16 em Deu o Que Falar no dia 16.06.2014

Deu o que falar…

1 – Abertura vergonha alheia

Provavelmente não teve assunto que mais deu o que falar na semana passada do que a abertura da Copa, né? Para quem assistiu do estádio ou em casa, a decepção foi a mesma e a sensação de “essa apresentação não me representa” também.

Virou motivo de chacota no Buzzfeed e em outros veículos internacionais, o que não deixa de ser chato e encarado quase como uma ofensa pessoal, mas na verdade é tudo culpa da Fifa que, para não estragar a grama, prefere sempre fazer algo mais comedido. Só poderiam pensar em chamar um Paulo Barros da vida ao invés de uma coreógrafa Belga e um diretor italiano, né? Aqui no Brasil tem muita gente com talento para fazer essas coisas, sem necessidade de importação! Alô, Paulo Barros!!!

Bem, como preferimos rir para não chorar, pelo menos os memes criados foram engraçados, né? rs Como esse:

meme-copa-do-mundo-magic

2 – Bons exemplos

A gente tenta mudar de assunto, mas ultimamente tudo está relacionado à Copa! E falando no assunto, não tem como não mencionar exemplo de educação e bons modos que os japoneses deram aqui no Brasil, no primeiro jogo do Japão na Arena Pernambuco.

torcedores+japoneses+limpando+estádio

No final do jogo contra a Costa do Marfim, vários japoneses pegaram seus sacos de lixo e limparam os setores que eles ocupavam nas arquibancadas. Achamos engraçado o fato de que um ato de cidadania que deveria ser algo corriqueiro (nem que fosse para levar as embalagens vazias para o lixo mais próximo), ter chamado tanta atenção. Isso só prova o quanto ainda temos tanto a aprender!

Seja na praia, cinema, estádio, o mínimo que devemos fazer é jogar na lixeira aquilo que consumimos, né? Lugar de lixo é no lixo, não custa nada repetir!

3 – Que tal se preocuparem com seus próprios cabelos, hein?

Mudando um pouco de assunto, para não ficar no monotema de Copa, a Mandy e a Gabi do Starving deram essa sugestão para o DQF e quando lemos, não conseguimos acreditar.

Não sabemos se todas aqui acompanham as redes sociais da Beyoncé, mas volta e meia ela posta fotos da filha, a Blue Ivy. E em todas as fotos, dá para perceber que eles resolvem deixar o cabelo da menina solto, sem penteados ou outras firulas.

rs_600x600-140421141623-600.beyonce-blue-ivy-kiss

Nós nunca vimos problemas nisso, mas aparentemente, 5.000 pessoas veem. Alguém muito desocupado resolveu criar um abaixo assinado através do site Change.org cujo título é: “Penteiem o cabelo dela”.

Os argumentos são os mais estapafúrdios da vida, a gente chegou a achar que era alguma brincadeira de muito mau gosto. Olhem só (tradução livre):

– “Eu odeio quando a mãe parece custar 1 milhão de dólares com o cabelo todo feito e parece que a filha nunca viu um pente desde que nasceu.”

– “Porque se fosse com qualquer outra pessoa, isso seria considerado negligência, e Beyonce seria vista como uma mãe ruim.”

– “Blue não consegue se defender. Alguém tem que fazer isso por ela.”

– “Porque é abuso infantil e isso tem que parar.”

Alguém consegue se convencer que isso é sério? Por que tanta gente perderia seu tempo para se meter na vida da filha de outras pessoas (só porque são famosas?)? E vamos combinar, bem melhor o cabelo ficar natural desse jeito do que alisarem os fios de uma bebê de 2 anos, né?

Gostou? Você pode gostar também desses!

16 Comentários

  • RESPONDER
    Camyla Mendes
    16.06.2014 às 19:38

    Ihh, meninas vou discordar de vocês. Não achei a abertura da Copa sensacional, mas não achei tão ruim como foi colocado no post. Bom, certamente seria bem inviável colocar um carro alegórico de escola de samba dentro do estádio, e ao que eu me lembro, as aberturas de Copas não são tão impactantes (as de Olimpiadas sim, são incríveis!), e o fato de ser de dia também diminuiu um pouco da emoção, mas achei ok, acho que o povo exagerou nas críticas!

