Browsing Tag

* Look da Ca

0 em Looks/ Moda no dia 15.03.2017

Ombrinho gelado, meu (nem tão) novo decote preferido

O título é muito estranho, eu sei, mas eu precisava traduzir o nome desse decote que por aqui se chama “cold shoulder”. É um nome muito tosco, que fez com que eu gargalhasse um pouco alto demais quando eu descobri e traduzi (sim, meu senso de humor pode ser meio bobo), mas faz todo sentido. As blusas ou vestidos que levam esse nome têm os ombros vazados mesmo com as mangas compridas, ou seja, o ombro fica exposto, e por consequência, gelado (ainda mais se você estiver aqui em NY no momento haha falei que meu humor as vezes é bobo).

A primeira vez que eu me apaixonei por uma blusa com esse decote foi no ano passado, quando a Ana Paula ex BBB apareceu com uma no programa e me inspirou virtualmente. Eu não descansei até achar a bendita – e comprei em preta.

Estou cada vez mais sem paciência para tendências passageiras e tento evitar comprar roupas que provavelmente enjoarão em menos de 6 meses ou então peças que não me valorizem só porque está na moda (acreditem, já fiz muito isso!) Esse tipo de compra com consciência é maravilhoso e tem feito com meu armário esteja se transformando em um ambiente cheio de peças que eu amo de verdade, facilitando a vida na hora de sair de casa e quando eu quero me sentir confiante sem dificuldade. Mas ele também me deixa menos criativa e muito mais exigente, o que nem sempre é algo legal.

Um exemplo recente foi o caso das blusas e vestidos ombro a ombro. Eu fiquei meses namorando várias peças nesse estilo mas impondo mil limites em mim, achando que não ficariam legais ou porque tenho peito grande ou porque eu tenho ombros largos e não deveria valorizá-los. Acho que o “ombro gelado” – que foi a primeira peça mostrando ombros que adquiri – foi o meio termo que me fez abrir a cabeça para experimentar o ombro a ombro.

Eu sou super entusiasta de usar roupas que nos valorizem, mas confesso que quando eu gosto muito de algo que pode não ser a melhor modelagem para mim, eu prefiro focar no que está me fazendo feliz, afinal a moda também foi feita para isso, né? Agora tenho vestido e blusa, inclusive já peguei a camisa do marido para tentar uma experiência, não me arrependo mesmo!

E apesar de eu seguir adorando essa tendência, meu carinho especial é todo para o ombro vazado, cada vez mais. Acho chic, acho sofisticado, acho sexy e acho democrático também. Meu tipo de decote preferido é o que cobre o pescoço, mas os que se dividem em alcinhas ou que parecem camisetas com ombros abertos também são super charmosos. Botei na minha cabeça que é o tipo de roupa que eu me vejo usando daqui a 20, 30 anos (e o fato de eu ver minha mãe usando blusas nesse estilo me incentiva, claro).

 

#acheinosafiliados

Vocês curtem andar por aí de ~ombrinhos gelados??

Beijos!

3 em Destaque/ Looks/ Moda/ Patrocinador no dia 22.02.2017

Papo na piscina: nossos looks Marcyn

Finalmente postamos ontem tudo que rolou no PAPO NA PISCINA, onde celebramos um verão sem padrões, onde toda mulher poderia nadar, tirar fotos e dançar sem medo de julgamento ou inadequação, sem se sentir obrigada a ter um corpo malhado para o verão. Todas foram vestidas nos seus melhores looks de segurança e amor próprio para celebrar esse projeto, que visa lançarmos um novo olhar sobre nós mesmas, tentando enxergar o que há de melhor e mais bonito no aqui e agora, se amando ao longo de qualquer que seja o processo que a pessoa deseja viver.

foto Mayra Leal

Na festa vimos mulheres de todas as cores, tipos de cabelos e corpos dançando, brincando e rindo juntas. A sensação era de que nunca vimos tantas mulheres plenas e seguras no mesmo ambiente. Essa era exatamente a nossa ambição, mas como dependíamos das meninas pra isso, pois era um sentimento do coletivo, só podíamos fazer uma coisa: dar o exemplo. E foi nesse contexto que a Marcyn abraçou a nossa causa.

