Browsing Tag

beleza

0 em Beleza/ Destaque/ Patrocinador no dia 02.01.2018

Chegou Bio Extratus Homem para cabelos & barbas

Agora realmente eu posso falar que Bio Extratus está cuidando da minha família inteira! Depois do último post, onde eu contei um pouco da linha Kids, hoje eu venho aqui contar sobre a linha para homens, o mais novo lançamento e a mais nova aposta da marca.

Aproveitei que estaria com meu pai e meu marido nesse período de Natal/Ano Novo e pedi para eles experimentarem a linha feita para cuidar dos cabelos e barbas. Ela conta com shampoo, condicionador, balm pós barba, gel fixador e pomada modeladora. Por aqui, a única coisa que não foi usada foi o gel fixador, já que meu pai tem o cabelo bem curtinho e meu marido prefere a pomada de fixação para manter o cabelo no lugar, mas ela também pode ser usada para modelar bigodes ou barbas.

bio-extratus-home-2

O diferencial dessa marca é que ela é feita para ser usada tanto nos cabelos quanto na barba. Seu principal ativo é o oxigreen, uma tecnologia exclusiva da Bio Extratus que forma uma película protetora e condicionante e na pele tem um efeito calmante e adstringente. O shampoo, por exemplo, é feito para quem gosta de se barbear durante o banho, deixando a pele macia e sem irritações.

A única coisa que eu posso afirmar é que a linha é super cheirosa, marcante e refrescante. Então vou deixar vocês com as impressões que eles tiveram ao usar Bio Extratus Homem Cabelo & Barba.

bio-extratus-homem

Segundo meu marido, ele não acreditou muito em mim quando eu disse que o shampoo também podia ser usado para se barbear. Ele jurava que era brincadeira. Depois do banho que ele testou pela primeira vez, ele veio me contar que realmente a lâmina de barbear desliza bem fácil e ajuda bastante depois que você passa o shampoo na barba, inclusive nas áreas com menos pelos, como o pescoço. Foi uma experiência bem prática que deu muito certo e eu estou esperançosa, porque se ele realmente continuar usando, é provável que ele vá fazer a barba mais vezes. Inclusive eu fiquei toda feliz que ele passou o ano novo sem barba nenhuma – e eu sou time pouca ou nenhuma barba. rs Outro produto que eu to vendo ele usando desde que eu apresentei foi a pomada modeladora. Segundo ele, ela modela e fixa muito bem mas de uma forma discreta. Como o acabamento é matte, parece que o cabelo ficou do jeito que ele queria naturalmente.

Já meu pai adorou o balm pós barba. É um creme não muito espesso que desliza fácil na pele. Ele, que faz barba quase todo dia, investe mesmo nessa categoria de produtos e adorou a novidade. Tanto que assim que eu mostrei esse lançamento foi a primeira coisa que ele pediu para experimentar. A proposta desse balm é acalmar e amaciar a pele e ele disse que de fato sentiu a diferença, além de uma sensação refrescante bem gostosa. O cheirinho que fica também é uma delícia.

Como nosso público é majoritariamente feminino, vou falar para vocês, tá? Mas homens que leem o Futi, sintam-se contemplados também. Só digo que quem tem alguém, seja pai, namorado, marido ou irmão, que realmente gosta de cuidar dos cabelos e da barba, vale a pena procurar a linha Bio Extratus Homem para eles experimentarem.

Fiquei feliz de saber que agora existe uma opção de Bio Extratus para eles também (e confesso que estou feliz de também não precisar mais dividir meus shampoos e condicionadores rsrs). Aqui foi um sucesso, acho que aí será também! :) Para saber onde achar a linha, é só clicar aqui.

1 em Beleza/ Cabelo no dia 29.12.2017

melhores do ano de 2017: produtos de cabelo

Quem acompanha nosso trabalho há muitos anos sabe que produtos de cabelo sempre tiveram espaço por aqui. Nos últimos anos a Bio Extratus esteve conosco, até que em 2016 notamos que mesmo recebendo produtos de outras marcas, no longo prazo a gente sempre terminava usando o produto deles.

