8 em Comportamento/ Moda/ Reflexões no dia 30.01.2014

O estilo das rolezeiras (e a importância de lembrar que seu passado também foi duvidoso):

Enquanto estávamos procurando o vídeo que postamos no DQF de segunda feira, vimos vários posts sacaneando as tais rolezeiras, mas durante os quase 3 minutos de vídeo, apenas uma frase ficou na nossa cabeça:

1623622_243993472447509_1992672830_n

Ignoramos o tempo verbal (porque acabaríamos entrando no assunto de “rolezinho na escola que é bom ninguém quer” e por aí vai) e focamos mesmo na parte final: “shorts, tomara que caia e Melissa, que é o que tá na moda ultimamente”.

Muita gente ficou ~na zoeira~, achando o cúmulo do rídiculo essa “moda das rolezeiras”. Como assim andar de shorts, tomara que caia e Melissa, né? Como se por aqui, nesse mundo cheio de referências que vão da moda de rua das capitais mundiais às tendências vindas de passarelas internacionais, a moda atual do verão não fosse…. shorts com bodies (sim, é implicância nossa, não aguentamos! Desculpem! hahaha).

Como não resolvemos escrever esse post para gerar um embate de rolezeiras x blogueiras/ interessadas em moda, vamos apenas lembrar de como a gente se vestia com 13, 14 anos? Não sabemos vocês, mas nossas escolhas na época também poderiam soar questionáveis para pessoas mais velhas com alguma informação de moda que a gente não tinha (e, sinceramente, nem fazia questão de ter, leitura era Capricho e o legal era fazer testes na revista).

expectativa-realidadeUsamos alças de silicone, tamancos, Melissa, gargantilhas-tatuagem, bolsinhas de cruzar indianas, Nike Shox, moletom da GAP e várias outras peças que hoje em dia podemos até considerar feias, mas algum dia foi moda e achamos bonitas. Já falamos sobre isso por aqui, enquanto muita gente acha que isso faz parte de um passado que condena, achamos que faz parte de um passado delicioso, onde nossa maior preocupação era se vestir igual a turma de amigas e ser feliz assim.

A maior diferença da nossa geração para essa atual é que o nosso estilo de vida (e nosso estilo em geral) não ia pro Youtube e não era compartilhado nas inúmeras redes sociais. Até existia o MIRC e depois o ICQ, só lá para 2004 que os fotologs começaram a se popularizar, mas ainda assim era coisa vista entre as pessoas da escola (salvo raras exceções). Olhando agora, apenas no nosso último ano de colégio que as coisas começaram a caminhar para esse formato. Esse pequeno fato muda muito a proporção das coisas.

Hoje, um vídeo (ou foto) compartilhado é suficiente para te fazer cair na boca do povo e virar alvo de pessoas de todos os lugares, que nunca te viram na vida, mas resolveram te julgar e criticar, vide vários casos envolvendo vídeos e fotos que viraram assunto no DQF.

E temos certeza que boa parte dessas pessoas que criticaram e fizeram piadinhas, esqueceu que também já teve uma adolescência repleta de gostos duvidosos, afinal, quem nunca?

Gostou? Você pode gostar também desses!

8 Comentários

  • RESPONDER
    Claudinha Périssé
    30.01.2014 às 19:11

    Adorei o ponto de vista, mesmo sem ter ouvido crítica às “rolezeiras” (ainda) :)
    Aliás, gosto do blog principalmente por não ser informação replicada, tem sempre reflexão e opinião.
    Beijo
    =]

  • RESPONDER
    Corina Fernandes
    30.01.2014 às 19:27

    Não devemos esquecer que o que vestimos no passado era a moda da época, hoje pode ser feio, ridículo, cafona, mas era moda e olha que nós só tinhamos as revistas e as novelas como referência mas essas meninas de hoje tem mais a internet e os vocês (as blogueiras) para saber o que rola no mundo da moda. Bjkas adoro vocês.

  • RESPONDER
    Michele
    30.01.2014 às 20:41

    Uau falou tudo, post perfeito parabéns.
    Beijos.
    Blog: http://www.mimorgado.com

  • RESPONDER
    karine
    31.01.2014 às 7:38

    Adorei as lembranças da nossa geração! Que saudade! Que época boa!
    Beijos

  • RESPONDER
    gabi
    31.01.2014 às 9:35

    Ótimo post!!!
    Infelizmente as pessoas se preocupam mais em criticar do que olhar para si.
    Enquanto as “musas do rolezinho” usam short, tomara que caia, melissa e são criticadas, várias garotas/mulheres pseudo antenadas só nas tendências só sabem copiar as revistas/sites/blogs nacionais e por sua vez as revistas/sites/blogueiras nacionais copiam as internacionais. Conclusão: gosto e moda variam de acordo com o referencial!!!

  • RESPONDER
    Mayara
    31.01.2014 às 14:26

    Ótimo ponto de vista, ótimo post.
    Quando começaram essa onda dos “rolezinhos” e a moda das meninas, parei pra pensar que quando era mais nova, esse tipo de roupa era “top”, sandália melissa era a febre das meninas.
    Quando parei pra pensar nisso, resolvi não fazer critica nenhuma a moda delas.
    Acredito que conforme crescemos nossos gostos vão mudando, amadurecemos idéias.
    Também só melhorei as “coisas” quando entrei no colégio, olho minhas fotos antigas e penso ” caramba, eu já usei isso”, mas não acho que o passado condena. Moda é uma coisa que esta sempre mudando, vai moda, volta moda e assim por diante.
    Andar parecendo um par de vasos com a sua amiga, era sinônimo de “melhores amigas”
    Saudades dessa época.

    beijão :)

  • RESPONDER
    Fabine
    31.01.2014 às 20:18

    Comenta aí!

  • RESPONDER
    Lorrana
    04.02.2014 às 20:41

    Adorei este blog e o post. Parabéns. Conheça o meu.

  • Deixe uma resposta