19 em Comportamento/ entretenimento/ Reflexões no dia 18.06.2015

O sapato salvador de Bryce Dallas Howard

No domingo, botei no ar o post da Sil sobre Jurassic World e, logo em seguida, saí para ver o filme. Quando voltei, já estava rolando uma conversa nos comentários sobre um assunto bem específico: o sapato de salto de Bryce Dallas Howard, que interpreta o papel de Claire Dearing, uma business woman responsável pelo marketing do parque dos dinossauros.

Assim como todo mundo que assistiu, minha primeira reação ao figurino de uma mulher que passa 75% do filme correndo no meio da floresta, em meio a muita lama, água e grama foi: que erro. Toda de branco e com um sapato nude de salto fino de mais ou menos 9 cm.

bryce dallas howardDepois eu fiquei remoendo isso na minha cabeça, pensando melhor e vendo entrevistas que a atriz deu sobre esse assunto (obviamente o estranhamento não foi só aqui no (f)uti) e acabei mudando de ideia. Hoje, acho que a escolha de um look aparentemente inapropriado para ela passar o filme todo foi genial.

Primeiro, vamos combinar que ninguém vai para o trabalho pensando que vai passar por um contratempo surreal no meio do dia. Claire tinha um dia importante no Jurassic World, onde ela iria encontrar alguns possíveis investidores para financiar uma nova espécie que eles criaram. Ela não podia estar vestida de qualquer jeito. Apesar de existir uma gama enorme de cores que seria mais apropriada, não dá para esquecer que o parque fica na Costa Rica e estava um calor infernal, ou seja, branco não é uma cor tão inverossímil também, né?

Quanto à história do salto – que foi o que mais chamou a atenção de todo mundo – eu também achei meio sem noção na hora. Se fosse eu tendo que correr de um dinossauro no meio da floresta, tirar os sapatos seria a minha primeira providência e eu nem pensaria duas vezes em me livrar de algo que me deixaria mais lenta.

5-1428531500No filme, inclusive, tem uma cena que questiona o figurino (e agora estou achando essa cena maravilhosa). Owen (Chris Pratt) diz que vai achar os sobrinhos dela que estão perdidos e enquanto isso, pede para que ela vá para algum lugar seguro e com ar condicionado. Claire nega e diz que vai com Owen e ele questiona suas roupas. Todo mundo pensa que ela vai tirar os sapatos, mas ela só desabotoa a camisa (ela estava com uma segunda pele por baixo) e dá um nó. E é assim que ela passa o filme todo correndo, pulando, atirando e fugindo.

Bryce Dallas Howard falou em uma entrevista que acha que o salto é uma metáfora da força da mulher, enquanto vi críticas dizendo que isso é só mais um exemplo de sexismo em Hollywood. Eu acho que o primeiro argumento faz muito mais sentido, até porque, no fim das contas, em nenhum momento Claire torce o tornozelo, quebra o salto, cai e precisa ser salva ou nos faz confirmar que seu figurino é completamente inapropriado para a ocasião. Ao contrário, ela faz tudo que Owen faz só que de saia midi e saltão. Ah, e segundo a própria Bryce, ela realmente correu e pulou nas florestas do Havaí com o tal sapato. Ainda disse que a produção deu a opção dela usar um tênis de salto embutido pintado para parecer o scarpin para ver se ela se sentia mais confortável, e ela preferiu continuar com o modelo original.

anigif_enhanced-31112-1434049818-3(eu treinei para correr em cima do salto como se eu estivesse nas Olimpíadas)

Claro que eu ia deixar o melhor para o final. Quem ficou curiosa com esse modelo altamente resistente e aparentemente confortável até para fugir de dinossauros, a People disse que ela usou o modelo Camdyn da marca Sam Edelman.

camdyn

Tenho minhas dúvidas, confesso, mas quer melhor publicidade que essa?

Beijos

 

Gostou? Você pode gostar também desses!