Em 2017 foi um processo natural fazer um trabalho exclusivo com a marca, que tem muitos produtos que a gente adora e que resolveu abraçar o PAPO SOBRE AUTOESTIMA antes dele ser lançado. Esse ano foi nosso primeiro ano como embaixadoras oficiais da marca e esse jeito 100% livre que eles nos possibilitam trabalhar, acreditando e jogando junto, nos permite mostrar a marca para vocês de formas variadas, seja contando sobre lançamentos, fazendo resenhas dos produtos que realmente gostamos e deram certo com a gente, seja nos produtos que damos para quem participa de eventos do Futi. O mercado de publieditorial seria muito mais sucedido se fosse feito com a verdade e a confiança mútua que nós fazemos aqui.

Agora voltando ao assunto de “melhores do ano”, resolvemos trazer pra vocês 5 dos produtos que mais gostamos de usar esse ano.

Carla

manteiga-1

Nesses anos todos experimentando os mais variados produtos da Bio Extraus, acho que nunca vi um tão unânime quanto a linha Pós Química, de Abacate com Jojoba. Eu e Jô temos cabelos muito diferentes e, por causa disso, muitas linhas que davam muito certo nela, não funcionavam tão bem assim com o meu cabelo – e vice versa. A Pós Química foi uma grata surpresa que funcionou muito bem para nós duas. E não só para nós duas.

Desde que começamos a falar dela nas redes sociais, o feedback que recebemos até agora é 100% positivo, e nunca vi um produto de cabelo ser tão unânime. Vale a pena experimentar!

E quem quiser dar uma olhada no que falamos sobre essa linha, tem esse post, esse sobre a manteiga e esse aqui sobre o banho de creme.

ruiva

Como não falar da linha que revolucionou meu ano capilar? A linha Bio Extratus Color chegou para ficar e quando eu vi em primeira mão as 49 , tive certeza que queria fazer uma mudança mais significativa. Escolhi ser ruiva e ver o que sairia de mim com essa nova cor, e acho que essa foi uma das coisas mais incríveis que fiz por mim esse ano. A cor dura, não desbota e ainda deixa o cabelo hidratado. Eu continuo amando balayage, californianas e todas as possibilidades da água oxigenada com descolorante, mas agora que eu adentrei o mundo das tinturas e suas possibilidades, acho que me encantei.

Aqui eu falei sobre o lançamento e aqui sobre a mudança.

Joana

bio-extratus

Meu cabelo gosta de um finalizador encorpado, que deixa as pontas mais bonitas e me ajuda a modelar. Esse finalizador de Specialiste Resgate é para mim o melhor de todos os cremes finalizadores para o meu cabelo, que não finaliza tão bem com cremes levinhos. Eu substitui o SH-RD por ele há mais de um ano e estou 100% satisfeita. Esse outro eu comprava há mais de 9 anos, porque meu cabelo precisa que o finalizador dê um peso nas pontas, algo que um finalizador mais simples nem sempre consegue.

A textura, brilho e forma agradecem. Uso também como protetor térmico, funciona bem para caramba. Eu coloco o equivalente a uma amêndoa na palma das mãos e passo da altura da orelha para baixo. Uso na rotina, uso para fazer coque e deixar o movimento dele mais bonito quando seca. Esse produto eu não vivo sem.

oleo-de-argan-1

Aliás se vamos falar de produtos que não vivo sem, esse entra também. Escolhemos ambos como brindes da segunda pool party, pois esse óleo é um dos produtos mais vendidos da marca e é um excelente reparador de pontas. Acho que ele cumpre a função igual ou melhor a qualquer óleo que ja vi. Adoro colocar nas pontinhas e acho que deixa o visual mais tratado. Uso as vezes do meio pra ponta com um pouco mais de quantidade e vou dormir, o cabelo acorda super bonito, brilhoso e sedoso

Se você adora um óleo para colocar por último no cabelo, não deixe de conhecer esse. Muitas vezes eu combino esse produto com o finalizador Resgate que eu falei acima. Passo finalizador, seco o cabelo por alto, faço um coque (dou um último jato de secador no coque) e por fim coloco o óleo de argan e cártamo.

