Browsing Tag

beleza

0 em Beleza/ Cabelo/ Destaque/ Patrocinador no dia 26.06.2017

Óleo de argan e cártamo para os fios!

Esse mês completam 3 anos que a Bio Extratus é nossa parceira e patrocinadora, a empresa que acredita em tudo que a gente acredita e abraça nossas causas e lutas como se fossem dela. Para comemorar esses 3 anos de trabalho eu resolvi falar de um produto que apareceu pouco aqui. Nesses anos todos ele esteve presente num post da Carla (que exaltou e explicou ele super bem) e em outro post da Pool Party, onde a Ana Luisa contou que é apaixonada por esse item.

Joana, mas qual é esse produto? O óleo de argan e cártamo, um dos itens mais vendidos de toda a empresa. Ou seja, esse óleo é – literalmente – um dos maiores sucessos de venda da marca no país inteiro e hoje eu vou reparar esse absurdo que é não ter nunca ter resenhado esse finalizador que também é reparador de pontas.

Bom, ele é um tratamento funcional que é indicado para TODOS os tipos de cabelo. Assim como todos os óleos da marca que eu vim usando nos últimos anos, ele não pesa o fio. Seu objetivo é nutrir, proteger e dar brilho ao cabelo, tudo de forma bem prática e consumindo pouco produto. Definitivamente esse é um dos itens que mais dura, super econômico. 

O que ele entrega como resultado?

Combate ao frizz, o que nesse período que minha raiz está grande é ainda mais importante, porque acabo secando mais com o secador.

Quais são os ativos?

Ele combina as propriedades dos óleos de cártamo e argan em uma fórmula nobre, de toque sedoso e leve. O argan é responsável por deixar o cabelo sedoso, macio, com brilho e maleabilidade. Também forma uma película protetora garantindo hidratação total e um cabelo com aspecto extremamente saudável. O Argan é mais do que uma moda, é uma matéria prima bem bacana para cabelos.

Já o Cártamo é um ativo enriquecido em termos de  ácidos graxos essenciais. Fora isso tem alto teor de ômega 3 e 6, elementos nutritivos indispensáveis à saúde do couro cabeludo e beleza dos cabelos.

Quais são as maneiras de usar? 

Como finalizador: Para proteção e brilho! Aplico uma pequena quantidade nas mãos e distribuo do meio para as pontas do cabelo, seja com ele úmido ou seco (natural ou secador).

Na maioria dos casos, eu costumo usar um pouco do meu leave in da linha Resgate Specialiste, sobre o qual falei também no post da pool party, com os cabelos úmidos. Depois seco com o secador, e por fim, coloco o óleo na palma das mãos e espalho do meio para o fim dos fios. Quando todo o excesso do produto fica nas pontas, eu limpo a palma das mãos na parte de cima do cabelo para ajudar no frizz como um todo. No entanto, na raiz propriamente dita eu não aplico nem o creme, nem o óleo.

Foto: Gabriela Isaias | insta: @gabrielaisaiasphotos
No dia da foto abaixo eu lavei o cabelo com pré shampoo detox, depois usei a linha Pós Química de Abacate e por fim usei o leave-in mencionado acima. Depois de secar passei o óleo de Argan e Cártamo nas pontas.

Quando não vou secar com secador, alterno duas formas de uso: ou aplico um pouco do óleo com ele úmido (quase sempre depois do leave-in porque meu cabelo gosta de secar com finalizador) ou espero secar todo naturalmente e aplico o óleo com ele seco. Assim como faço no dia seguinte de lavar, passando o óleo só nas pontas secas.

Esse produto é maravilhoso para usar nas pontas pós escova feita no secador, babyliss ou chapinha.

Para intensificar o tratamento de hidratação e brilho:

Ao colocar alguma máscara ou creme de tratamento mas mãos ou num recipiente para misturas é só adicionar algumas gotas do óleo e pronto, mistura tudo e aplica no banho (ou na pausa do banho pra economizar água). Depois é só lavar.

Outra opção é o banho de óleo, que eu gosto de fazer de duas formas: a primeira é antes de lavar o cabelo. Aplicando o produto diretamente no cabelo (aqui vale raiz, couro cabeludo e também vale chegar com a escova Michel Mercier para fazer massagem). Passo parte dos 15 minutos que antecedem o banho escovando os fios e massageando o couro. Dá para jogar também uma toca de hidratação, deixando ela agir por alguns minutos. Depois é só entrar no banho, lavar os cabelos e fazer o tratamento com alguma máscara, para encerrar o processo. É o meu método favorito porque além de relaxar durante a espera, ainda traz um resultado visível de brilho e maciez

Outra opção que gosto de fazer de vez em quando é o banho de óleo para dormir. Escovo o cabelo seco antes de dormir e coloco algumas gotinhas enquanto espalho o produto pelas pontas. Durante a noite os fios absorvem o óleo e o cabelo acorda super brilhoso.

Quais os tamanhos de frasco?

