0 em Deu o Que Falar no dia 21.09.2015

Deu o que falar…

1 – Desapegar…de um cachorro???

A gente sabe que em qualquer site de desapegos/compra e venda de coisas usadas vai existir pessoas sem noção que venderão coisas curiosas, estranhas e até mesmo absurdas, que podemos nem concordar, mas estão lá para quem quiser ou procurar. Um exemplo disso são perfis que vendem animais de estimação. Eles existem, são super polêmicos (muitos defensores de animais afirmam que muitos desses perfis são de criadores clandestinos que reproduzem loucamente seus cachorros, sem nenhuma ética, cuidado ou preocupação) mas não são proibidos. 

Mas uma coisa é você entrar nesses sites querendo comprar um bichinho. Apesar dessa onda de incentivo à adoção, ainda tem muita gente que quer comprar um cachorro ou gato de raça específica. Mas outra completamente diferente é receber uma mensagem sugerindo que você desapegue de um cachorro! Foi isso que aconteceu com um amigo da Luisa Mell, que recebeu essa mensagem no seu celular:

desapega-cachorro

Óbvio que ela, que é super ativista nessa causa animal, meteu a boca no trombone. E com toda a razão do mundo. Todo dia, mesmo sem querer, acabamos nos deparando com vários anúncios de animais que precisam ser adotados, exatamente porque muita gente resolveu ter um bichinho sem pensar nas consequências, na responsabilidade, no cuidado que eles demandam.

Semana passada mesmo, vimos um anúncio de chorar, onde a família se mudou para a Miami e deixou aqui um Buldogue Francês e um São Bernardo, que só poderiam ser adotados juntos. Quantas pessoas nesse mundo têm espaço para receber um São Bernardo, gente? Olha que dó…

Quem aprovou o envio dessa mensagem aos clientes? E comparar um cachorro a um carro? Como assim? Pelo menos, a OLX já se manifestou pedindo desculpas e retirando a comunicação do ar (pelo jeito, foi mais do que uma mensagem, mas não vimos). Menos mal, né?

2 – Sobre casamentos inconvenientes

Hoje em dia, criar um texto polêmico e quase absurdo é praticamente uma garantia de muitos acessos. Daí, quando a Bárbara (achamos que foi no #melhorgrupo, mas perdemos a thread que fomos marcadas!) marcou a gente no link desse post, a gente tinha certeza que ele daria o que falar. E não deu outra, durante o fim de semana vimos várias pessoas comentando sobre ele e até enviando link em grupo de whatsapp!

Nesse texto, a Tati Bernardi conta a saga de um convite de casamento meio inconveniente. Longe, cheio de eventos pré casório que são combinados via whats e ainda por cima de uma pessoa que nem é mais amiga dela. Tudo contado com uma pitada meio amarga e reclamona, praticamente um personagem.

6806e1ddfa0c3976003c5059bf569a36.jpg

Por que você não pode ficar feliz por mim e depois ir para casa e falar mal de mim pelas costas como uma pessoa normal??

Pode até ser que seja tudo verdade – e se for, a gente realmente não queria ser a noiva nesse momento – mas não acreditamos que seja. Sendo assim, achamos o texto super verdadeiro e bem humorado em todo seu mal humor (se é que isso é possível rs). Quem nunca foi convidado para um “casamento-roubada”? Aliás, provavelmente todo casamento vai ser uma roubada para alguma pessoa, pelo menos. rs

Claro que o educado é recusar o convite e deixar para reclamar dessas coisas com as amigas em particular, mas se fosse assim não teria texto, né?

3 – Curte ou não curte?

Semana passada, Mark Zuckerberg anunciou que a empresa está desenvolvendo o botão “não curti” para ser usado no Facebook. Dividiu opiniões.

vssp7gtcksgpsolkvdyi

Muita gente adorou, afinal, quantas vezes você não se depara com um texto horrível onde o botão curtir parece até injusto? Na verdade, segundo Markito, a intenção é essa mesmo. Nem toda publicação é uma boa notícia e ele acha que precisa existir uma forma das pessoas mostrarem seus sentimentos de forma mais precisa.

Por sua vez, várias outras acham que esse botão só vai gerar discórdia entre as pessoas. Ninguém gosta de ser mal avaliado, e deixar esse tipo de opção disponível pode servir de “arma” para desestabilizar pessoas ou marcas de propósito. Quem não lembra a história recente que aconteceu com o Boticário, em que grupos que eram contra a demonstração de afeto entre homossexuais se mobilizou para dar dislike no vídeo do Youtube?

Claro que esperamos bom senso, apesar de sabermos que nem sempre isso acontece. De qualquer forma, é um botão válido para se ter, não acham?

4 – Nirvana no Rock in Rio

Claro que com o início do Rock in Rio, a procura pela nova piada do festival depois do clássico “Hoje é dia de rock, bebê” começou. E quem pagou o pato foi Geovanna Tominaga, que ao dar uma entrevista, disse que estava ali para ver o show do Nirvana. Sabe, o Nirvana, que terminou em 94 porque o vocalista se matou? Então…

nevermind_tominaga

Logo depois ela corrigiu o erro e falou Metallica, mas é claro que a internet não perdoa e a apresentadora acabou sendo alvo de várias piadas e montagens. Desculpem, pessoas ávidas por memes e piadas, ainda não chegou a vez de substituir a imbatível Christiane Torloni! rs

PS: Aparentemente, Dado Dolabella se acalmou essa semana. Finalmente! rs

Gostou? Você pode gostar também desses!

Sem Comentários

Deixe uma resposta