16 em Reflexões no dia 16.10.2015

Telefonefobia

Não sei se eu parei no meio daqueles momentos em que vejo várias pessoas ao meu redor falando as mesmas coisas ou se é realmente alguma espécie de inconsciente coletivo, só sei que de uns tempos para cá eu tenho ouvido muita gente dizer que odeia falar no telefone, que odeia quando ligam e odeia ligar para as pessoas. “Para quê discar o número de alguém se dá para resolver tudo por e-mail/mensagem/áudio no whatsapp?” é uma das frases que eu mais ouço para justificar todo esse ódio.

Eu não chego a odiar – na verdade só não curto muito falar com quem eu não conheço – mas também não consigo mais me ver pendurada no telefone por 2 horas seguidas com alguma amiga (que tanto de assunto era esse que não conseguiu ser concluído nos intervalos de aula no recreio?) ou ficar 45 minutos de tatibitati com o namorado. Tudo bem que com um marido em casa eu também não preciso mais disso, mas não consigo me imaginar naquele eterno “desliga você primeiro”. Minha paciência não permite mais aturar esse tipo de coisa! rs

you-hang-up

Assim como (provavelmente) toda a minha geração, eu também prefiro a praticidade de redes sociais, e-mail e mensagens pelo celular. Consigo falar com muito mais gente, consigo resolver mais coisas e ainda consigo me convencer que não estou atrapalhando – lembram que no texto dos mimos da gravidez eu contei que odeio achar que estou incomodando?  Aliás, eu já reparei que de uns tempos pra cá toda vez que eu ligo para alguém eu pergunto primeiro se a pessoa está ocupada.

Apesar de todos os benefícios, outro dia me peguei pensando se essa fobia de telefone e essa dependência do celular não estão ajudando a nos deixar mais dispersos, impacientes, ansiosos e até mesmo distantes. Só sei que eu parei para pensar nas coisas – eu to muito analítica ultimamente, né? – e me toquei que eu deveria estar com mais medo do meu smartphone do que do meu telefone que, tadinho, mal toca. rs

Scream-phone-gif

Eu fiquei muito mais ansiosa – Essa história de marcar que a pessoa recebeu a mensagem é um verdadeiro horror! No whatsapp, então, que mostra que a mensagem foi lida (e não respondida), é pior ainda! Só não digo que não existia isso na época que só havia ligação porque é mentira, afinal, quem nunca deixou 30 chamadas não atendidas no celular da amiga ou do namorado?

Mais amigas, menos profundidade: Hoje em dia eu falo diariamente com muito mais gente que eu falava quando só existia telefone, celular sem redes sociais e ICQ. Mas se antigamente eu sabia cada detalhe de relacionamentos, brigas com os pais, no trabalho ou na escola, hoje isso me parece humanamente impossível (a Jô, por sua vez, é mestra em conseguir dar atenção pra todo mundo, fico em choque e admirada com essa capacidade).

Faço tudo e não faço nada – Dificilmente você está falando com uma pessoa e só fazendo isso. Até dar o tempo de resposta, eu já acessei o instagram, o facebook, o snapchat, já vi meu e-mail, já interagi em um grupo de whatsapp, enfim. Essa história de multitask é ótima até a página 2, pelo menos para mim. No fim das contas, eu percebo que fiz mil coisas, não prestei atenção em nada e, se minha memória já não é das melhores, com essa falta de atenção ela fica verdadeiramente péssima. De certa forma, esse item está bem relacionado com o anterior. rs

tumblr_mjb71c3f531s5eiyvo1_500

Repararam que tudo que mais me incomoda é exatamente o que acho mais prático, né? Vai dizer que não é para eu ficar com muito mais medo do meu celular? rs

E aí? Alguém aqui também tem fobia de telefone? Quero saber seus motivos!

Beijos!

Gostou? Você pode gostar também desses!

16 Comentários

  • RESPONDER
    Renata Gouveia
    16.10.2015 às 11:12

    Nossa Cá, você falou tudo!
    Eu sou das que odeio telefone.
    Quando o meu toca, fico impaciente na hora.

    Tem cura pra isso? hahahahaha

    • RESPONDER
      Carla
      16.10.2015 às 16:59

      Acho é que um caminho sem volta, Renata! hahahah

  • RESPONDER
    Marcela
    16.10.2015 às 11:36

    Eu também tenho essa fobia! Odeio quando me ligam!
    Brinco que falar no telefone “é muito íntimo” hahahah!

  • RESPONDER
    Kárin
    16.10.2015 às 15:16

    Odeio telefone por motivos de: é algo que prende. Você tem que literalmente parar tudo o que está fazendo para falar. O mesmo não acontece com WhatsApp e e-mail; primeiro porque eu não preciso responder imediatamente, e segundo porque enquanto escrevo o texto posso fazer outras coisas (ouvir música, ver televisão, trabalhar etc.).

    • RESPONDER
      Carla
      16.10.2015 às 17:00

      É verdade, Kárin! Ao mesmo tempo, antigamente falar no telefone também era um dos hobbies quando não se tinha mais nada para fazer, não era uma coisa ruim!

