Browsing Tag

marcyn

0 em fitness/ Moda/ Patrocinador no dia 21.03.2018

Fitness no dia a dia? Claro! Por que não?

Eu nunca fui de usar roupa de academia no dia a dia, a não ser que o tal dia fosse aquele que você sai da malhação e tem coisas (que não exigem muita arrumação) para fazer na rua. Quem começou a fazer meu olhar mudar para esse tipo de roupa foi a Joana, quando apareceu com um look no aeroporto desses bem confortáveis com um toque de estilo, usando uma legging preta da Marcyn, dessas bem básicas mas imbatíveis.

Eu sou a rainha das leggings pretas, tenho pelo menos umas 3, e achei curioso eu nunca ter usado de outra forma. Quando eu falei isso com a Joana, a primeira coisa que ela me falou foi que eu estava perdendo tempo pois quando ela faz viagens para o frio, a legging é a amiga inseparável, justamente por causa do tecido mais grosso e encorpado. E foi assim que eu comecei a dar jornada dupla de trabalho (com uma passagem na lavanderia, claro rs) para as minhas leggings pretas. Tipo essa, que tem uma textura interessante para combinar com uma blusa que também tenha textura.

marcyn-fitness-dia-a-dia-03

marcyn-dia-a-dia-fitness-04

Mas ela não foi a única. Antes de esfriar de vez por aqui, quando a temperatura ainda estava por volta dos 12, 13 graus, comecei a ver muitas mulheres pela ruas com uma peça em comum: uma legging com recortes em tela. E não eram looks saídos da ginástica, já que a maioria tinha uma jaqueta jeans, uma camisa mais larga, um super uma bota, um coturno…Depois de ter ficado totalmente influenciada pelo streestyle da vida real, acabei pedindo na Marcyn uma calça dessas. Usei muito na academia até que um belo dia tentei aproveitá-la em outro ambiente.

Aproveitei um dia que sairia do taxi para o restaurante e depois de volta para a casa – ou seja, não iria andar muito na rua – e resolvi vestir algo menos inverno porque né…já deu, pode ir embora, temperatura abaixo de 8 graus.

marcyn-fitness-dia-a-dia-02

Notem que me rebelei até no sapato, porque não aguento mais ficar na variação de bota e tênis.

Esse look foi mais difícil do que o outro porque eu me senti ousada. E recentemente eu tenho me sentido zero ousada ou inspirada na hora de me vestir. To meio inerte, sabe? A forma que eu encontro de sair dessa tentar inércia é reproduzindo o que me inspira por aí na vida real, com gente que parece estar vivendo uma rotina parecida com a minha (o que em NY quer dizer andar muito à pé) e que preza por conforto com estilo. Esse foi um dos exemplos e eu amei, ao mesmo tempo ele saiu tanto do meu look default calça-jeans-e-camiseta-ou-melhor-casaco que quando eu olhei no espelho, eu me estranhei. Enxerguei todas as mulheres que eu vi passando pela rua, mas demorei para entender que aquela mulher que estava olhando de volta era eu, sabe?

Sorte que isso demorou poucos segundos, pois saí com esse look e amei. Agora não vejo a hora da temperatura subir só um pouquinho (16 graus tá bom, nem to tão exigente, vai…) para que eu possa usá-lo na rua de verdade. :)

Quem estiver afim de peças multiuso, que vão da academia ao cinema ou ao restaurante, separei algumas peças da Marcyn que cumprem essa função com êxito.

E para quem está procurando algumas inspirações que tenham uma pegada fashion, separei algumas ideias que cacei por aí. Inclusive os dois looks da Joana que me fizeram mudar de ideia.

LEGGING-OK

LEGGING

E vocês? Usam? Como?

1 em Destaque/ Moda/ Patrocinador no dia 23.02.2018

Um biquini tomara que caia com ótima sustentação? Temos (e com preço muito bom!)!