    • RESPONDER
      Carla
      16.06.2014 às 19:54

      É verdade, Camyla, nenhuma abertura de Copa é sensacional e a nossa não foi muito melhor – nem muito pior – que a da Africa do Sul, por exemplo. Só acho que foi um desperdício de talento não usar um de nossos carnavalescos ou até mesmo coreógrafos nessa equipe. Acho que não precisa de um carro alegórico para chamar a atenção, mas achei a coreografia péssima, a música ruim, pouca gente para muita história – e uma história caricata até dizer chega – enfim….Entendo que precisa seguir certas regras, que todo cuidado do mundo é pouco com a tal da grama (a do Itaquerão, por exemplo, tem até equipamentos para diminuir a temperatura da grama, olha que loucura!!), mas acho que a Fifa poderia estabelecer limites e deixar que os profissionais de cada país sede da Copa fizessem seu trabalho.
      Mas concordo contigo que o povo exagerou nas críticas (isso quando nao resolveram culpar o governo), mas espero que as Olimpiadas sejam tudo aquilo que a gente esperou da Copa!

  • RESPONDER
    Andréia
    16.06.2014 às 20:51

    Oi meninas, adoro o blog mas nunca comento. Só p/ constar que no Amazonas é boi bumbá (garantido e caprichoso). Bumba meu boi é no Maranhão. Beijos!

    • RESPONDER
      Carla
      16.06.2014 às 22:44

      Andréia, pegamos essa imagem na internet e nem eu nem a Jô reparamos o erro! Confundimos mesmo os bois! rsrsrs Como não está certo, resolvi retirar a imagem! Obrigada por avisar, viu?
      :)
      Beijos!

  • RESPONDER
    Bianca
    17.06.2014 às 0:55

    Vcs assistem Grey’s Anatomy? Um casal branco adota uma menininha negra. Em um episódio, o pai leva a filha pro daycare, percebe os olhares de todos e logo pensa que todos estão olhando por ser tratar de um pai branco com filha negra, até que uma colega negra o alerta dizendo:
    “She was staring at you two because daddy has, nice hair, maybe perfect hair, but for whatever reason, his daughter’s hair is 31 flavors of wrong! It’s hard on the eyes. Look, you are white, but your daughter is black, do your baby’s hair!”

    Quando assisti o episódio, também pensei que as pessoas olhavam pela questão racial, jamais imaginei que fosse pelo cabelo da criança. Tem até um blog de uma mãe branca dedicado aos penteados que ela faz na filha negra (Chocolate Hair Vanilla Care). Já faz algum tempo que visitei o blog, mas fiquei surpresa em ver que o assunto é levado super a sério, tem até “regras” em relação ao cabelo (tipo não tocar, etc). Depois que vi esse blog, cheguei até esse artigo http://www.patheos.com/blogs/frenchrevolution/2012/09/26/a-white-moms-plea-to-black-women-giving-hair-advice-about-her-african-daughter/ (sei que no caso da Blue os pais tbm são negros, mas vale ler o artigo e tbm os comentários do mesmo).

    Eu jamais repararia/importaria com o cabelo de um bebê, mas aparentemente esse tipo de coisa é “comum” por lá. Aparentemente os que mais se importam são os próprios negros. E quando falam em pentear o cabelo da Blue, creio que não se refiram a alisamentos. E veja, eu não estou justificando tampouco concordando com o comportamento dessas pessoas, apenas tentando entender. De qualquer forma, acho esse tipo de abaixo-assinado uma grande falta do que fazer. Seria interessante se alguma leitora negra desse uma opinião sobre o assunto também.

    • RESPONDER
      Caroline®
      17.06.2014 às 9:37

      Também relacionei o caso da Blue com esse episódio de Grey’s (<3). E acho que isso pode nos levar a uma profunda reflexão racial. Uma criança branca, com seu cabelo liso todo bagunçado não desperta muita atenção e quase nenhum julgamento (vide os filhos biológicos Jolie-Pitt e a Suri Cruise). Mas uma criança negra de cabelo crespo, se não estiver penteadinha, com o cabelo "domado"… Tomo como exemplo a Zahara, que também é Jolie-Pitt. Dificilmente ela é vista com o cabelo solto, ao natural.

      • RESPONDER
        Carla
        17.06.2014 às 11:18

        Então, Carol, só não sei se botaria a Zahara como exemplo porque ela sempre foi uma lady, desde muito pequena você via que ela gostava de sair com a bolsa igual a da mãe, toda arrumadinha, etc. Acho que, nesse caso, tem mais a ver com personalidade do que com alguma imposição….sem contar que a Angelina Jolie e o Brad Pitt aparentam deixar seus filhos bem livres nessas escolhas.
        Mas sem duvidas isso serve para uma baita reflexão. Como eu comentei acima, existe um documentário do Chris Rock que é todo feito baseado na pergunta que a filha fez sobre o próprio cabelo, é bem legal e serve para refletir sobre esse assunto, vale assistir! Só acho que a Blue Ivy ainda não tem idade o suficiente para ser afetada por essa cobrança que a sociedade faz…e que bom que os pais não caem nessa (sem contar que a Blue tem um ótimo exemplo de negra com os cabelos naturais perto dela – a tia, Solange!! Isso também ajudará no futuro, eu acho! rs)

