Browsing Tag

Acessórios

1 em Acessórios/ Bijoux/ Moda no dia 11.07.2016

Ródio negro = muitas possibilidades!

Quando o assunto é bijoux e joias, eu to sempre querendo saber quais são as últimas novidades ou tendências. Muitas vezes acontece de eu não dar bola para alguma coisa e só resolver me interessar muito tempo depois. Foi isso que aconteceu comigo em relação a acessórios com banho de ródio negro.

Quando vi pela primeira vez essa proposta, não levei muita fé. Achei pesado demais, muito marcante. Na época, estava com uma ideia meio fixa de que joias/bijoux deveriam complementar o look de uma forma mais discreta. Aparecer com aneis, colares e brincos com uma estrutura preta me parecia exagerado. Até o momento que deixou de ser.

Um belo dia estava dando uma olhada em uma loja de bijoux e vi um anel de ródio negro com pedras que imitavam diamantes negros. Básico porém bonito. Fininho e discreto, mas com personalidade. Foi nessa hora que virou a chave aqui dentro e eu comecei a pensar: e se o ródio negro entra para ser um detalhe a mais no look, não apenas um complemento? E foi aí que minhas ideias mudaram e eu comecei a me interessar bastante por esse estilo!

rodionegro

Marcas: Epiphanie | Livia Kerr | Norbu | Sa Fischer | Jack Vartanian 

A paixão aconteceu mesmo muito recentemente, quando ganhei de aniversário um colar de ródio negro com topázio. Foi o empurrãozinho que faltava para eu ter certeza que as possibilidades com ródio negro são inúmeras – e todas lindas!

Para começar, ele tem uma vibe meio rock & roll bem única. Ouro amarelo e rosé não dão essa ideia, prata até dá mas depende da combinação de pedras! No entanto o ródio negro pode não ter nada, mas o peso dele já imprime uma rebeldia interessante.

Colar Vivara | Anel Norbu

Colar Vivara | Anel Norbu

Depois, eu acho que as joias/bijous que levam esse banho têm uma característica meio de tatuagem – e eu amo uns rabiscos. Quem é bem branquinha pode e deve abusar desse material porque o contraste fica incrível!

Outro ponto que está me fazendo amar é que não precisa ficar com medo de misturar. Até hoje vejo muita gente com bloqueio de usar ouro e prata misturados, mas acho que com o ródio negro essa questão desaparece. Dá para combinar com peças douradas e prateadas sem problemas!

Por último, o que tenho amado é a possibilidade da simplicidade. Para mim, as joias/bijoux mais lindas que tenho visto são aquelas que é só a corrente (ou aro) e a pedra. A estrutura preta do acessório cria uma moldura maravilhosa para pedras verdes, vermelhas, amarelas e azuis claras translúcidas. Como eu disse, é um básico lotado de possibilidades!

E vocês? Têm curtido joias e bijoux de ródio negro?

Beijos!

 banner-SNAP-ca

6 em Acessórios/ Bijoux no dia 13.04.2016

Combinando gargantilhas e colares

Já tem um tempo que o meu basiquismo na hora de se vestir também foi para a parte de acessórios. Se antes eu amava um maxi colar, um anel gigante que cobria um dedo inteiro, braceletes iguais e coisas do tipo, hoje eu olho para essas bijoux e acho elas estranhas, parece que pertenciam à outra pessoa (engraçado isso, né?).

Por isso, quando a moda das gargantilhas e das coleiras voltou trazendo com elas os colares tatuagem (amava!), os cordões de couro e até mesmo as coleiras de metal, eu fiquei assistindo meio de longe.

Tirando as coleiras tattoo – passou minha época, nem tento forçar essa barra – vi vários exemplos de chokers que eu estava achando lindos…nos outros! E a moda foi passando, passando e eu fui deixando pra lá. Para não dizer que eu não me rendi, eu achei uma versão baratex na Forever 21 há algum tempo atrás e resolvi levar para ver se eu curtia a ideia, mas se eu falar para vocês que eu comprei e deixei completamente encostada vocês acreditam? Pois é… Até o dia que eu me deparei com uma foto onde a menina misturava uma gargantilha dourada com colares e ficou do jeitinho que eu curto!

Só sei que chamou minha atenção a ponto de eu procurar outras referências do mesmo estilo e eu preciso confessar pra vocês: agora to querendo, inclusive os modelos de couro. To atrasada?

gargantilhas-colares

O que eu mais curto em todos esses exemplos é que a maioria é bem delicado, exatamente do jeito que eu ando curtindo usar meus acessórios. E a mistura do rígido com o maleável também muito me agrada, nunca pensei! Estava bem bitolada achando que a melhor forma de usá-la era sozinha, mas depois que vi esses exemplos, um mundo de lindas possibilidades se abriu! rs Acabei tirando a poeira que estava na minha e resolvi testar com o que eu tenho em casa, ficou assim:

FullSizeRender

Vocês curtem?? Como vocês combinam (ou preferem usar sozinhas?)?