  • RESPONDER
    Dan
    16.10.2015 às 15:34

    Haha, na real, acho que essa fobia acomete todos depois do whatssap e afins… E uma coisa, vcs saíram do F-hits? poderiam ter feito um post né? postaram quando entraram no grupo super felizes!!

    • RESPONDER
      Carla
      16.10.2015 às 16:53

      Foi falha nossa, Dan! Resolvemos sair em fevereiro, mas nosso contrato só terminou mesmo em Maio e nossa intenção era fazer um post aqui. Só que maio foi um período que coincidiu com viagens da Jo, viagens minhas, descoberta de gravidez, término de namoro, enfim, foi atribulado e acabamos focando no blog e esquecendo desse post! Deveríamos de ter deixado ele pronto assim que decidimos sair, mas deixamos para fazer apenas quando o contrato terminasse e acabamos esquecendo. Você acha que ainda faz sentido a gente fazer um post sobre isso? Mesmo depois de mais de 6 meses sem termos nenhuma ação do fhits aparecendo por aqui? Beijos!

  • RESPONDER
    Gabriela
    16.10.2015 às 16:44

    Não gosto muito de telefone, nunca gostei na verdade. Parece que as conversas que temos pelas redes sociais são bem superficiais, mas é super mais prático resolver as coisas dessa forma. http://www.alemdolookdodia.com

  • RESPONDER
    Marcela
    16.10.2015 às 18:49

    Detesto falar ao telefone, enquanto minha mãe (que é também minha sócia) e meu noivo, AMAM telefone, vivem no telefone e resolvem tudo pelo telefone.
    Ao estudar no MBA um módulo sobre Comunicação, realizei um teste de sistemas de representação (só procurar na internet que você acha!) e descobri que sou VISUAL, enquanto os dois são AUDITIVOS. Isso só comprovou o que já sabia: eles são pessoas que se comunicam melhor e absorvem melhor por ligação, conversa, tom de voz… Cada pessoa é de um jeito, pessoas visuais não gostam de telefone e nunca irão gostar..! Curioso não? BJs!

  • RESPONDER
    Livia
    16.10.2015 às 19:21

    Eu sou do tipo que nem atende o telefone de casa! Se for algo importante, a pessoa terá meu celular hahah

    E outra: ultimamente eu acho que é quase falta de respeito ligar para alguém! Isso quer dizer que tenho que parar tudo (ou nada, nao me acho tao ocupada assim haha) pra dar atenção a quem está me ligando. Isso me incomoda, mas nao deveria, né?
    Me sinto mal por achar isso! Rs

    Beijo

  • RESPONDER
    Mayara Cordeiro
    17.10.2015 às 12:56

    Nossa, me identifiquei super com esse post! Fui de adolescente que ficava grudada no celular fazendo conferências durante o fds, graças ao chip 31 anos a uma adulta que não suporta ouvir o próprio toque to telefone. Prefiro mensagens e whatsapp porque não exige uma resposta imediata, eu não preciso parar tudo o que estou fazendo para responder, sabe?

  • RESPONDER
    Fernanda
    18.10.2015 às 1:32

    Eu sempre falei muito em telefone na adolescência nos anos 90 na época pré-internet na casa de todo mundo, mas desde que trabalhei 1 ano em recepção de hotel, onde o telefone não parava de tocar e cada vez que atendia era um problema mais cabeludo que o outro, eu ODEIO telefone!!! hahahaha

  • RESPONDER
    Paula
    18.10.2015 às 21:22

    Poxa! Me identifiquei muito com esse post! Ultimamente venho percebendo isso, que especialmente o whatsapp me deixa ansiosa. Fico ansiosa se ouvi o barulhinho de mensagem recebida, então fico tensa em responder. Acho péssimo isso! Tô numa fase tentando desconectar ao máximo. Noto que a ansiedade diminui bastante.

  • RESPONDER
    Heloisa Carvalho
    19.10.2015 às 15:29

    Eu ainda gosto de falar ao telefone com pessoas próximas, acho mais íntimo e me sinto bem conversando assim porque posso me expressar melhor. Já com estranhos e ligações necessárias (tipo marcar uma consulta, por exemplo), sempre fico nervosa. Mas tem essa questão de sentir que está atrapalhando mesmo, normalmente antes de ligar pra alguém sempre mando uma mensagem perguntando se a pessoa está ocupada.

  • RESPONDER
    dayna
    19.10.2015 às 16:05

    ain gente…me identifiquei NUM GRAU …eu ODEIO quando me ligam…serio me dá um nervoso fisico…e eu fico me achando muito louca! ai as vezes nao atendo…e mando whats perguntando se a pessoa me ligou HAHAHAHAHA Obviooo q ela me ligou …tá lá registrado!
    enfim…obrigada por esse post…não me sinto tão sozinha.

    beijo!

  • RESPONDER
    Wal
    20.10.2015 às 14:41

    Pode ser totalmente o contrário? :o Eu adoro rede sociais, uso muito o whats mas sério, odeio chat. Sempre odiei. Gosto de marcar com um amigo para encontrá-lo e conversar, olho no olho. Quando o papo se alonga no whats eu pergunto se posso ligar e ligo. E se for algum amigo distante, skype nele! Tenho aversão a teclar! hahahahaha

    Beijos

  • Deixe uma resposta