Antes de começar o post, vou contar aqui uma historinha sobre minha relação com tomara que caia, algo que tenho certeza que acontece com, pelo menos, 90% das mulheres com peitos grandes. Eu sempre adorei esse modelo, principalmente porque ele era o único que me fazia terminar o dia sem estar sentindo a lancinante dor no pescoço que o nó muito forte e apertado do inocente biquini de lacinho proporcionava.

Lá para o final da adolescência, quando meu peito pulou de 44 para mais ou menos uns 48/50, praticamente todas as minhas amigas só usavam esse modelito e eu me vi não conseguindo mais acompanhá-las. Se já era difícil achar modelos frente única que não deixassem as laterais dos meus seios pulando, imagina tomara que caia? Aliás, não existia “tomara que” no tomara que caia, era “caia” mesmo, praticamente uma ordem que todas as peças que experimentei nessa época pareciam seguir. A tarefa ficou quase impossível e eu fui desistindo. Todos caíam, enrolavam, nenhum me dava a sustentação desejada e eu fui parando de procurar.

Dos meus 17 anos para cá, eu até tentei investir em alguns modelos que me pareceram promissores, mas a grande maioria foi bem decepcionante. Inclusive, quando fiz a redução de seios com 20 anos, e voltei a usar sutiã 44, poucas foram as vezes que voltei para o TQC, de tão desacostumada que fiquei. 

De lá pra cá eu ganhei uns quilos, engravidei, tive filho e é óbvio que o peito mudou. Hoje uso 46 e volta e meia ainda me pego com a cabeça de quando eu vestia 48/50. Por isso mesmo me achei bem louca quando pedi para experimentar uns modelos tomara que caia do lançamento de moda praia 2018 da Marcyn.

Comecei experimentando uma peça avulsa preta com alça bem grossa, que poderia ser usado como frente única ou como tomara que caia. Obvio que minha primeira escolha foi como frente única.

com alça

com alça

Mas qual não foi minha surpresa quando, em um belo dia, resolvi prender como TQC e eu vi que realmente funcionou?? Na piscina com o Arthur, ainda por cima! Se isso não é prova de teste de sustentação, eu não sei mais o que é. rs

o sutiã é o mesmo, as alças que estão presas atrás.

o sutiã é o mesmo, as alças que estão presas atrás.

A sensação que eu tive quando me vi, quase 15 anos depois, com um tomara que caia foi muito maravilhosa. Parece que eu redescobri meu corpo novamente, aquela sensação de poder que eu tive lá na adolescência voltou e eu mal pude acreditar.

Depois experimentei outro modelo – também da Marcyn, claro – que novamente funcionou muito bem, permanecendo no lugar, sustentando direitinho e me deixando bem confortável. Esse aqui:

e repararam que eu fiz umas análises combinatórias entre que me proporcionou 3 opções diferentes, né?

e repararam que eu fiz umas análises combinatórias entre que me proporcionou 3 opções diferentes, né?

Então, já que eu aproveitei muito o meu verão só de tomara que caia, resolvi que já estava mais do que na hora de apresentar esses modelos aqui no blog. Ainda mais agora, que o site da Marcyn está com uma Queima de Moda Praia com uma proposta bem interessante e vantajosa: você compra duas peças com preço de uma! 

Os modelos que estão participando dessa seleção são todos da coleção de verão 2018, muitos que já mostramos várias vezes pelo insta, por isso vale a pena dar uma olhada no site! Hoje quero focar nos tomara que caias!

TOMARA-QUE-CAIA-3

Conjunto pavão | Top avulso preto | Conjunto bamboo

queima-praia-marcyn-1

Conjunto Lírios | Conjunto marinho | Conjunto Palha | Top avulso turquesa

O preço das peças está variando de R$259,99 a R$99,99, o que vale muito a pena se pensarmos que dá para comprar duas peças pelo preço de uma. Tem conjuntos completos com várias estampas e tamanhos (e a grade completa ainda está disponível na maioria) mas eu sugiro também pensar em aproveitar a Queima de Moda Praia para comprar um conjunto e levar um sutiã avulso de graça, para fazer outras combinações. Nunca é demais, né?