Tem de de 8mL e 60mL, obviamente eu gosto de ter os dois, afinal amo deixar minha necessaire de viagem 100% pronta e esse mini vai em todas as viagens para as quais embarco. Aliás, estou sempre na campanha da Bio Extratus fazer mais e mais versões de viagem.

Por que eu uso?

Porque é versátil, uso antes ou depois de calor, uso na praia ou piscina, uso para finalizar um cabelo mais poderoso ou pra salvar uma ponta no dia-a-dia corrido. Existem tantas possibilidades pra esse produto que fica bem óbvio o motivo pelo qual eu não viajo sem ele. O preço é ótimo se analisarmos a durabilidade e o custo benefício. Se comparado aos óleos desse nível de qualidade que eu usava antes ele custa bem menos e faz o efeito com louvor.

foto: Gabriela Isaias | insta @gabrielaisaiasphotos

Desde janeiro eu tenho usado o Óleo de Argan e Cártamo com frequência e nesses meses tem ficado muito claro o porquê desse ser um dos produtos mais vendidos de TODA a BIO EXTRATUS. Ele é um daqueles itens que vale muito a pena testar, muito mesmo!

Alguém mais usa? Compartilha comigo novos segredos de uso e os feedbacks de vocês.

Beijos

0 em Autoestima/ Beleza/ Destaque/ Make-up no dia 20.03.2017

Um papo sobre sobrancelhas

Ao longo desses 7 anos de Futi eu já falei de alguns produtos para sobrancelhas. Poderia ter falado de mais coisas, não falei porque existem categorias de maquiagem que eu sou consumidora fiel, fico anos usando o mesmo e só procuro um substituto caso saia de linha ou eu tenha certeza que encontrei algo melhor. É assim com corretivo, com base e com produtos para preencher as sobrancelhas.

Por isso, essa semana estava de bobeira no Facebook e dei de cara com uma publicação da Mariana Ishizaka que fez meus olhos brilharem. A Mari é maquiadora e expert de sobrancelhas da Benefit – ou seja, ela entende bem desse assunto – e toda vez que a encontrei nos eventos, eu reparava na maquiagem dela, especialmente nessa área acima dos olhos, antes mesmo de saber que o foco dela era sobrancelhas! Acho que nunca parei para elogiá-la, mas aproveito para fazer aqui! rs

Enfim, voltando ao assunto, ela publicou uma série de vídeos usando três produtos da Benefit que eu ainda não conhecia: o Browvo, um primer condicionador; o Ka-Brow, um delineador em gel específico para sobrancelhas e o Gimme Brow, um gel volumizador.

 

Não resisti e comecei uma conversa com ela sobre sobrancelhas e eu amei algumas coisas que ela me contou sobre a relação dela com as suas sobrancelhas. Quis trazer para cá porque tem muito a ver com nosso papo! Agora me deem licença que vou dar a palavra pra Mari:

“Desde adolescente minhas sobrancelhas são meu dilema de beleza. Eu sentia que meu rosto ficava apagado sem as sobrancelhas e isso me incomodava muito. Eu fiz ballet muito tempo e foi nas apresentações que descobri essa coisa de maquiar sobrancelhas, para o rosto ficar mais expressivo no palco. No dia-a-dia eu era zero maquiagem, mas sempre dava um jeito de maquiar as sobrancelhas. Sem nenhuma técnica nem produtos bons, apenas usava um lápis nelas, todos os dias. Comecei a me sentir muito mais bonita com elas pintadas!

Eu simplesmente preenchia um pouco, da mesma maneira sempre. Acho que isso durou até uns 25 anos, quando eu comecei a me interessar por maquiagem mesmo. Nessa epoca eu era arquiteta e estava muito descontente com a profissão, então caçava hobbies para me sentir mais feliz. No Youtube descobri canais de maquiagem e comecei a assistir, fui pegando gosto e aprendendo técnicas até que em algum momento eu virei a amiga que fazia as sobrancelhas e a maquiagem da galera.

Em 2012 eu me formei no Liceu de Maquiagem fiquei trabalhando com make e arquitetura. Em janeiro de 2013 comecei a trabalhar na Benefit e estou até hoje! Com certeza uma das coisas que me fez querer trabalhar na Benefit foi o fato de que as sobrancelhas estão no DNA da marca. Me identifiquei muito e essa identificação com a Benefit me move no meu trabalho. Eu amo trabalhar com maquiagem, sobrancelhas e gente – pois 90% do meu tempo eu educo os vendedores das lojas da América do Sul. Minha principal função é treinamento, mas quando sobra um tempinho eu faço PR e eventos como Makeup & Brow Expert.

Na Benefit eu consegui entender mais a fundo essa minha coisa com sobrancelhas. Recebi muitos treinamentos de serviços de sobrancelhas (design e tintura) e maquiagem de sobrancelhas. Descobri a importância das sobrancelhas no rosto das pessoas (eu sabia que era importante mais não conseguia traduzir e perceber tudo) e como uma mulher pode ficar mais feliz e bonita só de dar um tapa nas sobrancelhas.

