Browsing Tag

* BELEZA

1 em Beleza/ Destaque/ Make-up/ pele/ Publieditorial no dia 17.08.2018

Testa oleosa ou maquiagem passando da validade? Serozinc de bolsa pode ser a solução!

Ano passado contei pra vocês o que era o Serozinc, o lançamento de La Roche-Posay que mais abalou a estrutura das nossas leitoras. Foi o produto que mais rendeu mensagens, dúvidas, troca no grupo e dicas de vocês. O tempo passou e esse produto que tinha tudo para ser um sucesso entre as mulheres de pele oleosa, foi mesmo. Tanto que ganhou novo tamanho, que a meu ver, ajudou muito na funcionalidade do produto.

serozinc-50-ml-

Por que falo isso? Eu, Joana, sempre usei esse produto para um objetivo muito claro: refrescar a maquiagem que está vencendo e tirar aquele brilho da testa sem usar lencinhos anti brilho ou pó matificante. Ou seja, eu pegava uma maquiagem no meio do dia e dava um jato de Serozinc para renovar tudo, afinal, quem sofreu o que eu sofri com acne e pele oleosa tende mesmo a ter problemas com brilho e oleosidade. Na época do post falei que esse era um produto que eu deixaria no trabalho pra usar na volta do almoço, por exemplo, tudo isso porque achava ousado levar a embalagem de 150ml na  bolsa, afinal, ninguém quer carregar um produto grande na bolsa com a vida corrida que temos. Pois bem, por isso achei tão genial que a La Roche-Posay ouviu nossa demanda e fez o Serozinc de 50ml.

serozinc-50-ml

Me lembro de ter ido participar de um bate papo na empresa ano passado e ter mencionado pra toda equipe que cuida de dermocosmética ativa que precisávamos ter o produto tamanho de bolsa/ tamanho viagem. Afinal, se quero tirar aquela oleosidade da testa ao longo do dia, acho prático ter o produto à mão, sem tirar nada da minha maquiagem ou borrar com ela.

serozinc-de-bolsa

Meu objetivo com esse post era apenas dizer pra vocês que a Época Cosméticos deu 15% de desconto para as leitoras do Futi na compra desse produto. Ou seja, quem quiser testar começando com o menor para ver se curte tanto quanto eu, pode. Só que ao falar sobre ele no stories, eu me dei conta que ele tem muito mais utilidades do que eu já falei por aqui, então me senti na obrigação de compartilhar com vocês as dicas das leitoras e das maquiadoras que falaram comigo no stories:

serozinc

Sim, um monte de gente contou que usa esse produto antes e depois de fazer a maquiagem, inclusive gente que não tem a pele oleosa. Ou seja, na prática a galera está achando mais usos para ele. Eu confesso que ainda não posso falar sobre esses usos diferentes pois comecei a usar agora, mas eu não posso negar que eu gostei da ideia, principalmente pro produto de 150ml que tenho aqui em casa.

No entanto, vale a pena ressaltar o produto nasceu para controlar:

  • oleosidade e brilhos excessivos
  • poros dilatados
  • sensação de pele com resíduos
  • irritação pós barba (ou seja, o boy depois dessa vai roubar, né).

Só vale falar que essa ideia de pré e pós maquiagem veio da galera, tá? Não façam isso em casa sem falar com seus dermatologistas.

Aliás, falando em dermatologista, quando lançaram o produto pros profissionais da área a minha guardou o dela pra mim. Ela sabe da minha luta e fez questão que eu testasse o produto e conversasse com ela sobre o resultado, então foi muito legal ver o quanto ele me ajudou na luta com a testa brilhosa. Eu geralmente consigo controlar durante o dia com a ajuda do protetor solar da marca, o Anthelios Airlicium, mas numa super maquiagem de um evento, num dia de gravação ou mesmo numa maquiagem à noite, nada barra o Serozinc pra mim.

Com a fórmula rica em zinco, esse spray multiuso não é uma água termal. Ele ajuda a controlar a oleosidade da pele no longo prazo e por isso é um produto voltado pra quem tem a pele mais oleosa e acneica. Seja pra matificar a pele ou para manter a maquiagem intacta e com a sensação de pele limpa. Tem quem use pra uma sensação de refrescância pós treino, mas ainda não usei pra isso, confesso. Ele ajuda pra quem não quer ficar com a sensação de estar brigando com a oleosidade ao longo do dia e acho que só quem passa por isso sabe como essa luta é chata.

