Duas mulheres velhas. E com muito orgulho, por favor

Hoje eu passei a tarde com uma mina chamada Luciana Micheletti. Conheci a Lu por “culpa” desse blog aqui que você está lendo agora. Se bobear você já cruzou com uns posts dela por aqui. Futi, unindo pessoas desde que padrões foram feitos para serem quebrados. No caso, duas mulheres velhas. Sim, duas mulheres velhas.A Lu tem 46 anos. Eu farei 42 mês que vem. Sei que para muita gente vai soar como se a gente estivesse se depreciando. “Velhas? Imagina, vocês tão loucas!”. Calma que eu chego lá. Estávamos conversando sobre isso em certo momento: o fato de que nos sentimos, as duas, na melhor fase das nossas vidas. Mais auto confiantes, mais preparadas para a vida. Mais animadas para realizar projetos, mais prontas para enfrentar qualquer desafio. E mais felizes do que nunca antes. E que irônico que, bem agora que sentimos na pele a veracidade daquele clichê. Aquele que até algum tempo atrás a gente tinha certeza que era só uma mentira inventada pra animar as “velhas”. >>>>>> Veja também: Eu, 44 anos <<<<<< A vida começa aos quarenta – o resto do mundo que quer nos boicotar.  “Como assim?” – Você, jovem, me pergunta. Ué, mas … Continue lendo Duas mulheres velhas. E com muito orgulho, por favor