11 em Comportamento/ Deu o Que Falar no dia 09.02.2015

Deu o que falar…

1 – Tadinho do Marcos…

Tem coisas que a gente vê/recebe/lê por aí que não conseguimos acreditar que não seja de propósito, com o único intuito de aparecer. Foi o caso dessa mensagem que apareceu em uma foto que o Hugo Gloss postou:

marcosVamos confessar, nós rimos. Mas a não ser que Marcos tenha dado outros motivos, só podemos achar que esse comentário foi para aparecer (e deu certo, né? rs.)

Apesar de ser muito fútil querer terminar com o namorado por causa de um abdomên tanquinho, por incrível que pareça, a gente entende o lado frustrante da coisa toda. É claro que querer ficar bonita para agradar os outros é e sempre será uma roubada, mas se o relacionamento já está desgastado por algum outro motivo, esse pingo vira tempestade mesmo.

Mas amiga que não sabemos o nome, se você continuar usando esse tipo de critério para arrumar namorado, daqui a pouco estaremos vendo outro comentário seu reclamando que o cara só pensa em acordar cedo para malhar, não te acompanha na bebida do fim de semana e ainda te faz comer frango com batata doce de café da manhã.

2 – Brasileiros na Disney (a gente é assim mesmo?)

Essa semana um vídeo super compartilhado foi esse, onde dois americanos resolveram imitar como são os brasileiros na Disney:

http://youtu.be/Gbq1hLAv9aY

No vídeo eles vão para a Disney vestidos de roupas de academia, ficam tirando selfies em tudo quanto é lugar, fazem perguntas em inglês e fingem que não entenderam a resposta, forçam uma barra perguntando onde é um brinquedo que fica em outro parque, furam fila, entre outras coisas.

Teve gente que ficou revoltada e achou um absurdo. Nós não vimos nenhuma graça no vídeo, mas também não nos incomodamos com a crítica. Tirando algumas críticas que podem acontecer com qualquer turista, como não falar direito a língua do país que está visitando e se ver em uma situação que tem que se virar como pode, e outros exemplos que achamos que forçaram a barra – como furar filas (todas as vezes que nos estressamos com isso, não foram brasileiros que furaram),  de fato, até hoje todas as pessoas que vimos em roupas de ginástica em parques da Disney eram brasileiras. Aliás, pergunta: alguma leitora nossa vai pros parques assim? Qual o motivo? É mais confortável? Se molhar não tem problema? Nunca entendemos! rs

PS: Pelo menos um dos deboches foi a quantidade de “thank you” que brasileiros falam. Que bom que reconheceram que somos educados, né? rs

3 – Taylor Swift, pra quê isso, amiga?

etsy

A gente já tinha lido que Taylor Swift tinha registrado a patente de algumas frases de músicas do seu CD 1989, e apesar de adorarmos a cantora, achamos a atitude bem antipática. Algumas das frases:  “Blank Space”, “I Could Show You Incredible Things”,  “Party like it’s 1989” e “This Sick Beat”.

Mesmo achando que as frases em questão são muito comuns e qualquer um poderia usá-la sem nem saber que é de autoria de Taylor Swift, entendemos o lado dela querer se proteger para que grandes marcas não se aproveitem do trabalho dela para ganhar dinheiro. Só que depois de lermos essa matéria, ficou difícil de defendê-la.

Uma coisa é querer proibir que gigantes como H&M, Forever 21 e outras empresas de mesmo porte se utilizem de suas músicas, mas achamos que ela passou da linha ao ameaçar uma fã que fez uma caneca com uma frase de Blank Space.

Claro que Taylor está nos seus direitos e provavelmente nada disso vai afetar seus fãs, mas levando em conta que ela já ganhou a antipatia de muitos quando resolveu tirar suas músicas de aplicativos de streaming de músicas (como Spotify, R.dio, etc), ela poderia maneirar pelo menos nisso, né?

Gostou? Você pode gostar também desses!

11 Comentários

  • RESPONDER
    Lady Cat
    09.02.2015 às 22:56

    Eu já fui para a Disney ( Orlando, California e França), mas nunca me vesti com roupa de gym. Sim, tiro várias fotos…. ALIÁS todos tiram fotos… normal, não acham:::

    Fura fila já vi de montão, mas não brasileiros e sim e outros lugares.

    Língua, super normal, o vale é tentar.

    bjs

  • RESPONDER
    Renata Arruda
    09.02.2015 às 23:27

    Meninas ainda não tinha visto esse vídeo. Também não achei graça. Acho difícil que qualquer turista, independente da sua nacionalidade consiga entender 100% de um idioma. Sobre as roupas de academia não faz meu estilo, porém se a pessoa quiser usar, que mal tem né?! Rsss

    Beijos!!

    Renata Arruda
    http://www.feminilidades.com.br

  • RESPONDER
    Bruna Carolina
    10.02.2015 às 10:20

    Amiiiga, esse lance do Marcos, fui olhar, e o tal Marcos é gay. Parece que eles terminaram tem um tempão e ele tem relacionamento com esse outro cara há séculos.
    Ou a mina tá pirando total, ou ela e Marcos tem um combinado para aparecer.

    Do vídeo, não achei graça. Achei meio idiota, até… já que todos os americanos que vi aqui, se vestem sempre com aquela roupa que você olha e já vê que é turista, além de também não falarem português.

    E AMO Taylor, mas acho que ela tem que tomar cuidado com quem está ao redor dela, já que imagino que essas ideias não saiam da cabeça loira dela.