foto Mayra Leal

A moda praia da Marcyn permitiu que nós duas enfrentássemos uma velha insegurança: ficar o dia todo de roupa de banho. Se era pra fazer isso na nossa própria festa, precisávamos de peças bonitas, que vestissem BEM. Foi exatamente isso que aconteceu. Decidimos os looks e nosso foco era usar uma segunda peça aberta, para que todo mundo pudesse ver nossos maiôs, que eram lindos e vestiam bem! <3

foto gabriela Isaias

Se tínhamos medo de nos sentir inseguras com o look? Sim, mas isso não aconteceu nem por um segundo. Como já contamos aqui, a Marcyn é uma marca que veste mulheres de todos os tamanhos e aposta na representatividade, é impressionante como eles têm mesmo peças para todos os corpos. Desde aquelas cujo foco é vestir bem – como o maiô da Jô – até as mais fashionistas como o body da Carla. Sem falar na Aline, nossa colunista de viagem, que vestiu um biquini super moderno. Cada uma com uma peça completamente diferente, para usar em seus corpos completamente diferentes. Isso sim é diversidade.

Look da Jô


fotos Mayra Leal

foto gabriela Isaias

Maiô control básico plus size cereja

“Pra mim o primeiro desafio do meu look era: encontrar uma peça que abraçasse minhas curvas de um jeito a deixá-las mais bonitas, em evidência, sem espremer minha gordura/ dobrinha das costas. Quando vi esse maiô da linha control plus, fiquei pensando que ele vestiria perfeitamente e me daria a cintura que eu precisava com conforto. Dito e feito. Foi exatamente isso que aconteceu. Me senti confortável, bonita e segura nele.

Eu naquela minha velha mania de achar que preciso do maior número pedi 3 numerações, e o mais curioso? Vesti o EG/48 (meu número de maiô mesmo) e era o menor de todos que pedi. A grade da Marcyn é muito honesta. Achei que esse modelo vestiu tão bem que fiquei com o roxo igualzinho que já sei que vou usar muito também.

Usar uma peça de moda praia sempre foi a MINHA MAIOR INSEGURANÇA em termos de look, sábado eu venci isso da forma mais incrível que eu poderia querer. Me senti bonita, elegante e perfeita para o contexto. Fiquei impressionada com as peças, com a qualidade e a versatilidade, dado que cada uma de nós optou por um estilo e ficou perfeita. Também fiquei com mais dois biquinis que vestiram muito bem para usar na minha viagem de março que vocês poderão ver no insta do @futilidades!”

Look da Ca

foto gabriela Isaias

 
fotos mayra leal

Body estampa guarani

Acho que a última foto  que eu aparecia de biquini ou maiô eu devia ter uns 15, 16 anos. E mesmo com um corpo que hoje eu consigo ver que era lindo, eu só aparecia escondendo partes dele com uma toalha ou canga. Depois disso, a situação chegou em um ponto onde eu não conseguia mais ver fotos minhas na praia ou na piscina. A foto podia ser linda, a paisagem maravilhosa, mas eu só conseguia enxergar gordurinhas e apagava todos os registros.

De lá pra cá eu engordei, engravidei, ganhei uns culotes e flancos que eu não tinha, a barriga ainda tá longe de ser o que era. A única diferença é que eu fui aprendendo a me enxergar de outra forma. E foi com essa visão que eu escolhi a peça para a nossa pool party, um body todo estampado de flores e oncinha.

Achei a estampa maravilhosamente adequada para a ocasião, combinava com a saída que eu peguei emprestada da Jo e confesso que a modelagem foi providencial para que eu me sentisse o mais segura possível. Vocês sabem que eu evito decotes, então ter achado um body fechado na frente e aberto atrás foi incrível mesmo. E mesmo me sentindo segura com a roupa escolhida, é óbvio que eu estava com medo. Para ser muito sincera, quando fui ver as primeiras fotos que a Mayra e a Gabi fizeram, parecia que eu estava indo para a forca tamanho o medo de ver algo que eu não gostasse, mas esse medo durou segundos.

Só sei que me surpreendi do quanto eu me senti bem, confortável e feliz tirando fotos na piscina, sem estar com alguma saída de praia cobrindo tudo.

Look da Aline 

calcinha | top 

A Aline, nossa colunista de viagem, também vestiu Marcyn e adorou o seu biquini!

