14 em Beleza/ Comportamento/ desafio de peso/ pele/ Saúde no dia 16.08.2013

Acne: dúvidas na alimentação

espinhas-alimentacao-acne

Não sabemos se vocês sabem, mas o post com maior visualizações deste blog é sobre a experiência da Jo com o Roacutan. Desde então as perguntas sobre o tema não param de surgir e uma das mais frequentes, que não sabíamos responder, se trata da alimentação. Muita gente pergunta o que deve ou não comer durante o tratamento.

Graças a uma luz que a Carla Lemos (obrigada, Carlinha!) nos deu sem querer, resolvemos pedir para a Nutricionista Funcional, Patricia Davidson Haiat, nos contar um pouco sobre alimentação para quem tem a pele com acne, afinal, a gente sabe como é complicado sofrer com espinhas!

Como a Patricia nos contou, existem vários fatores relacionados ao aparecimento da acne, alguns exemplos são: nutricionais, hormonais, disbiose e alergia alimentar. Já está bem documentado que o leite e seus derivados interferem no metabolismo de insulina, assim como alimentos ricos em açúcar simples e outros com alto índice glicêmico. O metabolismo da insulina, quando não está bem ajustado, pode levar à alterações hormonais importantes e contribuir com o aumento de acne.

Nota do futi >> Uma pessoa com acne deve fazer todos os exames e tentar entender qual é o seu caso. Por exemplo, o problema da Jô estava ligado à alteração hormonal que, por sua vez, está relacionada a um possível caso de ovários policísticos e alguns médicos indicam o tratamento para baixar a insulina como um caminho a seguir. <<

recomendacoes-nutricionais-acne-dra-patricia-davidson-haiat

– Em jejum, comece o dia com uma mini-limpeza matinal: beber 1 copo de água morna com limão e depois um copo de chá de ervas naturais .

– Beba bastante líquido: Entre os líquidos permitidos estão a água e chás. Consuma de 8 a 10 copos ao longo do dia. Os líquidos são fundamentais para manter a sua pele hidratada e elimina as toxinas que prejudicam a saúde da sua pele.

– Evite alimentos industrializados: prefira os alimentos naturais, especialmente de origem orgânica. Os alimentos naturais contêm nutrientes fundamentais para a saúde da sua pele. Além disso, os produtos industrializados contribuem para o processo inflamatório.

– Inclua fibras nas suas refeições: prefira verduras e legumes crus e cereais integrais [como pão, torrada, arroz, macarrão integral, aveia e seus produtos (farelo, farinha) e quinua]. Estes alimentos contribuem para a saúde intestinal, fundamental para a absorção de nutrientes. Também contribuem para diminuição da carga glicêmica e fornecem vitaminas do complexo B, que são importantes para a redução da acne.

– Alguns alimentos alergênicos têm uma relação com acne: leites e derivados soja, glúten, milho, amendoim, frutas oleaginosas (nozes, amêndoas, castanhas, etc), e devem ser evitados por pessoas intolerantes aos mesmos. 

Nota do futi << exemplo: a Jô tem intolerância à amendoim e oleagionsas (só pode amêndoas), além de ter que evitar leite e glúten. Sempre que ela fica comportada na alimentação a pele já melhora>>

Não consuma alguns tipos de gordura: Como as presentes em carne de vaca, porco, embutidos e produtos de panificação (pães, biscoitos, salgados, croissant). Elas contribuem negativamente para o aumento da oleosidade da pele e também têm potencial inflamatório e são terríveis para acne.

 – Produtos lácteos ( queijo, leite, iogurte, creme de leite e chocolate) bem como alimentos de alto índice glicêmico (como doces, batata, arroz branco e pão comum) são capazes de liberar igf1 ( hormônio de crescimento) e insulina, que aumentam a proliferação de glândulas sebáceas, piorando a oleosidade da pele e a acne.

– Consuma gorduras boas: as gorduras presentes nos peixes, azeite, oleaginosas como nozes, castanhas, macadâmia, avelã (ATENÇÃO! Pode ter relação com alergia alimentar), sementes de gergelim, abobora e linhaça são fundamentais para melhorar o aspecto da pele, além de contribuir para a diminuição da carga glicêmica e atuar positivamente para a saúde intestinal. Todos estes fatores são importantes para diminuição da incidência da acne.

– Consumir alimentos fontes de antioxidantes: os antioxidantes, além de retardarem o envelhecimento precoce, atuam na diminuição da inflamação. Consuma, então, frutas e hortaliças frescas, brotos e sementes (girassol, gergelim, abóbora, melão, figo, melancia, linhaça, etc).

– Evitar beber quantidades excessivas de bebidas alcoólicas e cafeína;

dicas-suplementacao-acne-patricia-davidson-haiat

Probiótico: Importante para melhorar a inflamação cutânea e diminuir a produção sebácea. Os estudos mostram benefícios na utilização, especialmente, com o L. acidophilus e Bifidobacterium.

Nota do futi << A ginecologista da Jô passou um desses, para ajudar. No caso dela adiantou pouco por conta da desorganização hormonal que ela estava vivendo na época.>>

Ácido Pantotênico:  Fundamental na acne relacionada à puberdade, pois a deficiência de ácido pantotênico leva ao desequilíbrio do metabolismo de ácidos graxos e dos hormônios sexuais, comuns na puberdade.

Zinco:  Indivíduos com acne apresentam níveis de zinco reduzidos. Ele possui atividade anti-inflamatória e tem efeito bactericida

ATENÇÃO! Estudo revela 30mg de zinco elementar em 3 meses para o tratamento da acne.

