Você está navegando na categoria: "Viagem"

30
set
2015

Look (parisiense) da Cá: Jeans, casaco e tênis

Looks, Moda, Paris, Patrocinador

Se eu estava toda hora me justificando por só postar looks no espelho, acho que eu não to podendo mais reclamar, já que quebrei essa mania no maior estilo: em Paris!

Eu e Jô estamos aqui na nossa cidade querida desde segunda feira (estamos postando várias coisas no snap – blogfutilidades e carlaparedesp – e no insta @futilidades, para quem quiser nos seguir!) e aproveitando cada segundo! Viemos para curtir o aniversário dela (que foi ontem) e, de quebra, vamos aproveitar que essa também é semana de Paris Fashion Week para fazermos alguns backstages.

Esse look foi usado ontem, e apesar da gente ter tido um compromisso cedo – fomos recebidas na Guerlain para uma visita à loja e ao SPA que depois vamos contar tudo – eu sabia que o dia seria mais de bateção de perna. Então, resolvi ir confortável e acabei readaptando um look que eu usei em Amsterdã! Ficou assim:

look-jeans-jeans-4 look-jeans-jeans-1 look-jeans-jeans-2 look-jeans-jeans-3

Casaco: Zara | Camisa: Guess | Calça: GAP Maternity | Bolsa: Gucci (roubei da Jô – das coisas boas de se viajar acompanhada da amiga! hehe) | Tênis: Orcade na Dafiti

Jeans com jeans é sempre uma boa opção, né? E eu até trouxe o casaco do look anterior, mas achei que valia a pena tentar a mesma proposta com um modelo diferente. No fim das contas, achava que seria muito difícil dar errado! 

O tênis era todo cheio de informações – quando vi essas pedrarias, não aguentei! - mas que combinava com essa vibe toda de jeans. Sem contar que também achei que ele combinaria com o casaco, e essa foi a minha ideia.

Como eu já tinha emprestado a minha bolsa pra Jô, achei que a bolsa preta era a melhor das minhas opções para não fazer um carnaval desse look, e modéstia à parte, acho que acertei nessa parte, ficou uma produção boa, estilosa e confortável pra turistar. Vocês também acharam? Ah, e o Arthur resolveu aparecer finalmente! Muito discretamente, mas tá aí! rs

Beijos!

barra-futi-viagens-paris-2015

25
set
2015

Trip Tips: Compras de enxoval em Miami com concierge, vale a pena?

Estados Unidos, Gravidez, Trip tips

No começo de Agosto eu fui para Miami fazer umas comprinhas de enxoval para o Arthur. Decidi tudo meio em cima da hora porque eu estava na dúvida se estava realmente valendo a pena com o dólar a R$3,60 na época. Fiz tudo sozinha, com a ajuda da minha mãe, da minha madrinha e das listas que as amigas me mandaram. Foi uma experiência super gostosa e eu praticamente resolvi minha vida toda em duas lojas: BuyBuy Baby e Carter’s. Consegui usar os descontos e cupons, mas tive que voltar algumas vezes na BBB, porque eu sou enrolada e indecisa por natureza. Quanto à dinheiro, eu achei que valeu a pena mesmo com o dólar alto, principalmente no quesito carrinho/bebê conforto e roupas. Só que eu tinha uma curiosidade: usar ou não concierge? 

Tirando a praticidade de ter alguém que já sabe onde ir e como proceder, sempre achei que o valor economizado nos truques de cupons/dias com mais ofertas, etc era o que você gastava com o concierge. A Ro, que já apareceu aqui no blog com algumas dicas bem legais de viagens, também está grávida (praticamente a mesma semana que eu e, não, não combinamos hahah) e acabou de voltar de Miami, onde ela fez o enxoval com a ajuda de concierge! Pedi para ela vir aqui contar a experiência!

Olá queridíssimas meninas do Futi!

Fui convidada pra escrever um pouco sobre como foi fazer o enxoval da minha baby Maria Clara em Miami contratando uma assessoria para as compras do enxoval. Posso dizer que a experiência foi a melhor possível, foi uma verdadeira mão na roda.

Vamos lá, eu tinha recebido umas 4 ou 5 listas de conhecidos que tinham feito enxoval fora, e quando você se depara com uma lista cheia de itens que vc não faz a menor ideia nem do que é, vc pensa “to fritaaaa”! Bateu aquele desespero de qualquer mãe de primeira viagem!

