Você está navegando na categoria: "Viagem"

25
jun
2015

Diário de viagem de Istambul: dia 5

Europa, Turquia, Viagem

Se você não acompanhou os posts da semana passada, pode não ter lido os diários da viagem de Istambul. Postei sobre os dias 1 e 2 e sobre os dias 3 e 4 e hoje chegou a vez de falar do quinto e último dia na cidade. Depois desses 4 dias, fui para Bodrum e Capri, mas a volta para casa seria por Istambul. Ao invés de fazermos tudo correndo, optamos por ficar mais 2 noites – e 1 dia inteiro – na cidade.

Resolvemos retornar para o St Regis pois amamos o local, de longe foi a melhor localização na nossa opinião. O bairro é bem seguro e cosmopolita, perfeito para quem gosta de andar à noite para bons restaurantes. Vou fazer um post só sobre o hotel, vocês podem aguardar.

Por sorte nosso último dia foi um calorento dia de sol. Estava sensacional, talvez calor demais, mas muito lindo. Fomos sozinha para o Palácio Dolmabahce, que fica nas margens do Bosphorus e é um dos lugares mais bonitos de Istambul.  O hotel chamou um taxi e foi super tranquilo, perto, barato e simples.

A frente do Palácio Dolmabache

A frente do Palácio Dolmabache

O castelo conta com várias visitas guiadas, eu fiz todas e recomendo a Official mais do que a do Harem, no entanto, quem não fez o Harem do palácio Topkapi (infelizmente meu caso) vale a pena ir para ver a tal residência do sultão. Esse palácio muito do extravagante foi um dos últimos construídos pelo Império Otomano, muitos dizem que ele foi a cereja do sundae da queda do mesmo.

palacio-dolmabache-3O palácio Topkapi é historicamente mais importante, construído num outro momento e demonstra uma outra era do império, mas eu confesso que gostei mais desse palácio do quinto dia. A Michele da Turistambul me contou que é legal ir nos dois – em ambos os lugares ela monta uma visita guiada com guias locais que falam português e sabem tudo de história. Eu confesso que curti essa alternativa e já disse para ela que quando voltar, vamos planejar o passeio ao Harem do Palácio Topkapi.

palacio-dolmabache2Os jardins de ambos são lindos, mas tenho uma queda por lugares com água e por estar às margens do rio, o Dolmabahce ganhou como lugar mais lindo.  Eu diria que é um passeio imperdível. Passamos mais ou menos três horas por lá e foi muito legal.

Aliás, eu acho vou fazer um post com meus 5 passeios preferidos depois, mas já adianto que esse está incluído.

ciragan1ciragan2Ao sair de lá fomos almoçar no Gazebo, o restaurante da piscina do Palácio Ciragan, que hoje é do grupo de hoteis Kempinski. Ir ao hotel e conhecer os jardins já estava nos meus planos, por isso o almoço realmente valeu a pena. Como fomos convidadas para esse almoço, acabamos comemos muito mais do que o planejado. Eles nos trouxeram tantas delícias para experimentar, mas se tiver que escolher, acho que vale a pena provar as baklavas e outros doces turcos do lugar.

ciragan3 ciragan4Como vocês podem ver eles prepararam para nós a mesa mais linda em frente a piscina e foi um programa PERFEITO para uma tarde domingo. O serviço e o atendimento foram impecáveis, totalmente à altura do lugar. Almoçar, jantar ou apenas tomar um café no hotel devem fazer parte da lista de coisas a fazer em Istambul.

Depois pegamos um taxi e a Michele nos levou para Bebek, um bairro no estilo de Ortakoi, bem moderno e na beira do rio. Ela nos levou para conhecer as ruas, os lugares clássicos, vimos o famoso Lucca (bar, balada e tudo mais), fizemos compras e terminamos o passeio em outra patisserie maravilhosa: a Baylan.

baylan-2Comprei uma bolsa na Mehry Mu e um colete lindo na Tru, ambas marcas incríveis da Turquia.

bebek1Sem dúvida quem não quer ficar só na parte antiga e história de Istambul deve procurar a Michele para um planejamento de viagem na parte moderna! Eu falei isso 200 vezes no instagram – acho que aqui também – mas o que mais amei em Istambul é a mistura do novo com o antigo, então para mim a viagem não teria sido a mesma se eu só tivesse feito os passeios principais que todo mundo faz. Poucos brasileiros conhecem essa mistura que é tão interessante.