Vitamina A: Sua deficiência está relacionada à acne e queratinização do tecido epitelial.

Atenção! Altas dosagens como proposto no Roacutan pode levar à ressecamento da pele e unhas quebradiças.

Cobre: Tem propriedades antibióticas nos processos inflamatórios de pele, especialmente acne.

Magnésio: Tem indicação na acne e outras alterações de pele.

Vitamina E e C: São antioxidantes, o que é importante para uma pele saudável.

Ácidos graxos:  Modulam processo inflamatório, modulam positivamente os lipídeos da epiderme. Óleo de peixe, linhaça. Se for de causa hormonal, utilizar óleo de prímula ou boragem. O óleo de boragem tem efeito maior que o de prímula.

Obrigada Patricia, adoramos sua participação!

Gostaram das dicas?

É importante saber que tudo deve ser feito com moderação e vários dos alimentos mencionados estão sujeitos à alergia e intolerância, por isso, fazer um exame antes de começar é bem indicado.

Quem quiser saber de mais alguma coisa pode deixar seu comentário no post!

Esperamos que vocês gostem.

Ah! Quase esquecemos de mencionar que fizemos um post sobre produtos e dicas da Dermatologista Vanessa Metz de como cuidar desse tipo de pele.

Gostou? Você pode gostar também desses!

14 Comentários

  • RESPONDER
    Alba
    16.08.2013 às 14:44

    Queridas, eu não tenho a pele acnéica não, mas esse post de vocês foi SENSACIONAL! Já encaminhei o link para duas amigas minhas que sofrem com esse mal. Abraços fortes para vocês!

    • RESPONDER
      Joana
      16.08.2013 às 16:57

      Que legal que gostou Alba!!!
      A Patricia é demais, muito detalhista! :)
      Bjão

  • RESPONDER
    Ilana
    16.08.2013 às 18:28

    Amei o post! Há seis meses as espinhas apareceram na minha vida graças a esses benditos ovários policisticos e ainda não fui ao médico tratar

  • RESPONDER
    Joana
    16.08.2013 às 18:34

    Ilana,
    Não perde tempo não. Cuidar dos ovários policisticos é fundamental! :)

  • RESPONDER
    Lyanna Bezerra
    17.08.2013 às 19:25

    Jô achei o post massa. Super dicas pra quem tem acne, mas acredito que quem está tomando roacutan tem dúvidas mais específicas em relação aos alimentos que pode consumir, pois comidas comidas oleosas tem que ser evitadas, pois o tratamento aumenta o colesterol, então acredito que castanha, nozes etc não podem ser consumidas durante o tratamento.
    Álcool não pode de jeito nenhum.

  • RESPONDER
    Patricia
    18.08.2013 às 13:34

    Fiz tratamento com roacutan há uns dois anos atrás.Não tinha espinhas no rosto,mas tinha muitas nas costas,também por conta dos ovários policisticos.
    Reagi relativamente bem ao tratamento,não passei pela fase da piora e não precisei fazer uma dieta rígida porque meu colesterol e glicose subiram muito pouco.Tirando os olhos e lábios secos e muuuita dor no corpo quando fazia algum exercício físico foi tudo tranquilo,mas quem tem tendência a ter colesterol e glicose alta é essencial seguir a dieta,e esse post está maravilhoso,já indiquei a várias amigas que tomam!Obrigada!
    Bjs;*

    • RESPONDER
      Marina
      14.12.2019 às 21:54

      Qd vc parou o roacutan suas espinhas voltaram?

  • RESPONDER
    Silvana
    12.12.2013 às 0:14

    Minha filha iniciou o tratamento esse mês, tem ovários policísticos. Difícil a questão da alimentação devido a ela só gostar de algumas frutas e verduras. O remédio é caro, mas aqui na nossa cidade, a secretaria de saúde concede o remédio na quantidade prescrita pelo médico, mediante documentação que justifique o tratamento. Só vamos gastar com os produtos para amenizar os efeitos colaterais.
    Silvana – Crato-Ceará

  • RESPONDER
    Cleveson
    03.03.2014 às 11:30

    Estou fazendo tratamento com o Roacutan’ queria Saber se eu posso tomar Todos os sucos que seja Naturais? Principalmente o suco de acerola..

  • RESPONDER
    Cleveson
    03.03.2014 às 11:32

    Estou fazendo tratamento com o Roacutan’ queria Saber se eu posso tomar Todos os sucos que seja Naturais?

  • RESPONDER
    Cleveson
    03.03.2014 às 11:34

    Estou fazendo tratamento com o Roacutan’ Queria saber sobre Alimentação’. E se posso tomar todos sucos naturais?

  • RESPONDER
    Noeliane
    09.06.2014 às 21:30

    Oi adorei as dicas para tratamento com o roacutan, gostaria de saber de mais alimentos que não posso consumir para diminuir e reduzir a acne, bjos.

  • RESPONDER
    Noeliane
    09.06.2014 às 21:32

    oi pode ajudar com dicas para diminuir a queda de cabelo que alimento devo consumir .

  • RESPONDER
    Lorena Branquinho
    05.08.2016 às 9:47

    Ola, amei as dicas! Estou tomando roucutam, e queria saber se posso nos finais de semana comer sanduíche, pizza e se, isso faz mal para o tratamento. Obrigada!!! ❤

  • Deixe uma resposta