Browsing Tag

Rio de Janeiro

0 em Brasil/ convite/ Viagem no dia 06.06.2017

O melhor presente de dia dos namorados? Uma experiência no Hotel Santa Teresa Rio MGallery!

Para mim nenhum presente físico – ou quase nenhum – ganha de uma experiência. Eu sou aquela romântica incurável que é difícil de presentear, muito mesmo. Eu aceito tudo, agradeço tudo e se precisar eu troco, mas reconheço que não é a coisa mais fácil da vida acertar um presente pra mim. Brinco que meu tio foi o primeiro ser humano a descobrir que me dar uma experiência de presente era me deixar num êxtase sem igual. Meus ex namorados sabiam disso? Mais ou menos, mas os melhores presentes (tirando uma certa caixinha azul clara) foram jantares, SPAs ou coisas que vivi com a pessoa. Aliás, minhas melhores amigas parecem instintivamente saber disso, porque eu vivi boas experiências de shows e teatros de presente, para curtir com elas.

Dito isso, não é nada surpreendente que eu diga que AMARIA ganhar, dar ou juntar o presente para viver uma experiência com o outro. Se eu estivesse em um relacionamento a ideia de comemorar o dia dos namorados, aniversário de namoro ou casamento em um lugar para o casal “se curtir” seria certamente a minha primeira opção de presente. Esse fim de semana tive a oportunidade de aproveitar essa experiência para casais do HOTEL SANTA TERESA RIO.

No meu caso, aproveitei para curtir o pacote com meu amigo João, companheiro de fins de semana! Não tenho tido tempo para conhecer gente nova, mas nem por isso eu deixo de pensar que dicas incríveis assim precisam estar aqui. Sem contar que meu namorado do futuro precisa encontrar essa indireta de presente vitalício aqui no Futi. hehe

foto: Gabriela Isaias

Body Joana: Marcyn

Eu já considerava a piscina do hotel a mais charmosa do Rio, já falei isso várias vezes. No entanto eu nunca tinha vivido a experiência completa: piscina, jantar, spa, sono, café da manhã e mais piscina. Foi isso que eu fiz de sábado para domingo e achei SENSACIONAL.

Por que SENSACIONAL? Explico, o Hotel Santa Teresa Rio MGallery by Sofitel é UM REFÚGIO sem igual no meio da cidade. Passarinhos, vista linda, bossa nova e calmaria no meio da cidade. Uma decoração chique e de luxo com uma pegada rústica. Uma piscina tão charmosa que você sonharia em morar ali. Um hotel com cara de aconchego, um spa muito bom e um restaurante que dessa vez me entregou uma experiência gastronômica mais do que incrível. Já tinha ido 3 vezes no Tereze e essa foi a melhor delas, sem sombra de dúvidas. De comer rezando ajoelhado – e sem culpa, claro!

Os quartos são aconchegantes, as camas enormes e o banheiro maravilhoso. A decoração tem uma mistura de luxo e simplicidade que eu amo: branco e madeira, luz natural e espaço. O serviço é ótimo e eficiente, tive a sensação que a gente tem muita privacidade lá, e isso também tem seu valor, ainda mais pra curtir a dois.

O que fizemos? Sábado o check-in foi feito as 15:00, curtimos o quarto e a piscina, além do pôr do sol de CINEMA.

foto: Gabriela Isaias

foto: Gabriela Isaias

Look da Jô: BODY MARCYN

As 18:00 fiz uma massagem relaxante sensacional no Le Spa by L’Occitane. O Iuri, rapaz que me atendeu, foi incrível. Eu relaxei demais, voei longe e ainda senti um baita de um alívio no problema que ando tendo no ombro direito. Os aromas diferentes construíram uma viagem pela natureza enquanto eu buscava relaxar o corpo e a mente. Foi sem dúvida nenhuma uma das coisas que eu mais estava precisando fazer nesse momento da minha vida.

Após o SPA eu subi, tomei banho e desci com o João para o que foi a minha melhor – sim, melhor – experiência gastronômica de 2017. Eu já fui ao Térèze 3 vezes. A primeira foi maravilhosa, a segunda eu gostei, mas já não achei tão incrível e agora está tudo diferente, muito melhor do que antes. Foi a melhor das 3, a mais surpreendente onde praticamente me emocionei com a brincadeira dos sabores, e não estou exagerando. Você que tem uma data a dois pra comemorar, pode por o restaurante na sua lista.

Por conta do dia dos namorados o menu será especial, diferente:

No romântico Térèze, além da vista, o casal vai poder desfrutar de um exclusivo menu degustação disponível exclusivamente no jantar dos dias 9, 10, 11 e 12 de junho.

No amuse bouche, Ostra gratinada com champagne e shot de Bloody Mary. Na entrada, Tian de abacate com camarão e vinagrete de pomelo e Brûlée de palmito pupunha do Vale das Lotus com perfume de trufas e melaço.

