18 em Comportamento/ Deu o Que Falar no dia 25.03.2013

Deu o que falar…

1 – Wanessa ruiva

Nós adoramos essas ações milionárias de extreme makeover que algumas marcas fazem com alguns artistas que são conhecidos por nunca mudarem o visual.

Bell Marques sem a barba por causa da Gilette foi algo que nunca pensávamos ver nas nossas vidas. Xuxa morena? Nem em 1000 encarnações (e mesmo assim ficou tão melhor). Sandy Devassa desfrutando uma cervejinha também foi outra estratégia bem boa.

Semana passada a Wella resolveu botar Wanessa Camargo ruiva. Claro que o impacto não foi o mesmo dos outros exemplos porque Wanessa nunca teve muito medo de mudar o visual. Mesmo assim, foi assunto em tudo quanto é lugar. O problema é que falaram muito mais de como a pintura ficou estranha do que como ela ficou bonita e diferente.

Talvez com algumas lavagens, a cor desbote e fique mais natural, mas ninguém nos convence que as fotos de divulgação ficaram bonitas!

2 – E a fé na humanidade?

Há algumas horas atrás, estávamos em um dos grupos que participamos no Facebook quando vimos essa história que nos deixou, no mínino, chocadas. Agora, a menina já virou TT no Twitter e, para a nossa esperança na humanidade, por lá está todo mundo defendendo a Julia Gabriele.

Durante o fim de semana, algum engraçadinho dono de uma fanpage babaca no Facebook, achou a foto dela (ou então, se bobear, até conhece a menina e quis levar a birra da vida real para a virtual) e começou a fazer montagens idiotas brincando com o fato da menina, que tem apenas 12 anos, não ter sobrancelhas e buço depilados. O pior – e aí entra a nossa questão da fé na humanidade – é que essa “brincadeira” é uma das mais leves que têm na página, com mais de 40.000 seguidores. Entenderam nossa falta de fé?

Se aguentar gente implicante já é angustiante, imaginem o sofrimento de ter que ver pessoas que não te conhecem fazendo brincadeiras com uma foto sua? Junta isso com a quantidade de pessoas na escola da Julia que viram e entraram na onda. A barra é pesada, né?

Adoramos memes, rimos com vários, mas nesse caso – e em outros parecidos – isso não é humor. Procuramos o twitter dela e, pelo jeito, foi deletado. Assim como as primeiras montagens maldosas que surgiram. Ainda bem.

Para nós, a moral da história é a seguinte: Toda criança na adolescência pode ser vítima de bullying, mas o uso da internet pode fazer isso tomar proporções gigantescas. Então, nós achamos que todas as mães devem ensinar a responsabilidade de por ou não algo na web. Sem falar em evitar propagar essas ações feitas para humilhar alguém, quem quer que seja. Mais que nunca, responsabilidade é mais que necessário nesse mundo virtual.

3 – Sem limites


Hoje, quem gosta de ler sites de fofoca, acordou com a notícia de que o pai misterioso da filha da modelo Carol Francischini seria o marido da Lala Rudge. A nota foi do “jornalista” Leo Dias, que tem um blog no jornal O Dia online.

Tudo indica que não passa de mais uma das fofocas infundadas que ele adora publicar. Ele não apresentou nenhuma evidência sobre o assunto, errou o nome do blog da Lalá e ainda disse que ela estava mal, sem sair de casa! Oi? Era só dar uma pesquisadinha no Google e no Instagram pra ver o nome do blog dela e ver que a menina só faz sair de casa!

Nós resolvemos abordar o assunto devido às muitas polêmicas que lemos ao longo do dia. O que mais nos incomodou nesse caso foi a falta de profissionalismo do jornalista, se é que assim pode ser chamado.  Esse tipo de informação sem provas, sem testemunhas e sem indícios nos parece uma tentativa louca (porém bem sucedida) de aumentar os acessos do seu blog mas, como falamos, essa não é a primeira e não vai ser a última vez que ele fez isso.

De qualquer maneira, as especulações sobre o pai da Valentina (nome da baby) não deveriam vender jornal e nem melhorar os acessos de site nenhum!

Por mais que a gente adore um bafão, não vamos negar, esse é o tipo de fofoca que não afeta apenas os envolvidos, e sim famílias inteiras. A paternidade, que já foi problema entre Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso, não merece ser problema para mais ninguém!

A Lala Rudge foi vitima do lado negativo do jornalismo e nós devemos evitar dar ibope para esse tipo de informação sem fundamento (por isso a falta de links, por esse blog ninguém entra!). Atrapalhar o casamento alheio não tem a menor graça!

Gostou? Você pode gostar também desses!