“Eu escolhi o modelo desse biquini pela parte de baixo, para mim é sempre a parte que eu mais tenho dificuldade de gostar. Não gosto de nada pequeno demais, nem grande demais e nem que aperte meus flancos. Quando vi esse modelo achei que ele ia ser a solução para tudo isso, e foi. Depois eu escolhi essa cor, que eu achei maravilhosa para o meu tom de pele e eu adorei. Depois eu naveguei pelo site para escolher uma parte de cima que fosse combinar e decidi por essa. Acho que a combinação ficou perfeita, valorizou meu corpo, a cor ficou linda e fiquei me sentindo autoconfiante e livre de biquini! A calcinha entregou o que prometia de uma forma bem confortável e elegante, me senti muito bem durante a festa. ”

Achamos que ficou público e notório, nas fotos, vídeos e stories que estávamos muito relaxadas e despreocupadas com nossos looks né? Como já contamos, escolhemos tudo no ecommerce da marca, que além de estar em liquidação, deu mais um desconto (que acumula, isso mesmo, acumula) de 15% para nossas leitoras. A Marcyn deu esse benefício para todas porque a marca deseja que todo mundo se sinta segura como a gente se sentiu! :)

CUPOM 15% OFF em TODO site: FUTI15

Os preços estão IMPERDÍVEIS num grau que vocês não têm ideia, sem falar que tem várias possibilidades de frete grátis! <3 Quem quiser receber as novidades da marca ou mesmo retribuir o carinho com a marca que nos apoiou pode se inscrever para receber as newsletters deles! <3

Se antes nosso orgulho era de uma marca tão incrível ter vestido a camisa da nossa causa, agora é o orgulho de termos usado produtos tão bonitos, de qualidade e que foi super elogiado. Ficamos nos sentindo tão bem, tão satisfeitas, que orgulho dessa parceira que foi perfeita pro #paponapiscina!

Obrigada Marcyn, a gente não lembra de ter se sentido tão plena na piscina antes e vocês têm parte nisso!

——-——– Orgulhosamente a Marcyn foi uma das patrocinadoras da nossa festa <3 ——————

4 em afiliado/ Looks/ Moda no dia 31.01.2017

Look da Cá: Saia midi, desculpa pelo preconceito

Querida saia midi, se algum dia eu dei a entender que você não era uma peça para mim eu peço desculpas. Modéstia à parte eu amo minhas pernas, e em pleno verão sempre achei que escondê-las não era uma opção. E com 20 e poucos anos tudo que eu queria era um short jeans ou uma saia curta e não tinha conversa. Onde já se viu em um calor de 40 graus cobrir mais partes do corpo? Eu hein, isso é coisa de gente doida – ou conservadora, sei lá. Alguém que não era eu definitivamente.

Com 30 eu continuo amando minhas pernas, meus shorts e saias, mas acho que com o passar dos anos a gente acaba ganhando um pouco de maturidade e segurança para aumentar o repertório de peças no armário, né? Não é porque estou com uma saia midi que eu necessariamente viro uma mulher mais velha, ou mais recatada, ou até mesmo menos sexy.

Foi assim que eu conheci a sua primeira “prima”, aos 27 anos. Verde militar, com pregas e foi a minha primeira experiência com uma peça que deixava meus quadris tão evidentes sem achar que estava me deixando gorda. 2 anos depois, quando eu já estava com 29, chegou a sua “prima” elegante, e taí uma compra que eu não me arrependi apesar de eu só ter usado a saia 1 vez até o presente momento. Eu me sinto bem sabendo que tenho uma opção tão sofisticada dentro do meu armário.

E finalmente chegou você, a saia midi de verão, levinha, soltinha, listrada, charmosa!

Camiseta Animale | Saia AMARO | Sandália Schutz | Óculos Dior | Bolsa Chanel

Nos afiliados:

 

Foi um namoro que começou aqui no blog, quando – para variar – eu me influenciei com meu próprio post e me apaixonei por você. Comprei, chegou mas eu só pude finalmente experimentá-la e usá-la na semana passada – e valeu a espera! Era tudo o que eu esperava de você e mais um pouco!

Então esse post é só para te pedir desculpas por um dia ter te subestimado, achar que você me envelhecia, que sua modelagem não trabalhava a meu favor. Que bom que a gente pode mudar nossas opiniões e tentar de novo quando o assunto é moda, né?

Beijos!

Carla