Já tinha lido muitos relatos de pessoas que tinham ido fazer compras nas principais cidades dos EUA contratando a assessoria e todos eram só elogios. Pesquisei muuuito! Foram diversas empresas que eu descobri que fazem esse tipo de serviço tais como: Mommys Concierge, Paula Lefront, Priscila Goldenberg, Tips for Mommys, etc.. Porém eu estava inconformada de pagar U$550,00 por 2 dias de compras com qualquer uma dessas empresas. Elas dividem os dias de compras em um só para utensílios do baby e o outro só para roupinhas.

concierge-miami

Até que pesquisando mais e mais, achei a minha salvação: Mamãe em Miami onde a fofa da Taluana de cara já pede pra você adiciona-la no whatsapp e lá mesmo já te manda os áudios explicando tudo como funciona! A Mamãe em Miami foi a única empresa que eu descobri que faz a compra do enxoval completo (tanto utensílios quanto roupinhas) em um único dia – 5 horas, na verdade. O valor da consultoria foi U$300,00.

No 1º momento achava que seria mega corrido, mas veja só como funciona:

  1. Assim que você fecha com ela, ela te manda o contratinho do serviço. Ela foi uma das que mais se flexibilizaram com a alta do dólar e topa que você deposite U$100,00 de entrada, e os outros U$200,00 vc pode pagar em dinheiro lá mesmo no dia. Ela tem conta no Santander, então você converte o valor pra real, incide o IOF e ela saca lá a grana.
  2. Depois disso, ela te manda um mega questionário para entender melhor como funciona seu estilo de vida, como é sua cidade, seu perfil financeiro, quanto está disposta a gastar no enxoval, etc…
  3. Analisa tudo e te manda 2 listas personalizadas: Uma dos utensílios e outra das roupinhas.
  4. Eu fui cortando algumas coisas que eu já tinha recebido de presente e com isso chegamos numa lista final.
  5. Você tira absolutamente todas suas dúvidas com ela antes do dia das compras.

O grande dia chegou!

Marcamos as 09:00 na 1ª loja: a Buy Buy Baby. A desavisada aqui pegou um trânsito danado pra chegar à loja, que ficava em Midtown. Quando vi que atrasaria mais de 30 min mandei uma mensagem pra ela “Vá adiantando as coisas, por favor, que já, já nós chegaremos” (sim, o maridão participou de tudooooo).

Quando cheguei à loja as 09h40min, o carrinho já estava lotado e ela já ia perguntando: “Vocês preferem este item ou esse?” Vocês gostam mais da cor x ou y?” Conclusão: às 11:30 já estávamos com tudo comprado, pago e dentro do carro, partindo pra próxima loja.

Ah, e ela ainda consegue descontos nas lojas! Ela conseguiu 20% off no meu carrinho com o bebê conforto e 15% off em toda a minha compra.

Chegamos à Carter’s por volta de meio dia! Chegamos lá e ela já pediu aquela arara com rodinhas e começou a pegar as roupinhas…newborn, 3, 6, 9, 12 meses. Como a minha genética e do maridão são de pessoas altas e nas ultras a minha baby já tá ficando maior que a curva gestacional padrão, pegamos poucas coisas de newborn e fomos direto para os 3/6 meses. Eu também trouxe roupinhas de 18m e 2 anos.

O legal é que ela analisa certinho, a estação do ano que o bebê estará e também nos sugeriu não comprar sapatinhos, e sim meias, dentre tantas outras dicas muito importantes. Em 1 hora compramos tudo! Lá ela conseguiu 20% off também, além disso a Carter’s te dá U$10 de credito a cada U$50,00 gasto, ou seja, no dia seguinte a gente tinha um crédito de U$100,00 pra gastar lá.

Uma parte das compras!

Uma parte das compras!

 

Como ainda “sobrou” 1 hora da consultoria, fomos na Target caçar o bouncer (cadeirinha de atividade para os babys) da marca que ela achava melhor pelo custo x beneficio. Nesta loja compramos mais umas coisinhas, ela nos deu mais informações e por fim, 13:45h já estávamos prontos pra ir embora.

Metade das compras:

enxoval-miami

O meu carrinho escolhido foi o Chicco Bravo: Carrinho + Bebê conforto saiu de U$350,00 por U$280,00. A nível de comparação, mesmo se eu tivesse comprado com o dólar a R$4 (eu troquei meus dólares quando a cotação ainda tava R$3,30) ainda valeria a pena, pois aqui no Brasil eu encontrei o mesmo carrinho por volta dos R$3000!