Depois do melhor mil folhas da minha vida na Baylan de Bebek, nós nos despedimos da Michele e fomos para o St Regis. Subimos para o Spago (restaurante mais badalado da cidade no momento) e vimos o pôr do sol. Como não tínhamos feito reserva não pudemos jantar, mas valeu muito para um drink + vista.

por-do-sol-istambulDepois nós fomos comer o Manti (ravioli turco), na versão frita, no Bodrum Manti & Café ao lado do nosso hotel. Tudo muito barato, rápido e simples, mas não poderíamos ir embora sem provar esse prato tão diferente, uma coisa! Queríamos algo rápido para minha mãe poder arrumar as coisas dela com calma e a Michele nos deu essa dica, foi uma maravilha.

turistambul

Nem preciso falar que foi um domingo calmo, tranquilo e delicioso né? :) Tenho que  agradecer a Michele que foi tão atenciosa conosco! Fora esse domingo foi ela quem organizou nosso passeio de barco, que ouso dizer que foi meu passeio preferido. Recomendo muito contratar os serviços dela para a viagem, ela personaliza tudo de acordo com cada grupo e com cada bolso.

Eu e minha mãe ficamos encantadas com Istambul, com certeza foi um dos lugares mais especiais que conhecemos. Sem contar que fica perto do paraíso na terra, que a meu ver fica em Bodrum, mais precisamente no nosso hotel rs. Vou falar logo mais de Bodrum, mas antes queria encerrar os posts de diário de Istambul.

Ainda quero fazer um post sobre as melhores e piores coisas da cidade, os táxis são bem chatinhos mesmo, mas não tanto quanto a fama que têm no Brasil. Existem MUITOS mitos envolvendo a cidade e acho que preciso falar sobre isso depois, mas hoje vou ficar por aqui, deixando vocês com mais vontade de conhecer esse lugar que roubou um pouco do meu coração. 

Beijos

barra-futi-viagens-turquia A Turkish Airlines voa para CENTENAS de destinos no mundo!
Você pode aproveitar a cia para fazer um pit stop em Istambul e conhecer essa cidade.
Obrigada Turkish por essa viagem mágica, jamais vou esquecer.

23
jun
2015

Futi TV: pseudo-vlog de Bodrum

Ásia, Futi TV, Lifestyle, Sem categoria, Turquia, Viagem

Quem acompanhou minhas férias no snapchat pode achar esse post menos legal, já que eu publiquei tudo que podia (e não podia hehe) no snap do futi! Para quem ainda não segue, é só adicionar blogfutilidades.

Eu ainda vou fazer um trip tips sobre o Kempinski Hotel Barbaros Bay em Bodrum, um 5 estrelas com infraestrutura dos sonhos e diversas categorias de suítes e quartos, o que aumenta a diversidade de preços e possibilidades de experiências.

Como eu fui para relaxar, não fiz a metade do que poderia ter feito. Comemos bem, tomamos vinho, desestressei, nadei e ouvi música, tudo que eu estava precisando. Até estrela cadente eu vi, coisa que não acontecia desde 2005.

dia-2vAntes de publicar o super post de dicas de Bodrum, eu resolvi dividir com vocês minha tentativa de vlog da viagem. Essa foi a forma que encontrei de não deixar o canal parado enquanto eu e a Cá não nos encontramos para gravar mais videos pro “futi tv“!

Vamos espiar?

Sem dúvida eu vou voltar para esse paraíso, foi delicioso poder relaxar e curtir esse destino tão inusitado entre os brasileiros.

Passar 3 dias em Bodrum é uma alternativa perfeita para complementar uma viagem à Istambul. Dizem que durante o verão é a dobradinha perfeita e no inverno essa dobradinha acontece com a Capadócia. :) Verdade seja dita que para curtir o básico que a Turquia tem para oferecer é preciso mais tempo, mas essa semana que passamos lá foi tão gostosa que só me resta dividir tudo com vocês.

dia-3Quem tiver perguntas pode fazer nesse post, que vou tentar responder tudo no trip tips que farei do hotel. :)

Nosso roteiro foi o seguinte:

Dia 1

08:30 chegamos na cidade
12:00 fomos para a praia do hotel (nadamos muito)
15:00 almoçamos na praia (tem um restaurante delícia)
18:00 fomos para o SPA fazer o Hamam (banho turco, imperdível)
21:00 jantamos no restaurante italiano do Hotel (dormimos cedo, ufa!)

Dia 2

10:30 acordamos tarde e fomos tomar café
12:00 fomos para o deck do hotel e passamos o dia lá (bebemos, nadamos e almoçamos)
20:30 saímos para jantar no hotel Maça Kizi (vimos o pôr do sol no caminho e a noite cair no restaurante)
22:30 fiquei vendo as estrelas deitada na cadeira de sol da varanda (confortável que só) e vi até estrela cadente.

