14 em Comportamento/ maternidade no dia 20.06.2016

Depois da mudança

Sei que estou sumida – e provavelmente vou dar uma diminuída no ritmo por algum período – mas fiquei com saudades daqui e muita vontade de contar um pouco como foi a grande mudança que aconteceu semana passada (para quem não sabe, eu me mudei para NY).

mudanca1Para dar tudo certo, resolvemos dividir as tarefas: eu viajei com o Arthur e com a minha mãe, o Bernardo foi com o Jack. Infelizmente tiveram que ser voos separados porque eu tinha milhas na Tam e agora ela não aceita mais cachorros do peso do Jack. Acho que comentei em algum canto que eu estava muito nervosa com o voo (acredito que foi no snap, para quem não me segue: carlaparedesp). 10 horas com uma criança de colo pode ser um cenário assustador, principalmente para quem já disse aqui que morre de medo do tal choro em público. rs Minha esperança se encontrava no horário da decolagem, por volta das 22:30, horário que o Arthur costuma estar completamente apagado, apesar de saber que volta e meia ele dá escândalo para dormir (ô, bichinho que gosta de lutar com o sono!!).

Por via das dúvidas, entupi a bolsa dele com todas as opções para ajudá-lo a relaxar: umas 5 chupetas, um mordedor, uns 3 brinquedos, 4 mamadeiras, NenêDent e até um Ipad com Galinha Pintadinha para algum momento mais crítico. Ela estava quase explodindo e foi um sufoco viajar com mala de mão, bolsa, bolsa de fraldas super carregada e um bebê no colo. Acredito que se eu estivesse sozinha eu não conseguiria dar conta de tanta coisa, tive que agradecer muito à minha mãe por ter ido comigo. Até porque nem foi só para ajudar nas malas de mão, ela também me ajudou muito em horas que eu precisava ir no banheiro ou comer algo. Tivemos que trocar as funções e revezar refeições em vários momentos e fiquei imaginando como seria se eu estivesse sozinha. Acho que eu ia chorar ainda na sala de embarque!

Em relação ao voo, todas as minhas preocupações foram infundadas. Deu tudo certo! Arthur dormiu mais ou menos na hora do jantar (chorou, viu? Mas foi rápido) e quando deu 2 da manhã ele deu uma chorada enquanto estava todo mundo dormindo. Fiquei toda nervosa mas segui a dica de várias meninas que comentaram comigo depois do post do choro – o que incomoda é ver pais que deixam a criança chorando sem fazer nada, não a criança chorando! – e imediatamente saí com ele para aquele espaço das aeromoças e tentei acalmá-lo. Ele voltou a dormir bem rápido, mas tal cena voltou a acontecer umas 2 horas depois. Mesmo assim, Arthur dormiu quase a noite toda, foi um bebê nota 1000!

Outro que dormiu a viagem toda foi o Jack. Aliás, quem tem cachorro de até mais ou menos 7/8kg, a Gol no Brasil e a Delta para voos internacionais estão aceitando animais de até 10kg contando com o peso da casinha (a melhor que tem hoje em dia é a Aeropet, que já vem nas medidas aceitas pelas companhias aéreas!) e, pelas minhas experiências, essas companhias estão bem melhores e mais bem preparadas que a Tam em relação à esse serviço. Não precisamos dar nenhum tipo de remédio e o fato de ter sido voo noturno é mais fácil em relação a fazer necessidades, já que à noite ele raramente faz alguma coisa. Mesmo assim, seguimos a dica de levá-lo no meio da noite para o banheiro e estender um tapete higiênico por lá para ver se ele fazia alguma coisa (não fez).

mudanca2Chegamos quinta pela manhã e ficamos até sexta arrumando o máximo que deu. Ainda tem muita coisa para organizar e eu confesso que ainda to meio desnorteada – me sentindo meio de férias, é estranho hehe – mas to achando que as coisas se encaixarão mais cedo do que eu imaginava. Aliás, agora que eu já passei por tudo posso dizer com segurança que a saída de São Paulo foi muito mais traumática do que essa mudança. Como eu disse naquele post sobre desapegar, ver o apartamento que nós decoramos com tanto carinho ficando vazio foi horrível! Olhando pelo lado positivo, agora temos outro apê para decorar do zero! rs

Em relação aos filhos, Arthur se adaptou super bem, fiquei impressionada. Acordou uma vez durante a madrugada de quinta para a sexta e depois desse dia voltou a dormir a noite toda (aleluia! haha). O Jack, por sua vez, estranhou bastante. O primeiro dia ele passou dormindo, não quis comer direito e até deu uma choradinha quando tivemos que sair para resolver alguma coisa. Decidimos levá-lo com a gente sempre que pudermos e improvisamos um lugarzinho para ele ficar….

mudanca3na bolsa que fica debaixo do carrinho do Arthur! Tem feito sucesso, acho que lançamos uma moda hahaha

Bem, por enquanto é só, pessoal. Me aguardem que em breve eu consigo voltar para a minha programação normal (quem quiser me ajudar sugerindo ideias, posts e afins, está mais que bem vinda para isso!), mas por enquanto eu só queria dar uma atualizada mesmo.

Ah, e quem quiser me dar dicas de como encarar Manhattan com criança, to aceitando TODAS.

Beijos!

 

Gostou? Você pode gostar também desses!

14 Comentários

  • RESPONDER
    Joanna
    21.06.2016 às 11:40

    Oi Cá, que ótimo que deu tudo muito certo :)
    Desculpe, não sei se você falou em algum post, eu não acompanhei, mas porque você foi morar nos EUA?
    Amo essa cidade!!!