19 Comentários

  • RESPONDER
    gil
    18.06.2015 às 10:29

    oi cá, vc me relembrou q tenho q assistir o filme, estou amando o chris pratt e ela é lindaaa s2 sapato scarpin nude lindooo, bem basico e classico <3
    cáaa, me visite tambem:
    http://www.gilvaniaevans.com

    • RESPONDER
      Carla
      18.06.2015 às 19:44

      Vai ver logo, Gil! :)

  • RESPONDER
    Paola Alves
    18.06.2015 às 10:44

    Olhando por esse outro ponto de vista, faz todo o sentido mesmo! Meio que representou a força das mulheres né? De fazermos de tudo e mais um pouco, ainda sim lindas e de salto HEHEHE =) Achei a Bryce lindíssima! http://simsemfrescura.blogspot.com.br/

    • RESPONDER
      Carla
      18.06.2015 às 19:45

      Também achei ela linda! E não reconheci ela de Crepusculo! O.o

  • RESPONDER
    Fran Morais
    18.06.2015 às 11:20

    Eu achei ótima a escolha do look, e em um momento de extrema adrenalina, a menor preocupação de qualquer pessoa seria o sapato, todo mundo quer é sobreviver ! kkkk

    • RESPONDER
      Carla
      18.06.2015 às 19:46

      Fran, mesmo com a adrenalina lá no alto eu acho que largaria o sapato na primeira oportunidade! rs

  • RESPONDER
    Wal
    18.06.2015 às 13:28

    Ai Cá, sei lá… Ainda que ache massa a ideia do “mulheres são fortes, fazem tudo o que um homem faz e ainda sem descer do salto alto”, ao mesmo tempo acho que reforça o estereótipo do “beleza acima de tudo, sabe?” E não, ela não torceu o pé, não caiu, não se machucou, mas a probabilidade de algo assim ter acontecido se fossem cenas reais é imensa! Fora que o salto afunda na lama, minha gente! Por isso que para mim continua sendo inverossímil… Fui perguntar a uma amiga que não tira o salto por nada (nem para bloco de carnaval!) e ela disse que nem com o salto mais confortável do mundo ela conseguiria se manter inteira ao final do dia… E sim, a atriz tava linda e super adequada para uma reunião no trabalho, e achei o máximo quando ela apenas arregaçou as mangas (precisa mais do que arregaçar as mangas, oras?), mas não tem quem me convença que dá pra fazer tudo o que ela fez sem descer do salto um minuto sequer!

    Beijos

    • RESPONDER
      Carla
      18.06.2015 às 19:48

      Pois é, Wal! Inverossímil ainda é, mas lendo como uma metáfora eu achei que fez sentido! Acho que temos encarar que aquilo tudo é ficção, incluindo o salto (apesar de eu concordar que atrapalha um pouco porque acabamos focando mais nisso no que em outros aspectos do filme!).
      Beijoos!

  • RESPONDER
    Alice
    18.06.2015 às 14:20

    Vc levantou ótimos pontos, Cá e concordo plenamente sobre a roupa. Mas no final das contas, tirando o sexismo, apologia à força feminina e qualquer outro bla bla blá, o que pesa é a inverossimilhança de fazer tudo o que ela fez de salto, pois é simplesmente impossível. Ao invés de nos envolvermos na trama, ficamos atentas a esse detalhe, o que estraga a experiência de se ver um filme.

    • RESPONDER
      Carla
      18.06.2015 às 19:50

      Concordo, Alice! Mas se formos parar para pensar, a estratégia por mais inverossímil, foi bem genial. Aqui estamos nós, vários dias depois da estreia, ainda debatendo sobre o filme (mesmo que seja sobre o sapato!) ! rsrs

  • RESPONDER
    Natalia
    18.06.2015 às 14:42

    Vendo o filme tive as mesmas impressoes que voce (ate mesmo na cena que ela so amarra a blusa), e no fim do filme tive a certeza de que aquele figurino e aquele salto eram, realmente, pra mostrar a força da mulher moderna.. Aquela coisa de ter força, inteligência, e tudo mais, mantendo a classe, a feminilidade, etc. Esse é um assunto bem discutido atualmente, de como alguns anos atrás as mulheres, para se sentirem equivalentes aos homens buscavam se vestir um pouco como eles (ombreiras…..), e hoje isso mudou muito. Elas fazem de tudo, do mesmo tanto ou até mais que os homens, e sem abrir mão do que gostam, das suas individualidades como mulher. Achei que só eu tivesse pensado nisso e nem dei muita bola hahaha mas lendo seu texto parece que voce leu tudo q passava na minha cabeca tambem hahaha.