Para o prato principal, Robalo assado com funcho braseado em especiarias, emulsão de bacon e Ravióli de coxa de pato confit ao molho de vinho do Porto e açaí. Para sobremesa, Mousse de framboesa e amora e Petit gâteau com frutas vermelhas e sorbetto rouge.

 Nesse sábado eu provei duas entradas: o queijo de cabra fresco empanado (Zé Cabron) + cogumelos ( Escondidinho do Bosque). Meu prato principal se chama Leitão Rapadura, com direito a carré de leitão cozido durante 12 horas no melaço de cana e temperos, purê de batata doce trufada e compota de cebola vermelha. Não há palavras, apenas expressões faciais capazes de descrever esse prato. Por fim nos jogamos no carnaval de doces de sobremesa, mas sobre isso acho que o João vai escrever depois.

Interessados em uma experiência gastronômica muito interessante podem estudar a possibilidade de curtir esse menu de dia dos namorados no Térèze. Confesso que queria um boy – que não o João (desculpa, João) – só pra voltar lá.

No jantar pedimos um drink do Bar dos Descasados, lugar que fomos conhecer depois da orgia gastronômica. O lugar é BEM legal, só não ficamos por lá porque estávamos mortos e queríamos dormir cedo, para acordar e aproveitar a segunda orgia alimentícia: o café da manhã. Assim o fizemos, e aqui vem mais uma dica que temos a obrigação de passar pra frente: experimente o OVO SANTA TERESA. Muita gente falou para eu provar e afirmo que nas minhas andanças por mais de 20 países e 11 estados brasileiros NUNCA comi um ovo como esse. NUNCA. Nem vou falar mais para não dar spoilers. rs

foto: Gabriela Isaias

Camisola Marcyn

Depois do café da manhã dos deuses fomos para piscina e ficamos curtindo o som da Bossa Nova, pegando um sol, nadando e relaxando. Foi tão gostoso que a gente não queria ir embora, aliás, foi tão gostoso que eu queria fazer tudo de novo.

Obviamente ir com quem a gente ama (não como amigo, vocês me entenderam) deve ser mais incrível ainda. Então se você tem essa pessoa e juntos vocês iriam gastar um super dinheiro comprando presentes um pro outro, pensem com carinho em celebrar de outra forma essa benção que é gostar de quem gosta da gente. De curtir o amor a dois, num lugar romântico, perfeito e cheio de natureza. Sem dúvida o “próximo homem da minha vida” vai curtir comigo essa experiência lá, porque gente… Foi tão gostoso que posso indicar esse presente de olhos fechados.

Eu fui, voltaria de novo e mais uma vez. Gostei tanto que cheguei em casa influenciando analogamente (isso é, no boca a boca) meus pais, eles precisam ir viver essa experiência! Quem assistiu os stories do @FUTILIDADES sabe do que eu estou falando ;)

Eu estou REAL OFICIAL apaixonada por esse hotel! <3

O hotel fica na Rua Alm. Alexandrino, 660 – Santa Teresa, Rio de Janeiro
Os contatos estão no site do hotel.

Beijos

Jô, da versão do presente, mas quando for a versão do passado esse texto continuará valendo como uma indireta bem direta de presente pra mim.

5 em Gastronomia/ rio de janeiro/ Viagem no dia 03.11.2016

Rio de Janeiro: Pici Trattoria

Há alguns dias eu sai para jantar com uma amiga de Minas Gerais e ela me falou que queria ir na Pici Trattoria, um Italiano em Ipanema que tinha uma pegada que ela gosta (de produtos frescos, naturais e de qualidade). Eu disse que nunca tinha ouvido falar, mas como ela sempre tem boas dicas topei a ideia na hora. Na verdade eu só queria matar a saudade, mas gostei tanto do programa e do restaurante que resolvi que ele valia esse post.

Nossa trattoria é repleta de surpresas e detalhes! Estamos abertos #italiansdoitbetter #Pici

A photo posted by Pici Trattoria (@picitrattoria) on

O restaurante não me convidou, eu não degustei tudo que podia e muito menos pedi todas as entradas do que gostaria, mesmo assim, achei que já valia falar dele. O Rio é carente de restaurantes que te cativam pelo prato, esse me pegou pelo estômago, ainda bem!

Nós fomos jantar lá num sábado a noite. Marcamos de chegar as nove e meia, o que nos fez esperar mais de uma hora pra sentar, mesmo assim, como a saudade da amiga era muita, achei que estava tudo bem. Não fazia diferença, nesse dia não era importante sentar correndo.

A primeira entrada não teve tempo de ser fotografada, era um tipo de queijo com presunto de parma que roubou meu coração e ligou meu sinal de alerta. Em seguida a brusqueta pousou na mesa e eu resolvi fotografar, ali me ocorreu que a experiência poderia render algum post. Tudo superou toda e qualquer expectativa, por isso estou rezando para arrumar uma desculpa para voltar lá.

pici-trattoria-entrada

Minha tão amada Praça Nossa Senhora da Paz ganhou um novo empreendimento que terá muita da minha atenção, o restaurante fica na Barão da Torre, acho eu que no lugar do antigo Informal.

