2 em Comportamento/ Gastronomia no dia 24.04.2012

Gastronomia SP: Sarrasin Galetterie

Eu sei que não deveria estar falando de comida enquanto a Jô tá concentrada no detox, mas ela deu autorização pra esse post, viu? rsrs Aliás, ela sempre brigou comigo por ser a única a dar dicas de restaurantes!

Há umas 3 semanas atrás, eu e marido (também conhecido como Bernardo, prazer) fomos convidados por um casal de amigos para conhecer uma galleterie que só de pensar já deu água na boca. Desde então, já voltamos e pretendemos ir de novo essa semana para os meus pais conhecerem. É, a gente quando cisma com um restaurante vai, vai, vai e vai mais uma vez! hehehe

O amor já começou com a decoração. Sabe restaurante com jeitinho de casa? Pois é, o Sarrasin é assim. Com móveis de madeira, parede de tijolos, muitos quadros, velas e detalhes em chita (acho lindo!).  Para completar o clima “minha casa é sua casa”, os sócios, todos cariocas, são seus anfitriões.

Desculpem o bairrismo, mas ainda não me acostumei com o tratamento distante de tantos restaurantes paulistas, então eu adoro quando acontece esse entrosamento entre funcionários-sócios-clientes, coisa tão comum lá no Rio!

Quanto à comida, da entrada à sobremesa, tudo leva a massa da galette.

De entrada, vou falar só do que já comemos. Os rolinhos de galette com linguiça de javali e mostarda de Dijon ou então as cestinhas de galette com tomate assado, manjericão e queijo de cabra são de comer rezando.

No prato principal, existem várias sugestões (o Bernardo comeu o picadinho de filet mignon com gorgonzola e tá até hoje dizendo que foi o melhor prato que já comeu na vida…#quédizê…) ou então você pode escolher o recheio e o queijo que vai acompanhar. Das duas vezes que eu fui, eu resolvi pedir o de tomate assado, manjericão e azeite com queijo de cabra. É porque eu sou muito chata pra comer, então se eu amo um prato eu peço ele pra sempre. Juro.

Quanto à sobremesa, eu sou um pouco suspeita pra falar. Não sou fã de doces, não sou de comer sobremesas e ainda por cima meu marido é diabético. Ou seja, não dá nem pra dividir. Mas lá tem crepe de Nutella, minha perdição…e posso dizer que ele é delicioso! hehehe

Como lá é muito escuro, não consegui fazer uma foto decente nem pra Instagram. Por isso, pedi pro João – um dos sócios e o chef – para me passar algumas. Os pratos estão super fotogênicos, mas prometo que ao vivo é a mesma coisa!

Com entradas, prato principal, sobremesa e bebidas, saiu em torno de R$180 o casal.

Falando em bebidas, quem ama drinks, assim como moi, as opções são poucas porque a especialidade da casa é vinho ou sidra. Mas provei uma caipivodka (caipiroska aqui em SP) de amora que achei uma delícia!

O endereço de lá é Rua Costa Carvalho, 182, Pinheiros e funciona de segunda à sábado a partir das 20hr.  UPDATE: Eles agora estão na Rua Doutor Melo Alves, 227, no Jardins e o telefone de lá é (11) 3031-1594. O site é esse aqui.

Vale muito conhecer!! E quem for, depois me conta! :)

Beijos

Carla

Gostou? Você pode gostar também desses!

2 Comentários

  • RESPONDER
    Valéria Vieira Beirouth
    24.04.2012 às 18:45

    Nossa! Fiquei com água na boca… rsrsrs

    • RESPONDER
      Joana
      25.04.2012 às 10:36

      Idem!
      Quando for visitar a Ca irei lá FATO. :)

    Deixe uma resposta