19 em Comportamento/ crônicas no dia 05.04.2016

Crônicas da Jô: carta à Joana de 2002

Minha cara Joana,

Hoje é dia 07 de abril de 2002 e você deve estar atrasada para seu padrinho te levar para o colégio. Trate de melhorar nisso, coitado, ele não tem nenhuma obrigação de te dar essa carona diária e você não trata essa gentileza com o devido respeito, você sempre atrasa. O que você não sabe ainda é que você irá se tornar uma das pessoas mais pontuais. Você vai estar sempre pronta antes, sempre esperando e nem mesmo vai lembrar que era a primeira a atrasar quando o assunto era ir para o colégio.

Falando em colégio, sabe essas amigas que você está fazendo agora? Elas vão continuar sendo suas melhores pelos próximos 15 anos. Você até pode já estar sentindo que será assim, mas não custa te contar algo tão gostoso. Serão muitos anos de boas amizades.

foto amigasHoje você não sabe, talvez eu nem devesse dizer, mas em alguns anos você vai descobrir que seus problemas nos infindáveis cursinhos de inglês, suas infinitas aulas particulares de português e suas péssimas notas em redação eram eventos conectados. Não é à toa que você tinha problemas com a interpretação de texto e tamanha dificuldade com as leituras da escola.  Em 2010 você vai ser diagnosticada com um problema chamado dislexia, que ninguém percebeu, mas não foi por mal, pois é leve. Seus pais farão tudo que podem para te ajudar nisso, vai ser mais fácil levar o colégio com eles por perto, pode ter certeza. Tudo isso vai parecer limitante no início, mas você vai resolver essa questão de uma forma que te pareceria impossível.

Você vai querer estudar comunicação, o que faz todo sentido dado que você tem muita aptidão para relações públicas e questões que envolvem o universo de marketing. Se eu quisesse interferir no objetivo final diria: “vá, Jô, se inscreva no vestibular certo, antecipe sua independência profissional”. No entanto, não farei isso, você precisa ser exatamente quem é agora para ser exatamente quem você é hoje – e eu AMO ser a sua versão 2.9 ano 2016!

Se eu não quero que você mude suas escolhas, por que eu estou escrevendo? Porque estou fazendo essa carta viajar no tempo? Simples, eu não quero que você sofra mais do que o necessário, que você confie em você e que você saiba que vai dar tudo certo. O design gráfico vai te ensinar a projetar, vai despertar uma paixão pela história da arte e vai te dar a sua sócia. Aceite sua colocação no ENEM, vá para a PUC e o resto vai acontecer naturalmente.

A única coisa que eu quero te dizer é: o mundo é o que você pensa que é. Os antigos havaianos falavam disso e eles sabiam o que estavam dizendo. Enquanto você escolher ser insegura com a sua aparência, alimentar uma baixa autoestima e ser apenas uma adolescente que vê 3.000 problemas no seu corpo e cabelo, nada de bom vai acontecer para você se sentir uma mulher bonita e bem resolvida. Seu sonho é ser magra, mas você não vai ser tão feliz assim quando alcançar seu objetivo, pode ter certeza. Pelo menos não enquanto você fizer loucuras pelos motivos errados.

Anota isso, é muito importante: o segredo não é ser como os outros querem… O segredo está em aprender a se amar, a cuidar de você e acreditar que dá sim para melhorar TUDO à sua volta, autoestima, hábitos, roupas, cabelo e maquiagem.

Ah, e você não vai acreditar quando eu te disser isso, mas MUITA GENTE vai amar seu cabelo e você ainda receberá muitos elogios por causa dele. Pode parecer impossível aí em 2002, mas pode ter certeza que todos os cuidados que você terá com ele serão recompensados.

Relaxa, não fica presa no seu primeiro beijo. Você vai ficar com todos os caras que você sonhar quando for adulta. Inclusive, em poucos dias esse bobão de quem você gosta vai te roubar um beijo numa festa. Ah, ele ainda vai babar por você no futuro e você vai chegar à conclusão que vocês não têm nada a ver.

Engraçada a vida, né? Você pode até chorar ouvindo “How you remind me” enquanto canta no chuveiro, pode até sofrer toda vez que o Justin Timberlake cantar “Gone” (aliás, o N’Sync vai acabar, se prepare), mas essas serão boas memórias.

Aliás, você não sabe disso, mas lembra daquela Adriana que te infernizava na Cultura Inglesa? Pode rir, ela ainda vai ser uma das pessoas mais importantes da sua vida. Você vai ser madrinha de casamento da Juliana, da Nina, da Lica, só não poso dizer da Carol porque aqui no futuro vocês duas ainda não casaram (e isso não é uma coisa ruim, tá?).

