Browsing Tag

restaurantes

7 em Estados Unidos/ Futi em NYC/ Viagem no dia 17.08.2016

Trip Tips (Brooklyn, NY): Aurora

Já que algumas pessoas – e a Joana está entre elas – sugeriram que eu começasse uma tag com dicas legais de NY (e que ainda não apareceram por aqui!), resolvi começar com o primeiro restaurante que me surpreendeu desde que eu cheguei.

Recapitulando para quem chegou agora, essa semana faz 2 meses que estou morando em Williamsburg, no Brooklyn. E se eu falar que já vim diversas para NY e só cruzei as pontes para chegar em Manhattan e ficar por lá, vocês acreditam? Nunca pensei em vir para o Brooklyn, quanto mais morar aqui!

E se lá nos meus sonhos distantes eu imaginava morar nas ruas charmosas do West Village, hoje eu não penso em trocar Williamsburg por nada. É uma área que está crescendo de um dia para o outro mas já tem vários restaurantes, lojas, bares e mercados por perto, faço tudo com o Arthur na maior facilidade e o melhor, não tem aquele barulho todo de Manhattan! 

Descobrimos o Aurora através da indicação da esposa do dupla do meu marido. Queria fazer alguma coisa no meu aniversário e uma das indicações que ela me deu foi esse restaurante. Coincidentemente eu tinha passado na frente dele no mesmo dia, e achei a entrada uma coisa linda, toda verde e aconchegante!

aurora

Acabei não comemorando meus 30 anos lá, mas o Aurora me surpreendeu demais! Lindo por fora, descolado por dentro e…lotado! Eu reservei para jantar lá em uma sexta feira e acho que sem reserva é difícil conseguir uma mesa à noite. 

A especialidade é italiana com ingredientes super frescos e orgânicos, inclusive as carnes. A cesta de pães é impossível negar! Tudo bem que eu sou suspeita, mas não tem um que seja mais ou menos! To salivando só de pensar! haha Além da cesta, pedimos uma burrata com presunto di parma (US$18) que também estava dos deuses – e serve tranquilamente 4 pessoas.

aurora1

De prato principal, eu e minha mãe fomos de Mafaldine ala Checca (US$18) que nada mais é que uma massa com tomate, mussarela de búfala e manjericão muito da bem feita! Aliás, eu tenho uma teoria de que o restaurante é muito bom quando ele consegue fazer o básico ser delicioso, e é o caso do Aurora.

aurora3

Meu pai foi de Schiaffoni di Mare (US$20) que não o impressionou muito. Já o Bernardo provavelmente pediu o melhor prato da mesa – ainda mais se você curte carne – a Bistecca (US$33), que veio super macia com batatas rústicas de comer rezando! Não pedimos sobremesa porque nossa cota de gulodice já tinha sido estourada. hehehe A conta final, com duas garrafas de vinho, foi de cerca de 130 dólares o casal.

aurora2

A experiência foi tão boa que voltamos na segunda-feira no almoço, mas como era feriado de 4 de julho, eles estavam com cardápio fechado e poucas opções, por isso acabei pedindo o cheeseburguer com batata frita trufada, temperada daquele jeito que é suficiente para ficar gostosa e zero enjoativa.

Só sei que desde que cheguei já fui em alguns italianos – que parece ser a especialidade que mais tem restaurante em NY, né? rs – e diria que esse está facilmente no meu top 5 (só não sei dizer qual o lugar que ele está porque não consigo decidir entre ele e um outro também aqui de Williamsburg que falarei em um futuro muito breve!). Pra quem está em Manhattan, diria que esse é um daqueles lugares que vale muito a pena cruzar a ponte para ir! 

Ele também funciona para brunch no fim de semana e almoço, mas quem quiser ir no jantar, não esqueça de reservar antes! :)

Beijos

banner-SNAP-ca

3 em #futiindica/ Brasil/ Gastronomia/ Viagem no dia 28.06.2016

Trip tips & futi indica: para acompanhar uma Belo Horizonte gastronômica

Eu fiz uma conta rápida e, se não estiver enganada, acredito que já fui pelo menos 4 vezes para Belo Horizonte. Quase todas as vezes fiquei uns bons dias e não consigo acreditar que até hoje não fiz UM post sobre essa cidade que eu tanto adoro. Já falei pra tanta gente que moraria facilmente na capital de Minas Gerais, já jurei amor eterno pelo Bairro do Lourdes, já fui a tantos restaurantes legais e nesse tempo todo não rolou um post? Isso está errado em todos os sentidos. #blogueirafail

Até hoje minhas melhores refeições foram nos seguintes restaurantes: Vecchio Sogno, D’Artagnan, Trindade, Alma Chef e Udon. Preciso conhecer alguns outros lugares e quem sabe compartilho por aqui os restaurantes mais lights que a Isabela me levou ao longo de todas as minhas visitas, tem várias opções legais por lá.