18 Comentários

  • RESPONDER
    Letícia
    25.03.2013 às 23:22

    Ótimo DQF
    Concordo com tudo em gênero, número e grau!
    Mas como é triste e um péssimo sinal dos tempos o fato de dois tópicos serem sobre bullying virtual :(

    • RESPONDER
      Carla
      26.03.2013 às 9:34

      Letícia, vc falou tudo! É muito triste se dar conta disso, mas infelizmente falar mal e fazer bullying tá em alta por esses dias…

  • RESPONDER
    Gabriela Ganem
    26.03.2013 às 1:37

    Tadinhaaaaaa!!!
    Morri de pena da menina! :(
    Dá vontade de levar ela em um dia de princesa da Disney!
    Se fosse para zoar alguma sobrancelha, que fosse a da Wanessa, que esqueceram de pintar… rs
    Beijosss, Gabi

    • RESPONDER
      Carla
      26.03.2013 às 9:35

      hahahahaha com certeza taí o maior motivo pra eu não ter gostado do cabelo! com essa sobrancelha, realmente fica parecendo uma peruca! haha algo me diz que daqui a um mês melhora. Mas ainda acho que foi escolha errada de pessoa!

  • RESPONDER
    Lathife Cordeiro
    26.03.2013 às 2:26

    Meninas, vocês arrasam!!
    Concordo com absolutamente tudo.

    Bjs e bjs e ótima semana :* :*

  • RESPONDER
    Karen
    26.03.2013 às 8:45

    O ser humano pode ser tão repugnante, não? Com tantas ações para acabar com esse tipo de coisa ainda existe pessoas que praticam essas tolices … Que dó dessa menina, sei o que é passar por esse tipo de coisa e como isso prejudica na auto confiança da criança. Quanto ao caso da Lala é realmente uma vergonha para mim, como jornalista, ter uma pessoa como essa que usa sua profissão para prejudicar as pessoas e para ganhar popularidade. E quanto a ética na profissão que aprendemos durante 4 anos de faculdade, onde foi parar? É por conta desse tipo de gente e de outras que ainda param para ler essas tolices que vivemos em uma sociedade que se preocupa em ler fofocas do que estender a mão e nos revoltar contra casos como o da garota que sofreu bullying

    • RESPONDER
      Carla
      26.03.2013 às 9:38

      Karen, pelo menos ficamos felizes com uma coisa: assim que o assunto veio à tona, vc só lia mensagens apoiando a menina no Twitter, no próprio Facebook algumas pessoas criaram perfis à favor dela. Ou seja, alguma esperança ainda existe! rs Eu tenho um pouco de Pollyana e acho que prefiro acreditar que a parcela do bem é maior, sabe?

    • RESPONDER
      Joana
      26.03.2013 às 10:18

      E o pior é que os tais 4 anos de faculdade nem são mais obrigatórios! Não é tão simples aprender ética em casa no Brasil (em linhas gerais), uma pena poder ser jornalista sem cursar essa cadeira!

    • RESPONDER
      Carla
      26.03.2013 às 13:16

      Karen, não sei se é verdade, mas eu ouvi falar que caso role um processo, ele pode escrever uma notinha no proprio post pedindo desculpa que já reduz absurdamente a “pena”. Procede?? Pq se for assim é muito fácil difamar as pessoas na internet!

    • RESPONDER
      Karen
      26.03.2013 às 14:43

      Então Carla, até onde eu sei tem casos e casos. Infelizmente no caso dele é verdade se ele se retratar pode até ser julguem como desnecessário sua puniçao. Acho isso um absurdo, o jornalista tem o dever de checar antes de publicar, ja imaginou sr virar moda todo jornalista se retratar quando fizer algo errado? Não haverá o por que irem atrás da verdade!

      • RESPONDER
        Carla
        26.03.2013 às 14:48

        Achei isso de um absurdo sem tamanho!! Assim fica fácil demais, né?

    • RESPONDER
      Letícia
      27.03.2013 às 15:21

      Posso fazer um esclarecimento??
      Uma coisa é a esfera cível e outra é criminal.
      Na esfera criminal, uma eventual retratação pode excluir a condenação criminal ou minimizar a pena, que de qualquer maneira seria em serviços comunitários ou cestas básicas.
      Já na esfera cível, a retratação não necessariamente influi na quantificação do dano moral. Até porque a retratação pode não ter a mesma repercussão que a ofensa. Mas o que pode ocorrer é um acordo, em que ambas as partem concordam com a retratação e algum outro tipo de indenização.