    • RESPONDER
      Carla
      18.06.2015 às 19:52

      Legal que vc pensou assim, Natalia! Eu ainda demorei um pouco para que essa ficha caísse!

  • RESPONDER
    Caroline Beltrame
    18.06.2015 às 17:51

    O sapato foi a primeira coisa que notei também mas sei lá, agora analisando bem, não é um salto extremamente alto a la Carrie, é de tamanho bom ou seja, se já é habituada a usar constantemente fica relativamente facil andar rápido ou corre (de dinossauros? talvez hauhda)

    Beijos

    • RESPONDER
      Carla
      18.06.2015 às 19:53

      Pois é, Caroline! Pelo menos o sapato não era dos mais mirabolantes! rsrs Mas ainda assim, no meio da mata é complicado! haha

  • RESPONDER
    Raiana Pereira
    18.06.2015 às 18:52

    Umas amigas minhas também ficaram com essa questão, mas não sei por que (eu acho) eu associei a isso o tempo todo (a parte das roupas brancas e do salto). Mas eu também teria tirado o salto, ia cair de primeira com ele kkkkkk

  • RESPONDER
    Ana Paula
    19.06.2015 às 8:20

    Eu achei sensacional desde o momento em que eu estava dentro do cinema assistindo, em momento nenhum tive aquele pensamento “Missão Impossível” AHHHHH TÁÁÁÁÁ, SEI…
    Acho que pelo fato de já ter corrido muito de salto atrás de ônibus na época da faculdade, achei aquilo tudo perfeitamente possível…kkkkkkkkk

    Bjos gilrs, adoro o F-uti.

  • RESPONDER
    Susana Yamaguchi
    29.06.2015 às 1:04

    Ai gente… podem me chamar de chata mas eu continuo vendo muuuito como machismo e nunca como forma de enaltecer as mulheres! Pra mim, ela ter passado o filme todinho correndo, nadando, pulando, dentro da lama, na grama.. tudo de salto, só reforça o estereótipo de que nós mulheres somos sempre obrigadas a estar maquiadas, arrumadas, perfumadas, depiladas… ou seja, tudo bem dentro do padrão mulher-Barbie-objeto que sempre foi imposto à gente!
    Temos que estar sempre lindas, verdadeiras bonecas, mesmo isso sendo humanamente impossível! Pq essa é a verdade! O que ela faz no filme é impossível de se fazer na vida real, na qual já estaríamos no mínimo, com o pé todo machucado, levado um tombo, ou qq coisa do gênero ou pior.
    Não consigo de maneira alguma ver isso como um empoderamento das mulheres.

    E ahhh… uma observação muito importante: ainda não vi nenhum homem ter estranhado isso no filme. Apenas nós mulheres ficamos incomodadas. Achei esse fato bem interessante…

    No mais, curti bastante o filme! hehehe

    Bejos!!!

    • RESPONDER
      Monique
      16.07.2015 às 11:58

      Concordo pleeeeenamente.

      Ok, a atriz foi sensacional ao mostrar que consegue fazer essas cenas de salto (de verdade), mas acho que isso só significou uma realização pra ela, e pras mulheres que sabem que ela gravou as cenas de salto de verdade. Mas pra mim continua sendo um fato de que, isso só serviu pra mostrar que precisamos estar lindas e embonecadas até em situações extremas. “Não desça do salto, nunca!”.

      Uma outra observação, que todas as meninas acharam lindo ela só arregaçar as mangas. Sinceramente quando vi essa cena, a unica impressão que tive e que percebi que pros outros foi a mesma coisa, é que a cena “emburreceu” ela….Pareceu só mais uma menina tonta que ia ter que ser salva o filme todo e ficar pagando de teimosinha bonitinha (fiquei feliz por mais tarde descobrir que não, mas na hora realmente pareceu). De resto, só é chato depois de ver uma heroína tão humanizada como a Imperatriz Furiosa de Mad Max, ter que voltar para a incrível “Mulher Maravilha” que corre de dinossauros o dia todo sem “descer do salto”.

  • RESPONDER
    irene
    02.07.2015 às 10:09

    estava viajando e comentei que a mulherada estava usando um sapato “nude” , todos do mesmo modelito, mas nem imaginei o porquê … Descobri depois, ao ler os posts…

  • Deixe uma resposta