18 em Comportamento/ Reflexões no dia 22.01.2015

Usar ou não usar Photoshop, eis a questão!

Olá, meu nome é Carla, tenho 28 anos, sou alta, não me considero nem magra nem gorda e amo Photoshop. Não passo um dia sem usá-lo, acho que o Facetune é uma ótima alternativa para ajustes de última hora no celular, mas isso não quer dizer que eu fico milimetricamente me alterando para parecer que tenho um corpitcho estilo musas fitness.

Esse assunto já apareceu em tantos DQF’s que eu até já perdi as contas. Tanto eu quanto a Jô sempre concordamos com um ponto: se a pessoa photoshopada não arrancar braços, pernas, umbigos e outros membros no meio do processo, ou não distorcer tudo ao seu redor, não vemos mal nenhum em um Photoshop corretivo. Sem contar que esses programinhas mágicos não existem apenas para deixar as pessoas magras, eles também são ótimos para tirar uma mancha, ajustar luz, contraste, saturação, nitidez, etc. Vivemos em um mundo de imagens em que muitas das coisas que a gente vê não é 100% fiel à realidade. Poucas pessoas, principalmente da nossa geração, publica uma imagem bruta (quem nunca botou um filtro numa foto que já estava bonita que atire a primeira pedra) e nada mais natural que apps como Facetune, Perfect 365 e o próprio Photoshop façam tanto sucesso quanto outros aplicativos de edição de foto.

Achei que nem tinha mais o que falar sobre isso, até o dia que eu me deparei com a conta We Photoshopped What, que existe apenas para mostrar exageros photoshopísticos. Nele, você vê tantas distorções, que sinceramente, eu acho até engraçado.

photoshop5Mas o perfil também mostra casos como esse, onde a foto postada não condiz exatamente com a realidade:

photoshop4E nesse caso sempre vai correr o risco de estar muito diferente nas fotos das outras pessoas!

Foi aí que eu percebi que tinha mais coisa para falar sobre esse assunto, sim. É claro que existem poses emagrecedoras, ângulos que favorecem, posicionamento da câmera, a lente usada ou até mesmo a roupa escolhida (alô, consultoria de imagem) que ajudam na busca da silhueta perfeita. E também é óbvio, que nesse mundo onde tiramos fotos com o intuito de compartilhá-las, é mais do que natural que você queira postar aquelas em que você esteja mais bonita, mais magra ou com o melhor cabelo. Mesmo tendo noção disso, não pude deixar de ficar curiosa com o caso da menina que consegue diminuir 4 números de manequim de uma foto pra outra.

O mais curioso é que o tratamento é muito bem feito, tanto que ninguém desconfiaria se não visse uma foto da menina sem retoques. Só que eu fico me perguntando: qual é a graça de você postar uma foto sua que nem se parece com você? Qual é a necessidade disso? Por que enganar dessa forma? Por que SE enganar dessa forma? De que adianta aparecer com medidas de modelo da Victoria’s Secret na foto se elas não condizem com a realidade?

Foi pensando sobre esses assuntos que me bateu uma paranoia que eu achei que só ia resolver com terapia. Comecei a questionar se eu não estava me aceitando, se eu estava me enganando, ou pior, enganando vocês (pode parecer besteira, mas para uma blogueira que sempre foi elogiada pela credibilidade, entrei em um mini parafuso), enfim. Criei um drama quando me dei conta que eu poderia não ser tão diferente dessa menina que eu estava julgando, apesar de ter a consciência tranquila de que eu não estou tão longe da realidade caso alguém me veja na rua. rsrs

photoshop2De leve: Um pouco de nitidez e mudança de luz para destacar o que a foto original não conseguiu destacar.

Comecei analisando minha auto aceitação. O que eu não gostava em mim, eu já mudei com cirurgia plástica muito antes de eu saber mexer direito em Photoshop. Hoje em dia, o máximo que eu mudaria no meu corpo seria uns quilinhos a menos, mas tenho a consciência que só não perco tudo de uma vez porque não estão me incomodando a ponto de eu me esforçar mais para irem embora. Eu malho, eu tento me alimentar bem o máximo possível, mas se eu sair da linha, eu não fico super encanada.

