16 em Deu o Que Falar no dia 13.10.2014

Deu o que falar…

1 – Em busca da selfie perfeita

Provavelmente muita gente vai ver esse vídeo e pensar que perdeu um minuto precioso da sua vida, mas vamos postar mesmo assim:

http://youtu.be/pN5vf23UcO4

Vimos no site da Glamour esse vídeo que mostra uma menina fazendo as poses mais esquisitas, tudo em busca da selfie perfeita.

Apesar da selfie já ter se tornado parte da vida de muita gente aqui, vai dizer que o ato não é super estranho (ok, as poses não ajudaram) de se ver? Deu até uma vergonha de sacar o celular em público para isso! rs

Só queríamos ver como ficou a foto da menina no fim das contas. Tanto trabalho deve ter dado certo em algum momento, né?

2 – Quando o tio do Photoshop dorme no ponto

Depois de Preta Gil, o tio do Photoshop andou bem moderado ultimamente. Fazia tempo que a gente não ficava sabendo de um exagero que desse o que falar. Até que Giovanna Antonelli resolveu postar no Facebook uma imagem de sua campanha para uma marca de bolsas e pronto, acabou a greve. O motivo? Ombros desconfigurados.

10251966_781448925244797_5819069184199305673_nA zoeira, que já não tem limites, obviamente foi mais forte do que nunca. Comentários no estilo “eita, Giovana”, “o que fizeram com seu ombro?” , “esse corpo não te pertence” (o melhor comentário! haha) bombaram na foto e foi noticiado em vários lugares, tanto que a marca mandou essa imagem em outro ângulo, justificando que foi apenas a ombreira (será?).

Nós entendemos o uso do Photoshop para deixar uma pele mais bonita, tirar pequenas imperfeições, e até mesmo ajustar uma cinturinha, mas Photoshop deformador não dá, né?

3 – Bridezilla nivel máximo

Vamos publicar um texto que foi altamente compartilhado em nossas timelines, mas de antemão, queremos deixar claro que realmente esperamos que essa história seja mentira. Já ouvimos e presenciamos histórias de bridezillas épicas e de dramas pré casório absurdos, mas essa daqui ultrapassou todos os limites. Leiam e se choquem com a gente:

10645269_735507833198514_8248233876619434770_nNão gostamos de julgar sem conhecer ou sabendo apenas uma parte da história, mas vai dizer que é impossível não achar que essa deve ser a noiva mais mimada do mundo? Tudo bem comentar sobre isso com o noivo, com a melhor amiga, mas jura que isso é coisa para se dividir em um grupo no Facebook, com várias pessoas desconhecidas?

Não acompanhamos o desenrolar disso tudo (quem sabe de mais infos, pode complementar o post!), mas dá vontade de avisar ao noivo que ele está se metendo em uma enrascada e tanto, né?

4 – Era melhor continuar sem opinião

Já tem uns dias que uma camiseta bem oportuna nesse momento pré 2o. turno começou a bombar nas redes sociais. Sergio K, empresário de uma loja de roupas masculinas com mesmo nome, fez uma camiseta brincando com a campanha de Barack Obama “Yes We Can”, que fez sucesso:

sergiok2

Além disso, ele já tinha misturado pessoa física com pessoa jurídica ao prometer que, caso Aécio Neves fosse para o 2o. turno, ele daria uma semana de frete grátis em sua loja virtual.

Por causa dessa abordagem diferenciada, a Época resolveu entrevistar o empresário e, se você imaginava que veria respostas minimamente politizadas ou que estavam a par de alguém que resolveu misturar business com política sabendo o que estava fazendo, enganou-se. Além disso, ele também pareceu não ter ideia nem do próprio negócio. Leiam e nos contem o que acharam.

Achamos o máximo que as pessoas estejam envolvidas com política e debatendo nas redes sociais e, de início, achamos legal uma marca assumir uma postura política dessa forma, mas no fim das contas, era melhor se ele tivesse ficado calado.

Gostou? Você pode gostar também desses!

16 Comentários

  • RESPONDER
    Silvia
    14.10.2014 às 8:06

    O caso da Noiva é real sim! Ela é de um grupo de Noivas de uma “Cidade/Estado”, que não existe faz muito tempo, e postou isso no Grupo lá (olha o povo “orkutizando o facebook ;P). Eu tenho uma fonte confiável que leu isso na página do tal grupo e tb contou que o barraco só ficou pior, pois a tal madrinha “mão de vaca” fazia parte da mesma comunidade…. Resultado: a noiva foi massacrada, NINGUÉM concordou com ela e, devido ao excesso de confusão, acho que as moderadoras apagaram o post.

    Bem, ela pode me dar os R$500, que eu não vou reclamar, dado que aparentemente ela não sabe o que fazer com o dinheiro… E eu acho que agora ela deve assistir o filme da Selfie um milhão de vezes e quem sabe assim, aprender a pagar menos mico e ainda sem bonita numa foto!!!

    Beijos!!!!

    • RESPONDER
      Carla
      14.10.2014 às 10:27

      Chocada, Silvia!! E olha que eu tive uns dramas muito doidos no meu casamento e já ouvi várias histórias absurdas, mas essa superou tudo!

  • RESPONDER
    Nome (obrigatório) Taise
    14.10.2014 às 9:32

    Dá até vergonha ler uma entrevista desta.
    O Cara não fala lé com cré,desinformado,vazio e alienado.
    Vergonha alheia define!!!