    • RESPONDER
      Carla
      17.06.2014 às 11:09

      Bianca, eu lembro desse episódio, e é verdade! Também lembrei da história da filha do Chris Rock, que com 6 anos perguntou para ele porque ela não tinha “cabelo bom”. Ele, inclusive, fez um documentário sobre esse assunto, o nome é “good hair”. Eu sei que lá fora é comum crianças negras andarem por aí com os cabelos cheios de penteados (apesar de alguns casos eu morrer de pena da criança, porque apertam tanto pra fazer os coques, as trancinhas e outros tipos de amarrações que eu duvido que não machuque, mas isso é papo para outro dia e outra reflexão!), mas independente de ser comum ou não, choquei com a falta do que fazer dos outros! São 5.000 assinaturas!!! É muita gente para um assunto que não diz respeito a ninguém além dos pais!
      Também queria que uma leitora negra desse opinião sobre isso! :)
      Beijos

  • RESPONDER
    Fany
    17.06.2014 às 1:28

    Tudo uma questão de gosto! Achei péssima a abertura da Copa , não ao ponto de dizer que o governo é o culpado, mas, acho sim que os nossos carnavalescos fariam mil vezes melhor, sem usar carros alegóricos. Fiquei imaginando, como seria essa abertura se o Carlinhos de Jesus ou a Deborah Colker (para citar alguns nomes) tivessem sido convidados para fazer esse trabalho!
    Os japoneses nos deram uma lição (quem sabe passamos a imitá-los).
    Bjks meninas. Fany

  • RESPONDER
    Gabriela
    17.06.2014 às 8:15

    Carla estou super ctg, de quem foi a infeliz ideia de colocar um Belga e um Italiano para fazer a abertura da copa com TANTA GENTE DE GABARITO no Brasil p fazer isso? Tem muito carnavalesco que faz isso de olhos fechados e não precisa ser do grupo especial hein.. Claro que não estou dizendo para colocarem a escola de samba la nem os carros alegóricos mas com certeza teriam dado um show no tal “padrão FIFA”. Sobre os Japoneses, fiquei de queixo caído, se eu estivesse lá beijaria o pé de cada um deles pela lição de moral em rede mundial! E o cabelo de piaçava da Blue? Simplesmente LINDO! E que continue assim, bagunçado e enrolado, afinal de contas que criança no mundo para com a cabeleira no lugar?

    • RESPONDER
      Caroline®
      17.06.2014 às 9:29

      Moça, você tentou elogiar e acabou ofendendo. “Cabelo de piaçava”???? Péssimo, porque piaçava é aquela coisa dura, sem jeito e que espeta, usada pra fazer vassoura….. Deixa quieto, que é melhor.

  • RESPONDER
    ROSANE
    17.06.2014 às 13:33

    gente desocupada ao falar mal do cabelo da menina,cada um deve assumir o que tem,black power é lindo também,esse negócio de alisar ou usar peruca como quase todos as cantoras negras usam,não da!parece até que algumas não gostam do seu próprio cabelo,que pena.original sempre é o melhor.

  • RESPONDER
    Marília dos Santos
    17.06.2014 às 18:45

    Bom, disseram que a cerimônia de abertura da Copa tem que ser uma coisa simples e com poucos participantes para não ficar “pesado” e “estragar o gramado” e blá blá blá blá….
    Vamos ver a cerimônia de encerramento então!!! Não tem desculpa para ser outra mixaria, né?
    Veremos….

  • RESPONDER
    Juliana Borges
    23.06.2014 às 9:02

    amei esse post… minha humilde opinião sobre tudo isso: 1 – a abertura da copa foi ruizinha sim… investem tanto no carnaval, que acontece todos os anos somente no Brasil e quando acontece alguma coisa que saberá deus qdo vai acontecer de novo por aqui, eles fazem essa meleca… 2 – japoneses pegando seu lixo é lindo, maravilhoso… mas isso é possível no país deles, pq lá paga-se multa por deixar seu lixo no chão. Aqui a coisa não funciona, pq nosso governo não funciona. 3 – essa moça que tá cuidando do cabelo da Blue é quem mesmo? uma desocupada, né? o que me espanta não é nem tanto o preconceito, mas sim o fato de 5.000 pessoas estarem preocupadas com algo sem cabimento, de uma pessoinha linda que nem é da família deles… vai arrumar o que fazer, gente!

  • RESPONDER
    valentina
    11.07.2014 às 17:26

    Paulo Barros se negou a fazer a abertura da Fifa, após saber dos procedimentos que deveria seguir para a apresentação.E a abertura não foi horrível se comparamos com as anteriores!

  • Deixe uma resposta