Quem quiser dar uma olhada nas outras opções, é só acessar o site da Marcyn. Tem frete grátis em compras acima de R$99 e dá para dividir em até 6x sem juros no cartão.

0 em Autoestima/ Destaque/ Moda/ Patrocinador no dia 23.01.2018

Saldão Marcyn: comprando lingerie para dia a dia com preço (muito) bom

Acho que a maioria das mulheres que eu conheço compartilham a mesma tradição no Reveillon: começar o ano novo com uma calcinha nova. Eu continuo fazendo isso religiosamente, ano após ano, apesar de ter deixado de lado a simpatia de usar a calcinha com uma cor específica, de acordo com o que eu desejo nesse novo ciclo. Como bem disse a Anitta:

calcinha-anitta

Uma mania foi embora, mas acabou dando lugar à outra. De uns anos pra cá eu gosto de fazer uma limpa no meu armário de lingeries e começar o ano renovando boa parte dessas peças. Jogo tudo na cama, guardo novamente as mais especiais e outras que não uso com tanta frequência e separo as que já estão bem desgastadas.

Esse “gasto” não é tão perdulário quanto parece. Na verdade, resolvi começar essa “tradição” depois que eu passei metade do ano com um monte de calcinha laceada e velha e sutiã com o arame do aro soltando (juro, cheguei nesse nível), tudo porque eu passei meses enrolando para procurar lingeries novas. Aí, toda vez que ia me vestir, eu olhava para minhas peças pedindo arrego e me sentia desleixada. Demorou para eu entender que minha falta de incentivo tinha a ver com o que eu estava usando por baixo.

Acho que até então eu nunca tinha me dado conta como as lingeries do dia a dia são tão importantes para a nossa autoestima quanto aquelas poderosas que a gente usa quando quer impressionar.  Depois desse ano, eu passei a me prometer que todo mês de janeiro eu iria dar uma atenção especial para minha gaveta de peças íntimas e dar uma renovada no que estava precisando.

Não sei se mais alguém aqui é que nem eu, mas para quem está pensando em fazer o mesmo, trouxe boas notícias: a Marcyn acabou de anunciar seu saldão, com descontos que vão até 80% em boa parte do site. E eu estou aqui para mostrar algumas coisas para vocês, até porque boa parte das peças que eu pedi para começar o meu ano estão nesse saldão:

lingerie-marcyn

SUTIÃ RENDA | SUTIÃ BALCONET | SUTIÃ SEM BOJO | CALCINHA COM RENDA DE R$31,99 POR R$24,99 | CALCINHA DE RENDA | SUTIÃ STRING – DE R$19,99 POR R$15,99

Eu ainda não tinha pedido nada da linha básica deles até que experimentei alguns modelos enquanto a gente estava fotografando a campanha de Marcyn Mais. Nem pensei duas vezes em renovar minha gaveta de 2018 toda com eles.

Também dei uma fuxicada no site para mostrar para vocês outras lingeries perfeitas para o dia a dia e que estão com preços bem maravilhosos. Muitas calcinhas em torno de 15 reais e sutiãs básicos com boa sustentação por menos de 50.

Além das lingeries do dia a dia, outra área do site que merece uma atenção especial é a linha fitness, com várias peças que já mostramos nesse post e nesse post com descontos que vão de 30 a 70%. Nós estamos adorando as leggings e os tops, principalmente. As calças vestem bem, não marcam e eles têm alguns modelos que são queridinhos nas academias, como a calça de recortes em tela ou as de cirré! Eu adoro os tops porque eles são confortáveis e com boa sustentação, ótimos para quem faz exercícios pulando ou correndo. Vale a pena dar uma olhada, caso você esteja procurando novidades nesse segmento também.

Ah, lembrando que o frete é grátis para compras acima de R$99 e dá para dividir sua compra em até 6 vezes sem juros no cartão.