8 em Comportamento/ Deu o Que Falar no dia 19.01.2015

Deu o que falar…

1 – Menos segregação, mais respeito!

dqf

Semana passada lemos dois textos BIZARROS que incitam ódio e segregação social, algo tão retrógrado que foi até difícil de ler. O primeiro absurdo foi esse texto que a jornalista Silvia Pilz fez para o jornal O Globo. Leiam e nos digam se não é de se chocar. Passamos o texto torcendo para que, no fim, ela se redimisse ou explicaria mais ou menos o motivo de ter escrito essas linhas, mas não.

A falta de informação sobre a alimentação pode explicar muitas das doenças que atingem a sociedade, assim como todo mundo em qualquer classe social pode ser um pouco hipocondríaco. Seja lá o que for, a forma como ela colocou a questão foi muito infeliz.

hilde

Tão infeliz quanto esse texto da Hildegard Angel. Ao reclamar das praias cheias e arrastões – problemas reais de todo verão carioca – ela sugeriu, assim, como quem não quer nada, diminuir os meios de transportes públicos para as praias da Zona Sul. Ah, além disso, também resolveu criar a hipótese de se cobrar entrada na praia do Leme. Acreditamos que temos um problema, sim. As praias não estão limpas, nem muito menos policiadas, mas tirar o direito de um lazer gratuito do cidadão não é a solução.

Levando em conta esses dois textos, a gente fica se perguntando: onde foi parar a tolerância? E a noção? E as papas na língua?

2- Casamento de mentira?

Faz tempo que um clipe não dava o que falar como Sugar, do Maroon 5, onde Adam e sua turma invadem vários casamentos de surpresa. Bem, tecnicamente era surpresa, mas no dia seguinte da divulgação, várias provas de que alguns casórios eram encenados começaram a surgir.

Na verdade, a gente achava que todos eram falsos! Algumas reações estavam um pouco exageradas, e não imaginamos algumas cenas sendo espontâneas, mas nada disso nos impediu de achar o clipe fofo. A Revista Glamour publicou esse texto dizendo que o fato de terem dois casamentos falsos no meio dos verdadeiros foi decepcionante. A gente entende quem se decepcionou, afinal, as chances de ter Adam Levine invadindo seu casamento voltaram pra estaca zero, né? rs

Com casamentos verdadeiros e de mentira, a música continua sendo boa e a ideia legal. O único problema que a gente vê nessa história é que os integrantes do Maroon 5 seguem dando a entender que todos os casamentos eram reais. Se não é verdade é melhor não falar nada, não é mesmo? Tem vezes que é melhor ficar no mistério do que se passar por mentiroso, e esse é um desses casos. De qualquer forma, o video foi sucesso e já passa dos 40 milhões de views no Youtube!

E questionamentos à parte, que ótima forma de começar um casamento, né? Com a sua noiva desejando te trocar pelo Adam Levine! rsrs

3- Édipo na vida real?

foto-casalNós participamos de um grupo doFacebook (beijos, melhor grupo) que sempre traz assuntos meio polêmicos que dividem opiniões e geram os debates mais interessantes, mesmo quando as pessoas não concordam entre si. Só que essa semana surgiu um assunto que foi unânime: um texto que fala de uma menina que está noiva de seu pai biológico.

Tudo poderia ser uma mentira de um site que dá noticias falsas, mas infelizmente, foi publicado na Marie Claire, que adaptou a matéria da Ny Mag e que, por sua vez, parece que saiu pela primeira vez no famoso jornal inglês The Guardian (a matéria original aqui)Ao ler a versão gringa só conseguimos ter pena da menina, ela é muito nova e está cheia de questões que só um terapeuta pode nomear. Ela busca defender seu caso com seu pai, mas fica muito claro que ela tem seus valores muito distorcidos, pavor de abandono e questões complicadas com relação à figura masculina proveniente das más escolhas de sua mãe.

A história pode ser falsa, mas a credibilidade dos veículos que a divulgaram faz com que a coisa pareça séria. Para nós, essa menina é uma vítima de uma família disfuncional e precisa de ajuda nesse caso. De qualquer forma, uma das coisas mais chocantes e loucas, foi saber que é COMUM existir atração sexual entre pais e filhos que ficam muitos anos separados. Existe até um nome, Atração Sexual Genética(GSA – sigla em inglês). Mesmo assim, não conseguimos achar isso aceitável. Como foi colocado no grupo e todo mundo concordou, é ok uma menina de 18 anos, com um histórico problemático como o dessa do texto, se encontrar na dúvida, mas o pai não fazer nada pra impedí-la é complicado, né?