A verdade é que a comida mineira é a melhor e por isso a gastronomia acaba chamando tanta atenção quando o assunto é a tão agradável Belo Horizonte. Dessa vez eu fiquei por conta de trabalho, poucos foram meus momentos de tempo livre. No sábado fui na feira portuguesa que rola ao ar livre e comi na casa de amigos. Tive menos oportunidades de ir à restaurantes, mas pensei numa forma de me retratar aqui no futi. Diferente do meu padrão, mas acho que fica legal para quem quer dicas. 

Hoje vou misturar o trip tips no futi indica! :)

No jantar de sábado, o André do Cozinhe pra ela (blog do qual falei aqui), organizou um jantar de pratos típicos juninos. Dessa vez ele não cozinhou sozinho e planejou toda a programação com mais 3 veículos que escrevem sobre restaurantes. Para nossa alegria, todos eles são blogs, não ficam só no insta! #teamblog

Averiguei com uma amiga muito bem relacionada no meio e ela me contou que eles são a nata das resenhas gastronômicas de BH (beijo Ka). Assim sendo, achei que eu deveria dividir com vocês o trabalho dessa turma que eu já estou seguindo no instagram: BH dicas, Degustatividade, Eu já comi e o Cozinhe pra ela (que já foi post aqui, então não há muita novidade nesse).

insta-do-futi

Vamos ficar com água na boca junto comigo?

BH Dicas

O BH dicas é um blog, com instagram homônimo ( @bhdicas) que fala de tudo que acontece no universo de Belo Horizonte. A Virgínia é uma fofa, eu conheci ela no evento da Fiat em SP e desde então estou seguindo. Eu jamais vou esquecer que ela me deu para provar o pão de queijo da Pão de Queijaria – todo amante dessa iguaria deveria provar essa delícia.

Novidade que vai alegrar quem ama galinhada! Toda terceira terça-feira do mês a Borracharia Gastrobar oferece a noite da galinhada. De entradinha são 5 petiscos: mandiopan + polenta frita + queijo pachá + linguiça + mandioca frita e a delicia da Galinhada. Que pode ser a tradicional, com pequi, quiabo ou taioba – a vontade. Gente, não sei quem aí gosta de pequi, mas pra mim foi a melhoooor! Muito mara! Obrigada pelo convite @jaimeborrachariagastrobar bhdicas – tim tim por tim tim bhdicas.com – amanhã post no blog. Onde é: fica atrás do posto Ipiranga – av. afonso pena 4321 . Quando ir: terceira terça-feira do mês – de 19:30 as 22:30 hrs. Quanto custa: R$45,00 por pessoa – inclui petiscos e galinhada a vontade. Pra ligar: (031) 2127-4321. rolha free todo dia.

A photo posted by Belo Horizonte (@bhdicas) on

No blog dela tem um espaço pra gastronomia, lá ela divide dicas de restaurantes, bares, food trucks e muito mais.

Eu já comi

O Eu já comi é mais um dos veículos que mistura receita, dicas de cozinha e resenhas de restaurante. O Caleb Bezerra ganhou uma das edições do reality Jogo de Panelas do Mais Você (quem curte essas coisas pode ver aqui).

#fondue de carnes com 6 molhos especiais da casa – meu favorito foi o aioli! A photo posted by Calebe Bezerra (@eujacomi) on

No nosso jantar ele que comandou a sobremesa e descreveu no meu snap como foi fazer o arroz doce brulée. No blog ele tem um espaço chamado “comi fora” e por lá ficam as resenhas de restaurante.

Camarão @classeagourmet A photo posted by Calebe Bezerra (@eujacomi) on

O Eu Já Comi também está no instagram e quem gosta de receitas também vai curtir acompanhar: @eujacomi.

Degustatividade

O Degustatividade é focado em resenhas gastronômicas. Quem comanda o conteúdo é a super querida Léa Araújo.

 O instagram @degustatividade já é um pecado para a dieta de qualquer mortal. Eu definitivamente não poderia ter um trabalho desse, mas agradeço que alguém como a Léa tenha. Sério, quando pisco estou marcando a Isabela no instagram para mostrar o prato que quero comer na próxima visita à cidade.

Cozinhe pra ela

O André é um cozinheiro carismático, mas o blog vai além das receitas. Fala de gastronomia em BH, nos seus destinos de viagem e sempre acaba abordando também vinho e/ou cerveja.  Tudo que envolve o prazer de comer ou cozinhar tem espaço ali. Os roteiros de viagem e resenha de estabelecimento ficam na categoria “além da cozinha”, mas dá para ter um gostinho no instagram também, que é @cozinhepraela.

Essa galera fez meu jantar de sábado ser o mais divertido possível, os conteúdos de todos são muito bons e por isso quis compartilhar. Assim, quem está indo pra cidade pode ficar de olho no que quer provar, comer ou beber por lá.