Depois, resolvi ver algumas fotos que eu tratei e postei para tentar analisar o meu caso e entendi o motivo de nunca ter me preocupado com a questão do uso do Photoshop. Para mim, essas ajeitadinhas que eu dou equivalem à truques de maquiagem: uma solução pra disfarçar defeitinhos que incomodam, mas que provavelmente ninguém mais além de mim se incomodaria, ou então realçar aquilo que eu quero que seja destacado.

photoshop1Nível médio: mexidinha na luz, no constraste, nos dentes e no braço, porque eu estava achando que o da frente não estava tão legal quanto o de trás. A foto postada foi a modificada.

Não quero passar pra ninguém a imagem que eu sou 36, sendo que eu sou 42 (e já falei sobre isso e não tenho o mínimo problema de aceitar meu tamanho). Mas gosto de deixar minha foto harmônica e agradável aos meus olhos, seja ajeitando a cor, tirando gordurinhas do braço que não saem nem quando eu estou levando a malhação super a sério ou até mesmo deixando meu dente mais branco, já que o aparelho foi algo que realmente mexeu com a minha autoestima e esse retoque me faz sentir mais segura.

Para mim, o que define o limite do exagero do Photoshop é o bom senso, e essa é uma barreira muito pessoal. Enquanto eu acho ok quem corrige um defeitinho aqui outro ali, sei que vai ter gente que vai achar que eu me enquadro no mesmo caso da menina que fica irreconhecível. Eu tenho noção que ambos os casos são causados por insegurança e eu amo quando vejo uma foto que eu não sinto necessidade de retoques. Meu objetivo é chegar nesse ponto de segurança que eu não sinta mais vontade de fazer nada, mas sei que esse é um caminho longo para trilhar.

Sem contar que estou bem consciente de que o que podia ser uma ajuda em uma sobrinha no braço, se torna uma alteração de 100% do seu corpo e isso é um prato cheio para sermos vítimas dessa ditadura da magreza que existe hoje. Infelizmente, acredito que esse “regime de facetune” seja perigoso se olharmos a longo prazo. Hoje muita menina que mesmo sendo magra, busca mostrar um corpo seco nível modelo. Seja apenas na foto ou na realidade, isso acaba sendo um desejo muito perigoso. Principalmente quando a realidade já é boa.

IMG_2301Nível hard (proposital): Alterei essa foto em 5 minutinhos para mostrar toscamente que dá, sim, para tentar parecer dezenas de quilos mais magra do que você é. Claro que a foto postada foi a da esquerda.

No fim das contas, o que eu realmente pude concluir com essa reflexão/auto análise é que cada um sabe onde o calo aperta e não cabe a ninguém julgar. No fundo, todo mundo tem uma insegurança e tenta ultrapassá-la com os meios possíveis. Se usar Photoshop está melhorando a auto estima, que bom! Só acho que você tem que estar consciente dos seus atos, assim como tudo na vida.

E é claro, se você tiver uma amiga nessa situação, vale dar uma alertada caso ela esteja exagerando na falta de poros ou na cinturinha de pilão que você sabe que ela não tem.

O que vocês acham sobre esse assunto? Pensam que é enganação, insegurança ou que é um recurso que vale ser usado?

Beijos!

Carla

Gostou? Você pode gostar também desses!

18 Comentários

  • RESPONDER
    Marielly Andrade
    22.01.2015 às 22:33

    Carla,
    Adorei o post! Achei super educativo porque eu mesma não sabia que o Photoshop podia ser usado para melhorar a aparência da foto e não só a nossa silhueta.
    Não me sinto em nenhum momento enganada por vocês e continuo achando que a credibilidade de vocês é de alto nível.
    Acho bem tosco a pessoa diminuir drasticamente o corpo ainda mais em tempo de Instagram que a mesma foto pode ser postada por pessoas diferentes e aí corre o risco de em uma vc estar Victoria Secreta e na outra estar simplesmente você. Mas não julgo. Apenas não gosto daquelas fotos de pele de porcelana gritando facetune. Ai não tem como defender as amigue!
    Beijos (escrevi uma bíblia)

    • RESPONDER
      Carla
      23.01.2015 às 12:02

      Marielly, que bom que vc pensa dessa forma! Nunca pensei em enganar ninguém, nem a mim mesma na realidade, mas se existe a possibilidade de eu postar algo que me agrade mais esteticamente, eu acho que vale usar a ferramenta com parcimônia, né?

      E sim, Photoshop é ótimo para outros detalhes! Vc viu a história que a Jo contou no video que ela postou quarta feira? Ela ia tirar foto do look mas antes disso, durante o almoço, ela sujou o vestido branco todo de molho. Ela tirou a foto mesmo assim e depois tirou o molho no Photoshop e deu tudo certo! Pq não, né? rs

      Beijos (e pode escrever 5 bíblias, amamos!)