Como contei da outra vez, acho importante ressaltar que: 

Dermatológica e oftalmologicamente testado, ele possui uma fórmula minimalista com três ingredientes: água purificada, sulfato de zinco e cloreto de sódio. O zinco é reconhecido pelas propriedades matificantes e antioleosidade. Estudos mostram que este ativo reduz a oleosidade, o brilho e os poros dilatados. Além de atender às necessidades da pele oleosa, o produto também possui apelo junto aos simpatizantes do movimento slow beauty, que buscam produtos com fórmulas minimalistas e ativos que não agridem a pele.

Sem perfume e nem conservantes, Serozinc proporciona uma ação adstringente e antioleosidade, mas também calmante, suavizante e refrescante. O produto foi testado em 40 homens e mulheres, de 18 a 40 anos, que possuem pele com tendência à oleosidade e à acne. Os voluntários utilizaram o Serozinc duas vezes ao dia na face durante quatro semanas; 73% dos voluntários afirmaram que Serozinc deixou a pele menos brilhosa, enquanto 71% afirmaram que o produto diminuiu a oleosidade.

O preço sugerido do produto é R$39,90! Quem quiser testar pra ter a própria opinião pode entrar nesse link da Época Cosméticos e arrematar o produto com 15% de desconto.

serozinc-bolsa-2

Acredito que quem precisa da maquiagem durando o dia inteiro ou não quer lidar com a oleosidade da pele brilhando pode ser um bom investimento pra se fazer. Ter o produto na bolsa pode ajudar nas demandas da sua rotina, agora se você já usa e gosta do produto como pré e pós maquiagem como as leitoras sugeriram a versão de 150ml pode ser bem bacana também. Vai caber a você decidir qual tamanho atende a sua demanda! Pelo visto na minha vida há espaço pros dois, o maior na minha pia e o menor na minha bolsa.

Não deixe de consultar seu dermatologista para ver se esse produto agregará na sua rotina de pele, a minha dermatologista Dra. Vanessa Metz achou espaço pra ele nos meus cuidados, mas os cuidados com a pele são individuais e é importante frequentarmos o especialista para cuidarmos da pele como um todo.

Beijos

1 em Autoestima/ Beleza/ Destaque/ Make-up/ Patrocinador no dia 07.08.2018

Festa do pijama: um papo sobre maquiagem e autoestima!

O fim de semana do papo foi completamente inovador como vocês verão nos próximos posts! Dessa vez pensamos em muitas experiências envolvendo temas totalmente relacionados à autoestima. Para começar, escolhemos começar o fim de semana do #paposobreautoestima fazendo uma festa do pijama para reunir nossas amigas blogueiras do Brasil inteiro que vieram se juntar à nós nessa experiência no Grand Hyatt Rio. Criamos junto com a Vult uma festinha muito fofa no nosso quarto e enquanto nós arrumávamos o espaço para recebermos várias amigas, nos reunimos com Mayara Cardoso e Gabih Machado para gravarmos vídeos para seus canais. O assunto? Maquiagem e autoestima, que é uma das perguntas mais frequentes no papo.

vult-1

De uns tempos para cá a gente vem desconstruindo as crenças que tínhamos sobre as razões pelas quais nós usávamos maquiagem, o resultado dessa reflexão foi talvez o mais curioso, afinal, ele nos levou a um caminho diferente das outras desconstruções. Enquanto deixamos de nos cobrar tanto nos relacionamentos, deixamos de sermos tão rígidas conosco com relação aos nossos corpos, com a maquiagem nos pegamos num processo diferente: quanto mais autoestima e autoconfiança nós tínhamos, menos a gente precisava dela, mas mais nos sentíamos corajosas para usar todas as versões de maquiagem que desse vontade. A maquiagem deixou de ser uma obrigatoriedade – quem nos assiste nos stories sabe disso – mas passou a ser uma ferramenta de ousadia onde a gente poderia externar quem somos ou estamos com vontade de ser sem medo do julgamento.

