7 em Europa/ Londres/ Viagem no dia 30.04.2015

Trip tips de Londres: chegando e saindo de Heathrow (metrô, trem e taxi)

Eu estou devendo a vocês 3 posts de Londres: a parte 2 dos restaurantes da última viagem, como se locomover em Londres com o Oyster Card e por fim, o post de hoje: as diferentes formas de ir e vir do aeroporto de Heathrow!

Londres-

Eu com meu ticket de ida e volta no trem expresso.

Nas minhas últimas viagens à cidade, eu cheguei e voltei por Heathrow. Eu adoro a British, “adoro”/ prefiro voar de Boeing e amo as dezenas de lojas fantásticas + restaurantes deliciosos que têm no terminal 5. Nele é possível comprar muitas coisinhas: tem desde Boots até Harrods (versão pocket), além das lojas da Burberry, Gucci, LV e outras. Obviamente lá as bolsas, casacos e sapatos nem precisam de tax free, todos os produtos vêm sem taxa.

Já comprei bolsa, maquiagem, mas o que eu não deixo de fazer é comer no Gordon Ramsay Plane Food. Almocei duas vezes com o namorado, uma vez almocei sozinha e dessa vez, tomei um café fantástico com direito ao meu rosê preferido da vida (fica a dica: a taça do Chapel Down Brut Rosê) .

Ok, até aqui vocês já entenderam meu verdadeiro amor pelo aeroporto de Heathrow. Tenho até o programa fidelidade para me sentir “habituê”. rs Vamos então falar de coisa séria? Como ir ou voltar de Heathrow?!?!

Entre chegadas e partidas, acredito que fiz quase todas as maneiras: metrô tradicional, Heathrow Express, taxi e aquele taxi especial que te dá mais de 10 pounds de desconto.

Qual é a melhor maneira? Não existe uma resposta certa. Tudo depende de MUITOS fatores. O aeroporto é longe, o taxi é caro, mas quando se tem de 3 a 4 pessoas é muito fácil o valor compensar se comparado ao Heathrow Express.

O  Heathrow Express é um trem que sai direto para Londres, tem um que faz algumas poucas paradas (2 ou 3) e outro que vai direto para Paddington Station, que fica bem no meio da cidade. Eu brinco que costuma compensar pegar o que passa primeiro. Ele passa mais ou menos de 15 em 15 minutos e também chega na cidade mais ou menos nesse tempo. Ele custa 20 pounds se você comprar uma perna e 35 se fizer ida e volta. Como dessa vez não ia fazer compras e estava sozinha, optei por esse esquema de ida e volta.

ticket

Com meu bilhete e minhas muitas malas esperando o Heathrow Express!

Como eu ia ficar perto de Paddington Station eu achei perfeito. Não poderia ser melhor, só que não é barato. É prático, é bom, mas não é mega em conta. Uma vez eu e o namorado pegamos esse trem + um taxi para nosso apartamento e, quando nos demos conta, gastamos quase um valor de taxi. Na volta optamos voltar de taxi por comodidade. Tudo depende do que você quer, de quanto você vai gastar e onde você vai ficar.

Por exemplo, se eu voltar a ficar em Knightsbridge e arredores, como foi em setembro de 2013, eu sem dúvida nenhuma vou optar pelo método mais barato. Chegar no aeroporto, comprar um Oyster Card (pela semana ou pelo número de dias que você vai ficar na cidade) e ir de metro normal até a cidade.

Demora mais? Sim, demora, mas te deixa onde você vai saltar.

O metrô que sai do aeroporto de Heathrow é o Picadilly Line. Ele corta a cidade inteira, pára em muitos pontos turísticos e deixa você, sua mala e cia na “porta de casa”. Sem dúvida esse é o método mais usado pelos europeus.

Então, se você vai ficar de 5 a 7 dias na cidade, é só comprar um Oyster Card (5 libras), pagar o valor da semana (40 libras) e tem direito a metrô + ônibus na principal zona da cidade. O grande pulo do gato de sair de metrô do aeroporto é saber qual estação mais próxima de onde você vai ficar tem elevador. Tem um site que te ajuda nessa parte, para você evitar escadas.

Se minha memória não me falha, Knightsbridge tem escada rolante, mas não para todo o trajeto. Então eu tive que carregar malas sozinha, mas não foi muito, no fim compensou. Foi o modo mais econômico e também mais prático, sem baldeação e direto ao ponto.

O custo benefício de ir de metrô é o melhor – e me desculpem os que pensam diferente – mas a libra custa muito caro, sem contar que prefiro gastar meu dinheiro comendo, bebendo e passeando. No entanto, se você é como eu e leva mala grande, vale a pena ver onde vai ficar, pois se for para trocar de linha com mala, eu confesso que não fico muito animada.

Então se não vou ficar nos arredores das paradas de Picadilly Line, que são muitas, não me aventuro com o metrô. Dessa vez não tive nem dúvida. A casa dos meus amigos era a 10 minutos andando de Paddington. Na ida eles me buscaram e viemos a pé para casa (minhas malas de viagem da Roncato têm um ótimo jogo de rodinha) e na volta fui de ônibus para a estação. Não daria para ser mais fácil, o Heathrow Express não poderia ter sido mais prático.