Esse post aqui sobre esse produto está bem completo!

linha-pos-coloracao-bio-extratus-2

Eu acho essa linha ultra hidratante para quem quer preservar a cor. A maioria dela é liberada para low poo. Eu gosto muito desse lançamento, meu cabelo fica hiper macio, brilhante e bem cuidado. Só que como não tenho tinta e tenho uma raiz mais pra oleosa, atualmente eu uso a linha de forma alternada, mas continuo apostando todas as minhas fichas nessa e na de abacate. O sache de hidratação instantânea de ambas são mágicos. Agora to usando essas de vez em quando porque estou testando uma linha diferente dentro do que a Jussara – que cuida do meu cabelo – pediu, mas essa será papo pra 2018.

Para quem quer saber mais, a Cá fez um post bem explicativo sobre esse lançamento!

Quem ganhou os produtos da marca em algum evento do papo pode contar pra gente o que achou.

Beijos

0 em Beleza/ Cabelo/ Destaque/ Patrocinador no dia 22.11.2017

Transformação do cabelo: muito além de um antes e depois!

Lembram que eu falei semana passada que eu ia mudar? Pois bem, mudei! Finalmente sábado consegui tirar um tempo – ou melhor, consegui ajustar a agenda do marido com a do salão, afinal, precisava que ele ficasse com o Arthur – para fazer meu cabelo.

Essa foi a foto que eu postei e recebi várias mensagens perguntando se tinha escurecido meu cabelo: não, isso foi resultado de 1 ano sem retocar as luzes! :)

Enquanto estava no caminho para o salão, com a linha completa de coloração que a Bio Extratus me enviou para experimentar, me deparei com uma frase que até postei no insta onde dizia: “não é mudando que você se ama, é se amando que você muda”. E isso nunca fez tanto sentido para mim, combinou perfeitamente com essa minha fase.

Porque talvez vocês não saibam, mas eu já tive cabelos pintados de vermelho. Eu tinha 19 anos, tinha passado o ano anterior enlouquecida com o vestibular, engordei, não tinha mais roupa, não sabia quem eu era e resolvi pintar o cabelo porque estava insatisfeita, sem me reconhecer. Queria me reencontrar e depositei todas as minhas esperanças na mudança da cor do cabelo.

Eu, com 19 anos, tirando foto no banheiro com Cybershot. rsrs

Obviamente isso não aconteceu. Por isso mesmo, acho que a mudança capilar não adiantou de muita coisa naquela época. Depositei muitas expectativas nessa mudança. Eu tinha pouca autoestima sobrando naquele momento, achei que essa transformação me ajudaria nesse processo de reconstrução, mas não aconteceu dessa forma. Mudar o cabelo foi uma mudança superficial naquele momento, ela foi efetiva só até certo ponto, mas seria muita pretensão que uma cor de cabelo reorganizasse tanta coisa desajustada naquele momento.

Engraçado como as cores podem ser parecidas, mas as motivações não poderiam ser mais diferentes. Dessa vez meu objetivo era outro: eu queria mudar porque eu estava muito segura de mim. Eu queria mudar porque minha relação com o meu cabelo está em sua melhor fase – então, por que não experimentar algo novo? Acho que meu cabelo nunca esteve tão bonito e foi uma delícia curtir isso e me sentir segura o suficiente para mudar, brincar com meu visual num momento tão gostoso da minha relação com o espelho, em que sinto que estou cuidando de mim pelas razões mais honestas que eu já tive. Foi justamente por estar achando ele bonito que eu senti vontade de aproveitar todo potencial de adorno que ele tem. E claro, minha experiência aos 19 anos, por mais que não tenha sido 100% bem sucedida no que eu esperava dela, me ajudou a não ter medo dessa mudança que, para muita gente que acompanhou, foi super radical.

Na verdade, a referência que eu tinha era algo muito mais claro do que está, quem leu meu primeiro post falando do lançamento de Bio Extratus Color sabe disso. A tintura que eu escolhi – a 9.4, loiro muito claro acobreado – é a ideal para quem quer o visual que eu mostrei aqui na semana passada. Só que chegando no salão, o Rogério – o profissional que mexe no meu cabelo desde que eu cheguei aqui em NY – achou melhor não chegar nessa cor logo de uma vez. Eu confiei, afinal quero mudar o visual, mas com todo cuidado que meu cabelo merece, não a qualquer custo.