Mais alguém aqui é entusiasta de BH? Toda vez que to andando por Lourdes eu digo e repito: poderia me mudar pra lá amanhã. Isabela me acostumou mal na casa dela.

Beijos

banner-snap

2 em Europa/ Londres/ Viagem no dia 03.03.2015

Trip tips: mais restaurantes em Londres – parte 1!

Quem acompanhou o instagram (@futilidades) e um pouco o blog, sabe que eu estava em Londres! Aproveitei a semana de moda para embarcar em algumas experiências diferentes na cidade e ter pauta para esse assunto que eu tanto amo: mais restaurantes em Londres! Hoje vou postar a 1ª parte dos que fui nesse início de 2015.

Repeti alguns que já foram citados aqui, como o Jamie’s Italian, Hakkasan (ambos assunto do primeiro post) e também o Busaba (listado no segundo post).

Essa foi minha quinta vez na cidade e talvez tenha sido a vez mais interessante e misturada em termos de gastronomia. Em Londres é possível comer incrivelmente bem (com vinho e tudo) gastando entre 20 e 35 pounds. A maioria dos restaurantes em que fui nessa viagem ficaram nessa média, tirando o Hakkasan (sempre meu dinheiro mais bem gasto) e o Bob Bob Richard, em ambos eu gastei um pouco mais de 70 pounds. Todos eles com taças ou garrafas de bebida. Mas vamos começar do começo…

No primeiro dia só consegui parar para jantar e para minha grata surpresa, a Victoria e o Felipe, meus anfitriões na cidade, haviam reservado um restaurante fantástico em Covent Garden chamando Belo.

O Belgo é famoso por seus pratos de frutos do mar, mexilhões especiais e suas cervejas.

belgo

mexilhões + batata frita, eu amo muito!

Ele fica no subterrâneo, mas não é apertado, nem claustrofóbico e tem uma decoração moderna muito legal. Nós comemos uma entrada de croquete de queijos além dos mexilhões tradicionais, tudo delicioso. O restaurante, além de tudo, é super bem servido. Pretendo voltar com certeza!

Bob Bob Richard:

Esse é um restaurante de luxo, lindo, com cantinhos pinterescos e cheio de detalhes art noveau, que o deixam ainda mais especial. Comemos tortas bem inglesas, apertamos o botão da champagne e pedimos as sobremesas mais fotogênicas de todas.

botao

O botão mais legal do mundo e ele funciona!

bob-bob-richard

Cardápio, entrada trufada de batata e mushrooms, torta também de  mushrooms  + a bola que derrete de sobremesa

Sem dúvida o lugar era lindo, a experiência super gostosa e a comida boa, mas já comi em lugares mais gostosos por 70 rainhas por pessoa. Quem gosta mais da parte gastronômico do que da ambientação, pode achar o restaurante super estimado, tem o menu aqui para ver.

Acho que a apresentação é o que acaba tendo o borogodó! Essa coisa meio Pinterest é o que dá o tom por lá. Sem contar que o restaurante tem uma pegada mais romântica, que não acho tão comum em Londres.

Burger & Lobster 

Assim como Belgo, esse foi um dos queridinhos da vez e foi uma indicação que vi no instagram! Gostei tanto que fui duas vezes! Foi uma indicação que vimos no instagram e  O Burger & Lobster é uma super alternativa para quem gosta de hambúrguer, lagosta e sanduíche de lagosta. Em geral, ele tem 3 pratos individuais por £20. A primeira vez dividi meio hambúrguer e meia lagosta, tomamos uma taça de vinho e pronto, eu e Mandy tivemos uma das melhores refeições da viagem.

burger-e-lobster-london

O amor pelo restaurante foi tanto que voltei com a Victoria e o Felipe. Dessa vez comi a lagosta sozinha e já fiquei com vontade de, em uma próxima vez, experimentar o sanduíche dela, que parece ser o favorito de muitas pessoas. Adoro restaurante que você já sai pensando em voltar!

Eu fui as duas vezes na filial da 6 Little Portland St. De dia estava bem ok para o almoço, mas a noite na quinta-feira estava super bombando.

Hakkasan:

Resolvi me repetir e reiterar meu amor pelo Hakkasan de Mayfair! Eu fui lá nas últimas 3 vezes em que estive em Londres e nunca me arrependo. Sempre tenho que comer a “crispy duck salad“. Gosto de uns peixes e outros pratos, mas dessa vez escolhemos alguns para dividir.

Hakkasan-1

Na primeira rodada fomos na tal salada, no “pepa duck” e no “Black Truffle Duck” . Todos os pratos foram perfeitos para dividir. Pedimos mais um ou dois depois, mas acho que esses foram os destaques da noite.

Esse é o terceiro post do blog sobre restaurantes de Londres, se você quiser ler sobre mais opções pode ver o primeiro e o segundo post aqui no futi.

Beijos