0 em Autoestima/ Beleza no dia 21.09.2018

Seja – essa – vendedora de maquiagem!

Essa semana eu fui comprar um corretivo. Eu tenho olheiras desde que me entendo por gente e isso já me incomodou muito. Hoje, eu vivo bem com elas e saio numa boa sem maquiagem a maior parte do tempo. Porém, como uma pessoa que ama maquiagem, eu gosto sim do ritual e admito que o corretivo é meu produto preferido. É talvez o produto que eu conheça a maior variedade, já tenha testado quase todos do mercado e com o qual não lamento pagar caro.

Esses dias fui a uma loja de maquiagens comprar um corretivo novo. E eu não vou aqui fazer resenha da minha escolha, mas vou falar que saí de lá totalmente diferente, e nem foi porque comprei algo que resolveu a minha demanda, e sim porque eu fui atendida por uma vendedora especial.

Quando falamos em maquiagem, estamos falando de autocuidado também, ainda que numa escala um pouco mais superficial. Mas se você reparar, muitos produtos existem com finalidades de resolver questões que nós temos, o que é o caso do corretivo. Você chega lá focada no problema, a olheira. E assim foi comigo. Porém, no meio de todo o processo de venda, ela simplesmente disse uma frase: “você tem um rosto lindo para maquiar”. Elogio todo mundo gosta e toda vendedora faz, mas sabe quando caiu de um jeito diferente?

maquiagem-2

Enquanto estamos ali, pensando em algo no nosso corpo ou na nossa personalidade que não gostamos e nos incomoda, o que se destaca ou o que as pessoas estão notando é outra coisa – e geralmente é uma coisa boa! Mas, se não fossem pessoas como essa vendedora, seria fácil continuar nos sentindo péssimas em relação ao que estava nos incomodando, em vez de nos concentrarmos no que nos faz feliz. Eu saí de lá me sentindo o rosto perfeito para ser maquiado, e esqueci completamente das minhas olheiras, apesar de ter comprado um corretivo.

Quero incentivar vocês a serem pessoas que incentivam pessoas, que elogiam. Não apenas um “tá linda!”, “arrasou”, que podemos dizer até mesmo sem prestar atenção apenas para ajudar – e ajudam não parem de fazer isso – mas aquelas que realmente notam algo de verdade. Que vão dizer “essa cor realçou seus olhos”, ou “esse penteado valorizou o seu tipo de cabelo”, ou ainda “adorei a delicadeza do seu brinco”, entende? O mesmo vale para a personalidade das pessoas. Dizer “admiro como você encara os desafios”, ou “Fico feliz que você tenha tomado sua decisão de maneira racional”, coisas que de fato vão fazer diferença e que a pessoa vai se sentir reconhecida, por ser uma característica dela.

Isso ajuda não apenas a empedrar e fazer com que a outra mulher perceba que suas qualidades ou seu empenho foi notado, mas também a diminuir a competição, onde os elogios, quando acontecem, soam falsos! Isso aumenta a sororidade, já que a sensação de acolhimento é maior e nos faz mais unidas e fortes, o que é fundamental também na construção da nossa autoestima. 

Gostou? Você pode gostar também desses!

Sem Comentários

Deixe uma resposta