Suas palavras têm peso

Acordo e faço café. Depois, pego o celular e vou dar uma olhada nas redes sociais, conferir as notícias do dia estilo século XXI. Conforme as fotos das pessoas físicas e jurídicas (famosas, sub famosas, conhecidinhas ou gente como a gente) vão passando pela tela, vou fazendo minhas notas mentais sobre cada imagem, quase sem pensar, automática e imediatamente. “Tá linda hoje”. “Credo, que caro”. “Embuste”. “Bom dia, maravilhosa”. “Errou feio, errou rude”. “Ridícula”. “Que legenda bosta”. “Clichê”. “Macho escroto”. “Marca de playboy”. “Que brusinha massa, quero”. “Pele tá boa, hein bonita”. “(emoji do olho virando)”. “Perfeita”. E assim vai. Você faz isso também? Se você respondeu sim, fique sossegada porque é normal, faz parte do ser humano. Na verdade, vamos julgando, meio sem perceber, tudo e todos que vemos, a partir das NOSSAS VIVÊNCIAS. Enquanto esses julgamentos ficam “morando” na nossa cuca e a gente entende que cada um é cada um e que isso que a gente pensa é algo muito particular e não tem nada a ver com o outro, tudo bem*. Acontece que, dado o conforto e a facilidade que as redes sociais nos trazem, muita, mas MUITA GENTE MESMO, vai escrevendo essas opiniões todas nas … Continue lendo Suas palavras têm peso