A maquiagem foi deixando de ser uma prisão. Nós fomos deixando de sermos reféns. Deu vontade de sair sem? Pode! Deu vontade de usar muita? Também pode! Pouca? Idem. Quase nada? Também. Aos poucos entendemos que para essa questão de autoestima e maquiagem não tem uma resposta perfeita, politicamente correta ou cheia de regras. Na realidade, nosso entendimento é justamente o oposto: sem regras! O que queremos da maquiagem é apenas exercer a liberdade. Poder usar ou não, muito ou pouco, de acordo com nossa vontade, sentimento ou necessidade pessoal e intransferível. Pra nós não existe mais essa ideia que maquiagem traz dignidade, ou que precisamos dela para sermos aceitas ou para nos sentirmos bonitas. Quebrar o entendimento de que PRECISAMOS estar maquiadas nos dá a possibilidade de não estar. Tá tudo bem se falarem que a gente não tá com cara de saúde ou seja lá qual for a pressão que virão a fazer, isso diz mais sobre quem fala, não sobre a gente.

festa-do-pijama-

No nosso entendimento, para exercer a liberdade de escolha de forma consciente, precisamos acolher que a maquiagem é uma alternativa de adorno que podemos curtir, que pode nos transformar em diferentes versões de nós mesmas e não obrigatoriamente atender a uma demanda social. Entendendo que não somos obrigadas a estar maquiadas, podemos de verdade escolher usar ou não desse artifício de beleza. Aos poucos a maquiagem deixa de ter a ver com ficar bonita para os outros e se torna apenas mais uma ferramenta para ajudar a colocar pra fora um brilho e uma beleza que está dentro, que se intensifica ao nos conhecermos mais.

Deixar de ser refém da maquiagem foi libertador. Ela deixou de ser uma obrigação para nos deixar parecidas com todo mundo e passou a ser um espaço para cor, ousadia, arte e brilho, onde podemos expressar nossa personalidade. Aos poucos aquela ideia de contornar o rosto todo para deixar todo mundo no mesmo formato foi deixando de fazer sentido pra gente, aos poucos a maquiagem perdeu a ideia de truque ou correção, aos poucos fomos no sentindo tão autoconfiantes que a maquiagem passou a ser uma possibilidade de auto expressão, uma forma de arte mesmo. De maneira consciente nos vimos podendo ousar mais dessa ferramenta que nos proporciona mudar de visual, look ou estilo de acordo com a nossa vontade, humor ou ocasião. Se antes achávamos que não segurávamos um batom vermelho ou um olhão poderoso, hoje se der vontade a gente se pergunta: por que não?

festa-do-pijama-0

No caso da desconstrução da maquiagem o que descobrimos de mais importante é exercer a liberdade de nos apresentarmos como quisermos. Sem precisar de nada, mas sabendo que podemos usar tudo e que todas as nossas versões terão o mesmo valor. Independente do reflexo no espelho. Como bem já diz o slogan da Vult: você do seu jeito!

Então sim, no caso a gente crê que dá para aplicar a mesma liberdade que temos para falar de corpo, maternidade, relacionamento e afins na maquiagem. Só que nesse caso não há uma única resposta para o grito de liberdade. Não é deixar de usar, usar muito ou pouco que dirá o quanto você é livre para SER VOCÊ MESMA com a maquiagem, é a consciência de que você não precisa agradar os outros que te dará autoconfiança para ser a versão que você quiser se você.

vult-2

vult-3

Gabi, May, Ca & Jô

Amamos debater isso com Mayara e Gabih, amamos mais ainda fazer essa festa do pijama para nossas convidadas! Estamos super felizes com esse papo e em termos a Vult conosco durante esse segundo semestre de 2018. Estamos cheias de planos e ideias para falar mais dos produtos que gostamos, mas mais do que tudo estamos animadas para falar um pouco sobre como enxergamos essa ferramenta que nos encanta que é a maquiagem. Ela nos permite ser o que quisermos, nos expressar de diferentes formas, em diferentes momentos. Deixar de ser refém nos permite usar com liberdade, consciência e autonomia, pra nós essa é a melhor forma de consumir make, com algumas pitadas de criatividade e diversão, é um tempo gostoso pra gente mesma, pra nos expressarmos do nosso jeito.

ca-e-jo festa-do-pijama-3 pijama-1

festa-do-pijama-2

Foi incrível viver essa festa do pijama, com essas influenciadoras que vieram do Sul, Sudeste e Nordeste do país para nossa festa, para o nosso fim de semana. :)

Make_vult_009

No dia seguinte, a experiência com a maquiagem entrou no âmbito prático e nós recebemos a querida Joyce Barbosa para assinar nossa beleza para a festa com as leitoras da qual já falamos aqui. Obrigada Joyce por ter nos produzido, obrigada Vult por ter permitido esse encontro. Apostamos numa produção muito poderosa para vivermos essa experiência completa! Nos sentimos muito maravilhosas na nossa festa e nós só temos a agradecer, dessa vez nós seguramos uma make e um look com muita ousadia, de uma forma livre que jamais sonhamos ser possível.