O melhor está por vir e quando você entender que a qualidade da sua autoestima vai ditar sua beleza, o céu será o limite. Sem exageros.

carol

Ela vai segurar todas, absolutamente todas as suas barras!

Serão tantos pretendentes que você vai querer escrever um livro de comportamento e relacionamento. Cheio de crônicas e de questões relacionadas à autoestima. Tá achando que é piada? Coitada de você. Se você não passa de 3,5 nas notas de redação, eu só posso te dizer: não desista. O Bruno e o Marcos (você vai conhecer eles em pouco tempo) vão te ensinar o que você precisa para ter lindas notas de redação no vestibular, mas tenta levar algumas coisas pra vida!

Você não pode desistir de estudar português, não pode desistir da gramática e nem mesmo das redações. A Nina tem razão quando te diz que ler vai te ajudar no vocabulário. Você pode ter fugir das palavras na faculdade de design, pode colocar a culpa nelas durante a Coppead, mas o que você não sabe é que elas vão pagar suas viagens pelo mundo, vão pagar suas contas e te farão caminhar para abrir sua própria empresa.

Você, que só queria ter um emprego na moda, vai se ver querendo muito mais. Aliás, relaxa, você vai ter isso também, inclusive vai trabalhar na marca dos seus sonhos e no setor que sempre quis, mas apesar de você ser boa no que faz, vai querer mais da vida.

Se você acreditar mais em você, no seu poder, no seu talento e na sua capacidade, vai chegar em 2016 forte, mas com ou sem essa força, com certeza terá a coragem necessária para mudar e enfrentar as adversidades desse ano, em que eu vivo e sonho em criar novos caminhos pra mim.

Hoje eu me sinto bonita, inteligente, capaz, talentosa, tenho grandes amigas (perdi algumas, mas fiquei com as de melhor energia) e por fim vou mudar minha vida de novo.

Para você, Joana Cannabrava, adolescente, insegura, que fala pelos cotovelos, eu posso te dizer que sua angústia vai passar, o universo vai te completar, vai ficar tudo bem e você vai ter as maiores aventuras pelo mundo. Você já é muito abençoada, só não consegue ver isso ainda.

Se aos 29 escrevo para você com tanto otimismo, aos 45 espero escrever (para quem sou hoje) com muito mais a dizer, mais realizações, paz, amor, viagens e felicidade.

Com o tempo você vai entender que o dinheiro não pode comprar felicidade (mesmo!) e que ser feliz vai ser o mais importante. Até lá, não esqueça: você não é menos do que ninguém, você é linda (aprenda a enxergar isso no espelho, vai ser bom pra você) e deixe tudo aquilo que não cabe na sua vida ir embora. Prender o que não é para ser seu só vai te trazer dor de cabeça.

Beijos

(a do futuro mesmo, mais precisamente a de 05 de abril de 2016)

 

Esse texto pertence a tag de crônicas do blog | Joana Cannabrava
Conforme contamos aqui, a tag de crônicas não tem nenhuma obrigação de refletir histórias verdadeiras, nossas ou recentes. Ela é inspirada em sentimentos reais e muitas vezes floreada com a imaginação.

ASSINATURA-SNAPCHAT-JOANA

Gostou? Você pode gostar também desses!

19 Comentários

  • RESPONDER
    Naiara Feitosa
    05.04.2016 às 11:15

    Acredito muito em Deus, e ultimamente confesso que é o que tá segurando as pontas.. Ter fé!
    Terminar relacionamentos não é fácil… Mas é só segurar um pouco as pontas, não se entregar pra tristeza que os sinais vão aparecendo, e você pode se abrir mais… Negócio é ter calma com você mesma…
    E porque tô falando isso? Porque hoje faz uma semana que to nesse misto de vontade de seguir em frente, e dor que aperta o peito, mas cada vez que preciso de uma resposta, aparece um texto assim… Uma crônica simples, mas que alivia o coração e da esperança pra alma. Obrigada!

    • RESPONDER
      Joana
      05.04.2016 às 11:23

      Naiara,
      Se você curtiu passeia pelo link das outras crônicas, acho que as últimas duas podem ressoar para você também.
      O universo é perfeito, Deus também, as coisas vão embora e quando a gente se abre algo muito melhor vem.
      As vezes não conseguir algo que a gente quer é exatamente o que vai nos levar a felicidade mais plena! :)
      Adoro quando um texto consegue passar uma emoção e amo mais ainda quando um comentário faz o mesmo, obrigada por dividir!

  • RESPONDER
    Marina
    05.04.2016 às 11:44

    Quem lê seus belos textos nem imagina que vc tinha problemas em redação…
    Jô, vc tem escrito cada vez melhor e, por isso, consegue transmitir tanta energia boa e tanta esperança para quem lê!
    Que vc seja sempre a sua melhor versão e que vc continue escrevendo coisas tão lindas e que me despertam a vontade de confiar mais (em mim e no Universo)!!!