  • RESPONDER
    Gabi Teixeira
    26.03.2013 às 10:22

    Gostei muito de ver esse post com opiniões tão bem elaboradas a respeito de assuntos tão polêmicos, gostei mais ainda por concordar com tudo que disse.
    O caso da Wanessa é a parte, qualquer mudança pode agradar ou não as pessoas e sabemos que foi por uma campanha. Ela pode voltar a ser loira ou morena depois que o contrato acabar.
    Já os outros dois nos mostra o lado cruel da internet (e das pessoas!). É lamentável ver a proporção que uma brincadeira de mal gosto ou uma fofoca pode tomar. As pessoas esquecem que os envolvidos acabam se ferindo muito com isso. Concordo com você quando diz sobre a falta de fé na humanidade. Triste.

    sistematicas.com.br

  • RESPONDER
    lais
    26.03.2013 às 10:55

    Eu tbm já fui vitima de bullying…
    Viajei com amigos para uma chocara para passa ano Novo la
    adoro uma cervejinha então bebi um pouco a mais…
    tiramos muita fotos…resumindo a historia quando voltamos para vida real tava la no facebook minha foto com uma montagem falando que tinha encontrado meu irmão…minhas amigas me ligo rindo de mim…nesta chacara tinha feito muitos colegas nossa passei muitos dias tristes com isso …
    Mais no final eles ficaram sem graça por fato não falei mal deles deixei rola como se eu ñ tivesse visto…Ate hoje ñ vi esta foto mais…
    Desculpa Wanessa Falei que ñ gostei da cor do cabelo dela é diferente de bullying…?

  • RESPONDER
    Mayarah
    26.03.2013 às 11:01

    De todas essas notícias do DQF, a que mais me tocou foi a da menina que sofre bullying. Onde vamos parar? Estamos em 2013 e até hoje as pessoas não conseguem aceitar as diferenças? E daí que ela não tem a sobrancelha perfeitinha e nem depila o buço? Ela tem apenas 12 anos, isso não é idade de fazer nada desse tipo, ela é uma CRIANÇA, não deve ser imposta a essa ditadura RIDÍCULA de beleza. O que mais me dói é saber que esse tipo de coisa na maioria das vezes fica impune, as pessoas não compreendem o impacto que isso tem na vida dessa criança, que provavelmente precisará de apoio psicológico, já que a coisa tomou uma proporção fora do normal, já fez com que ela não queira mais ir à escola. Quantas e quantas crianças/adolescentes não cometem suicídio pelo mundo por serem vítimas de bullying? De verdade, é algo que eu não entendo e nunca irei entender. Na minha época “bullying” era muito mais leve, era apenas implicância por ser magra demais, alta demais, mas nunca teve essa proporção. Os pais dessa geração precisa realmente ensinar o impacto que declarações na web tem, o que pode gerar na vida de uma pessoa e ensinar até mesmo a se por no lugar do outro, porque com certeza nenhum desses 40.000, com o perdão da palavra, IDIOTAS gostaria de estar no lugar dessa pequena.

    Quanto ao look da Wanessa, JESUS, ficou extremamente esquisito, ao meu ver foi estilo neosaldina convidar a Mariah Bernardes para fazer um vídeo sobre o que causa dor de cabeça, um tiro que saiu pela culatra, pelo menos por enquanto, porque pode acontecer como vocês falaram, em 1 mês a tintura desbotar e ficar com aspecto mais natural, a única coisa que eu sei é que JAMAIS colocaria essa cor de tintura no cabelo, me perguntariam na rua se eu sou a Fênix do X-Men.

  • RESPONDER
    Nome (obrigatório) :Luciana Santos
    26.03.2013 às 18:06

    Meninas,
    Obrigada por trazer à tona o assunto “bullying”, e de sua prática virtual tb. Graças a pessoas como vcs, formadoras de opinião e q têm seguidoras de variadas idades e níveis sociais, sabem o qto é importante divulgarmos, para o máximo de pessoas possíveis, essa triste realidade q nossos jovens passam. Como se já não bastasse na escola, tb agora no mundo virtual!! Muito triste isso tudo, que mundo louco! Triste.
    Um bjo!

  • RESPONDER
    Dani
    26.03.2013 às 20:18

    Nossa, total fail da Wella, tanto na escolha (pq Wanessa mudar o cabelo não choca ninguém e ela nem tá tão na mídia assim pra causar alarde) quanto no cabelo em sí que tá horrível, tanto cor e corte!

  • RESPONDER
    Marggah
    27.03.2013 às 21:26

    Meninas, o DQF é sempre excelente! Para mim é a melhor tag ever! Pena que é uma vez por semana só… ;)
    Parabéns pelo trabalho de vocês. Beijos

  • Deixe uma resposta