18 em Book do dia/ Comportamento/ Cultura no dia 23.05.2013

Book do dia: Morte Súbita

Eu sou da geração que cresceu com Harry Potter, cheguei a me assustar quando me dei conta que tinha apenas 13 anos quando li o primeiro livro. Por isso, é óbvio que depois de anos orfã de HP (gosto até hoje e releio, admito!), eu fui mais uma que se empolgou com o lançamento de um novo livro da J.K. Rowling.

Foi bom eu não ter comprado assim que chegou nas livrarias, pois tive tempo de ler inúmeras críticas, desde as mais profissionais (muitas elogiaram), até as de pessoas decepcionadíssimas porque não tinha um traço de Harry Potter naquelas linhas. Dito isso, posso ter certeza que eu abri o livro (físico mesmo, até hoje não foi para o Iba!) sem muitas expectativas.

E mesmo sem esperar nada, QUE LIVRO CHATO.

book-do-dia-morte-subita-j-k-rowling

A história em si tem potencial, e a construção também. Relações familiares e interpessoais são contadas a partir de uma briga política/territorial de membros do conselho distrital de uma cidadezinha pequena que disputam a vaga de um sujeito que morreu.

Nós vamos acompanhando o desenrolar da história através dos olhos de cada núcleo familiar. É aí que eu achei que mora o problema. São 8 núcleos, com 19 pais e 11 filhos no total (acho que nem em Salve Jorge tinha tanta gente). Eu senti que J.K. Rowling quis criar personagens densos demais, mas não tem espaço em 501 páginas para 30 personagens com questões psicológicas/problemáticos. E olha que essas questões são bem reais, que nós já vivenciamos ou sentimos alguma hora na vida, daria pano pra manga, sabe?

O resultado? Alguns personagens idiotas, outros que poderiam ser muito mais explorados e uma história que se arrasta em diversas partes. Juro que cogitei fechar o livro algumas vezes, mas sou teimosa (e curiosa) demais para ficar sem saber o que acontece no final.

Falando em final, esse sim é surpreendente e nada típico do que conhecíamos em Harry Potter. A única coisa que adianto é que a surpresa não é das melhores.

Alguém leu? Gostou ou não? Quero saber se dá pra mudar de opinião (odeio não gostar de algum livro ou filme! rs)!

Beijos

Carla

Gostou? Você pode gostar também desses!

18 Comentários

  • RESPONDER
    Katiane Denny
    23.05.2013 às 11:59

    Oiiiiii td bom?!
    Eu fui uma dessas que brigou com o marido pq queria pq queria comprar esse livro (depois de ter comprado uns 5) e nao consegui ler nem as 30 primeiras páginas!!!! Tentei 2x e nada ainda! E seu post só me desanima mais kkkkkkkkkk

    Bjs

    • RESPONDER
      Carla
      23.05.2013 às 12:03

      Desculpa então, katiane!! hahahaha

  • RESPONDER
    Nina Ribeiro
    23.05.2013 às 12:21

    Chato, chato. Como eu te falei no outro “book do dia”, até hoje não sei como você conseguiu terminar de ler. Eu leio um livro pro mês, e em Morte Súbita (que tradução podre de título, inclusive) eu não conseguia acompanhar a história (!!)… Tinha que ficar voltando tipo “Quem é esse mesmo?”. Larguei, porque eu não tenho apego mesmo. Hahahahaha

    • RESPONDER
      Carla
      23.05.2013 às 12:58

      Nina, uma das criticas não profissionais que li a pessoa estava contando que precisou anotar numa folha o nome de cada personagem e a ligação dele com os outros na história. Só assim, colando, ela conseguiu terminar o livro. Várias vezes eu tive que puxar da memória qual era o problema daquela pessoa que tava falando, pq eu não lembrava! Só lá pelo meio do livro eu não precisei ficar voltando pra acompanhar! Muita gente!!

  • RESPONDER
    Tatiana
    23.05.2013 às 12:47

    Oi!

    Eu também sou super fã de Harry Potter desde meus 9 anos! Fiquei super empolgada com o lançamento, pois seria uma chance de ler algo novo da J.K.

    Também fiquei super decepcionada e não consegui nem passar do segundo capítulo! Talvez alguma hora quando estiver com mais tempo e paciência eu consiga terminar, mas esses dois primeiros capítulos já foram super difíceis de conseguir!

    • RESPONDER
      Carla
      23.05.2013 às 13:00

      Nossa, eu nunca conseguiria. Já li livros beeeem mais chatos que pareciam soníferos. Lia uma página, dormia, acordava, lia outra, dava sono, voltava a dormir. Até com esses eu fui teimosa o suficiente pra saber qual seria o final! hahaha

  • RESPONDER
    Adriana
    23.05.2013 às 12:47

    Não sou geração Harry Potter…comprei a coleção completa de filmes para meu filho qdo voltamos da Disney…confesso q sou fã…mais do que meu filho, kkk. Então, qdo este livro foi lançado fui sedenta…maior decepção…o livro é muito fraco…mas como não abandono livro pelo meio perseverei fui até o fim. Precioso tempo desperdiçado !