  • RESPONDER
    Ale Garattoni
    22.01.2015 às 23:14

    Eu juro que não entendo a patrulha anti-Photoshop! Se uma pessoa pega MUITO pesado, como nesse site que vc mostrou, azar o dela que vai acabar criando uma mega reversão de expectativa quando for vista ao vivo ou clicada por outra câmera que não a dela. Querer exibir o melhor de si é absolutamente normal e humano – eu inclusive to doida pra aprender a usar, especialmente o tal Facetune (acho que até me animo a me postar mais assim)!!

    No caso de blogueiras que fazem look do dia é ainda mais compreensível. A imagem postada é o produto da marca – qual marca divulga o próprio produto sem tratar imagem?!

    Até concordo que há o lance da perfeição irreal que pode causar prejuízos em quem vê, mas sinceramente acho mais válido resolver a cabeça de quem fica mal consigo por conta disso do que forçar todo mundo a só se mostrar em versão “a vida como ela é”!

    • RESPONDER
      mari
      23.01.2015 às 6:57

      desculpa escrever aqui mas ia falar o mesmo rsrs… acho terrivel a coisa da reversao de expectativa! Faz todo sentido melhorar a foto mas ao ponto de deixar completamente diferente! E no caso de blogueiras de moda, em tese parte do sucesso e o lance de serem mulheres “reais” ou seja, de todas as alturas, pesos. Nao faz sentido querer ficar igual modelo da VS (ainda que elas tbm sao, claro, mulheres reais).

  • RESPONDER
    Gabriela Ganem
    23.01.2015 às 0:25

    Eu adoro facetune, photoshop… Para mim, para paisagens, para fotos do gato, para tudo! Agora que aprendi a usar acho que nenhuma foto sai pronta da camera mais! Ainda mais hoje que é tudo no celular. Eu igualaria um Photoshop modesto a um filtro do Instagram.
    Beijos!

  • RESPONDER
    Paola Alves
    23.01.2015 às 16:44

    Ai, quando é usado pra alterar coisas inalteráveis, tipo um braço, uma barriga, ou a silhueta toda é demais. Mas quando é uma espinha que estraga a foto, deixar mais colorido e essas coisinhas pequenas e com noção, tudo bem! http://simsemfrescura.blogspot.com.br/

  • RESPONDER
    re
    23.01.2015 às 17:09

    Olá Carla! Tb não vejo sentido em alterações drásticas, afinal a realidade está aí. E preciso dizer que já te vi pessoalmente (rá) no aeroporto de Guarulhos, indo para NY (fev, do ano passado) e não achei nada diferente. Só talvez que, pessoalmente, você pareça mais alta (talvez pq sou baixa hahahahhah e portanto tenho com o que comparar). Bjos..

    • RESPONDER
      Carla
      25.01.2015 às 12:39

      Re, vc não é a primeira que me fala que eu pareço mais alta na vida real do que em fotos rsrsrs. E que bom que eu passei no teste da vida real! hahahahahaa

  • RESPONDER
    Ana Paula
    23.01.2015 às 17:39

    Na boa… vcs são incríveis!! Amo o blog, essa matéria foge do padrão de qq materia que lemos nos blogs por aí… inteligentes, reais…. mil elogios para vcs e hj em especial para vc Carla, com esse post !! Não fica com ciumes Jô… Amooo suas postagens tbm!!!! Vcs e a Cony (do Futilish) são semmmmm sombra de dúvidas as mais reais e mais competentes no q fazem!!! Desejo mil vezes mais sucesso do que vcs já tem…. Bjos meninas…!!!

  • RESPONDER
    Lu
    23.01.2015 às 18:30

    Acho que todas têm o direito de melhorar a sua foto usando retoques, eu uso sempre algum filtro que me deixe mais bronzeada, pois sou mega branca e me incomodo com isso…

    O que me incomoda com o uso dos retoques é que a pessoa que vê a foto pode acabar sentindo-se mal por não ser tão “perfeita” como a pessoa da foto. Nas revistas então, fico de cara! Sou assinante da Boa Forma e me disseram que as capas possuem muitos retoques, a ponto de não condizerem com a realidade. É chato isso, porque as gurias (como eu) que possuem baixa autoestima acabam buscando uma perfeição que não existe e frustam-se quando não consegue (ainda mais em uma revista que mostra exercícios, vida saudável e dietas).