Como vocês podem ver, eu não fico só andando de metrô em Londres, eu ando MUITO MAIS de ônibus. Adoro subir na parte de cima para ver a cidade e em trajetos curtos fico sentadinha lá em baixo. Se locomover de ônibus é fácil e vai ser assunto de um próximo post onde vou contar como faço para aproveitar ao máximo meu cartão de transporte público.

Quanto ao táxi, se eu gasto fácil 20 pounds me locomovendo no meio da cidade, vocês podem imaginar que não tenha sido barato o taxi para o aeroporto. Já gastei em torno de 70 e 80 pounds em uma perna no tradicional “black cab”, taxi preto mais famoso da cidade. Já li que esse valor pode chegar a 100 pounds, ou seja, quase 500 Dilmas. Dizem que o “mini cab” pré agendado tem um preço bem amigo, acho que eles são do aeroporto, mas eu não usei esse serviço então prefiro não comentar. Sei que dá entre 50-60 rainhas.

Para 3 ou 4 pessoas juntas, acredito que um “black cab” fique mais barato que o trem expresso. Basta ter uma quantidade de mala ok para o taxista levar todo mundo + as tralhas.

Posso fazer um adendo? Quando o assunto é transporte com bagagem, brinco que boas malas fazem toda a diferença do mundo. Desde que entrei de cabeça nesse kit da Roncato eu me sinto mais confiante para ir para lá e para cá com minhas malas. Quando eu fiz mochilão e minha mala quebrou, só eu sei o que eu e minha coluna passamos até eu comprar uma nova. Uma vez para nunca mais. Hoje sempre recomendo que um viajante apaixonado tenha boas malas. 

Voltando ao assunto, no fim não tem jeito, Heathrow é um dos melhores aeroportos do mundo, mas não fica perto e por isso é importante que a cada viagem você tome a melhor decisão sobre o meio de transporte. Não existe resposta certa sobre qual é o melhor. A cada aventura eu vejo em quantas pessoas estarei e para onde vou, só aí sei responder qual é a melhor maneira de chegar.

Seja de metrô, de Heathrow Express ou de táxi da riqueza! 

Espero que vocês tenham gostado desse trip tips super atípico! E quem tiver mais dicas, já sabe, né? É só comentar!

Beijos

 

Gostou? Você pode gostar também desses!

7 Comentários

  • RESPONDER
    Ana
    30.04.2015 às 10:01

    Uma boa dica pra achar estação com elevador, é escolher as que são acessíveis para cadeira de rodas, o que mostra no mapa do metro :)

  • RESPONDER
    Ana Paula Quissini
    30.04.2015 às 15:35

    Concordo super contigo Jô! Quando fui para Londres achei super tranquilo pegar o metrô para o aero!! Vale super a pena.. o preço compensa e vale perder uns minutos! Heathrow é demais! <3

  • RESPONDER
    Paola Alves
    30.04.2015 às 15:42

    Transporte dessas cidades <3 Pô BR, aprende ai, vai! http://simsemfrescura.blogspot.com.br/

  • RESPONDER
    victor oliveira
    30.04.2015 às 16:39

    Jô, uma bela dica também de se locomover por Londres e também pra quem está pela europa, é baixar o app do metrô local! É uma maravilha e me salvava muito.. Sem precisar de mapa e ficar me perdendo pela estação vendo por onde o trem ia passar. No app você coloca aonde está e aonde deseja ir, dai ele traça toda a rota pra você. Mostra aonde deve descer para fazer conexões de trem, etc.. bj!

    • RESPONDER
      Joana
      30.04.2015 às 17:00

      Exato!!!!
      Vou fazer um post sobre o Oyster e quero falar disso. Eles salvam nas baldeações, nas linhas e de quebra também existem apps de ônibus com todos os detalhes. Ô internet maravilhosa essa nossa ne?
      Obrigada por ter contribuído, uma delícia te ver por aqui.

  • RESPONDER
    Silvia
    30.04.2015 às 18:46

    Quando fomos na Lua de Mel tb fomos de transporte público até o Hotel.O único problema é que o Hotel era longe pra caramba – passaram a informação errada e depois não deixaram o Erick mudar – e o perrengue foi sair do trem depois do metrô para chegar lá (para ver como era longe, precisávamos andar até o ônibus, pegar o trem e aí sim chegávamos no metro) com as malas. Aí na volta optamos por um táxi, até pq ficamos com medo de atrasar.

    Não sabia do aplicativo, mas tb tanta coisa mudou nos últimos anos!

    Beijos!

  • RESPONDER
    Cristiano
    03.05.2015 às 13:08

    Boa tarde gurias.

    Jô, esta foto de perfil é a melhor dos últimos tempos! Neste cabelão ao natural, arrumado e bagunçado, é que está a inspiração para este domingo nublado, huahua.

    Impressão geral: Cabelão da Jô natural top! É disso que eu falo, Jô Pantera, vamos nessa! /o/

    Abraço! =D

  • Deixe uma resposta