0 em Autoestima/ Moda no dia 24.08.2017

Ombro a ombro não serve pra mim? Quem disse?

Já contei aqui no Futi o quão libertador foi sair da minha zona de conforto fashion e usar cropped. O que era pra ser só um look simples para o blog se tornou a chave para que eu refletisse mais sobre minha relação com minhas peças de roupa, desde as mais simples até as ousadas. Modifiquei bastante o meu olhar pra moda a partir do momento em que comecei a me enxergar com um olhar mais carinhoso. Lembro que há uns 5 anos atrás, com -20kg, me sentia muito mal em usar certas tendências, especialmente por acompanhar canais de moda que diziam justamente o quanto eu era inadequada e devia esconder partes do meu corpo.

O tempo foi passando e percebi o quanto minha autoestima ficava devastada com tanto ódio destilado na TV, revistas, jornais e blogs sobre o corpo que eu tinha. Comecei a ignorar um pouco desses conceitos prontos e me ver com um olhar mais amável. Comecei a enxergar que antes de ser gorda, eu sou mulher. Vi meus braços, pernas, barriga, como um conjunto do que eu sou, independente de estarem gordos ou não. Toda essa mudança interna foi transmitida 100% para meus looks, que cada vez mais estão com a minha cara. Parei de enxergar peças de roupas como aliada para esconder meu corpo e comecei a vê-las como uma aliada para valorizar o que tenho de melhor. 

Um bom exemplo recente disso foi um vestido que estava namorando há tempos na vitrine da loja. Listrado, tecido de camisa, ombro ciganinha. Tudo que sempre me disseram para não usar em uma única peça. Resolvi me dar uma chance de experimentar e me ver vestida naquele modelo tão lindo. Foi amor à primeira vista! Me senti bem quando, ainda na loja, vesti o modelo. Senti que minha personalidade combinou bastante com aquela versão de ombros à mostra, que traz um charme e uma sensualidade na medida certa. Fiquei tão feliz de mais uma vez me libertar de uma regra chata de moda que corri para o caixa para comprá-lo. E adivinhem só? Hoje não quero mais tirá-lo do corpo.

Se sentir livre para se vestir da forma como quiser é essencial para manter nossa autoestima alta. Poder ousar e se jogar nas tendências que curte sem pensar em esconder seu corpo é uma delícia. Aproveitem para fazer o mesmo. Não se acanhe de testar novas combinações e novos modelos de peças em seu dia a dia. Depois me contem se curtiram a experiência.

Gostou? Você pode gostar também desses!

Sem Comentários

Deixe uma resposta