    Meninas adoro tanto vocês!!!!

    • RESPONDER
      Carla
      14.10.2014 às 10:26

      Né? Ficamos chocadas!!
      Muito obrigada, Taise! :)

    • RESPONDER
      Joana
      14.10.2014 às 18:04

      Exatamente isso Taíse!
      A sensação que dá é que ele fez a camisa pq quis e ponto e que ele é aécio pq quer é ponto, sem embasamento nenhum. Vergonha msm!

  • RESPONDER
    Livia Kerr
    14.10.2014 às 11:55

    O que é essa entrevista do Sergio K?!?! Não tinha visto!!
    “Como destruir a sua imagem e da sua marca em uma única entrevista”.
    Pra que ele fez isso? Estou inconformada! hahahaha
    Mas a menina da seilfie me diveritu.. rs
    :*

  • RESPONDER
    Larissa
    14.10.2014 às 12:48

    Oi meninas… uma das coisas que mais gosto do blog de vocês é o “deu o que falar”. AMO!
    Sobre a noiva achei ridiculo… sou noiva e TODOS os meus padrinhos serão convidados pela afinidade que temos, e nunca pelo presente em potencial que poderei ganhar. Inclusive se algum deles não me der nada para mim não vai mudar… só quero que eles compartilhem do momento com a gente.
    Sobre o fulano Sergio K… não achei que ele foi assim tão “abitolado”…. achei só que ele não deve ser um cara acostumado á dar entrevistas…logo, ele não deve ter se preparado e/ou pensando melhor nas respostas. Alguns comentarios dele eu tambem não concordo mas respeitei o ponto de vista dele. O fato é que existem opiniões que não devemos externar pois não é todo mundo que compreende…e se caso seja inevitavel externiza-la, devemos ter o máximo de tato para se fazer entender. Achei que ele não estava preparado para esta entrevista. Mas não consegui vê-lo como um “alienado, vazio e desinformado”.

    beijos, amo o blog. ;*

  • RESPONDER
    Camila Amorim
    14.10.2014 às 17:22

    Meu Deus, que entrevista é essa? Sei lá, né, não sabia. Se ele acha que representa sua faixa etária, ele tá redondamente enganado.

  • RESPONDER
    Mariana Borges
    14.10.2014 às 18:00

    Posso estar equivocada, mas achei o jornalista direcionado para jogar umas “cascas de banana” para o entrevistado cair. O entrevistado também foi bem ingênuo …

    Enfim, entrevista polêmica ganha uns cliques, é citada inúmeras vezes e ficam todos felizes. Até quem é feito de palhaço no final acha até bom. E vamos que vamos com o circo midiático.

    Enquanto isso, as análises das propostas perdem terreno. Who cares? #cansei #faltamuitopara acabar?

    • RESPONDER
      Carla
      15.10.2014 às 11:33

      Mariana, com certeza o jornalista não estava com as melhores das intenções ali e é claro que quando surge qualquer polêmica, o que mais querem é aumentar os cliques mesmo. Mesmo assim, acho que se vc se posiciona de uma forma, ainda mais quando estamos falando de política -e ainda mais quando ele misturou marca com pessoa física dessa forma, o mínimo que vc tem que fazer é ter algum argumento para justificar seu ato, né? Senão fica parecendo um bobo alienado!

  • RESPONDER
    Fany
    14.10.2014 às 18:09

    Meninas, se bem entendi, hoje em dia (diferente da minha época) ser padrinho de casamento fica atrelado a OBRIGAÇÃO de se dar um presente (SEMPRE CARO) estipulado pela noiva. Antigamente, ser convidado para padrinho era uma demonstração de carinho e afinidade com os noivos, independente do presentão ou presentinho. Bons tempos!
    Bjks, Fany

    • RESPONDER
      Carla
      15.10.2014 às 11:29

      Fany, eu casei há quase 4 anos atrás e pelo menos na minha época não tinha nada disso! rs Como eu já morava junto, já tinha boa parte da casa montada e ainda estava ganhando presentes dos convidados, decidimos pedir para que os padrinhos não dessem presentes, e sim contribuíssem com nossa lua de mel. Não estipulei valor nenhum e cada um deu quanto quisesse. Minha mãe quase morreu (achou um abuso rsrs), mas vários padrinhos vieram falar que curtiram a ideia e que adoraram estar participando da nossa lua de mel também!

    • RESPONDER
      Fany
      15.10.2014 às 14:50

      Mas, Carla, aí foi legal, vc sugeriu uma colaboração para a lua de mel, mas, não estipulou o valor e cada padrinho deu o que pode ou qto queria. Super válido. bjks, Fany

    • RESPONDER
      Bruna
      17.10.2014 às 13:11

      Onde já se viu a noiva estipular o que tal padrinho tem que dar! Nem hoje, nem daqui a 1000 anos vou achar isso normal! Hoje em dia tem noivas que gastam centenas de milhares de reais na festa e acham que o padrinho tem obrigação de “compensar” o que ela gastou com presente caro (não só padrinho, pq já vi amiga minha reclamando que convidado deu presente muito barato)….convenhamos, em que mundo estamos!?????

  • RESPONDER
    Marilia
    15.10.2014 às 10:49

    Não consegui ver o video da selfie … tiraram do ar.
    =(

    • RESPONDER
      Carla
      15.10.2014 às 11:24

      Poxa, que pena!! Era engraçado, se bobear a menina filmada descobriu, né?

    Deixe uma resposta