Gostou? Você pode gostar também desses!

8 Comentários

  • RESPONDER
    Tati Bueno
    19.01.2015 às 20:58

    O caso da menina que está noiva do pai me fez chorar muito, que distorção de realidade, conceitos e sentimentos ela vive! Ainda não decidi, mas acho que o pior é a família do pai dela apoiar essa loucura.

    Sobre o M5, além de estar viciada em Sugar, queria Adam invadindo minha vida mesmo, nem precisa ser meu casamento

  • RESPONDER
    Suzana Rahde
    19.01.2015 às 22:18

    Parabéns, meninas! O blog está cheio de posts bem feitos e sem medo. Eu detestei os dois primeiros textos que vocês citaram e amei ver a crítica aqui. Continuem mostrando que blog de moda e comportamento pode, sim, ter outro tipo de conteúdo sem perder a autenticidade.

    Beijos

    http://bakedbysu.com

  • RESPONDER
    Silvia
    20.01.2015 às 2:34

    Realmente a “jornalista” Silvia Pitz precisa se informar melhor, hemograma não precisa de jejum de jeito nenhum e isso há anos, basta entrar em site de qualquer laboratório para verificar.
    Então além de preconceituosa ela também é desinformada.

    Amei o clipe do Maroon 5. Adam Levine lindo.

  • RESPONDER
    Cris
    20.01.2015 às 12:55

    Fiquei chocada com os textos da “jornalista” e da Hildegard… é difícil crer que ainda existam pessoas que pensam assim. Mas, pensando melhor, vai ver que é por isso que o mundo está cada vez pior. Desde o início achei os casamentos do clipe do Marron 5 encenados, o modo comk eles entram no casamento, as reações e até a falta de reações das pessoas no casamento são estranhas. Pra mim, são todos falsos ou, no mínimo, foi tudo combinado anteriormente. Mas, ironicamente, o clipe não deixa de ser legal. Sem comentários para o caso do pai e filha…

  • RESPONDER
    Paola Alves
    20.01.2015 às 12:56

    Deu o que falar é o título perfeito pro post né? Tudo deu mesmo o que falar e as coisas ditas nele assustam, tirando o do Maroon.. Liberdade de expressão não tá sendo usado corretamente, cada vez mais, infelizmente! E quanto à menina não sei nem o que dizer, como estudante de psicologia ainda, fico chocada. http://simsemfrescura.blogspot.com.br/

  • RESPONDER
    mary
    20.01.2015 às 13:46

    amei o clipe e eu achava desde o começo que era montagem,mas amei tudo e o adam cada dia mais gato.

  • RESPONDER
    Marilia Kelvia
    23.01.2015 às 13:33

    Oi Meninas, vou comentar do caso do pai e da filha. Eu ate outro dia também na sabia dessa tal de “Atração Sexual Genética”, ate que assistindo tv me peguei vendo a Universal e um episódio do Law & Order: SVU, onde eles estava investigando um caso que envolvia a tal “Atração Sexual Genética”. Durante o episódio foi falado o quanto isso é comum na Europa e que não só entre pais e filhos, mas entre irmãos também. Vendo isso lembrei de um livro que li a pouco tempo que se trava exatamente da atração e amor entre irmãos. Quem tiver interesse o livro se chama Proibido. No livro fala que após completar a maioridade o caso passa a não ser tratado como crime/abuso e que o casal passa a ser visto na sociedade como realmente um casal sem o vinculo parentesco direto. Não gosto de julgar ninguém e nem dizer o que é certo ou errado para os outros, mas concordo que é necessário um acompanhamento psicológico para ambas as partes, pois para mim os dois tem problemas.

  • RESPONDER
    Thaina Portugal
    23.01.2015 às 13:54

    #MelhorGrupo <3
    Tem de ser algo bem chocante para fazer com que todos ali concordem eim?! o.o Como psicóloga, na teoria, não deveria me chocar com a situação… Mas essa infelizmente não foi a realidade, acho que os dois precisam de ajuda. De ajuda URGENTE!

  • Deixe uma resposta