    Sobre os blogs e looks do dia cheio de photoshop, já comentei aqui que parei de ver esses, muito glamourizados… por isso só leio vocês e a cony.

    Nas fotos de vocês nem percebo muitos retoques e acho justo sim melhorar a luz e etc.
    Adorei o post. Beijoos

  • RESPONDER
    Elen
    25.01.2015 às 21:12

    Parabéns pelo post, as pessoas estão realmente perdendo o bom senso no uso de ferramentas em busca da “perfeição”. Sigo vcs há bastante tempo, mas nunca comentei. Vim aqui justamente porque vi a Carla no vôo Atlanta – RJ no início do ano e não vi nenhuma diferença entre as fotos do instagram e a vida reall, não há motivo para se preocupar.
    Desejo sucesso para vcs!

    Obs.: queria tietar, mas fiquei tímida ☺️

    • RESPONDER
      Carla
      26.01.2015 às 11:39

      Elen, esse voo então tava cheio de conhecida das internets! rsrsrs Sentei do lado de uma menina que eu sigo no insta há um tempão e conheci ela na hora, até falei com ela! :) Poxa, devia falar, sim! Ia adorar!
      Beijooos

  • RESPONDER
    Fernanda
    26.01.2015 às 1:55

    Adoro um look do dia.. curto um dicas de achados.. Um tutorial também não é nada
    Mal, mas nada é tão completo pra mim quanto o futi! E longe de mim bajular ou algo do gênero( não nos conhecemos e talvez isso nunca aconteça) é um fato: vocês tem um blog que pelo menos pra mim, é vida real! Bom, da mesma forma que adoro sair maquiada, tirar olheira, camuflar uma espinha ou mancha, acho que podemos também colocar maquiagem em fotos! Eu não vejo nada demais em filtros.. Pq não maquiar uma paisagem?! O que é linda não pode ficar mais linda ainda? Gisele bundchen é linda e nem por isso deixa de se maquiar! Tudo isso é pra dizer que filtros, ajustes, nada disso diminui a beleza de uma imagem.. Seja ela o Cristo redentor ou você linda e loira segurando um champanhe!
    Ah… Já dizia meu pai: tudo em
    Excesso faz mal!
    Beijo Carlinha

    • RESPONDER
      Carla
      26.01.2015 às 11:44

      Adorei seu comentário, Fernanda!
      Beijooos

  • RESPONDER
    Carla Moreira
    26.01.2015 às 8:44

    Oi, Carla (xará)!
    Adorei o post/ questionamento! Super válido falar sobre esse assunto. Acho que recorrer a programas de edição tem duas vertentes. Não vejo mal algum em alterar brilho, sombras, saturação e outros pontos relacionados à qualidade. Acho que deixam fotos amadoras com carinha de profissional, o que eu aprovo e faço constantemente. Por outro lado, mudanças em nossa aparência só demonstram necessidade de aceitação. É bizonho ver como as pessoas se retratam em sites como facebook e instagram. Todas lindas, felizes e sem defeitos, como se a perfeição e a felicidade plena fossem possíveis! Não estou condenando quem retoca as fotos para se sentir melhor, mas acho que seria mais positivo se nos aceitássemos como somos, humanos, com uns pneuzinhos aqui, um nariz maior ali, uma orela de abano acolá… Está tudo tão desumanizado hoje em dia, né?
    Parabéns pelo post! Faz a gente parar e pensar.
    Beijos.

    • RESPONDER
      Carla
      26.01.2015 às 11:56

      Oi, xará! Eu acho normal esse movimento de você querer expor o melhor da sua vida nas redes sociais, e eu realmente curto, ainda mais se essas imagens lindas e perfeitas estiverem no instagram. Se eu quero ver gente reclamando eu vou no Facebook hahahaha.

      E sim, eu também relaciono os retoques como algum problema com a aceitação, mas mais como insegurança e reflexo das possíveis críticas, e acho que em perfis famosos de celebridades e blogueiras, isso é elevado à infinitésima potência. Hoje em dia a patrulha da internet está tão cricri que já vi gente reclamando porque a menina postou uma foto com esmalte descascando! Aí entra uma super dúvida: está tudo tão desumanizado porque as pessoas não se aceitam ou porque não aceitam lidar com essas pessoas que só enxergam os defeitos?

      Beijoos

    Deixe uma resposta