Eu estava sem fazer luzes desde Dezembro de 2016, o que quer dizer que tinha muito cabelo virgem na jogada, castanho escuro ainda por cima. Para chegar naquele tom eu teria que descolorir, e ele achou que seria um procedimento bem mais agressivo para o estado que meus fios se encontravam. Também demoraria mais e gastaria um tempo que eu não teria naquele dia, coisa que as mães vão me entender perfeitamente. Preferi seguir com a opinião de especialista dele, e aí a gente vai clareando com o tempo. Se bobear é até bom para eu ir me acostumando com as tonalidades ruivas. :)

Só sei que quando virei para o espelho, lá estava a Carla com uma cor de cabelo super parecida com a da Carla de 19 anos. Por um segundo lembrei de todo aquele período de insegurança, mas quando olhei de novo, aquela Carla realmente não estava ali. Que sensação maravilhosa me dar conta que a Carla de frente do espelho em 2017 pode até ter outras questões e inseguranças, mas que não é mais aquela que deposita esperanças em mudanças externas.

E quanto ao cabelo em si? Para começar, eu fiquei espantada que a cor conseguiu chegar nesse tom logo de primeira. Ainda não é a cor final e ainda está mais escuro do que eu tinha planejado, mas levando em conta que não usamos o pó descolorante, eu achei muito bom! E o principal? Eu to apaixonada pelo toque. O tutano na fórmula, que é exclusivo da Bio Extratus e diferencial no mercado, ajuda a hidratar enquanto colore e isso realmente acontece. Lavei ele dois dias depois de pintar, e quando sequei (tá frio aqui, não tenho conseguido deixá-lo secando naturalmente), ele estava super sedoso, os fios nada embaraçados. O brilho também é notável. Confesso que fiquei pensando em não descolorir, afinal, por mais que eu cuide muito, é normal que resseque demais, coisa que a tinta claramente não fez. Veremos.

Aliás, percebi nessa semana que a tinta também está ajudando demais a controlar a oleosidade. Nesse período que eu estava com a raiz virgem bem comprida, eu cortei um dobrado com ele, porque ela voltou a ficar super oleosa em tempo recorde. A linha pós química de abacate com jojoba – que eu amo – é tão hidratante que a minha raiz não aguentou, só podia usar nas pontas. A mesma coisa aconteceu com a linha pós coloração, que é ainda mais hidratante e não funcionou tão bem (comecei a usar ela novamente essa semana, vamos ver como ela vai se comportar nessas outras condições capilares). Tem sido um alívio poder voltar a lavar meu cabelo dia sim, dia não sem me preocupar tanto se a raiz vai ficar oleosa.

Eu estou super satisfeita com o resultado e feliz por ter escolhido uma cor tão diferente do que eu tenho feito há tanto tempo, parece que essa cor combinou perfeitamente comigo e com esse meu momento de vida em Nova York. O que vocês não imaginam é como fiquei impressionada com o sucesso que a mudança fez no instagram!!!! Acho que não lembro de um post meu ter tido tantos likes, tampouco lembro de ter recebido tantas mensagens diretas antes. Não que a popularidade nas redes sociais influencie minha opinião, mas não nego que é uma injeção de elogios no processo de construir uma boa autoestima receber tanta mensagem positiva. Elogiar faz bem a quem faz e quem recebe. :)

Quem estiver pensando em mudar, sugiro conhecer a linha de Bio Extratus Color e conversar com o profissional que cuida dos seus cabelos para juntos, definirem a melhor ideia para vocês. Juro que não é só porque eles são patrocinadores do blog, mas o resultado foi muito melhor do que eu tinha imaginado, inclusive com a minha auto percepção. A marca demorou bastante tempo para lançar o produto até o resultado ficar do jeitinho que eles queriam, trazendo algo pro mercado que não tinha antes (espero que o tutano nessa fórmula traga o mesmo sucesso que o ingrediente em si trouxe para empresa anos atrás). O cabelo novo não foi feito para suprir nenhuma falta de amor próprio, mas estou amando me enxergar com novos olhos e me ver diferente nessa fase tão gostosa em que busco me conhecer cada dia mais e melhor.