Dia 3 

11:00 fomos para o café
12:00 curtimos a praia silenciosa (parte só para adultos do hotel), almoçamos por lá novamente. Nadei muito para me despedir do Mar Egeu.
19:00 saímos para a Palmarina, vimos o pôr do sol e jantamos no Nobu

Como deu pra ver, não fizemos mais do que relaxar, curtir a sombra e a água fresca.

Vou mostrar todas as fotos e dar todas as dicas no post de trip tips, que já já vai chegar.

Me desculpem o vlog não ser lotado de experiências, como vocês podem ver… Eu só tratei de aproveitar esse paraíso que faz tanto calor e tem o tempo bem firme.

Beijos

barra-futi-viagens-turquia

Fiquei em Bodrum do dia 11 ao 14 de junho de 2015 

 

19
jun
2015

Trips Tips: Restaurantes que fui em Berlim

Europa, Trip tips, Viagem

Eu sei que essa semana está recheada de posts de viagem, mas como sexta feira é dia oficial do Trip Tips no (f)uti, achei que valia a pena botar no ar esse post que está pronto há algumas semanas!

Vou ser bem sincera, Berlim não me entusiasmou gastronomicamente, mas também não me decepcionou. Fui seguindo dicas de amigos e de amigos de amigos, e no fim, acho que escolhemos boas opções na cidade! Os poucos restaurantes que fomos sem indicação, não foram legais – tanto que só um mereceu aparecer por aqui!

Quem estiver indo para Berlim em um futuro próximo, não deixe de ir em pelo menos dois desses lugares, e quem já conhece a cidade e tem dicas boas de lugares para comer, me ajuda a melhorar esse post nos comentários! :)

Começando pelo Burgermeister!

onde-comer-berlim-burgermeisteronde-comer-berlim-burgermeister-2Vimos essa dica na televisão, não lembro se foi no Lugar Incomum ou no Anota Aí. O Burgermeister, como o nome já dá a dica, é uma hamburgueria. Mas o que faz com que esse lugar seja diferente de todas as outras hamburguerias é a localização um tanto quanto estranha: embaixo de uma linha de trem, sendo que a cozinha fica dentro de um banheiro público (desativado, claro). O esquema é comprar o hamburguer e achar um lugar pra sentar, mesmo que você tenha que dividir mesa com estranhos. Aliás, foi dividindo a mesa com uma alemã que estava almoçando com seu filho que a gente descobriu que o Burgermeister foi considerado o melhor hamburguer de Berlim, e eu concordo. A casquinha do pão é levemente tostada, uma maravilha! E o melhor? Não gastamos mais de 20 euros nessa brincadeira.

Ele fica em Kreuzberg (endereço: Oberbaumstraße 8), a gente desceu no U-Bahn da Warschauer Straße e andamos um pouquinho. Depois, aproveitamos que estávamos perto e fomos visitar a East Side Gallery!

Segundo lugar maravilhoso, Mädchenitaliener

onde-comer-berlim-madchenitalienerUm italiano delicioso, bem perto do hotel que ficamos. Pegamos essa dica de um casal amigo que foi e amou o lugar, como estávamos a menos de 5 minutos de caminhada, nem pensamos duas vezes. O ambiente é charmoso, super aconchegante e os pratos são divinos! Pedimos bruschetta de entrada, eu pedi uma massa de manjericão, molho de tomate e Parma, mas quem acertou de verdade foi o Bernardo, que foi de tagliatelle ao tartufo. Morri de inveja! Acho que a conta deu em torno de 50/60 euros.

Endereço: Alte Schonhauser Strasse 12 – perto do U-Bahn de Weinmeisterstraße

Para quem gosta de carnes, Pantry

onde-comer-berlim-pantryEsse foi o restaurante ostentação da viagem, e não nos arrependemos. Seguimos a dica da lista de um amigo, mas fomos sem saber o que esperar, só sabíamos que não seria barato. O lugar é bem sofisticado, mais voltado para carnes e só tinha gente bonita e bem vestida (sorte que a gente tinha passado no hotel para um banho + troca de roupa rsrs). De entrada, pedimos um beef tataki (esse da foto) maravilhoso e o prato principal foi o “the quest”, uma carne com batata frita (mas aquela toda especial, mais grossinha e com casca, sabe? Salivei só de lembrar) e duas opções de molhos. Eles dizem que esse prato é para dois, mas acho que dava para umas 5 pessoas, ainda mais depois da entrada. Olho grande deu nisso, né? rs O total foi de uns 150 euros o casal, com vinho e drinks.