Beijos!

banner-SNAP-ca

7 em Acessórios/ Bolsas no dia 07.04.2016

As 5 bolsas que eu ando desejando

Desde que o Arthur chegou, a verdade é que eu não tive mais tempo para passar horas passeando pelo shopping, vendo novidades e fazendo comprinhas. E apesar da minha carteira e conta bancária estarem agradecendo demais, tenho que admitir que meu psicológico sente uma falta de namorar coisas na vitrine e ter uns momentos de surto consumista.

Quando essa vontade surge, ela costuma ser bem específica e é estranho. Por exemplo, teve uma semana que eu encasquetei que precisava de um anel de citrino, de preferência em formato de gota. Passei dias indo em todos os e-commerces possíveis e imagináveis – incluindo alguns que eu não tinha ideia da procedência – pesquisando aneis. Já teve brinco, blusa, saia e semana passada a bola da vez era short de alfaiataria.

anigif_enhanced-22319-1402521104-7

Acho que é uma maneira de eu me distrair do stress todo que uma mudança grande como a que eu to passando gera, e só sei que dificilmente essas minhas horas de pesquisa me fazem pegar o cartão de crédito e concluir uma compra. Novamente, minha carteira e minha conta bancária agradecem e eu constato que meu psicológico continua de certa forma saudável. rs

Aí, essa semana eu me peguei com um novo desejo e pensei: por que não dividir minhas procuras aqui no blog? O único problema que eu vejo nisso é que pelo meu histórico aqui no futi, as possibilidades de eu comprar depois que eu clico em “publicar post” são grandes, eu super me influencio pelos meus próprios posts! hahaha

E o desejo da vez se chama bolsa! Comecei procurando os modelos micro transpassados – aquelas que eu fiz post, lembram? – mas acabei abrangindo minha busca quando me deparei com outros modelos que me encantaram! Vou mostrar logo:

bolsas

Bolsa Gabrielle, da Merci with Love – Na verdade, tudo começou com essa bolsa. Estava um dia dando uma olhada no instagram da Merci (@merciwithlove) e de repente me deparo com essa bolsa em preto. QUASE MORRI, fiquei tão desnorteada que mandei uma mensagem pra Joana dizendo que ela podia me dar de presente (e estava falando sério na hora, depois que voltei a normal eu vi o absurdo do meu pedido hahaha). Achei super elegante e diferente, com várias referências de bolsas famosas mas sem ser cópia de nenhuma. Sem contar que a qualidade da marca me faz ter certeza que é o tipo de bolsa que vale a pena o investimento! E apesar de só ter a vermelha no site, o que me chamou a atenção é que elas falaram no instagram que fazem por encomenda na cor que você preferir! Estou tentada até agora em mandar e-mail encomendando uma pink ou caramelo, confesso!

Bolsa Mini Bardot, da Cavage – O segundo site que eu entrei foi o da Cavage. Foi um movimento natural, já que a marca é parceira do blog há tanto tempo e criadora de uma das bolsas que eu mais tenho usado, que por um acaso é a versão grande da Bardot. A Bardotzinha é fofa e faz parte da família das microbags. Morri com a rosa (aliás, sei lá o motivo, to curtindo bolsa rosa, tão notando, né?)!

Bolsa Sofia, Salvatore Ferragamo – Depois de ver essas duas, resolvi procurar nas marcas internacionais também. A primeira que me deixou balançada foi essa. De novo, em rosa, dessa vez mais clarinho. Sério, não sei o que está acontecendo comigo, devo estar com síndrome da Barbie, sei lá! Olhem o formato, a cor, o tamanho! Tudo nela grita fofura e pelo jeito, estou curtindo bolsas fofas! rsrs

Mini Crosby estampada, da Coach – Já tem um tempo que eu to amando as bolsas da Coach. Acho que tem um custo benefício muito bom dentre as marcas de luxo mais acessíveis, a qualidade é ótima e os modelos estão cada vez mais interessantes. A Crosby já é paixão antiga, só que eu achei essa estampa bem diferente e ao mesmo tempo democrática. Para quem não é muito das estampas na hora de se vestir, como eu, é uma pedida certeira!

Bolsa Jet Set Travel, do Michael Kors – Essa daí foi uma das últimas que me interessou, mas ao mesmo tempo foi uma das que menos me interessaram. Curti a cor (parece que não, mas vai com TUDO!) e o formato, muito adequado para quem adora tacar as coisas dentro e sair de casa.

E vocês? Também são bolsaholics? Têm alguma na listinha de desejos? Me contem!

Beijos!