11 em Book do dia/ Comportamento no dia 28.05.2014

Book do dia: Divergente, de Veronica Roth

Eu tinha tudo para não gostar de Divergente. Para começar, é impossível não fazer alguma conexão com Jogos Vorazes. Inclusive, a primeira vez que eu vi a capa desse livro, eu achei que era uma nova trilogia da Suzanne Collins.

divergente-veronica-roth-resenha

Quando fui ler a sinopse, também achei que é aquele tipo de livro que aproveita para remar na onda do sucesso alheio (tipo os livros de romance sadomasoquista que foram lançados após 50 tons!), e eu costumo ter ódio mortal desses “genéricos”: Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é. E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.

Mundo futurista? Check! Sociedade divida em facções? Check! Uma mocinha que muda a sociedade com sua coragem? Check! As comparações são inevitáveis e as chances do livro não ser tão bom quanto a trilogia de Jogos Vorazes eram grandes. E eu sou dessas que quando escolhe um time, é fiel até o final. Tipo team Grazi ou Jennifer Anniston hahahah.
Dito isso, até hoje não sei porque resolvi dar uma chance para Divergente e comprar o primeiro livro.

Mas que bom que eu dei, porque eu achei bem legal! Mais uma leitura de entretenimento, sem grandes pretensões, com personagens intrigantes e narrativa acelerada, daquelas que não dá vontade de parar de ler porque a curiosidade de saber o que acontece no próximo capítulo é enorme!

Ao longo do livro você vai vendo o amadurecimento de Tris (Beatrice) – ela começa tão bobinha, tadinha – e é impossível não torcer por ela. E apesar de ser um cenário futurista e fantasioso em um livro infanto-juvenil, os acontecimentos e os sentimentos são bem explorados a ponto de você se comover, se angustiar e se botar no lugar da protagonista.

Quem gosta de ficção com pitadas de aventura não pode deixar de ler! Alguém por aqui já leu??

Beijos!

Carla

Gostou? Você pode gostar também desses!

11 Comentários

  • RESPONDER
    Vania
    28.05.2014 às 11:54

    Não li ainda, mas tenho uma amiga que ama livros, e já leu e amou! Sou curiosa com alguns post que você coloca aqui, amei esse, vou dar um jeito de ler e depois comentar o que achei!!!

    Bjs, Va!
    http://www.limarose.com.br
    Acessórios Femininos

    • RESPONDER
      Carla
      28.05.2014 às 21:29

      Conta sim, Vania!! Estarei esperando! :) Bjsss

  • RESPONDER
    Margarida Neri
    28.05.2014 às 13:28

    Carla é só para dar uma sugestão , um romance que gostei muito . Arroz de Palma é uma história de uma família portuguesa que vem para o Brasil nos anos 20 até mais o menos os dias de hoje. E contada de maneira muito interessante e bonita um pouco a lá Garcia Marques . E muito bem escrito. O autor é brasileiro um ex diplomata. Beijos mrgria

    • RESPONDER
      Carla
      28.05.2014 às 21:32

      Anotado, tia! :)

  • RESPONDER
    Marcela P.
    28.05.2014 às 13:29

    Li e acuo melhor que the hunger games. Amo Tris.

  • RESPONDER
    Bia
    28.05.2014 às 17:04

    Eu já li os três livros e adorei! Achei mais legal do que Jogos Vorazes, porque a história só vai melhorando com o passar dos livros. Para quem gosta de distopia, “O teste” também é bem legal!

    • RESPONDER
      Carla
      28.05.2014 às 21:33

      Também já anotei esse que vc indicou, Bia!! Obrigada!

  • RESPONDER
    Silvia
    29.05.2014 às 0:54

    Vi o filme ontem!!! Tanto Erick, quanto eu, curtimos e eu fiquei com vontade de ler o livro. Como eu AMO distopia e minha distopia preferida é Admiravel Mundo Novo, eu não consegui deixar de pensar no livro enquanto as pessoas apareciam todas vestidas de uma mesma cor e “nascidas dentro de um grupo que devem pertencer”. E tb bastante em 1984. Como não li, não posso dizer o quanto ela se inspirou em Jogos Vorazes, mas me parece que ela pega uma certa carona outras distopias tipo Duna de Herbert. A verdade é que para mim a ideia central de Jogos Vorazes vem tanto de Rollerball que é dificil comparar com outras obras. Particularmente sou super fã da história politica de Jogos Vorazes, acho que isso faz a história ser sensacional – e o Peeta tb, quem não ama o Peeta? Aliás eu prefiro ele a Katniss! Achei a Tris até bem resolvida para a maioria das heroinas que vejo por ai. Nao sei no livro e na serie MAS no filme, eu gostei mais dela que da própria Katniss!

    Bem, eu recomendo a trilogia da Bussola de Ouro que é surtada mas é bem diferente e nada a ver com o filme, Feios e Bonitos – não li todo o terceiro Especial, as clássicas Huxley e Orwell, Erick curte “O Jogo do Exterminador” – eu tenho meus problemas com a história mais aí são OUTROS 500 – que é um pouco mais masculino mas é legal e tem a saga paralela (que eu não li) que ele diz que é “Bourne com crianças”, e para os fãs da pura scifi Herbert e Assimov! Já nerdei demais, ne? Aviso logo que se um dia vocês falarem de Rei Arthur se preparem para ler um ensaio! ;D

    Beijos enormes!

  • RESPONDER
    Juliana
    29.05.2014 às 10:52

    Eu AMO ler, mas hoje em dia meu tempo é bem menor do que quando eu era adolescente e não leio tanto quanto eu gostaria. Além disso, acho que por ter tantas coisas no dia a dia para pensar, acabou ficando mais difícil uma história me prender meeeesmo. Se a história é mais ou menos eu acabo deixando o livro encostado ou demorando um século para ler. Fazia tempo que não ficava tão presa na história e com aquela ansiedade para ler logo mais e mais páginas, mas Divergente conseguiu me fazer ter essa experiência de “devorar” um livro de novo – li os 3 em uma semana! Amei o livro, o tempo passa muito rápido lendo! Óbvio que é uma leitura para distrair, não é nada filosófico nem complicado, mas gostei bastante. Só não curti o filme, porque mudaram muitas coisas nada a ver, mas enfim, acontece…

  • RESPONDER
    Danielle
    31.05.2014 às 13:24

    Ca, vc viu o filme?
    Eu vi o filme, mas ainda não li o livro. O filme é ótimo. Quando eu vi a sinopse eu também fiz, imediatamente, a ligação com Jogos Vorazes (eu me apaixonei pelos livros e pelos filmes).
    Esse livro tá na minha listinha já tem um tempinho ;)
    Adoro essa tag (não canso de dizer rs).
    Bjs.

  • RESPONDER
    Priscila
    01.06.2014 às 20:49

    Li os 3 livros… Não gostei do final… E td mundo que conheço tbm não… rs
    Vi o filme e achei um pouco parado. O livro é tensão o tempo todo…
    Mas tirando o final, adorei a série!

  • Deixe uma resposta