Caso você seja o tipo de mamãe que gosta de comprar uns “luxos” pro seu baby, você pode ir qualquer outro dia sozinha nas lojas que tem roupinhas de marcas como: Baby GAP, Tommy, Ralph, Janie and Jack, etc…dá pra fazer isso tranquilamente sem precisar da assessoria. Eu nem entrei nessas lojas pois até 1 ano, a criança perde tudo muito rápido. O único “luxo” que eu comprei pra Clarinha, foram essas meinhas super fofas aqui da Trumpette (que ela poderá usar até 1 ano):

New_Ballerina

Olhem as meinhas dos meninos que fofura!

trumpette-boys

Balanço geral da Experiência:

Achei que a consultoria valeu cada centavo, foi tudo muito prático, rápido (não nos esquecemos de nada pra ter q voltar na loja depois, né Cá? kkkkk), são coisas que você sabe que vai precisar. Fora que ela é muito pé no chão, as coisas que o preço parecia com os daqui do Brasil ela fala que não valeria a pena comprar lá.

O total de descontos que ela conseguiu pra gente deu praticamente U$400,00. Como paguei pra ela U$300,00, a consultoria acaba se pagando com os descontos que ela consegue.

Ai você pensa, “ué é só me cadastrar nas lojas que eu também consigo os descontos”, sim, com certeza você consegue, mas até o dia deu chegar lá, a Carter’s não tinha me enviado absolutamente nenhum cupom válido para a data que eu supostamente iria precisar. Se não fosse ela, eu sozinha não teria conseguido.

Depois de tudo pronto, finalmente curtimos a babymoon!

Depois de tudo pronto, finalmente curtimos a babymoon!

Por fim, passei 8 dias em Miami, e curtimos muito nossa BabyMoon (nome que se dá a casais que viajam pra fazer o enxoval dos seus babys)! Fomos pra Fort Lauderdale, 2 dias passeamos em Miami Beach, Dowtown Miami, conhecemos Coconut Grove, Coral Gables, jantamos no BaySide e ainda fizemos uma bate volta a Key West! Lindo demais!

A parte chata: Receita Federal

Como uma amiga minha tinha passado um baita perrengue na volta da viagem dela pouco tempo antes, ela já tinha me dado a dica de separar os valores nas notinhas na loja. Passei o carrinho numa nota, fiz outras 2 notas com U$500,00 e poucos dólares na Buy Buy Baby. Na Carter’s a nota acabou saindo mesmo por volta dos U$500,00.

Meu vôo pousou 1 da manhã, passei na receita as 2 e quando eles me perguntaram: “De onde você tá vindo?” Respondi “Miami”e já era…fui direto pro Raio-X. Eles viram que era enxoval, me mandaram abrir tudo, mas como estava com todas as notinhas, apresentei 2 de U$500,00 e a do carrinho. Como passava um pouco dos U$1.000,00, a mulher taxou a diferença. Eles têm que taxar alguém… não tem jeito. Infelizmente dessa vez fomos nós, o que deu uns R$1.000,00 a mais. Perto do que poderia ser, ainda assim saímos muito no lucro.

Amei a experiência da consultoria foi maravilhosa, me facilitou demais a vida, maridão curtiu muito também (no começo, como todo bom homem, ele era contra gastar essa grana com a consultoria, mas no final ele deu o braço a torcer e amou a experiência)! Eu não fiquei estressada, nem ele, conseguimos otimizar bem o tempo e o dinheiro!

Separei U$2.500,00 pra comprar tudo e acabamos gastando U$2.000,00!

É isso meninas, planejamento é tudo nessa vida!

E vocês? Alguém já fez enxoval com consultoria? E quem foi sozinha? Como foi? Contem aqui pra gente suas experiências!

Beijinhos enormes!

Rô e Clarinha (6 meses hihihi)!

11
set
2015

Trip tips Amazônia parte 2: Ariaú Amazon Towers, uma noite no hotel de selva.