E também descobri que podemos explorar as sobrancelhas e estiliza-las de maneiras diferentes de acordo com a ocasião. Do mesmo jeito q não maquio os olhos do mesmo jeito sempre, não uso o mesmo batom, também não preciso maquiar as sobrancelhas da mesma maneira todo dia!

Antes era um pouco sem explicação pra mim, mas eu ficava mais confiante de sobrancelhas bem feitas. Depois eu comecei a ver que minhas amigas ficavam muito mais felizes e se sentiam mais bonitas depois que eu fazia as sobrancelhas delas. E hoje em dia é tudo bem claro e bem decodificado na minha cabeça a importância e o poder de transformação das sobrancelhas. É um privilégio trabalhar com sobrancelhas, maquiagem e mulheres, oferecendo ferramentas para elas se sentirem mais poderosas e bonitas…”

Alguém também usa as sobrancelhas para elevar a autoestima? Quem quiser seguir a Mari e ver mais dicas e novidades da Benefit, é só seguir o insta dela @marianaishizaka!

4 em afiliado/ Autoestima/ Beleza no dia 07.03.2017

Os perfumes mais levantadores de autoestima da minha vida

Enquanto eu estava no Rio, abri meu armário do banheiro e percebi que tinha uma parte que ainda estava intacta desde quando eu me mudei para SP, há 7 anos atrás. Todos os perfumes que marcaram minha adolescência e começo da fase adulta estavam ali – todos com a validade vencida, claro.

Enquanto eu arrumava aquilo tudo e jogava fora os vidros, a nostalgia me incentivou a fazer esse post, porque eu me dei conta que perfumes sempre estiveram associados à minha autoestima. E ainda estão! Queria muito ser aquela pessoa que é reconhecida e lembrada por uma fragrância específica, mas já aceitei que isso não vai acontecer comigo porque cada fase da minha vida teve um cheiro diferente, e de certa forma acho isso bem legal.

contei por aqui sobre os perfumes que eu escolhi para chamarem de meus (e nada mudou de lá pra cá), agora vou contar para vocês os principais perfumes que alavancaram minha autoestima e minha segurança em diversos momentos! Depois quero saber de vocês…

1 – Cool Water, da Davidoff – Acho que esse é um dos primeiros perfumes que eu tenho a lembrança de usar por um motivo específico. Tinha lá pelos meus 13, 14 anos e na época era muito legal e “prafrentex” usar perfume masculino. Me achava muito segura e descolada encharcando meu moletom da GAP com ele.

2 – CK One, da Calvin Klein – Ele foi um pouco depois do Davidoff, na época que eu me sentia segura se estivesse fazendo o que todo mundo estava fazendo. E todo mundo usava esse perfume (ou o CK Be, da embalagem preta), então passei a usá-lo também.

3 – Tommy Girl, da Tommy Hilfiger – O primeiro perfume que eu ganhei de um namorado, como não considerar icônico? Claramente eu achava ele especial e por causa disso acabava me sentindo especial também toda vez que eu usava (que era sempre, por alguns anos).

4 – Coco Mademoiselle, da Chanel – Aí cheguei naquela fase 18/19 anos, I’m not a girl, not yet a woman como já dizia minha amada Britney Spears. Tinha cansado de todos os perfumes da minha adolescência e não queria usar os perfumes da minha mãe. Queria me sentir confiante, sofisticada mas ainda assim ~novinha sensacional, e foi aí que eu encontrei o Coco Mademoiselle, que é feito justamente para esse nicho de mercado. Acho que foi o perfume que eu  mais usei na vida, o último vidro que eu comprei acabou no ano passado e estou ensaiando comprar um novo, por mais que hoje eu use outros perfumes. Ele é o que eu mais me identifiquei e o que mais representa quem eu sou, ele vai além de fases (e é engraçado isso, né? Muito subjetivo). Se me mandassem escolher um perfume para resumir a minha vida, seria ele.

5 – Infusion d’Iris, da Prada – De todos os que eu tenho é o que eu menos me identifico, confesso. Mas ele é icônico por um único e simples motivo: ele foi um dos primeiros que eu comprei para tentar celebrar minha fase sou mulher e não mais adolescente. Queria algo ousado, sofisticado, poderoso, marcante e ele é tudo isso mesmo. A diferença é que ele é de fases pra mim, as vezes enjoo, as vezes amo. Mas como eu comprei querendo me sentir daquela forma, até quando eu to na fase de odiar, é inegável que ele me faz sentir tudo aquilo que eu queria quando trouxe ele pra casa.

6 – Hiris, da Hermès – Comprei há quase 3 anos em uma época que eu precisava me sentir única, diferente e interessante. Acho que estava insegura e quando o encontrei, sabia que tinha achado uma fragrância muito especial. Toda vez que quero me sentir a dona da p%$a toda eu uso o Hiris. Junto com o Coco Mademoiselle, é meu perfume pra vida, pena que é tão difícil de achar.

Quais são os seus perfumes levantadores de autoestima? Me contem!