4 em Comportamento/ Deu o Que Falar no dia 21.01.2013

Deu o que falar…

1 – Você precisa de Cadiveu?

Semana passada ficamos sabendo através de um grupo que acompanhamos no Facebook sobre a polêmica que estava rolando na fanpage da Cadiveu, empresa de produtos capilares bem conhecida.

Na Beauty Fair do ano passado, a marca resolveu fazer uma ação com clientes usando uma peruca black power e segurando uma plaquinha escrito “Eu preciso de Cadiveu”.

Não sabemos dizer o momento exato em que o assunto virou polêmica, já que o álbum (que foi deletado) foi adicionado há 4 meses e só semana passada as notícias começaram a surgir. Nesse meio tempo, muitas mulheres negras resolveram protestar alegando se tratar de um preconceito velado, disfarçado em forma de brincadeira e foram vistas como exageradas por outras muitas pessoas.

Não queremos entrar nesse mérito, cada um sabe onde o seu calo aperta e, se tanta gente se sentiu incomodada, tem mais é que reclamar mesmo. Na nossa visão, o maior problema foi a postura da empresa, que não ajudou muito. Para tentar resolver o problema, a marca resolveu se pronunciar na fanpage da marca.

Foi tanta besteira dita que começamos a dar razão a quem resolveu botar a boca no trombone. (cadê equipe de marketing? cadê gerenciamento de crise? São 60 mil pessoas curtindo a página, qualquer problema desse tipo vira uma avalanche!) Entre pedidos de desculpas, afirmaram que todo mundo que estava na feira se divertiu com a brincadeira (o que deixou as pessoas zangadas mais zangadas ainda, é claro), que eles tinham uma modelo negra linda para divulgar os produtos de cabelos cacheados e, por fim, em um dos pedidos de desculpas, ainda colocaram a foto de uma modelo branca com peruca black power e os dizeres “amamos black power” (oi, aonde que isso ia resolver alguma coisa? foi bater na mesma tecla que já estava estragada!)

No dia 17, teve um pronunciamento oficial dizendo que a brincadeira não voltaria a ser feita e retiraram o album com as fotos da Beauty Fair 2012.

O produto da Cadiveu pode ser incrível mas está mais que claro que eles precisam de um gerenciamento de crise urgente, para que essas confusões não ofusquem as outras qualidades da marca.

 

2 – Falando em gerenciamento de crise…

Já que estamos falando nisso, vamos dar um exemplo de marca que soube passar por cima de uma dor de cabeça like a boss?

No começo de dezembro, a filial dos Jardins da marca Reserva foi assaltada. O video feito pelas câmeras de segurança é assustador. Os caras quebram a vitrine e levam tudo em questão de minutos! Imaginem o prejuizo?

Já que não dava para fazer muito mais do que um B.O. e esperar acharem os culpados (o que não aconteceu até agora), a marca resolveu usar os assaltantes como garotos propaganda, para anunciar a liquidação da marca. O que não tem remédio…remediado está, não é mesmo?

A marca deu o título de “Limonada Reserva”, brincando com aquela frase “Se a vida te der limões, faça uma limonada!”,  mas achamos que deveria ser uma Caipirinha! rs

3 – #ForeverAlone

Por favor, alguém diz pra gente que isso é mentira?

Semana passada outro assunto que deu o que Falar foi sobre um site chamado Namoro Fake, onde a pessoa pode alugar uma “namorada” para enganar os amigos trouxas no Facebook ou deixar a ex que vive fuxicando morrendo de ciúmes.

Por R40 reais por semana a “namorada” escreve recados no seu mural, mas dá para escolher outros tipos de planos mais “deluxe”, digamos assim.

Sabe o que é mais bizarro? Tem um link para quem quiser entrar como namorada fake! E aí? Alguém se candidata?

Gostou? Você pode gostar também desses!

4 Comentários

  • RESPONDER
    Gabriela Ganem
    22.01.2013 às 12:53

    Hahahahahaha!!!! Reserva brilhante…
    Já o Cadiveu… Acho que rolou um certo exagero inicial.
    Racismo para mim, mora na intenção de quem comete ou nos olhos de quem vê.
    Agora, a dona do produto certamente conseguiu transformar uma dúvida em uma certeza com essas declarações absurdas.
    Departamento de marketing já pra essa empresa! O.o
    Beijossss

  • RESPONDER
    Silvia
    22.01.2013 às 15:00

    Honestamente me deprime ver como as empresas brasileiras são péssimas com gerenciamento de crise! O pior é que é o pensamento médio dos donos de pequenas/médias empresas de que eles não precisam de um funcionário especializado em comunicação com o cliente…. Triste! Qto a campanha em si, achei idiota, não diz ao que veio até pq só pelas fotos você poderia entender que é um produto especial para pessoas que usam o estilo black power – tipo a irmã da Beyoncé usou um tempo. Ou seja a campanha incomodou muitos e não disse ao que veio… E qto ao preconceito, eu acho que rolou uma falta de sensibilidade e tb não entendi pq o estilo black power tb tem q ficar associado com apenas um grupo. No movimento hippie muita gente ficava horas levantando o cabelo, fazia permanente para ter algo no estilo. É tudo uma questão de moda e tendência, assim como existiam mulheres que passavam ferro no cabelo para alisar!

    O anúncio do facebook é tão “triste” em diversos sentidos, que eu não consigo expressar algo semi inteligente em relação ao mesmo….

    Beijos meninas!

  • RESPONDER
    Mariana (@andpizzazz)
    29.01.2013 às 17:24

    Eu devia estar viajando, nem soube dessa polêmica! Ainda que acho que as pessoas tem um tom de exagerar nessas polêmicas de mídias sociais, sem dúvida a piada foi (muito) de mau gosto. Tem uma colega minha aqui que tem o cabelo super enrolado, ela ama, o marido ama e ela fica meio p. da vida quando fazem comentários deste tipo, falam coisas como “cabelo ruim”…. ela comentou esses dias que um amigo dela, olhando a filha dela – que tem o cabelo lisinho – disse “nossa que sorte que sua filha não nasceu de cabelo ruim”… toootal sem noção né???

    Aliás, pensando em várias polêmicas deste tipo, a gente sente que falta dos publicitários uma pausa para pensar uns 5 minutos antes de liberar estas asneiras né??

    bjs, mari

  • RESPONDER
    Luzia Cardoso
    30.01.2013 às 16:00

    Sinceramente, acho que o mundo anda muito afetado, especialmente os negros. Não nego minhas origens, até porque toda a minha família é negra (não importa se mais claros ou escuros), mas o que tenho sentido nos últimos tempos que qualquer coisa é motivo pra dizerem que estão sendo perseguidos, que estão sofrendo injurias e afins. Quando é para benefício próprio, ok. A piada é bem vinda. Agora quando não ganham nada com isso, rapidinho se sentem ofendidos e botam a boca no trombone. Sempre fui da máxima que um comentário ou piada, só nos afeta, se no fundo nos sentirmos como estou sendo ‘julgados’ ou ‘taxados’. Sei que tem piadas de mal gosto (tai as charges sobre o incêndio em Santa Maria que não me deixa mentir), mas tem coisas que sinceramente acho que é falta do que fazer. Bom, é a minha opinião. Bjs.

    P.S.: Faz tempo que não digo… adoro essa dupla, e o blog tá cada dia mais interessante (vou adorar conhecê-las qualquer hora dessas, já que agora me tornei uma cidadã carioca, rs)

  • Deixe uma resposta