Endereço: Friedrichstraße 120 – U-Bahn mais perto: Oranienburger Tor

Depois da ostentação, resolvemos ir no 6o. andar da KaDeWe!

onde-comer-berlim-kadeweDepois de alguns dias na cidade, finalmente fomos conhecer a KaDeWe. Como loja de departamentos estilo Saks, Harrods e outras do tipo, ela não me surpreendeu. Mas o sexto andar….o que é o sexto andar??? Além do mercado e da parte de doces, frios, bebidas e chocolates, ele tem uma parte que é lotada de restaurantes, cada um com sua especialidade! Foi bem difícil escolher, mas acabamos optando pelo que estava parecendo mais popular, um especializado em batatas. Infelizmente eu estava em modo off-blogueira (sabe quando você passa o dia sem conseguir wi-fi e de repente acostuma e começa a esquecer do celular?) e não anotei o nome nem quanto deu a conta, mas acredito que não tem lugar ruim ali. É escolher o que você está com mais vontade de comer, sentar e aproveitar!

Endereço: Tauentzienstraße 21-24 – eu saltei no U-Bahn de Kurfürstendamm, mas acho que tem mais perto dependendo de que parte da cidade você está.

Gosta de comida asiática? Dudu!

onde-comer-berlim-dudu(quando fui já estava escuro e não consegui tirar foto, mas meu prato era parecido com esse aqui – e muito apimentado, melhor deixar avisado! rs. Créditos da foto: Rosa Knox)

Na nossa última noite na cidade, seguimos mais uma dica e fomos no Dudu, um asiático que também fica perto do hotel que estávamos hospedados. Apesar dele ficar em uma rua movimentada, ele é meio escondido, tanto que passamos algumas vezes em frente e só descobrimos que o Dudu ficava ali quando realmente procuramos.

É um ambiente aconchegante, meio cool – para não dizer descolado, palavra que eu odeio. Erramos na entrada (era um roll de alga que eu odiei a textura) e por isso resolvi ficar em um lugar seguro no prato principal. Escolhi um frango com curry e arroz de jasmim que estava divino! O preço ficou algo em torno de 40 euros, sendo que só o Bernardo bebeu algumas cervejas (lá tem a Tiger, cerveja tailandesa que ele amou quando fomos pra lá em 2013). Vale a pena conhecer!

Endereço: Torstraße 134 – o U-Bahn mais perto também é o Weinmeisterstraße

Dá para mais um hamburguer? Burgeramt!

Uma foto publicada por burgeramt (@burgeramt) em

Caímos nessa hamburgueria meio sem querer. Depois de um passeio por Friedrichschain (um bairro que eu amei conhecer, com vários prédios grafitados e lojas de arte interessantes!), estávamos com fome e sem muita disposição para tentar comidas novas, o Burgeramt apareceu na nossa frente e nem pensamos duas vezes.

Eu achei melhor optar por algo mais saudável, e fui no de abobrinha e berinjela que estava bem gostosinho (infelizmente não consigo achar melhor que um cheeseburger normal! rs). Opção rápida, gostosa e barata para quando a fome bater!

Endereço: Krossener Straße 21-22 – saltamos no U-Bahn de Frankfurter Allee, mas existem outros mais próximos

Para drinks, Monkey Bar!

onde-beber-berlim-monkey-barNão fomos em muitos bares ou lugares para drinks nessa viagem, mas o único que fomos provavelmente valeu por todos que perdemos! O Monkey Bar fica do lado do zoológico de Berlim (e na frente da parte dos macacos, como o nome já avisa) e nós fomos para lá depois de passarmos o dia vendo os bichos. Foi a melhor programação!

Ele fica no último andar do 25 Hours Hotel Bikini (não me perguntem o motivo do bikini nesse nome rs) e tem uma vista maravilhosa da cidade e do zoológico, sem contar que o ambiente é legal e a música é boa. Ah, e comemos uma sweet potato fries DI-VI-NA, acho que a melhor que experimentamos na viagem toda!

Endereço: Budapester Strasse, 40 – o U-Bahn mais perto é o Zoologischer Garten, mas tem vários.

Eu jurava que tinha menos dicas para dar, sabiam? Ainda fui em outros lugares que não mereceram aparecer por aqui, mas esses são realmente maravilhosos! Lá em cima eu falei em escolher pelo menos 2, mas acho que vou mudar…no mínimo 3! rs

Quem seguir as dicas (ou quem já foi nesses lugares), me fala!

Beijos!

Página 3 de 7312345...102030...Última »