Brasil, convite, Viagem

Há duas semanas fiz o trip tips dos meus primeiros dias no estado do Amazonas e falei da minha experiência em Manaus como um todo. Agora vou falar da segunda parada dessa minha aventura!

hotel-ariau

Como eu disse, fomos para a capital do Amazonas para um casamento e por isso organizamos toda a programação de acordo com os compromissos que envolviam o mesmo. A viagem durou 4 dias mas a divisão dos dias se deu a partir dessa programação, por isso, o cenário ideal de passar metade do tempo na cidade e metade do tempo na selva não pôde ser concluída, então tivemos que organizar uma programação muito intensa para as menos de 24 horas que tivemos livre para essa segunda parte da viagem.

No domingo pós casamento nosso guia David veio com a van do Hotel Ariaú nos buscar, marcamos as 14:00 e ele foi super pontual. Fizemos um trajeto de uma hora de estrada (passando pela ponte Rio Negro, um ícone de Manaus). Depois foram mais 30 minutos de barco e pronto, chegamos ao Hotel Ariaú, literalmente localizado NO MEIO da floresta e um dos mais tradicionais da região. Eles recebem turistas do mundo inteiro há anos e a ideia é apresentar um pouco da natureza tão primitiva para os visitantes.

ida

chegada

o-hotel

Eu estava animada para essa experiência no Ariaú Amazon Towers, só não sabia que iria ser tão mágico. Chegamos, guardamos as malas no quarto – que ficava numas torres em cima da água – seguimos o conselho do pessoal e colocamos uma roupa leve para um reconhecimento da região em uma canoa!

joana-cannabrava

Eu posso dizer que esse foi meu momento favorito de toda a viagem. Eu ouvi a floresta, ouvi minha musica e senti a energia da natureza. Agradeci muito pela oportunidade de estar vendo algo tão lindo, tão novo, tão puro e interessante de perto, ao lado de gente tão bacana.

Nosso grupo ficou com um passeio privativo e o Davi nos levou para todos os lugares. Aprendemos muito sobre a região nesse passeio, vimos os pássaros mais diferentes, cortamos caminho em tocas de mato fechado (de canoa, claro) e quando eu me achava muito bicho grilo por estar apaixonada por tudo aquilo, eu percebia a cara de encanto em todo nosso grupo. Fomos eu, Gabi, Cony e Elô (+ o marido). Na primeira hora de passeio eu sabia que essa ida para a selva foi uma das coisas mais incríveis que o blog já me proporcionou, e quem me acompanha sabe que o blog já me proporcionou algumas experiências incríveis.

amigas joana

floresta canoa floresta-2

Tiramos fotos, vimos botos – dessa vez, apenas de longe – e fomos na casa de uns caboclos ver como eles vivem, aprender sobre a farinha, as palhas das construções e outras coisas. No entanto, confesso que o tempo passeando na canoa foi o que roubou meu coração e foi o pôr do sol que me emocionou, a ponto de meus olhos ficarem cheios d’água. Eu estava ali, no meio da floresta realizando parte de um sonho: conhecer a Amazônia.

por-do-sol

por-do-sol-2

lindo

Chegamos no hotel à noite, jantamos ótimos peixes – (nossos amados  peixes Tambaqui e Pirarucu – e comidas da região como a farinhas como a de uarini. De sobremesa todos fomos no abacaxi, que tem a fama de ser O MELHOR e eu entendo, viu? Era um mel em forma de abacaxi.

Depois chegou o programa que eu menos estava interessada, mas para minha surpresa amei: a focagem de jacaré. Esse programa foi feito à noite e seu Amadeu, nosso guia, nos pediu calma, silêncio e paciência para entrarmos em contato com esse animal fascinante. Quando nos demos conta, seu Amadeu já tinha pulado dentro do rio e saiu com um jacaré na mão, na verdade, uma jacaré, que apelidamos de Jaque rs. Ele nos encorajou a pegar a pequena bichinha de 8 meses com muita responsabilidade e cuidado, enquanto o Davi nos ensinava sobre a espécie. Logo depois soltamos a pequena na água e eles pararam a canoa por uns 3 minutos e com absoluto silêncio vimos as estrelas, enxergamos a floresta com a luz do luar e vimos as estrelas. Eu cheguei a gravar o som para nunca esquecer e aproveitei o tempo para tentar me conectar com a natureza.

focagem-de-jacare jacare

Depois desse passeio noturno de canoa, voltei agradecida e vi que estava pronta para tomar banho e ir dormir. Afinal, as 05:30 da manhã a gente saia de novo com o Amadeu e o Davi para assistir o nascer do sol da canoa, ali perto do hotel.

amanhecer sol-nascendo-3 sol-nascendo-2 sol-nascendo-1

Se o primeiro pôr do sol que eu vi em Manaus já tinha me encantado, vocês não poderiam acreditar no que meus olhos viram no nascer do sol daquela manhã. Uma bola ROSA que surgiu no céu depois de um show de cores lindas. O sol sobe super rápido e depois fica amarelo, mas esse programa dura uns 50 minutos no total e vale a pena cair da cama mais cedo.