Make_vult_010 Make_vult_032

Obrigada @vult_cosmetica por embarcar no #paposobreautoestima com esse mote da liberdade! Concordamos em gênero, número e grau com a frase “você do seu jeito”. 

1 em Beleza/ pele no dia 07.08.2018

Melasma e algumas das dúvidas mais frequentes!

pele-3

Dentre os assuntos de pele que mais foram pedidos por vocês que lêem o Futi, além da rosácea, o melasma foi super abordado. A Joana tem melasma e controla com ajuda da Dra. Vanessa Metz, que também explicou um pouco sobre o assunto para quem já tem ou quer prevenir a pele das manchas, com por aqui a Jô ainda está ensaiando como vai escrever sobre sua experiência com o melasma, resolvemos tirar algumas dúvidas antes.

pele-2

O melasma é um assunto abrangente, mas de forma resumida, é uma doença crônica geneticamente estipulada, mas não é exatamente hereditária. Não é porque sua mãe tem que você obrigatoriamente vai ter também, mas é sim genética no sentido de que as pessoas que desenvolvem as manchas possuem células que estavam programadas para em algum momento da vida apresentar o melasma”, explicou.

pele-1

A Dra. Vanessa explicou que não apenas os fatores hormonais e o sol, são as únicas formas de apresentar melasma. “Antes, as pessoas acreditavam que o melasma era desencadeado apenas por fatores hormonais como uso de anticoncepcional e a gravidez ou pela exposição ao sol, porém, já se sabe que outros fatores também desencadeiam o melasma, como o stress e mesmo a luz dos eletrônicos e a claridade dos ambientes”, conta.

pele-4

Não, mas tem tratamento e pode regredir. Para cuidar do melasma existem diversas formas e o seu dermatologista vai indicar o que considerar mais eficiente para cada tipo de mancha, no entanto, Vanessa ressaltou que o segredo mesmo, continua sendo a boa e velha prevenção. “Prevenir é fundamental, porque mesmo que você já tenha o melasma, serve para evitar que ele fique mais pigmentado”, explica, afinal ele pode sempre piorar.

O protetor solar segue sendo nosso melhor amigo nessas horas, porém a Dra. Vanessa explicou uma técnica eficaz para proteger a pele duplamente: uma combinação de protetor químicos e físicos com cor!

“O protetor químico é a maioria dos que estão no mercado que são absorvidos pela pele e quando a radiação penetra ocorre justamente uma reação química da UV + creme que faz não deixar que a radiação prejudique a pele. Já o físico não é absorvido ficando sobre a pele evitando a penetração do raio UV. Melhor ainda usar o que tem cor. A cor é importante não apenas para fins estéticos de poder usar como base, mas porque o pigmento faz uma barreira física, que rebate a radiação solar e não permite que penetre na pele. Porém, como uma parte dessa radiação ainda atinge o nosso rosto, o protetor químico deve estar por baixo do físico para o pouco que ainda entrar de radiação, ele combater os efeitos do sol”, diz.

Ainda assim, a Dra. Vanessa explica que não precisamos deixar de frequentar a praia, piscina ou fazer atividades ao ar livre. “Tendo cuidado, o melasma fica sob controle e mesmo que ele pigmente, voltar com a rotina de cuidados da pele e os tratamentos de consultório ajudam a despigmentar com o tempo”.

Acho que esse assunto de melasma vai aparecer mais por aqui, a Joana cuida de forma muito cautelosa do que ela tem, que já regrediu bastante. Ela faz de tudo para previnir uma pigmentação maior, por isso esses cuidados vão ser mais assunto por aqui. Vocês sempre podem mandar suas dúvidas de pele para nós.