  • RESPONDER
    Roberta
    10.02.2015 às 11:48

    Adoro o blog de vcs e acho que nunca comentei!
    Mas tá ai, adoro tantoooo esses post de deu o que falar! hahahaa.
    Beijos meninas ;)

    • RESPONDER
      Joana
      10.02.2015 às 13:38

      Então é importante contar pra gente que gosta da tag mesmo :)
      A gente precisa saber de vocês o que curtem…
      Obrigada pelo feedback. <3

  • RESPONDER
    Paola Alves
    10.02.2015 às 13:27

    Ainda nao sei o que achei do vídeo que satiriza os brasileiros hahahaha ao mesmo tempo que me incomoda, não incomoda, sei lá! Taylor tá fazendo a louca e essa menina queria aparecer certamente, vcs falaram tudo! Depois reclama que homem só liga pra aparência, trata mulher como objeto.. olha, complicado! http://simsemfrescura.blogspot.com.br/

  • RESPONDER
    Marcela Leme
    10.02.2015 às 14:09

    Ola! Já tinha ouvido comentarios do blog mas comecei a acompanhar voces apenas há alguns meses. Gosto muito desta tag, pois consigo me informar do que tem acontecido no Brasil/mundo de forma direta e concisa. Embora eu nao tenha achado a menor graça deste video-paródia, é inevitável reconhecer que realmente os brasileiros não primam pela educação e bons modos no exterior. Moro atualmente nos Estados Unidos e frequentemente quando ouço um alvoroço, já identifico imediatamente a nacionalidade, pode ter certeza que se trata de turistas brasileiros. Afinal, somos uma das poucas nacionalidades da America Latina que possui poder de compra para viajar e consumir, somos economicamente mais abastados. A questão da língua é controverso, mas se você quer se comunicar mininamente, precisa saber falar ingles! Nos EUA ou em qualquer lugar do mundo, feliz ou infelizmente é a língua que se tornou convencionalmente utilizada. Pode-se gostar ou não, mas o sistema já foi institucionalizado. Beijos

  • RESPONDER
    Cris
    10.02.2015 às 15:23

    Ainda bem que o último lugar no mundo que quero visitar é a Disney hahahahahahahaha e Taylor, bem… Taylor é uma chatonilda, bem a cara dela esse tipo de coisa.

  • RESPONDER
    Carla
    11.02.2015 às 11:53

    Gostaria apenas de dizer que adoro esta tag e espero ansiosamente toda semana por ela! Quanto ao video, nao achei muita graca nao (pimenta nos olhos da gente doi…) e nem achei que retratasse algo verdadeiro e exclusivo a brasileiros. Segundo minha propria experiencia turistica, em QUALQUER lugar turistico vai ter gente de QUALQUER nacionalidade furando fila, tirando selfie, milhares de fotos, enfim, coisa de qualquer turista. Ate ai normal, ne? Cada doido com sua loucura e sua mania.
    Mas como foi dito, realmente, quando tem um alvoroco, gente falando alto (praticamente gritando para ser mais exata) realmente sempre sao brasileiros. E eu morria de do porque quando recem me mudei pra ca nao queria admitir que sempre fossem brasileiros. Estava enganada. Sempre sao… :( Eu moro em Paris e as vezes realmente me incomodo ao ver grupos de brasileiros com a roupa de academia gritando pelas ruas e pelo metro (aqui todo mundo fala baixinho) e escutando os comentarios dos parisinos, que literalmente estao xingando os meus conterraneos… Mas e a vida. Demora tempo pra gente se adaptar a um lugar e o tempo que gastamos em viagens nao e suficiente pra isso. Eu me resignei. Pelo menos somos alegres e educados, nao e?
    Ps: perdoem pela falta de pontuacao, mas estou num teclado frances :/

  • RESPONDER
    Marcela vasconcellos
    15.02.2015 às 23:43

    Desculpem-me mas não entendi.
    Se é um direito da Taylor proteger sua propriedade intelectual, porque ela deveria pegar leve?
    A Astrid citou no Saia Justa uma frase que eu não me lembro de quem é: “Não me peça pra fazer de graça a única coisa que sei fazer cobrando”.

    É o trabalho dela, o que garante o sustento dela (e não entendo que caiba a discussão de quanto ela já ganhou porque se ganhou é porque pagam, então é justo) então ela tem o direito divino e humano de guardar sua criação e de exigir os direitos pelo uso dela. Seria a mesma coisa de você ver alguém usando material que você produz pro seu blog sem dar a você o devido retorno (em créditos ou dinheiro).

    Diz que ela foi “dura” com uma fã, ameaçou e tal. Bom, tenho evitado julgar algo que não presenciei pessoalmente pois estou aprendendo que há mil coisas que podem ser acrescentadas quando se conta algo ou que influenciam nas atitudes de uma pessoa. Mas se ela é tão má assim, porque todo mundo continua pagando paixão pra música dela? Se a pessoa é ruim então o que justifica as pessoas ainda darem ibope pra ela?

    sei lá, só não entendo. Mas respeito, afinal cada um cada um.

  • RESPONDER
    Mariana
    18.02.2015 às 16:38

    Ah eu tenho que confessar minha mãe usa roupa de ginástica em todas as viagens e sim eu morro de vergonha.

    Eu já falei para ela que não custa melhorar um pouquinho, mas ela fala que é confortável !!

    Meninas eu gosto tanto dessa tag que sempre venho ver os comentários

  • Deixe uma resposta