9 em Comportamento/ Deu o Que Falar no dia 06.08.2012

Deu o que falar…

1 – Continuando o assunto…

Não é que logo depois daquele post que apareceu aqui, nos deparamos com essa matéria da Veja dizendo que, praticamente tudo que usamos hoje em dia é horroroso e não devia ser usado? Nada se salva: dos controversos sneakers, passando pela unânime calça saruel até os queridinhos maxi colares! É mole?

O post foi super comentado e, para nosso alívio, quase todo mundo esqueceu seus gostos pessoais e criticou o nível de conservadorismo da pessoa que escreveu. Inclusive, uma das leitoras fez um comentário que incorporamos pra vida e que tem tudo a ver com esse post da Carla Lemos : “A pior invenção fashion da última temporada é a implicância irrelevante”.

Mas não é mesmo?

2 – Unhas caviar? Não, agora só pode falar unhas ovas de peixe!

Essa história é digna da série “marketing fail”. Sabem aquela técnica de unhas com micro bolinhas que ficou popularmente conhecida como unha caviar? Pois bem, ela já existe desde 2010 mas quem popularizou e fez virar febre foi a marca Ciaté, que virou queridinha imediata de várias aficcionadas por nail art.

Como tudo que vira mania, blogs de unhas do mundo inteiro resolveram criar suas versões feitas em casa. Até que a Ciaté resolveu mandar notificações pedindo para que várias dessas blogueiras que fizeram D.I.Y’s utilizando os termos unhas caviar ou manicure caviar tirassem seus posts do ar.  A justificativa é que a marca detém os direitos desses dois termos e, por causa disso, ninguém mais pode falar sobre isso se não estiver ligado à marca Ciaté. Pra ver a carta (em inglês) é só clicar aqui.

Não somos advogadas e não sabemos se a marca realmente pode fazer isso, mas como profissionais de marketing, achamos um tremendo de um tiro no pé! De queridinha a odiada em questão de segundos.

 

3 – Mais absurdos do mundo dos esmaltes

Se a gente já acha quase absurdo dar mais de 10 reais em um esmalte (tirando surtos consumistas!), o que vocês acham de desembolsar US$250 mil nesse vidrinho aí de cima?

Não, ninguém leu errado! DUZENTOS. E CINQUENTA. MIL DÓLARES. O preço (não) se justifica por parte da composição do esmalte: partículas de diamante negro.

Obrigada, mas se esse dinheiro tívessemos, jóias com diamantes negros compraríamos.

Quem amou esse brilho todo dentro do vidrinho e está chorando por dentro porque nem economizando uma vida inteira vai dar pra juntar, a marca vai lançar uma versão genérica que custará US$25 e provavelmente não terá nem um diamantezinho pra contar história.

Gostou? Você pode gostar também desses!

9 Comentários

  • RESPONDER
    Amanda
    07.08.2012 às 9:00

    Fiquei chocada com a noticia da ciaté. Proibir outras marcas de colocar nos produtos “unhas de caviar” ok, mas proibir todo mundo de usar esse termo é meio ridículo, não?
    Ah, morri um pouquinho pelo esmalte de diamante haha

    • RESPONDER
      Carla
      07.08.2012 às 10:21

      Pois é, também achei absurdo e um tremendo tiro no pé! Da mesma forma que muitas blogueiras ajudaram a alavancar a marca, elas também podem botar pra baixo. Acho que eles precisam aprender alguns estudos de caso aqui do Brasil…hehehhe

  • RESPONDER
    Aly
    07.08.2012 às 10:16

    Essa matéria da Veja da Veja foi uma das piores matérias q já li. Acho que a moda dita as tendências, mas cabe a nos escolher o que fica bem para o nosso corpo, nosso bolso e o q nos agrada.

    • RESPONDER
      Carla
      07.08.2012 às 10:22

      Também achei absurda, mas sabe o que eu também acho? Hoje em dia é legal ser do contra porque dá ibope!

  • RESPONDER
    Renata
    07.08.2012 às 15:16

    Muito bom o comentário a respeito da matéria da Veja, eu acredito que usar tendências mesmos as mais duvidosas é um direito do consumidor, não compro roupas ou acessórios com medo do que eu vou pensar a respeito daqui a dez anos, claro que não uso nada extravagante, mas todos os dias vemos pela internet pessoas que sabem usar tendências de formas bastante agradáveis e isso é um incentivo para procurarmos uma forma de adaptar aquilo no nosso dia a dia, me visto para me sentir bem agora. Achei estranho a reportagem sendo que a própria revista sempre traz matérias a respeito de tendências, e fez uma em que inclusive dizia as formas mais comuns de usar os sneakers.

  • RESPONDER
    Mariana (@andpizzazz)
    13.08.2012 às 8:35

    Total burrice mesmo. Tem que tomar cuidado com o jurídico das empresas pq eles são peritos nesse tipo de tiro no pé. Antes de qualquer coisa tem que ver com a assessoria de impressa. Burrice, burrice, burrice! Vcs notam que pela carta eles falam que estão em processo de registro, ou seja, nem tem justificativa legal. Enfim!

    bjs

    • RESPONDER
      Carla
      13.08.2012 às 8:44

      Pois é, Mari! Mas pra fazer esse caça às bruxas todo, com certeza passou por alguém de fora do marketing. Duvido que qualquer profissional que trabalhe com isso, por pior que seja, nunca deixaria a marca dar esse tiro no pé todo!
      Sei lá, foi estranho, né?
      Beijos!

  • RESPONDER
    Mariana (@andpizzazz)
    13.08.2012 às 9:06

    Ah sim, eu fiquei tão tensa que nem terminei o comentário hehe.. Esse do esmalte combina com uma teoria que eu tenho onde, quando a pessoa não tem mais onde rasgar dinheiro ela começa a colocar diamantes em tudo. Esmalte, sobremesa, drink. Sério! Tem um drink no japão que vai um diamante. Coisa de sheik com dinheiro de petróleo…

    bjs

    • RESPONDER
      Carla
      13.08.2012 às 12:54

      hahhhahah é verdade, Mari! Quando não é diamante, é ouro em pó!

    Deixe uma resposta