Depois disso voltamos para o hotel, tomamos café da manhã e paramos um tempo para fotografar os bichos que circulavam pelo hotel. Eram tantos macacos que não dava nem para contar, e todos os animais livres e leves para fazerem o que estivessem afim!

macaco arara

A programação seguinte era uma caminhada na floresta – começando numa comunidade da região – e depois íamos nadar com os botos.

O Amadeu e o Davi nos contaram muito sobre as plantas e árvores medicinais da Amazônia, sobre a matéria prima que vem dali para os mais diferentes produtos e sobre como vivem os caboclos da região, que moram nas comunidades ribeirinhas.

floresta floresta1

ariau1

Depois dessa caminhada, chegou o passeio para o qual eu tinha a maior expectativa: nadar com o boto cor de rosa. O que eu não podia imaginar é que eles vivem 100% livres, se eu não tivesse visto com meus olhos não sei se acreditaria naquilo. Eles são fofos, carinhosos, engraçados, chegam super perto e permitem o carinho. Os instrutores só pedem para ter cuidado com um determinado movimento de mão e para não encostar no furo que eles têm em cima da cabeça, por onde eles respiram.

boto-1 boto boto-2

Nada que eu conte aqui vai fazer justiça ao quanto foi especial esse programa, que terminou com a gente nadando no Rio Negro mais uma vez.

Foi uma das poucas vezes na minha vida que eu realmente desejei ter filhos, afinal, eu acho que toda criança merece conhecer um lugar desse e fazer uma programação como essa. Tão especial quanto ir à Disney, cada uma com as suas singularidades.

Depois desse momento nós voltamos de canoa para o hotel, tivemos um tempo para tomar banho, fechar as coisas e almoçar. Mais comida regional e eu já posso confirmar que o Norte possui a minha culinária preferida em todo o Brasil. Todos os dias dessa viagem me provaram isso, principalmente a experiência no Banzeiro relatada no post anterior.

Após o almoço nos despedimos dos nossos guias e ganhamos o rio mais uma vez. Afirmo que eu cheguei uma pessoa e saí outra, a energia da floresta, do rio e das experiências que eu vivi foram muito fortes pra mim, eu amei e agradeci muito a Deus por ter tido mais essa oportunidade na minha vida.

Manaus-1

Chegando na van fomos direto para o aeroporto e daí só nos restou comprar doces de cupuaçu em um quiosque maravilhoso dentro da área de embarque. Eles se chamavam Amazon alguma coisa e valiam cada caloria. :)

A cada viagem que faço no Brasil eu me encanto mais, me apaixono mais e tenho a certeza que esse país precisa ser visitado. Essa viagem, junto a algumas que fiz para as praias do Nordeste e junto com a da Chapada Diamantina, me faz acreditar que precisamos conhecer melhor nosso país.

Para quem achou legal essa ideia de hotel de selva, lá vai uma informação legal sobre o pacote de ano novo:

 O “Ariaú Novo”, pacote especial criado para ocasião, vai do dia 31 de dezembro à 3 de janeiro de 2016. São três noites de hospedagem com uma linda festa com ceia abundante, champagne e queima de fogos na praia do hotel.

Hospedagem em suíte com ar condicionado e frigobar, pensão completa (café, almoço e jantar), caminhadas, pescaria de piranha, focagem de jacaré, passeios de canoa nos igapós do rio Ariaú, visita às casas de nativos e traslados estão incluídos neste pacote para o casal. O valor é R$4.500 e pode ser dividido em até 3 vezes nos cartões de crédito. 

O Ariaú Towers também oferece passeios extras, como mergulho com botos (R$120), encontro das águas (R$250), ritual indígena (R$300) e visita à tribo indígena (R$250).

Animador, né? Por aqui já deu vontade de voltar, dessa vez com a família!

Beijos

Obrigada, Ariaú, por esse convite mágico que eu jamais vou esquecer. Obrigada, Davi e Amadeu por terem sido tão legais conosco. 
Página 6 de 80« Primeira...45678...203040...Última »