Depois que eu saquei que o restaurante não estava cheio a toa me dediquei muito a escolher bem meu prato principal, depois de trocar figurinha com nosso garçom, eu decidi.

Nossa mesa tinham 6 pessoas, podíamos ter provado 6 pratos diferentes, mas todo mundo escolheu entre 3 opções, a maioria foi de Carbonara, teve a massa da casa Pici e eu e a Bela escolhemos o nhoque. Todos os pratos arrancaram suspiros, ninguém pediu mal. Os elogios e sorrisos eram proporcionais a alegria da mesa.

O nhoque foi tão diferente do habitual, ao mesmo tempo perfeitamente gostoso. A massa dele é feita no restaurante, o molho é pesto de manjericão e vem com uma burrata no meio. Divino, de comer rezando.

pici-trattoria-2

Eu tenho feito o exercício de comer com calma para aproveitar cada garfada, mas não fui totalmente eficiente dessa vez. Me apaixonei pelo prato e nem percebi a velocidade em que comi.

pici-trattoria

Para finalizar eu e a Bela dividimos uma Palha Italiana “destroyed” que também valeu cada caloria. Ela era zero óbvia, mas maravilhosa, desde a textura aos sabores misturados.

Pici, obrigada por ter vindo se juntar a minha restrita lista de restaurantes italianos muito bons do Rio. <3 Espero voltar logo.

Para quem quiser seguir o instagram deles e acompanhar as novidades, é @PiciTrattoria

Vocês já conhecem? Se sim me contem caso recomendem algum prato!

Beijos

banner-snap

1 em Brasil/ convite/ Gastronomia/ rio de janeiro/ Viagem no dia 27.10.2016

Rio de Janeiro: Shiso, melhor restaurante japonês do momento!

Vocês lembram do post contando minha experiência no Grand Hyatt Rio? Então, quem acompanhou sabe que eu me apaixonei pelo hotel, pelo Tano (restaurante Italiano) e pelo Cantô (brasileiro que rendeu esse post exclusivo aqui). Depois de um hiato de tempo eu voltei no Grand Hyatt para conhecer o Shiso, melhor japonês do Rio, na minha humilde opinião.

shiso-4

Eu fiz aniversário no fim de setembro e antes de viajar resolvi comemorar essa data, meus 30 anos, no Shiso. Eu e o boy fomos experimentar o menu degustação do Shiso. Logo de cara a decoração e a forma como restaurante é disposto já te mostra que o padrão do restaurante é internacional, me lembrou o Zuma de Londres, um dos meus japoneses preferidos do mundo.

Achei a experiência mais para Hakkasan e Zuma do que para Sushi Leblon e Naga. Obviamente que eu amo todas as facetas da culinária japonesa, então é fácil me agradar quando a cozinha vem cheia de detalhes especiais e matéria prima de qualidade.

Não me arrependi por nenhum segundo de ter resolvido comemorar essa data tão especial pra mim, mesmo que adiantado, no Shiso.

shiso-2

entrada de polvo <3

shiso-1

melhor sashimi que já comi no Rio | salmão, atum, vieira e lagostini

s

makimono e sushi (com direito a peças trufadas)

shiso

Tipo de carne que vem de boi que recebe massagem, ouve música clássica entre outros luxos.

sobremesa-1

sobremesa de chocolate branco, chá verde e frutas vermelhas <3

Foi uma super experiência gastronômica, daquelas que só indo para experimentar e curtir. Acho que foi perfeito pra minha ocasião especial. Como eu amo sashimi e sushi, eu diria que ambos e os makimonos foram meus preferidos, mas a carne estava sensacional, o molho doce deu um toque único. Até o missoshiro estava muito especial, não achava que era possível, afinal é um prato quase sempre igual.

Fiquei com medo do menu ser pouca comida e foi o contrário, me impressionou que eu fiquei muito satisfeita, até mais do que gostaria. rs

Sem dúvida eu vou voltar lá, assim como fiz no Tano. Onde depois do post do dia dos namorados convenci a família inteira a ir lá no almoço de aniversário da minha mãe. <3 Os restaurantes do Grand Hyatt são de altíssimo padrão, são ótimas aquisições para o nosso Rio de Janeiro.

Adorei a experiência, foi sem dúvida alguma o melhor japonês que eu comi no Rio ultimamente, com uma pegada mais sofisticada e chique do menu a decoração. Os apaixonados por alta gastronomia precisam colocar o restaurante na lista.

Para reservar é só mandar email para riogh-restaurantes@hyatt.com ou ligar para (21) 3797-9523. 

Beijos

banner-snap