    Beijosss

  • RESPONDER
    João Magagnin
    21.06.2016 às 12:36

    Ca, estou tão feliz por você! Achei de uma fofura sem fim sua mãe te acompanhar nessa ida, acabou dando um suporte imenso pra que você não ficasse tão sobrecarregada. Te desejo tudo de bom nessa nova jornada! <3

  • RESPONDER
    Natalie
    21.06.2016 às 12:47

    Que delícia essa nova fase!! Com certeza vc e sua família vão ser muito felizes e essa mudança só vai trazer coisas boas!
    E o Arthur e o Jack são as coisinhas mais fofas do mundo! Também estou grávida (previsão de nascimento pro fim do ano) e tenho dois shih tzus…não vejo a hora de ter minhas fofuras junto com meu baby!

  • RESPONDER
    Ilana
    21.06.2016 às 13:30

    Carla, te desejo muita sorte nessa nova fase! Que Nossa Senhora esteja com vcs! =**

  • RESPONDER
    Lyanna
    21.06.2016 às 13:38

    Ca que coisa mais linda e mais cheia de amor!!! Sua mãe foi incrível, que suporte não é mesmo? A gente não consegue fazer nada sozinho nessa vida e tenho certeza que sua mãe não conseguiria ficar no Brasil apenas assistindo a mudança. Eu estava super curiosa para saber como tinha sido a viagem das “crianças”. Essa duplinha é muito amor e que fico feliz que tenha dado tudo certo. E estou impressionada com a naturalidade do Arthur e do Jack em NYC. Parece que já nasceram aí!!! E me parece que a grande amizade deles vai surgir aí. Essa foto do carrinho precisa de moldura já. Bjo e mais felicidades pra vcs.

    • RESPONDER
      Carla
      21.06.2016 às 21:59

      Foi essencial a ajuda dela! Acho que eu estaria chorando se me visse sozinha tendo que resolver tanta coisa! rs Arthur e Jack estão muito metidos hahaha

  • RESPONDER
    Sandra Luz
    21.06.2016 às 15:22

    Carla, tenho acompanhado por aqui essa sua mudança, e te desejo sorte! Vai dar tudo certo!!
    Mas o que me fez comentar mesmo é essa lindeza de foto do Arthur com esse sorrisão delicioso e o Jack embaixo no carrinho! Amei! Amei!

  • RESPONDER
    Fernanda
    21.06.2016 às 16:21

    Adorei as fotos!!!
    Que sua “nova vida” seja cheia de surpresas boas.
    Eu sugiro nos encher de fotos do estilo de vida de NY.
    Amando acompanhar vc nessa nova etapa.

    bjuss
    Fernanda

  • RESPONDER
    Ana
    21.06.2016 às 22:11

    Oi Carla,

    Moro em Long Island ( 1:30h de Manhattan) e sempre vou pra Manhattan com os meus filhos, de 4 anos e 3 meses!
    Dicas: Children’s museum do upper west side, parquinho no central park ( tb do upper west)!
    Meu conselho eh vc logo ir na biblioteca do seu bairro e fazer “carteirinha” pq elas tem aulas pra bbs, brinquedos e tudo mto bom e de graça!
    My Gym, gymborree classes….. E o bom q vc fará amizade com outras mães!
    Se vc quiser me manda email, q te dou mil dicas de comida pra bb, lugares pra comprar coisas do Brasil( brigadeiro… Bolo) …..
    Enfim, boa sorte! Eu moro em NY há 5 anos e amo mto!!!!
    Bjo

  • RESPONDER
    mari
    21.06.2016 às 22:58

    Oi Carla, que família maravilhosa essa sua, pai e mãe tão amorosos com vcs, acho tão bonito isso. Vai dar tudo certo aí. O Jack está uma coisa linda, fico tão feliz de ele estar bem!!! Arthur está uma lindeza. bjs

  • RESPONDER
    Tania
    23.06.2016 às 12:55

    Oi Carla,
    Moro em NY e uso bastante o metro e onibus em Manhattan.Onibus eh meio chato pq tem que fechar o carrinho e com um bebe fica quase impossivel, entao canguru sempre ajuda.Para passear um carrinho guarda chuva eh melhor na hora do metro pq ocupa menos espaco, mas se vc nao tiver nao tem problema. No site da MTA tem uma lista com todas as estacoes que tem elevador e se estao funcionando. Coloquei o link para facilitar.
    http://web.mta.info/mta/eles.html
    Como o Arthur ainda eh bebe aproveite para visitar museus e fazer uns passeios de adulto, pq mais para frente vc pode fazer aulinhas com ele, principalmente no inverno.
    Tem um grupo no FB de mamaes brasileiras no Brooklyn. Minha amiga que mora em Bushwick faz parte. Elas sempre fazem playdates durante a semana nos cafes e parquinhos do Brooklyn. Se vc quiser entrar me manda um email.
    Boa sorte e bem vinda.

    • RESPONDER
      Carla
      24.06.2016 às 10:22

      Oi, Tania! Obrigada pelas dicas! Vou te mandar o e-mail sim! :) Beijos e obrigada!

  • RESPONDER
    Mariana
    05.07.2016 às 16:54

    Carla, fico feliz que deu tudo certo, comecei a acompanhar pelo snap, mas tive que parar !!

    Aproveita essa mudança e felicidades na nova vida !!

    Beijos

  • RESPONDER
    Paloma
    12.07.2016 às 15:52

    Oi Carla, que bom que estão se adaptando bem!
    Lembro que em um post mais antigo você comentou que o Jack estava comendo alimentação natural de uma empresa de SP. Como você está fazendo com a alimentação dele agora em Nova York?
    Boa sorte para vocês aí e tudo de bom!

  • Deixe uma resposta