  • RESPONDER
    Sandra Luz
    05.04.2016 às 13:18

    Nossa! Que lindo!!!

  • RESPONDER
    Fernanda Borges
    05.04.2016 às 14:57

    Sempre acompanhei o blog e tô amando as crônicas!
    Parabéns Jô :)

  • RESPONDER
    Mel
    05.04.2016 às 15:22

    Sempre visito, mas nunca comento.

    A crônica de hoje me emocionou. Encheu meus olhos. Parabéns Jô. Como é lindo envelhecer né? (semana que vem faço trinta). Suas palavras me despertaram uma vontade de abraçar bem forte a adolescente sofrida e insegura que fui. O bom é perceber que o esforço contínuo de se auto conhecer e de se superar faz a vida ficar cada dia mais leve e gostosa.

    Bjs.

    Mel.

  • RESPONDER
    Fernanda
    05.04.2016 às 15:39

    Eu adoro suas cronicas Jô!! É Interessante pq sempre tem alguma situaçao q me encaixo rs. De certa forma, quando leio,fico mais leve e reflito sobre o texto :)

  • RESPONDER
    Monica
    05.04.2016 às 20:43

    Jo, vc era ruim em redação? Se fosse boa então estaria publicando o 10o best seller rsrsrs. Mais um texto fantástico. Tb queria me dar conselhos voltando ao tempo… Mas o bom é que a gente aprende com os erros e consegue ter uma vida ainda melhor, né? Auto-estima é tudo! Parabéns! Bjs

    • RESPONDER
      Joana
      05.04.2016 às 20:56

      Nossa, obrigada!
      eu não era ruim não, eu era péssima! hahahaha

  • RESPONDER
    Ana
    06.04.2016 às 14:33

    Caramba, se esse blog existisse na época que minha vida era toda confusa, tanta coisa teria sido mais fácil… mas como vc disse, eu precisei passar por tudo o que passei para ser quem sou hoje, me peguei pensando em como seria uma carta para mim mesma e me deu um sentimento tão bom… Acho que uma carta de hoje para a Ana de 1 anos atrás já teria sido de grande valia, tinha tanto medo de não conseguir engravidar e hoje estou esperando meu milagre, isso só aconteceu quando eu entreguei à Deus, ao destino e parei de tentar controlar todos os pontos da minha vida. Esse texto serviu também para pensar em como será uma carta minha para mim mesma dos 40 para os 30 anos, certamente os medos que tenho hoje parecerão tão simples…. Mais uma vez Jô, obrigada por dividir conosco. Sucesso e aguardo seu livro ansiosa…rsrs

    • RESPONDER
      Joana
      06.04.2016 às 15:12

      Tomara que a gente faça ele acontecer! :)

  • RESPONDER
    Isabella
    06.04.2016 às 16:14

    Mais uma vez vc me deixa emocionada Jo! Já virei fã das suas crônicas. Imaginei como seria eu escrevendo essa carta hoje aos 26 anos pra adolescente que eu era aos 14,15. Tanta coisa mudou, eu nem me reconheço mais. Ao contrário da maioria das adolescentes, eu era super confiante e com a auto estima elevada até demais, hoje minha auto estima ta bem baixa em todos os sentidos, mas to lutando para melhorar e seus textos estão me ajudando. Ansiosa por seu livro rs Fique com Deus

    • RESPONDER
      Joana
      06.04.2016 às 16:25

      Sua fofa!
      Vamos guardar essa ansiedade, porque acho que o projeto do livro ainda demora viu? hehehe
      E fica ligada, leia e releia nossos posts de autoestima, não deixa ela cair não, ela é sua arma secreta ;)
      Beijos

  • RESPONDER
    Ju
    06.04.2016 às 19:30

    Simplesmente amei!

  • RESPONDER
    Íris
    07.04.2016 às 13:33

    To aqui me perguntando por que não leio esse blog há mais tempo??! Apesar de conhecê-lo há bastante tempo, ele me consquistou de vez nos últimos dias. Sua crônica me deixou emocionanda! Queria ser sua amiga! haha Eu me vejo pensando em muitas coisas parecidas. Finalmente aos 25 estou fazendo mudanças importantes na minha vida, que demorei tanto para perceber e que me “empacavam’, como meus problemas de autoestima. Eu só queria te dizer que nem te conheço, mas torço muito por você e pela Carla, que pelo o quê li aqui no blog também está passando por uma mudança grande de vida. Um beijo!!

  • RESPONDER
    Cristiano
    02.07.2016 às 18:44

    Jô, sem muitas palavras, só que já está nos meus favoritos, huaha.

    Abração! =D

  • Deixe uma resposta