gostar também desses!

1 Comentário

  • RESPONDER
    Paloma
    16.05.2019 às 12:46

    Amei o texto! Tbm acompanhei a história da casa alugada e fiquei triste de ver a moça pedindo desculpas por aparência naquela situação.

  • Deixe uma resposta