    • RESPONDER
      Carla
      23.05.2013 às 13:01

      Engraçado, eu não senti essa sensação de tempo desperdiçado. Mas que terminei me perguntando “é sério, j.k? de verdade??”, isso eu terminei. Bem, pelo jeito ninguém vai me convencer que o livro realmente não é ruim!! hahahaha

  • RESPONDER
    Letícia
    23.05.2013 às 14:31

    Também sou da geração Harry Potter, li todos os livros e deve ter lido o primeiro com 12 (li assim que foi traduzido e não tinha nenhuma grande produção, só uma mísera pilha na livraria rsrs).
    Qdo li as críticas fiquei com tantooo medo de me decepcionar que nem li… Sou muito apegada a autores e acabo tendo uma relação quase pessoal (a loca!).
    Mas, aproveitando o ensejo, posso sugerir uma autora maravilhosa? Já me envolvi com ela hahaha: Maria Dueñas. Ela tem dois livros lançados no Brasil e achei os dois igualmente bons… É uma aventura de gente de verdade, uma pessoa que você poderia até conhecer, mas cheia de reviravoltas! Amei!!
    Bjs,
    Letícia

  • RESPONDER
    Tatiana
    23.05.2013 às 17:33

    Prefiro acreditar que J.K se esforçou tanto pra se desprender de Harry Potter, que se desprendeu de si mesma… Não deu certo! Então, decidi que esse livro, para mim, não é da autoria dela e mantenho meu amor inabalável por HP independentemente do fracasso desse livro. Li assim que lançou, estava tão ansiosa que achei que fosse terminar em 2, 3 dias (sim, sou dessas que devora o livro). Demorei quase 20 dias e tive a mesma sensação que todos: esquecia os personagens e suas histórias. Harry Potter tinha tantos, se não mais personagens principais, porém todos apontados da ótica de um narrador observador (focado principalmente no Harry) e em SETE livros. Nesse caso, de Morte Súbita, foi overdose. Só o que morreu foi minha vontade de ler novos livros de J.K.

    • RESPONDER
      Carla
      23.05.2013 às 18:05

      hahahaha, adorei seu comentário, Tatiana! Me senti assim também!

  • RESPONDER
    Sheila Moraes
    23.05.2013 às 18:42

    Eu sou muito fã de harry potter. coleciono acessórios dos filmes, dos livros.. comecei a ler com 11, quando harry tinha 11, e o acompanhei até os 17 quando saiu o último livro onde ele tb tinha 17. sempre fui em todas as pré-estréias e estréias de cosplay, etc etc etc.
    Fiquei muito satisfeita com esse livro. Não li o livro esperando harry potter, e sim uma história sobre política. Conseguia ver a JK em cada linha!! De verdade. Gostei de ver o pulo dela da fantasia pra realidade crua.

    • RESPONDER
      Carla
      23.05.2013 às 18:49

      Sheila, eu não estava esperando algo parecido com hp, de verdade. Só falei isso pq muitas das criticas que eu li davam como explicação o fato de não ter nada de harry potter no livro. Bem, quem dá esse argumento se decepcionou porque quis, afinal ela falou em 500 mil lugares que estava mudando de estilo, que queria fazer algo totalmente diferente. Acredito que ela conseguiu acertar nesse ponto, depois do sucesso que foi harry potter, conseguir se desvencilhar é uma arte e esse foi o ponto positivo para mim!

      Beijos!

  • RESPONDER
    Bia
    23.05.2013 às 21:52

    Eu também gostei do livro! Pra mim ele demorou um pouquinho a engrenar mas, quando engrenou, não consegui parar de ler! Essa é a marca da J.K., prender a atenção a cada linha!
    Dava pro livro ter sido melhor? Dava. Mas acho que ela ainda tá se descobrindo após o fim do Harry!

  • RESPONDER
    Carol Guido
    24.05.2013 às 14:29

    Ai gente, que tristeza! Queria tanto ler esse livro, tô com ele em casa desde o lançamento e não consigo começar de tanto que só leio falarem mal.

  • RESPONDER
    Margarida
    24.05.2013 às 23:51

    Carla, no comeco o livro e muito chato , depois melhora um pouquinho , da para ler mas nao vale comprr o livro.

  • RESPONDER
    Carla Destro
    25.05.2013 às 13:50

    Também sou dessas que não desiste do livro! Achei a primeira metade da história MUITO cansativa. O estilo da J.K. Rowling de escrever é bem descritivo e aí nessas primeiras 250 páginas ela só descrevia, descrevia, descrevia… nada acontece! De repente, tudo começa a acontecer ao mesmo tempo e me parece que ela tem pressa de terminar a história logo e acaba daquele jeito… fiquei meio sem chão, meio perdida ainda, sabe? Apesar de tudo isso, gostei do livro! Beijos

  • RESPONDER
    Joanna Fernandes
    28.05.2013 às 11:26

    Comprei o livro em janeiro/2013, e não consegui chegar nem na metade do livro.
    Muito enrolado…

    Bem que ela poderia fazer uma continuação para o Harry…
    Com certeza ela tem uma imaginação boa para as histórias!!!!

  • Deixe uma resposta